Novo serviço é oferecido aos clientes da operadora que possuem banda larga. Ele é um set top Box e possui diversas atrações.

A TIM anunciou recentemente a chegada de um serviço muito interessante para os seus clientes da barda larga. Trata-se do mais novo projeto da TIM, o Blue Box. Caso ainda não saiba, esse set top Box possui diversas atrações, dentre elas: TV Digital, TV por assinatura, Netflix e Youtube, tudo isso no mesmo aparelho e funcionando apenas com o seu controle remoto. O serviço é muito interessante e possui um custo bastante acessível: R$ 9,90 a mais em sua fatura mensal. Esse é o valor promocional que será válido até o final de 2015.

Esse serviço é muito interessante e de certa forma inovador, pois as demais operadoras oferecem acesso à internet e aplicativos ou os canais digitais abertos e por assinatura. O Blue Box inovou e trouxe os dois tipos de serviços em um único pacote, uma solução bastante agradável para quem busca diversão através de aplicativos, entretenimento e muito mais. O serviço de TV digital é oferecido através de streaming, haja vista a parceria da TIM com a Self TV.

A TIM informou que o objetivo deste serviço é justamente trazer todos os tipos de aplicações e entretenimento que o cliente busca. Além disso, a oferta de um conjunto de programas que é baseado nas preferências do cliente é outro ponto importante do Blue Box. Outro detalhe interessante é que o cliente não precisa zapear os canais, sendo que é possível pausar os programas mesmo sendo transmitido ao vivo.

Outro ponto importante é que o serviço não dispõe de pacotes fixos. Portanto, a TIM irá apenas cobrar a taxa mensal de R$ 9,90 mensais até o final de 2015 para os assinantes da Live TIM plano de 35 MB.

Além disso, saiba que o valor total deverá ser a soma da taxa mensal da TIM juntamente com as taxas referentes à Self TV e a Netflix. Os planos mais básicos da Self TV e da Netflix são de R$ 29,90 e R$ 19,90, respectivamente. O Youtube, por sua vez, é disponibilizado de forma gratuita.

Vale ressaltar que neste momento o serviço Blue Box apenas se encontra disponível na área de cobertura da Live TIM, ou seja, alguns bairros de São Paulo e Rio de Janeiro, além de Duque de Caxias e Nova Iguaçu.

Por Bruno Henrique

Blue Box da TIM

Foto: Divulgação


Operadora não poderá bloquear a transmissão de dados dos clientes quando a franquia chegar ao fim

As operadoras foram autorizadas a bloquear a transmissão de dados do cliente quando este chegasse ao fim da franquia, mas o advogado Vinícius Koptchinski Alves Barreto, conseguiu uma liminar onde a TIM fica proibida de cortar o acesso 3G do cliente, quando este atingir o limite de sua franquia.

Quem deferiu a liminar foi o juiz Edmundo Lellis Filho, da 1ª Vara Cível do Foro Regional de Santana, estado de São Paulo. A liminar determina que a TIM deverá continuar oferecendo o serviço, da mesma forma que era feito antes, porém, a TIM vai contestar a decisão do juiz. A TIM informou que assim que for intimida, irá recorrer da decisão da 1ª Vara Cível.

O que levou o advogado a entrar com este recurso foi o fato dele ser cliente da TIM e teve o serviço de dados bloqueado assim que ele atingiu o limite de sua franquia que é de 30MB. Até bem pouco tempo atrás, a lei determinava que ao atingir a franquia, a velocidade da internet deveria ser reduzida, mas o usuário continuava tendo acesso ao serviço, ainda que com uma velocidade reduzida.

A primeira empresa de telefonia móvel a adotar o corte da transmissão de dados para os clientes que atingissem o limite da franquia foi a Vivo, no final do ano passado. Em seguida a Claro e a Oi tomaram a mesma decisão e seguiram os passos da Vivo. Por último, veio a TIM, que também passou a bloquear a transmissão de dados para os usuários que já tivessem utilizado toda a franquia.

O número de reclamações por parte dos usuários foi tão grande que o Procon recorreu à Justiça, alegando que as operadoras de telefonia móvel mudaram as regras que tinham com seus clientes, o que é totalmente contra o que determina a Constituição Brasileira e do Código de Defesa do Consumidor.

Tanto a TIM quanto as demais operadoras alegaram que nos Estados Unidos e também na Europa é feito desta forma, com o bloqueio de quem atinge o limite da franquia.

O caso é polêmico, porque os usuários no Brasil continuam utilizando o serviço ao término da franquia, mesmo com velocidade reduzida. As operadoras querem bloquear o serviço para que os usuários possam adquirir novos pacotes.

A decisão do juiz Edmundo Lellis Filho poderá abrir caminho para que outros usuários entrem com a mesma solicitação.

Por Russel

3G da TIM


As ações da TIM tiveram alta de impressionantes 14,35% após rumores de que as prestadoras Oi, Vivo e Claro estariam interessadas em adquiri-la e dividir entre si. Os valores chegariam a 15 bilhões de dólares, segundo a Bloomberg.

Antes da informação, os papéis estavam congelados e acabaram o dia com ganhos de 11,30% e 12,89%. Nos Estados Unidos, a American Depositary Receipts, do grupo TIM fechou em 7,5%, depois de chegar a 19% de ganho durante a terça-feira.

Uma possível compra ou mesmo uma parceria já estava sendo divulgada pela Oi, o que justifica sua ausência no leilão para a faixa de 700 mhz para a internet 4G. A transação está sendo auxiliada pelo Banco BTG Pactual, enquanto há a perspectiva que a Telefônica/Vivo entre no negócio após a compra da GVT.

Segundo a agência de notícia, nessa jogada, a Oi ficaria com 25% da TIM e as demais, Vivo e Claro, dividiriam o restante.

Em contrapartida, a TIM negou a possibilidade de negociação para vender a companhia para seus concorrentes. O comunicado foi enviado à Bolsa de São Paulo com a afirmação que se trata de uma notícia antiga, de agosto, em que o banco BTG Pactual foi contratado para avaliar a participação da Telecom Itália junto a filial brasileira da TIM.

A Oi, por sua vez, negocia sua participação na Portugal Telecom com o Grupo Altice, de Luxemburgo.

A Claro afirmou que houve o contato com o BTG Pactual, entretanto as outras envolvidas, TIM e Telefônica, negaram a venda por diversas vezes. Segundo a Telefônica, a operadora passa por um processo para redefinir as relações com a empresa Telecom Itália, a qual possui ações.

Isso porque não há consenso entre os órgãos reguladores brasileiros para que ela controle a Vivo e a TIM, que atualmente são as duas maiores do país. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Foto: divulgação


Há mais ou menos dois meses, a esquipe do MacMagazine recebeu alguns relatos de usuários de iPhone que não conseguiam ativar os aplicativos iMessage e FaceTime em seus aparelhos. Em uma rápida investigação foi descoberto que todos que eram afetados por esse problema eram da operadora TIM –  especialmente os que tem o plano TIM Beta.

Com o passar de alguns dias usuários informaram que o problema havia se normalizado automaticamente, porém outros continuam com essa dificuldade até hoje.

O que está acontecendo é que: quando os usuários tentam ativar o iMessage ou o FaceTime recebem uma mensagem que diz “Aguardando ativação”, mas o processo não chega a ser concluído. E outros casos recebem mensagens com conteúdos aleatórios que em nada tem a ver com o problema, e o processo resulta em erro.

Exemplo de reclamações de usuários, segundo o MacMagazine: “Eu já havia sofrido um certo problema com o iMessage, logo que usei o iOS 8 beta (usei a versão GM), mas, enfim. Hoje precisei reconfigurar meu iDevice, fiz tudo direitinho como manda o figurino e até habilitei os dois serviços logo na tela inicial (configurei ele como um iPhone novo, pra ver se me livrara de alguns bugs e engasgos)… Até ai tudo beleza, porém, o iMessage/FaceTime só estava funcionando com o meu e-mail do iCloud e não com o número do meu celular, então desabilitei os dois serviços e tentei iniciá-los novamente… porém, agora nenhum dos dois inicia… “

Tentando obter alguma ajuda, os usuários recorreram ao Twitter, mas a única resposta que obtiveram é que a ativação dos recursos deveria ser verificada diretamente com a Apple.

Após tentativas, o MacMagazine conseguiu uma resposta oficial através da assessoria de imprensa da Tim: “A TIM já tem conhecimento de que alguns clientes estão tendo dificuldades em ativar o iMessage e o FaceTime, principalmente os novos clientes. Estamos trabalhando para normalizar o tráfego do SMS de ativação pela rede da TIM, afim de normalizar o serviço o quanto antes”, concluíram.

Por Diovana Nunes Leite

Foto: divulgação


Tendo em vista que a Apple já confirmou o lançamento do iPhone 5 no Brasil para o dia 14 de dezembro, algumas informações sobre a chegada do aparelho às lojas surgiram.

De acordo com as informações supostamente vazadas, o novo smartphone da Maçã deve custar R$ 1.999 na TIM. Este valor seria para o iPhone 5 com 16 GB. Já a versão com 32 GB sairia por R$ 2.249.

Esses preços “vazados” são referentes aos aparelhos desbloqueados. Caso o comprador adquira o smartphone no plano pós-pago, é provável que o valor caia, tendo em vista os bons descontos dados pelas operadoras. Em comparação, o iPhone 4S chegou ao Brasil custando R$ 1.899 na TIM, na versão desbloqueada.

Entretanto, a assessoria de imprensa da TIM tem respondido aos contatos com a afirmação de que a empresa ainda não definiu os preços dos modelos do iPhone 5.

O novo aparelho da Apple possui tela de 4 polegadas, sistema operacional iOS 6, câmera de 8 MP (que grava vídeos em Full HD), memória RAM de 1 GB e processador A6 (com dois núcleos e 1.2 GHz).

Por Guilherme Marcon


Depois do sucesso dos planos Infinity, a TIM lançou um novo plano pré-pago de navegação ilimitada para computadores pessoais e tablets: o Infinity Web Modem. O acesso ocorre via minimodem e vai custar apenas R$ 2,00 por dia. Além disso, será cobrado apenas nos dias de uso.

Segundo a própria TIM, a velocidade vai ser de 1 Mbps. Porém, caso o tráfego seja de 80MB durante o dia, é possível continuar acessando a internet, mas com velocidade reduzida.

Se você ficou interessado, para adquirir o plano é necessário comprar um TIMChip, que custa em média R$ 10,00, e um modem desbloqueado. Depois, é só inserir o chip no modem, semelhante ao que é feito no aparelho celular, plugar no computador e conectar.  Na tela, aparecerá um cadastro para preenchimento dos dados pessoais, mas depois ele fica habilitado para navegar em qualquer página.

Se você já tem um minimodem desbloqueado, precisa adquirir apenas o chip pré-pago. Já quem possui o TIMChip habilitado nos planos Infinity Pré ou Controle, mas quer contratar o Infinity Web Modem, é só enviar um SMS para 1616 com o texto “Ativar Modem” ou ligar para a Central de Relacionamento (1056) e solicitar a ativação do plano.

Quer saber mais? Clique aqui e acesse o site do plano.

Por Géssica Valentini


Em parceria com a TIM, a Motorola Mobility coloca no mercado mais um celular com capacidade de operar com dois chips ao mesmo tempo: o Motorola EX128 Screen. E apesar de não ser um smartphone, o novo aparelho dual chip conta com alguns recursos só encontrados em celulares inteligentes, como a tela sensível ao toque (touchscreen) de 3.2 polegadas.

A tela não só tem tamanho semelhante à dos smartphones como também pode ser personalizada através de widgets que permitem acesso às redes sociais como Facebook e Twitter.

O EX128 também conta com outros recursos como uma câmera de 3MP, Bluetooth, Rádio FM, entrada USB e reprodutor de MP3. A memória interna é de apenas 50 MB, que pode ser ampliada com a ajuda de um cartão microSD de até 32 GB.

A parceria com a TIM permitirá que o aparelho tenha acesso à internet por R$ 0,50 por dia nos planos pré-pagos, e sem custo algum no pós por seis meses.

Foto: CDMidia

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Baguete


Para impulsionar a venda de seus serviços e atuar mais fortemente no mercado de telefonia celular no Brasil, a TIM está visando em investir fortemente no setor de Smartphones devido ao crescimento das vendas desse tipo de aparelho em quase 70%.

Um número considerável para voltar o seu foco à vice-liderança, deixada em 2008, desde quando se mantém em terceiro lugar, com 24% das linhas telefônicas voltadas para telefonia celular, sem considerar os outros serviços. Para chegar a seu objetivo, a TIM construiu uma estratégia simples porém inovadora. Estará criando cursos para ensinar os seus usuários como manusear melhor seu aparelho e tirar o melhor proveito dos inúmeros serviços disponíveis em um SmartPhone.

O pensamento da operadora é manter os usuários cada vez mais envolvidos e com um alto nível de conhecimento de como utilizar seu celular, pois sabendo mais, consumirão de uma maneira melhor.

Por Carla Caldeira


A tecnologia apresenta surpresas a cada dia. Há muitos anos os computadores mais modernos eram os antológicos 486 DX2 ou DX4, que para a época eram considerados rápidos e seguros. Em pouco tempo, porém, os primeiros Pentium surgiram no mercado, estabelecendo nova ordem de estrutura física das máquinas e de aplicativos.

Celulares, que eram premonizados em séries antigas – Agente 86, por exemplo – como algo a acontecer, efetivamente vieram à tona, mas somente poucos anos atrás – à ocasião do surgimento, apelidados de tijolões. Atualmente, aparelhos móveis estão cada vez menores e com mais recursos, tais como câmera digital integrada, gravador de áudio e vídeo, reprodução de MP3 e equipamentos com acesso à rede mundial de computadores.

No próximo domingo, seguindo a tendência crescente da internet como meio imprescindível, a operadora TIM iniciará uma série de ofertas de serviços à web voltada a planos pré-pagos. Os consumidores poderão pagar a partir de R$ 0,88 por dia de conexão para fazer uso dessa ferramenta por meio dos portáteis aparelhos.

Está aí um ótimo ponto para os brasileiros economizarem.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Terra


Diferentemente do que se tem comentado na mídia, a TIM Brasil não esta em busca de sócios para o segmento de telefonia fixa. O intuito da empresa é um maior investimento nas classes mais baixas da sociedade, a qual utiliza lan houses para se conectar a rede internet.

Segundo a diretoria da empresa italiana, para competir com concorrentes, como as operadoras Vivo e Telefônica, a TIM tem a condição de oferecer diferenciados pacotes para se manter forte no mercado.

Para atingir as classes C e D, as quais em sua maioria não tem condições de ter em casa uma maneira de conviver no mundo digital, a empresa busca encontrar ofertas que caibam no bolso destas pessoas. Para ampliar redes de voz, dados e transmissão, a TIM reservou para estes próximos seis meses de 2010 um capital de 1,5 bilhão, número maior do que o apresentado no primeiro semestre do ano.  

Por Oscar Ariel

Fonte: IDG Now


A resolução da Anatel que obriga as operadoras a venderem seus celulares e smartphones já desbloqueados está em vigor já faz algum tempo. Apesar disso, ainda tem muita gente que ainda possui um aparelho bloqueado e não sabe ou não teve tempo para desbloqueá-lo.

Algumas operadoras como a Vivo e Oi, por exemplo, possui uma página dedicada ao desbloqueio em seus sites, que funciona com a maioria dos aparelhos, incluindo os smartphones mais modernos como o iPhone.

Falando nisso, quem apresenta uma solução fácil para os donos de iPhone, é a TIM. O desbloqueio é realizado automaticamente para quem instala o novo sistema operacional iOS 4. O detalhe é que se trata de um desbloqueio oficial, isto é, feito pela própria Apple.

Por Maximiliano da Rosa


A empresa italiana Onda Communication desenvolveu um telefone celular que tem a capacidade de acompanhar diferentes informações sobre a Copa do Mundo da África do Sul.

O celular chama-se OTV 1000 e tem um aplicativo, o Copa 2010, que deixa à disposição dos fanáticos por futebol, notícias sobre as partidas da competição, treinos das equipes, história das competições mundiais e, também, conteúdo para download para incrementar ainda mais o celular com a temática da Copa.

O equipamento é vendido apenas para os usuários da empresa TIM. Quem quiser optar pela opção de televisão não precisa pagar por esse serviço, pois o mesmo é oferecido pela operadora.

Por Jeferson Vainer


A partir do início de feveriero, todos os celulares vendidos pela operadora TIM serão desbloqueados e poderão também ser utilizados com chips de outras operadoras.

Rogério Takayanagi, diretor de Marketing da TIM, informou que a medida faz parte de uma estratégia da empresa para valorizar os seus serviços, tanto na venda de celulares, quanto apenas dos seus chips.

A princípio o desbloqueio será apenas para os celulares novos, mas a previsão é estender o benefício para todos os celulares em uso por clientes TIM.

De acordo com Takayanagi, a decisão de desbloquear os aparelhos da TIM é anterior a proposta da Anatel de proibir venda de aparelhos bloqueados.

Fonte: Agência Estado




CONTINUE NAVEGANDO: