Confira as características e diferenças entre os modelos da Motorola, Moto E5 e E5 Play.

Uma das maiores empresas no ramo de aparelhos digitais está com novo lançamento no mercado. A companhia Motorola fez estrear nesta mesma semana o modelo Moto E5 Play, que consiste em uma versão entre as mais básicas da linha. Entre os atributos que qualificam o aparelho estão: SO Android Go, sublimação no sistema do Google em termos de configurações essenciais. O valor pode chegar a 800 reais e desafia modelos de grandes marcas como Samsung, LG e Sony.

Embora seja um modelo bastante competitivo, o rival de maior categoria do Moto E5 Play está mais próximo do que se imagina, ou seja, o Moto E5, geração anterior.

Ambos os modelos compartilham muitos detalhes em suas configurações, embora existam diferenciais que os distingam intensamente.

No que tange ao desempenho e ao espaço é o seguinte:

Os dois operam por meio do Snapdragon 425 em quatro núcleos e 1,4 GHz; chip executa os apps de Facebook Lite e do Go do Google. O Moto E5 possui memória RAM de 2 GB, e o E5 Play possui 1 GB operante em Android Go. Embora o E5 Play possua menor capacidade de memória que o E5, ele proporciona mais espaço livre dentro de 16 GB nominais.

No que tange à tela e à câmera é o seguinte:

Ambos possuem dimensões de display que conferem 5,7’’ no E5 e 5,83’’ no E5 Play. Os dois aparelhos possuem telas LCD de proporção 18:9; a diferença de qualidade de resolução entre os modelos é de HD+ no primeiro, e o segundo possui 960 por 480 pixels; especialistas declaram que o Moto E5 captura imagens mais nítidas.

O mesmo E5 possui câmera traseira em 13 megapixels, ao passo que o E5 Play possui 8 MP; na frente ambos estão munidos de sensor de 5 MP. O Play opera por meio de app de câmera com mais recursos, incluindo o controle manual; mesmo assim a função de 5 MP de diferença no sensor na parte traseira garante vantagem ao Moto E5, nos dois quesitos.

Em termos de desempenho de bateria o novo modelo Moto E5 Play está equipado com modesta potência de 2.100 mAh, enquanto que o modelo E5 possui quase o dobro de força, 4.000 mAh. O aparelho E5 Play, mesmo munido de Android Go que proporciona até um dia de utilização sem necessitar ser ligado diretamente à tomada, ainda assim não chega ao longo desempenho do modelo Moto E5.

Em termos de Software as informações são as seguintes:

A companhia optou pelo melhor, ou seja, pela potência de 2 GB de memória RAM, que é essencial no sentido de manter o Android completo, o qual está presente no aparelho Moto E5. Entretanto, essa quantidade de memória não vai garantir que o sistema em sua versão Oreo irá entregar desempenho 100% perfeito, sendo necessário, às vezes, contar com versões bem mais leves em termos de aplicativos, no caso, os que já estão instalados no Android Go, que equipam a versão Moto E5 Play.

Portanto, em termos de sistema operacional munido da versão Oreo, que garante melhor desempenho em 1 GB de memória, o aparelho conquista um excelente desempenho, o que confere maior vantagem ao modelo Moto E5 Play.

Enfim, entre ambos os aparelhos, dentro da comparação realizada, o Moto E5 ainda mantém vantagens sobre o seu rival “irmão” mais básico, o Moto E5 Play, já que está munido de um leitor de digitais na parte traseira; mantendo, também, um valor mais acessível no mercado, custando em torno de 750 reais, ao passo que o modelo mais recente, e portador de configurações mais básicas, está custando 800 reais em sua estreia.

Por Paulo Henrique dos Santos

Moto E5 x Moto E5 Plus


Veja aqui mais detalhes sobre o Moto Z3 Play 2018.

O Moto Z3 Play é um smartphone completo e com preço justo. Ele é indicado para os usuários mais exigentes e que não querem gastar muito. Com funções de um aparelho Premium, ele tem grandes chances de se tornar o queridinho do momento. Esse aparelho está na categoria dos intermediários, porém, suas funções vão além das expectativas. Com bom desempenho, preço abaixo do esperado e design moderno, o Moto Z3 Play vem encarar de frente seus possíveis concorrentes. Se deseja saber sobre suas funções, continue lendo esse artigo.

Tela de ótima qualidade

A tela desse celular tem 6 polegadas e ótima resolução de 2160×1080 pixels. Dessa forma o usuário consegue usar diversas funções como: Ver vídeos, filmes, séries, jogar e acessar todas as redes sociais com total modernidade. Esse padrão de tela é maior que a maioria dos smartphones concorrentes, e isso é bem positivo, pois a maioria dos consumidores de smartphones gostam de telas maiores que 5 polegadas. Vale lembrar que o usuário ainda conta com o recurso de trocar os três botões principais de navegação do Android por um botão de gesto.

Câmera traseira de 12 MP

A câmera traseira do Moto Z3 Play tem 12 megapixels e consegue entregar fotos com qualidade profissional. E esse resultado é indiferente a luz do ambiente. Esse detalhe é um grande diferencial desse smartphone, já que a maioria das pessoas que estão à procura de um novo aparelho, buscam por modelos que tenham qualidade na câmera do celular.

Câmera dianteira de 8 MP

A famosa câmera de selfies também tem ótima resolução e completa a qualidade da função “câmera” desse aparelho. Ela possui 8 megapixels e também consegue fazer muitas selfies de ótima qualidade. Essa câmera é ideal para os usuários que gostam de tirar selfies para as suas redes sociais ou para guardar de lembrança. As câmeras possuem diversas funções como: Foco por toque, autofoco, detecção facial e estabilização.

Ótimo espaço de memória interna

A memória interna do Moto Z3 Play é de 64 GB. Esse tamanho é ideal para os usuários que possuem muitas informações em seu aparelho. Com esse espaço é possível guardar informações como: Documentos, vídeos fotos, imagens, arquivos e ter espaço de sobra para baixar variados tipos de jogos e aplicativos diversos. O usuário que adquirir esse smartphone vai ter em mãos um aparelho com a memória leve e livre de travamentos e falta de espaço para atualizações de aplicativos. Caso seja necessário, é possível expandir esse espaço.

Sistema operacional moderno

O sistema operacional desse smartphone é o Android 8.1, que é o sistema mais avançado do momento. Com esse sistema o usuário consegue ter um smartphone com funções mais modernas, que facilitam no dia a dia e mantém o aparelho mais funcional.

Design diferenciado

O Moto Z3 Play tem design bem moderno. Com uma espessura bem fina de apenas 6.7 milímetros e pesando só 155 gramas, ele se torna uma das opções mais modernas e bonitas atualmente. O vidro traseiro é bem delicado e é preciso ter um pouco mais de cuidado para não sofrer arranhões. Para finalizar a análise do design desse smartphone, fica o tamanho do aparelho que é de 15,6 cm de altura x 7,6 cm de largura. É muita modernidade em um aparelho só.

Preço do Moto Z3 Play

O valor do Moto Z3 Play é bem atrativo e em conta para um smartphone dessa categoria. O menor valor desse aparelho é de R$2.000 à vista, mas em algumas lojas é possível encontrar ele por R$2.699,00. O que pode interferir no valor do Moto Z3 Play é a escolha de algumas funções como o tamanho da memória interna, que vai de 64 a 128 GB e o tamanho da memória RAM.

Como uma avaliação de modo geral sobre esse smartphone ele é muito completo e moderno. E mesmo sendo da linha de aparelhos intermediários, ele tem o perfil de um smartphone avançado. Então compensa muito escolher por esse aparelho!

Escrito por Cristiane Amaral!


Modelo é um dos smartphones com Android mais avançados e completos do mercado.

O novo modelo da Motorola, o Moto G6 Plus é sem dúvidas um dos smartphones com sistema Android mais avançados e muito completos que estão existindo no mercado na atualidade. Ele possui um grande display com 5.99 polegadas e uma resolução de até 2160×1080 pixels. As funcionalidades que são oferecidas pelo Motorola Moto G6 Plus são bem variadas e muito inovadoras. Começando pelo sistema LTE 4G que permite uma transferência de dados além de uma excelente navegação de internet. Enfatizamos também a sua excelente memória interna com 64 GB e ainda a possibilidade de maior expansão.

Sua câmera discreta com 12 megapixels permite ao aparelho da Motorola Moto G6 Plus registrar fotos de muito boa qualidade e ainda com uma resolução de até 4290×2800 pixels além de gravar vídeos 4K em uma espantosa resolução com 3840×2160 pixel. A sua espessura de 8mm deixa o Motorola Moto G6 Plus sendo um dos telefones mais finos e mais completos da atualidade.

Por isso, se está pensando em trocar de aparelho e procura essas qualidades, sem dúvidas esse é a melhor opção para você. Os aparelhos da Motorola não possuem muitas reclamações. Quem adquire um produto da empresa sempre fica muito satisfeito com sua compra.

A Motorola possui uma política de trabalho onde está sempre priorizando a satisfação do cliente. E isso ajuda muito com que seus aparelhos sejam sempre de ponta e a qualidade de sua funcionalidade estando em primeiro lugar.

O seu preço varia entre R$ 1.400 até R$ 2.000. Tornando um aparelho aparentemente muito em conta levando em consideração a sua configuração e potência. Além de ser um modelo ultrafino e muito leve, e ainda bem resistente.

Por isso, não deixe de ir até uma loja da Motorola e conferir pessoalmente todas as vantagens desse moderníssimo aparelho, além de sentir em suas mãos sua leveza e finura.

Ele possui a tecnologia de Nano chip além de ser Quadri Band. Possui 4 GB de memória RAM, permitindo que consiga rodar seus jogos preferidos e programas de edição de fotos, pois conta com um ótimo desemprenho, fazendo assim com que tenha uma boa experiência de uso seja qual for a finalidade.

Ideal para quem gosta de usar o celular para jogos, ou até mesmo para editar suas fotos preferidas e vídeos.

Para sua filmagem sair perfeita ela conta com câmera Full HD, permitindo com que faça ótimos vídeos em uma qualidade altíssima de 4k.

Ele possui sensor de digitais e detector facial, fazendo com que seu aparelho seja totalmente protegido, e que somente você consiga acessar seu conteúdo interno.

Sua bateria é de Lítio com 3200 amperes. Tendo uma ótima duração, fazendo com que consiga realizar viagens com seu aparelho ligado.

O seu flash possui dual LED, e a qualidade de seus selfies ficam ainda melhor no aparelho. Com certeza ele é uma ótima opção para seu uso pessoal. Podendo de fato suprir todas as necessidades de seus consumidores.

O aparelho celular tem evoluído a cada edição, e a cada passo parece que não tem mais para onde ir. Por isso, é um grande desafio para as empresas desenvolverem novas tecnologias para sair na frente e conseguirem liderar o mercado. A Motorola está sempre pesquisando e desenvolvendo novas tecnologias para implantar em seus aparelhos.

Se já possui um aparelho da marca sabe que ela realmente é muito boa, além de seu sinal ser ótimo fazendo com que tenha uma boa experiência em ligações mesmo em lugares precários de sinal.

No Brasil, ela é realmente uma das melhores e mais indicadas por todos os consumidores!

Não deixe de adquirir seu novo Motorola Moto G6 Plus, com certeza não se arrependerá!

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Moto G6 Plus


Conheça a impressão do Moto E5 pela visão dos consumidores.

O Moto E5 2018 foi lançado em maio de 2018 e desde então ele vem ganhando a atenção de muitos consumidores brasileiros. A princípio esse aparelho parecia apenas um smartphone simples e que agradaria a maioria dos seus usuários. Mas esse aparelho é bem mais que isso, ele tem muitas funções positivas, que talvez não tenham sido descobertas pela maioria das pessoas. Então vamos falar sobre os pontos de destaque do Moto E5 2018.

Vamos falar da bateria de 4000 mAh desse smartphone

O grande destaque desse aparelho é sua bateria de 4000 mAh, que tem uma longa duração e deixa qualquer consumidor empolgado, já que a grande maioria fica conectado por muitas horas no celular. E quero ressaltar que esse smartphone vai muito além de uma bateria de ótima duração. E é justamente nesse ponto que eu queria chegar. O Moto E5 2018 é um smartphone simples, com funções de um aparelho avançado. A bateria desse celular durou mais de 36 horas, e o teste foi feito com o telefone usando várias funções do aparelho.

Resolução da tela perfeita

Outro fator que vou ressaltar nesse smartphone é que sua tela tem alta resolução, e isso é muito importante para quem gosta de assistir filmes, séries e vídeos no aparelho. O usuário tem uma imagem perfeita e capta muitos detalhes importantes. O tamanho da tela é de 5,7 polegadas, o que é considerado bem acima da média para esse tipo de smartphone. A resolução é HD+ 1.470X720 pixels, e realmente é possível ter uma imagem de qualidade extrema e impactante.

Sobre o design desse smartphone

O design desse smartphone é muito agradável, ele possui tela fina e bordas na parte inferior e superior do aparelho. Ele também é muito leve e pesa apenas 174 gramas, e isso facilita no transporte desse aparelho e também ajuda na hora de mexer no celular. E essa já é uma especialidade da marca, que tem lançados aparelhos com acabamentos finos e delicados, tudo que a maioria dos usuários buscam na hora de comprar um novo smartphone.

Falando sobre o valor desse aparelho

O valor do Moto E5 2018 é bem justo e esperado, e é possível encontra-lo pelo valor médio de R$900,00. E com tantas funções bacanas, ele é considerado uma ótima opção de compra, principalmente para quem deseja ter um smartphone mediano com funções de um aparelho avançado. Se o usuário parar para analisar os concorrentes desse aparelho, vai perceber de cara que ele é uma das melhores opções do momento. E no final a economia será certa.

Smartphone que não trava por nada

Outra coisa positiva nesse smartphone é que ele não trava por nada. O teste foi realizado com vários aplicativos abertos ao mesmo tempo e mesmo assim o Moto E5 2018 não travou. Essa é uma informação bem animadora, já que muitos smartphones mais caros que esses travam por bem menos. E por isso ele é indicado para os consumidores que gostam de usar diversas funções do seu aparelho ao mesmo tempo, sem ter que ficar reiniciando várias vezes.

Câmera traseira de 13 MP

A câmera do Moto E5 2018 tem uma ótima qualidade e também agradou a maioria dos seus consumidores. Com essa câmera é possível fazer muitas fotos com imagem de qualidade. E essa também era uma grande preocupação dos futuros usuários desse smartphone. E com os testes realizados com essa câmera foi possível perceber que ela é muito mais do que todos imaginavam. Não posso esquecer de dizer que a alta qualidade das fotos feitas com esse smartphone é independente da iluminação do local. Isso é muito animador.

Memória interna satisfatória

A memória interna desse aparelho também é muito boa e tem 16 GB e pode ser expandida até 128 GB caso o usuário queira.

Conclusão final

Além das funções citadas, esse smartphone possui ótima conectividade e memória RAM, a conclusão final que pude chegar é que esse smartphone é muito mais que parece e que eu podia imaginar. A boa notícia é que essa impressão é de quase todas as pessoas que testaram esse aparelho. E por isso ele é muito indicado!

Escrito por Cristiane Amaral


Modelo conta com tecnologia de ponta, sistema operacional moderno e um hardware excelente para um aparelho considerado intermediário.

O Moto G6 chegou ao Brasil e desbancou muitos concorrentes, pois é um smartphone considerado intermediário, entretanto ele oferece uma configuração que atende a grande maioria dos usuários, sem contar as muitas novidades que oferece, sendo que algumas nem estão presentes os aparelhos das marcas concorrentes. O Moto G6, o Moto G6 Play e o Moto G6 Plus contam com configurações diferentes, por isso precisam ser analisados com antecedência, para que o consumidor possa escolher aquele que melhor atenda seu perfil.

O Moto G6 veio com tela quase sem bordas e a bateria aguenta muitas horas de uso intenso. Esse modelo é mais para os usuários básicos, que precisam acessar as redes sociais o dia todo, jogar games mais leves e ouvir música. No caso do Moto G6 Play, a tela é de 5,7" com padrão 18:9 e a bateria é de 4.000 mAh, que além de oferecer maior durabilidade, ainda tem o carregador TurboPower, possibilitando uma rápida recarga. Não é um smartphone com processamento poderoso, mas é ótimo para assistir a vídeos e navegar na internet.

O processador é um Qualcomm Snapdragon 430 octa-core de 1.4GHz e conta com 3GB de memória RAM para rodas os aplicativos sem ficar travando. O espaço para armazenamento interno é de 32GB, mas expansível até 128GB. É dual chip, a câmera dianteira é de 8MP e a traseira de 13MP, vem com leitor de digitais e roda o sistema operacional Android Oreo.

Entre os smartphones intermediários, o Moto G6 logo ganhou destaque, já que vem com câmera dupla, um recurso interessante e que faltou na versão anterior. É possível usar o desfoque de fundo nas fotos, assim como o preto e branco seletivo, efeitos que estão sendo bastante requisitados atualmente pelos usuários. A resolução da tela é Full HD+, garantindo imagens mais nítidas, para fotos e vídeos. E este aparelho tem capacidade de realizar o reconhecimento facial para desbloquear a tela, ou seja, uma segurança a mais.

No caso do Moto G6 Plus, a configuração poderosa torna o aparelho indicado para usuários mais exigentes. O processador é um Qualcomm Snapdragon 630 e conta com 4GB de memória RAM. Mesmo rodando aplicativos e games mais pesados, o aparelho oferece um excelente desempenho, não ficando lento e muito menos travando. A tela é de 5,9" e tem TV digital. O armazenamento interno é de 64GB, expansível até 128GB. A câmera traseira dupla é de 12MP e 5MP, enquanto a dianteira é de 12MP. O leitor de digitais ea TV digital são dois importantes diferenciais do modelo.

Em relação ao preço, há várias opções no mercado, por isso é importante pesquisar bem antes de comprar. O Moto G6 Play custa na média de R$ 989,10. O Moto G6 fica na faixa dos R$ 1.169,10. E quem precisar de um aparelho com melhor configuração e optar pelo Moto G6 Plus, deverá pagar em torno de R$ 1.519,10.

Ao lançar o novo Moto no Brasil, a empresa pensou em atender a todos os tipos de usuários, por isso investiu no Moto G6, o Play e o Plus. Não é difícil saber qual é a melhor opção para cada pessoa, entretanto, antes é preciso avaliar o seu perfil, saber quanto tempo usará o aparelho, quais aplicativos irá rodar, se precisará ou não de TV, entre outros detalhes. Feito isso, fica fácil saber qual das três versões é a mais indicada para o seu caso.

Os três são ótimos, cada um dentro de suas possibilidades e na mão do usuário com o perfil certo, atendem perfeitamente, pois contam com tecnologia de ponta, sistema operacional moderno e um hardware excelente para um aparelho considerado intermediário.

Por Russel

Moto G6


Modelo possui ótimas características e alta tecnologia.

Os últimos modelos de telefones celulares que a Motorola disponibilizou no mercado mobile chamam atenção por terem uma característica em comum: alta tecnologia. Além de uma excelente ficha técnica, esses smartphones despertam o interesse do consumidor por mais um motivo: o ótimo preço. Visto que outros aparelhos de outras marcas estão chegando ao mercado com um valor muito alto. E um celular que representa muito bem essas características citadas é o Moto Z2 Force. Veja agora os principais pontos a respeito deste smartphone.

Um cinema portátil, uma caixa de som e uma bateria sem fios graças ao Moto Z2 Force

Um dos recursos que mais chamam a atenção no Moto Z2 Force é o Moto Snaps. O Moto Snaps são capas que podem ser colocadas no aparelho. Tipo essas capinhas que protegem os aparelhos e que podem ser encontradas em qualquer loja. Entretanto, o Moto Snaps possui um grande diferencial, quando uma dessas capas é acoplada ao corpo do telefone e são capazes de realizar diversas funções.

A primeira capa é capaz de ampliar e reproduzir os conteúdos que estão sendo apresentados no celular. Para que você entenda melhor, imagine que você tem o costume de assistir filmes ou seriados pelo celular. Com o Moto Snaps, você pode posicionar o celular perto de uma parede branca e assim você assiste qualquer coisa como em uma tela de cinema. Já a segunda serve como uma caixa de som que amplifica o áudio que está sendo reproduzido pelo telefone. E a terceira capa serve para recarregar a bateria do aparelho.

Um design bonito e um produto extremamente resistente

A nomenclatura Force foi usada por um motivo especial. Pois, o Moto Z2 possui o aparelho conta com o corpo reforçado por um metal especial que segundo a Motorola impede que o smartphone trinque ou quebre em caso de queda.

Já em relação ao design este modelo conta com uma tela de 5,5 polegadas. Ainda na parte frontal, ele em um botão central só que com um desenho diferente daqueles que estamos acostumados em outros celulares. Este botão é maior e oferece mais conforto para que as pessoas possam usar o aparelho. Além disso, os demais botões estão nas laterais.

O modelo pode ser encontrado na cor preta (na parte da frente e de trás); preta na parte frontal e cinza na parte traseira ou ainda branca na frente e dourada na parte de trás. Todas essas cores são metálicas.

Três câmeras em um único smartphone

Neste modelo foi aplicada a tecnologia de um sistema que conta com três câmeras. Sendo uma câmera frontal com 05 megapixels e a câmera traseira dupla com 12 megapixels. Além de todo esse arsenal que garante fotos muito boas, o Moto Z2 Force ainda conta com detecção da face, foco a laser e estabilização da imagem. Tudo isso, faz com que a imagem tenha uma alta qualidade.

Ainda é possível ativar diferentes modos, como o modo de beleza, noturno e outros. Esses modos fazem com que a foto seja tirada nas melhores condições. Por exemplo, com baixa luminosidade se ativa o modo noturno e se consegue capturar todos os elementos do ambiente. Os vídeos gravados com o Moto Z2 Force são em alta resolução.

Software e a memória presentes no Moto Z2

Neste aparelho se tem como sistema operacional o Android, na versão 7.1.1. Já em relação à memória, neste telefone se tem inicialmente 64 GB de memória e 06 GB de memória RAM. A memória ainda pode ser ampliada para 02 Tera com a ajuda de um cartão de memória. Segundo a fabricante, estes números conferem um alto desempenho do smartphone. Vários programas podem ser usados simultaneamente sem nenhum problema. E segundo alguns relatos de donos desse celular essa informação é verídica.

Preço atual do produto

O Moto Z2 Force está sendo vendido a partir de R$ 2.000,00. Para mais informações clique em: https://www.motorola.com.br.

Por Isabela Castro

Moto Z2 Force


O Moto G4 possui um ótimo custo benefício, sendo indicado para diversas atividades.

O smartphone Motorola Moto G4 é muito bem falado e muitas pessoas que estão em busca de um novo smartphone precisam conhecer sobre a configuração desse aparelho. O objetivo desse artigo é esclarecer a fundo sobre todas as funções desse celular, assim como seus pontos positivos e negativos também.

Motorola Moto G4 tem Android 6.0.1

A primeira informação sobre esse aparelho é que ele tem um ótimo Android que é o 6.0.1. Esse Android é bem moderno e só melhora o dia a dia do usuário. Vamos ver abaixo algumas da função do Android 6.0.1:

– Backup automático de apps para o Google Drive

– Melhorias no compartilhamento

– Gavetas de aplicativos na vertical

– Papéis de parede

– Animação em boot

– Entre outras funções.

Tela TouchScreen

A tela TouchScreen é ótima para quem gosta de agilidade em manusear o celular. Com esse tipo de tela fica mais simples mexer em várias funções ao mesmo tempo no celular, mesmo para as pessoas que não possuem tanta experiência com esse tipo de modernidade.

Moto G4 tem processador 8 Core 1.4 GHz

Outro ponto positivo desse celular é que ele tem um ótimo processador. Além de ser potente, ele é bem mais rápido. Ele ajuda no funcionamento perfeito do celular e faz com que o aparelho não esquente tanto.

Tela de 5.5 polegadas e ótima resolução

O smartphone Motorola Moto G4 tem uma ótima tela, ela possui 5.5 polegadas e tem uma boa resolução de 1920×1080. Com essa tela o usuário consegue assistir filmes e séries tranquilamente, além de conseguir ver vídeos e interagir de forma mais fácil em suas redes sociais. Um celular com a tela grande ajuda em diversos fatores, principalmente para as pessoas com dificuldade na visão.

Smartphone com funções especiais

O Moto G4 tem algumas funções que agradam a maioria dos usuários, veja abaixo as funções e sua utilidade:

Rádio– Um celular com rádio ajuda a passar o tempo e até mesmo ouvir algum noticiário quando não se está em casa, mas normalmente as pessoas usam essa função para ouvir músicas.

Vídeo Conferência– A vídeo conferência serve para quem precisa fazer reuniões com pessoas que estão em locais diferentes e é uma ferramenta muito usada hoje em dia. Ela serve também para pessoas que prestam serviço em Home Office.

Leitor de multimídia– Essa função serve para ler MP4, DVD e outras funções.

Bluetooth– Ele serve transferir dados entre usuários de forma rápida e simples.

Câmera com 13 MP

Para quem curte tirar muitas fotos, o smartphone Moto G4 é ideal. Sua câmera consegue tirar fotos incríveis e sua resolução é de 4160×3120 pixels. As fotos podem ser feitas em diversos locais e com iluminações diferentes.

Gravação de vídeo em Full HD

Outra função muito usada pelos usuários de smartphones é a gravação de vídeos. Com o Motorola Moto G4 as gravações ficam perfeitas, pois ele tem a resolução 1920×1080 pixels em Full HD. Para quem faz vídeo para o Youtube, esse celular também é indicado.

Valor do smartphone Motorola Moto G4

O Motorola Moto G4 tem um preço médio, que não sai tão caro para quem vai comprar. Pois se avaliarmos as funções dele, vamos concluir que o seu custo benefício é baixo. O valor é de R$900,00. Porém, ele pode ser encontrado com um valor bem maior.

Ficha técnica do Moto G4

Dual chip- Sim

GSM- Quand Band

Cores- 16 milhões

Proteção- Gorilla Glass

Câmera Frontal- 5MP

Foco por toque- Sim

Estabilização- Digital

Aperture Size- F2

Localização- Sim

Entre outros.

De forma geral o smartphone Moto G4 possui uma boa reputação é muito indicado.

Por Cristiane Amaral

Moto G4


Confira as funcionalidades e características do Moto G5.

Quando se fala de um smartphone com boas funções e preço justo, logo podemos citar o Moto G5. Ele é um smartphone completo dentre as outras opções em sua categoria. Talvez seja por isso que ele tem alto índice de vendas. Vamos falar dos principais pontos desse smartphone:

Câmera com boa resolução

A câmera do Moto G5 tem uma boa resolução, é capaz de captar boas imagens e alguns detalhes, porém, ela não leva nota 7. Existem outros aparelhos com melhor resolução. Para os usuários que querem apenas tirar fotos de forma comum, sem muita exigência, essa câmera vai suprir as expectativas. Já para as pessoas que querem aquelas fotos com cara profissional, esse smartphone não é o mais indicado.

A câmera traseira tem 13 megapixels e cumpre o seu papel dentro da normalidade. A câmera do Moto G5 não é tão diferente das versões anteriores, e isso pode ter frustrado alguns usuários desse aparelho. Já a câmera frontal conta com 5 megapixels e tem uma boa funcionalidade, mas ainda ocorrem alguns pequenos problemas como: perda de definição e excesso de branco, mesmo assim podemos considerar essa função positiva.

Bateria de 2.800 mAh

A bateria desse smartphone não é das que duram mais. Existem outros aparelhos que também superam as expectativas dele, mas podemos afirmar também que é um tempo médio. Para as pessoas que passam muitas horas no celular, vai precisar andar com o carregador na bolsa.

Tela com função IPS LCD de 5 polegadas

A tela do Moto G5 agrada muito a seus usuários. São muitos comentários positivos sobre esse detalhe do smartphone. Com essa tela fica fácil gravar vídeos, ver séries e vídeos, acessar as redes sociais e ter fácil interação. O tamanho da tela também é ideal para aquelas pessoas que não gostam de exageros, pois o Moto G5 não é um aparelho tão grande e exagerado.

Sistema operacional Android 7.0

O Moto G5 possui o Android 7.0 que é um ótimo sistema operacional e cumpre bem as principais funções. Com esse Android no celular é possível ver algumas modificações bem interessantes. Na opção “menu” você vai encontrar uma lista de apps, recursos de tela e ações.

Design do Moto G5

O design do Moto G5 é bem interessante e moderno. Ele é revestido de alumínio o que deixa esse smartphone mais moderno no quesito aparência. E as cores das tampas são grafite e dourado.

Armazenamento de 32 GB

Para quem precisa de espaço no celular, o Moto G5 funciona perfeitamente. Seu armazenamento suporta muitas fotos, músicas, vídeos e apps em seu celular. Ainda tem a possibilidade de extensão através do cartão microSD de até 128 GB. Esse é um ponto positivo do Moto G5.

Leitor de impressão digital como recurso adicional

Outa função bem legal do Moto G5 é o leitor de impressão digital. Ele é um recurso inteligente e reconhece os gestos do usuário. Uma forma prática de funcionalidade e de segurança também. Quando se desliza os dedos para baixo, vai abrir várias opções distintas.

Preço de mercado do Moto G5

Seu valor de mercado é de R$ 1.500, é um valor justo pelos recursos encontrados nesse aparelho. E se comprado aos seus modelos concorrentes, ele ainda será a melhor opção visando o custo-benefício.

É possível encontrar esse smartphone com um preço mais baixo, é só pesquisas nos melhores sites de vendas de celulares.

Como podemos ver o Moto G5 é uma ótima opção de smartphone, ele tem seus muitos pontos positivos e uma pontuação boa na lista de indicações de melhores smartphones!

Por Cristiane Amaral

Moto G5


O Moto G5s Plus é um dos melhores smartphones intermediários do Brasil.

Um dos maiores facilitadores da vida moderna, com toda a certeza é o celular. Hoje, pessoas de todas as faixas etárias são donas de algum telefone móvel, pois, com eles você pode não somente fazer uma ligação, mas pode também mandar e-mails, enviar e responder mensagens, tirar fotos, gravar vídeos e áudios. Enfim, as marcas sempre se reinventam para oferecer diferentes funções em cada aparelho. E outra preocupação é produzir aparelhos que atendam a necessidade de cada grupo de consumidores. E um dos aparelhos que vem ganhando bastante adeptos, nos últimos tempos, foi o Moto G5s Plus. Conheça agora mais informações acerca deste smartphone.

Fundada no final dos anos 20, nos Estados Unidos, a Motorola é uma das maiores empresas de telefonias do mundo. Com mais de oito décadas de atuação, a Motorola hoje está presente em mais de centenas de países dos diferentes continentes. Nos últimos anos, a Motorola vem investindo muito dinheiro em alta tecnologia para que seus aparelhos celulares sejam um dos melhores dos telefones do mercado.

A marca tem como preocupação desenvolver diferentes modelos para agradar a um número maior de pessoas, desde os mais simples, passando pelos intermédios até os mais sofisticados. Hoje, os lançamentos da empresa são esperados pela a maioria dos consumidores, visto que, um dos seus últimos lançamentos da família Moto G, possui exemplares de grande qualidade e foram muito bem aceitos no mercado pelos consumidores.

Um dos pertencentes à família Moto G é o aparelho Moto G5s Plus. O aparelho apresenta algumas características interessantes, como um design extremamente moderno, com estrutura moderna. O aparelho está disponível em três cores, que são: o Platinum, a Ouro Rosê e o Azul Tropácio. A sua tela apresenta um tamanho de 5.5 polegadas, uma tela com proporções grandes e além de tudo Full HD, ou seja, todo o conteúdo reproduzido na tela segue o mais fiel possível as cores originais do material. O aparelho possui uma memória inicial de 32 GB, esse tamanho pode ser estendido até 128 GB, com a utilização de um cartão de memória. Isso significa, que do tamanho inicial ao total, muitas coisas podem ficar armazenadas no telefone e também ele aguenta vários aplicativos e roda jogos pesados sem nenhum problema.

Hoje em dia um dos dispositivos de qualquer telefone que é observado primeiramente é a qualidade da câmera do aparelho. E essa função do Moto G5s Plus não deixa a desejar. Visto que a câmera traseira desse aparelho apresenta uma câmera dupla, sendo cada uma de 13 megapixels, ou seja, no final das contas o resultado das fotos vai ser uma imagem com qualidade de 26 megapixels, uma resolução excelente para um celular. Com isso, você pode tirar fotos de longo alcance, com um foco muito maior, por exemplo. Já a sua câmera frontal apresenta 8 megapixels e nela está embutida um flash, esse tipo de iluminação facilita muito em uma fotografia, já que uma foto sem uma boa luz tende a ficar com uma baixa qualidade. Além disso, a câmera frontal possui a função panorâmica, ou seja, pode – se capturar um ambiente muito maior.

Além de todas essas características da câmera do Moto G5s Plus, a câmera apresenta outras funções, como o “Modo Beauty” um embelezador de selfies, essa função suaviza os pontos menos bonitos de um autorretrato. Muitas pessoas reclamam que os aparelhos celulares de hoje em dia não resistentes e a qualquer queda, contato com agentes naturais da natureza, podem ser prejudicados e até estragados. Os fabricadores do Moto G5s Plus criaram uma solução para isso. O celular apresenta o nanorrevestimento uma proteção extra para o aparelho, assim, quando acontecer algum acidente a chance dele estragar é muito menor.

Outras duas funções que precisam ser mencionadas. Primeiramente, esse modelo só é destravado quando o seu dono o toca e acontece uma leitura de sua impressão digital. Isso impede que outras pessoas possam olhar o que você guarda no aparelho, isso garante mais segurança e proteção aos donos do aparelho. E o outro dispositivo é o carregador TurboPower, o objetivo é fazer com que o celular carregue mais rápido. O carregador TurboPower faz isso com louvor, pois, em 15 minutos ligado a tomada o aparelho consegue bateria para cerca de seis horas.

Essas são as principais funções do Moto G5s Plus.

O modelo pode ser encontrado a partir de R$ 1.300, 00 nas lojas.

Por Isabela Castro

Moto G5s Plus


O modelo conta com ótimas configurações e muitas funcionalidades.

O Motorola Moto Z Play, por ocasião de seu lançamento, conseguiu figurar entre os smartphones mais avançados do mercado ao oferecer um equipamento interessante e recursos multimídia avançados. O display conta com 5.5 polegadas e uma resolução de 1920 x 1080 pixels. As funcionalidades são muitas. Entre elas temos o LTE 4G que possibilita uma melhor transferência de dados além da otimização da navegação na web. A memória interna é de 32GB com possibilidade de expansão.

O Motorola Moto Z Play possui uma câmera com 16 megapixels que produz imagens fantásticas com uma resolução de 4608 x 3456 pixels. Além disso, esse smartphone ainda grava em 4K com uma resolução de 3840 x 2160 pixels. A sua espessura é de apenas 7mm.

Lançado em 2016, esse aparelho vem com o sistema operacional Android 6.0.1 Marshmallow. As dimensões são de 156.4 x 76.4 x 6.99. O peso total é de 165 gramas.

No mais, ele conta com Gsm, Dual Sim e Sim Card Nano.

Motorola Moto Z Play – Informações técnicas

O Z Play conta com o chipset Qualcomm Snapdragon 625 MSM8953 Cortex-A53, processador 2GHz 8 Core, arquitetura de 64 bits, GPU Adreno 506, memória RAM com 3GB e memória interna com 32GB. Pode ser expandido para até 2TB via cartão microSD.

Motorola Moto Z Play -Tela

A tela conta com 5.5 polegadas sendo que a resolução apresentada é de 1080 x 1920 pixels. A densidade de pixels por polegada é de 401ppi. O display é do tipo Super AMOLED. Temos ainda touchscreen capacitiva, multitouch e 16 milhões de cores. A proteção usada é a Gorilla Glass 4.

Câmera

A câmera principal conta com 16 megapixels e uma resolução de 4608 x 3456 pixels. Temos estabilização digital, autofoco, foco por toque, flash Dual LED, HDR, localização e detecção facial. A câmera principal conta com 5 megapixels.

Os vídeos gravados são em 4K a 30 fps. Neste sentido, temos ainda a auto focagem de vídeo, estabilização de vídeo e slow motion.

Motorola Moto Z Play – Bateria

A bateria usada é um módulo de Litio com capacidade para 3510 mAh.

O Motorola Moto Z Play pode ser encontrado em lojas virtuais por R$1.499.

Por Denisson Soares

Moto Z Play


Confira as características dos modelos Moto C e Moto C Plus.

A linha Moto C poderá ser mais uma importante aposta da Motorola na categoria de smartphones de entrada. Ela é composta pelos modelos Moto C e Moto C Plus. Ambos têm Android 7.0 Nougat, design semelhantes e especificações um pouco mais modestas, porém adequadas para o uso do dia a dia.

Confira suas diferenças e semelhanças:

Moto C

O Moto C tem configuração mais simples entre ambos os smartphones da linha, apresentando tela de 5’’ e câmeras de 5 e 2 megapixels, com flash LED. Sua memória RAM é de 1GB, enquanto o armazenamento interno é de 8GB (expansível para até 32GB com cartão microSD). Tem, ainda, processador Quad-core de 1.1 GHz e bateria de 2.350 mAh.

Com essas especificações, o aparelho consegue atender as necessidades básicas do dia a dia, em funcionalidades como: jogos leves, redes sociais e fotos diversas.

O aparelho já está no mercado internacional há poucos meses, porém ainda não existem previsões para seu lançamento no Brasil.

Ficha técnica do Moto C:

– Dimensões (em milímetros): 145.5×73.6×9.

– Peso: 154g.

– Display: tela de 5’’, com resolução de 480×854 pixels.

– Sistema operacional: Android 7.0 Nougat.

– Processador: Quad-Core (MediaTek) de 1.1 GHz.

– Memória RAM: 1GB

– Armazenamento interno: 8GB, expansível para 32GB (cartão microSD).

– Câmera principal: 5MP, com flash LED.

– Câmera frontal: 2MP, com flash LED.

– Bateria: 2.350 mAh.

– Conectividade: micro USB 2.0, Wi-Fi e Bluetooth.

Moto C Plus

Apresentando configurações um pouco mais avançadas, o Moto C Plus possui também tela de 5’’, mas com resolução HD (1280×720). Já seu par de câmeras é de 8 e 2 megapixels, com flash LED. Assim como o outro aparelho da linha, este tem memória RAM de 1GB e armazenamento interno de 8GB (expansível para até 32GB com cartão microSD). Seu processador é Quad-Core Mediatek MT6737 de 1.3 Ghz e sua bateria, mais longa, é de 4.000 mAh.

O aparelho já está à venda no Brasil, por R$699 no site da Motorola www.motorola.com.br/moto-c-plus/p.

Ficha técnica do Moto C Plus:

– Dimensões (em milímetros): 144×72.9×8.9.

– Peso: 145g.

– Display: 5’’, com resolução HD (1280×720).

– Sistema operacional: Android 7.0 Nougat.

– Processador: Quad-Core MT6737 de 1.3 Ghz.

– Memória RAM: 1GB.

– Armazenamento interno: 8GB, expansível para 32GB (cartão microSD).

– Câmera principal: 8MP, com flash LED.

– Câmera frontal: 2MP, com flash LED.

– Bateria: 4.000 mAh.

– Conectividade: micro USB 2.0, Wi-Fi e Bluetooth.

– Extras: TV digital.

É importante ressaltar que os aparelhos da linha Moto C receberam Android 7.0 Nougat puro. Isso significa que há menos apps ou softwares pré-instalados de fábrica, o que melhora consideravelmente seu desempenho.

Por Camilla Silva

Moto C


Confira as especificações técnicas do Moto M e a sua variação de preços.

O mais recente lançamento da Motorola é o MOTO M. O lançamento oficial do produto aconteceu no final do ano passado e o modelo agradou aos especialistas na área de telefonia. A Motorola investiu em tecnologia de ponta na construção do aparelho, devido, a isso o seu sucesso não foi nada espantoso.

Conheça agora um pouco mais sobre o MOTO M.

O sistema operacional do telefone é o Android. Este sistema é muito simples de mexer, o que facilita a vida dos usuários, tudo é muito bem explicado e facilitado. A tela do MOTO M é outro detalhe que merece a atenção, a tela tem o tamanho de 5,5 polegadas, uma das maiores dimensões do mercado, o que significa que o aparelho tem uma ótima resolução e também é excelente para que os usuários enxerguem com facilidade os conteúdos apresentados no aparelho. Falando ainda da tela, ela foi fabricada com uma proteção extra, o que significa, que em casos de acidentes o celular vai estar ainda mais protegido.

Um outro atrativo deste aparelho é sua memória que tem capacidade para armazenar até 32 GB, o que significa que muitos materiais podem ser armazenados. A câmera do Moto M é muito semelhante às que estão disponíveis nos melhores celulares do mercado, pois, a câmera possui uma resolução de 16 megapixels, o que significa que a câmera faz excelentes fotos como a de câmeras fotográficas. E, além disso, a qualidade dos vídeos gravados no aparelho é de 4k, vídeos com alta qualidade e excelente resolução.

O design do aparelho é considerado um dos mais bonitos do mercado, o celular possui uma aparência moderna e elegante, podendo ser usado por homens e mulheres tranquilamente. A sua espessura, também chama atenção, já que ele é bem fino e tem uma espessura de 7.8 milímetros. A sua conectividade é outro ponto interessante, pois, é muito rápida e permite a troca de conteúdo também de forma muito efetiva. Por fim, ele apresenta também detecção fácil de alto nível, reconhecendo rapidamente o usuário.

O preço do aparelho gira em torno de R$ 800,00 a R$ 1.500,00, um excelente valor para um produto com todos esses benefícios.

Caso você esteja pensando em trocar de aparelho, o Moto M pode ser uma boa pedida.

Por Isabela Castro

Moto M


Modelo tem leitor de impressões digitais e conexão com rede LTE 4G, além de outras diversas funcionalidades.

O celular Moto Z Play é um aparelho anunciado pela Lenovo, a possuidora da marca Motorola na IFA do ano passado por um valor de U$ 499. O dispositivo que faz parte da linha Moto Z desembarcou em território brasileiro no mês de setembro custando R$ 2.199. O celular possui um design modular, além de integração com os Moto Mods nos Estados Unidos ou Moto Snaps, que são acessórios que somam algumas funcionalidades ao smartphone.

O Moto Z Play conta com uma bateria de alto poder de 3.510 mAh, a qual vem com duração de 50h, prometidos pela fabricante, além de possuir uma tecnologia TurboPower para que o carregamento seja feita de forma rápida. As especificações desse modelo contam com display super AMOLED de tamanho 5,5” e resolução 1920 x 1080 pixels, Full HD.

Além das funcionalidades citadas até o momento, a ficha técnica do aparelho ainda traz um leitor de impressões digitais, o que aumenta a praticidade ao utilizar aplicativos e da uma maior segurança, sem contar que ainda há uma conexão com rede LTE 4G, o que faz com que a navegação pela internet fique ainda mais veloz.

O smartphone da Motorola (Lenovo) ainda possui uma câmera na parte de trás com resolução de 16 MP, somado a um autofoco a laser, que também realiza gravações de vídeos em resolução 4K, e na parte da frente um sensor de 5 MP, para tirar selfies.

O seu sistema operacional de fábrica é o Android 6.0.1 Marshmallow e para que o aparelho rode tal sistema, o mesmo foi equipado com um processador Snapdragon 625 octa-core da Qualcomm com uma velocidade de 2 GHz e com 3GB de memória RAM. O dispositivo tem armazenamento interno de 32 GB, sem versão de 16 GB, porém pode ser expandido até 2 TB fazendo uso de cartão microSD.

O modelo foi disponibilizado nas cores prata, preto, ardósia preta, branco e ouro fino.

Ficha Técnica:

Sistema Operacional – Android 6.0

Processador – Snapdragon 625 2GHz

Número de núcleos – 8

Memória RAM – 3GB

GPU – Adreno 506

Dimensões – 156,4 – 76,4 – 6,99 mm

Peso – 165g

Armazenamento – 32GB

Armazenamento expansível – Até 2TB

Bateria – 3.510mAh

Tela – 5.5 polegadas

Resolução – 1080 x 1920

Resolução vídeos – 2160p em 30 fps

Tipo de cartão – Nano SIM

Bluetooth – versão 4.1

Por Filipe Silva

Moto Z Play


Confira alguns smartphones intermediários com ótimo custo benefício.

Você é apaixonado pelo mundo dos smartphones e, para ter um aparelho bom, não se importa em pagar um valor razoável na hora da compra? Pois nós te damos uma lista de modelos de celulares com preços, muitas vezes, superiores a R$ 1 mil. Vamos a eles.

1. Galaxy J7 Metal da Samsung

Com valores que podem chegar a R$ 1.020, o Galaxy J7 da Samsung possui bordas metálicas e tela de 5,5 polegadas. A internet é 4G e o modelo é dual chip. A filmagem é em full HD e a câmera traseira é de 13MP e frontal é de 5MP com flash.

Samsung Galaxy J7 Metal

2. Moto G4 Plus da Motorola

O Moto G4 Plus é a versão mais completa da quarta geração do Moto G. Possui leitor de digitais e um carregamento muito rápido, evitando que fique muito tempo na tomada. As especificações são: tela de 5,5 polegadas em Full HD, processador octa core e 2GB de memória RAM, internet 4G, dual chip, filmagem em Full HD e câmera traseira de 16 MP e frontal de 5MP com flash embutido. O preço médio é de R$ 1.140.

Moto G4 Plus

3. Galaxy A5 da Samsung

Outro modelo intermediário da Samsung é o Galaxy A5, com design extremamente sofisticado remetendo aos modelos top de linha da marca. Com tela de 5,2 polegadas, o processador do mesmo é octa core, possuindo 2G de memória RAM. A internet é 4G e o smartphone possui leitor de digitais. Dual chip, a câmera traseira é de 13MP e a frontal de 5MP. O preço chega a R$ 1.079.

Samsung Galaxy A5

4. Zenfone 3 Max da Asus

Um dos melhores e mais barato da categoria intermediária, o Zenfone 3 Max possui uma bateria excelente, durando em standby até 30 dias. A memória interna é de 16 GB, com possibilidade de expansão para 32GB. A tela é de 5.2 polegadas, com processador quad core e memória RAM de 2GB. A internet é 4G, possuindo dual chip, leitor de digitais e câmera traseira de 13MP e frontal de 5MP. A tela é muito resistente a possíveis arranhões. O valor de comercialização é, aproximadamente, R$ 899.

Asus Zenfone 3 Max

É importante lembrar que existem muitos outros modelos disponíveis no mercado, sendo esses apenas uma pequena amostra. Ainda, os preços podem variar conforme o vendedor.

E você, possui alguma dica de modelo intermediário que indicaria? Coloque nos comentários e compartilhe a sua opinião.

Por Kellen Kunz


Modelo será o primeiro dispositivo a chegar ao país com o melhor processador da atualidade. Preço estimado é de R$ 3.199.

Na manhã da última quarta-feira, 14, a Motorola revelou todos os detalhes do Moto Z durante a realização de um evento em São Paulo. O mais novo top de linha para o mercado brasileiro chega por aqui ainda este mês. Juntamente com ele teremos uma variedade de acessórios modulares e também uma opção alternativa chamada pela marca de Moto Z Play.

O Moto Z chega ao mercado brasileiro em grande estilo, como o primeiro dispositivo topo de linha a ser lançado no país com o melhor processador que se encontra no mercado atualmente. Estamos falando do Qualcomm Snapdragon 820.

Entretanto, ainda assim, e como era de se esperar, sempre há um, “porém’. A nossa opção do Moto Z terá uma versão do citado processador um pouco inferior. Ele chega a alcançar 1,8 GHz. A versão americana do aparelho, a mais rápida, terá o Snapdragon 820 com capacidade para clock de 2,2 GHz.

A versão mais básica do dispositivo será disponibilizada em duas cores, branco dourado e preto grafite. O aparelho custará os salgados R$ 3.199,00. Além do dispositivo em si, ainda vamos encontrar junto com ele uma capa personalizada e também um Moto Snap de bateria que, de acordo com a fabricante, tem a finalidade de agregar mais um dia de autonomia para a bateria do celular.

A opção brasileira do Moto Z terá uma solução dual-chip inteligente. Basicamente ele será capaz de identificar por conta própria de qual operadora é o número e escolher o cartão SIM adequado.

O Moto Z contará com 64 GB de memória. Se o usuário fizer uso do suporte para cartão micro SD a expansão poderá chegar a 2 TB. A tela é uma Quad-HD com 5,5 polegadas, a câmera principal oferecerá 13MP e conta com estabilizador ótico e foco a lazer.

Sobre o Moto Z Play, ele chegará ao Brasil com um kit mais simples. Será acompanhado apenas por uma capa personalizada. O preço inicial desse aparelho é de R$ 2.199,00.

Uma curiosidade sobre esses aparelhos é que antes mesmo da Apple tornar público o fim da entrada tradicional para fones de ouvido, a Motorola já havia saído na frente e tirado esse “item” desses dois dispositivos.

Por Denisson Soares


Android Marshmallow já pode ser instalado nos aparelhos Moto E de primeira geração.

Mesmo com a notícia recente de que as linhas E e G, da Motorola (que possui como dona, a Lenovo), podem chegar ao fim em breve, nem só notícias ruins existem para os usuários dos aparelhos. Já é possível instalar a nova versão do Android no Moto E de primeira geração.

O trabalho se deve aos desenvolvedores da versão alternativa do Android, CyanogenMod. As ROMs foram disponibilizadas pelos desenvolvedores na terça-feira, 12 de janeiro. O Marshmallow chega, também, com o CyanogenMod 13 nightly para os donos de outro smartphone, mas esse, não da Motorola, o HTC One A9.

Esse último, já havia recebido a atualização oficial da HTC, porém, muitos usuários preferem a atualização personalizada, sem a interface gráfica do Android da Motorola.

Para aqueles que são novatos em ROMs personalizadas e estão nos seus primeiros dias ou pretendem ainda, ao menos experimentar uma dessas atualizações em seu smartphone, vale lembrar que é necessário baixar o gapps, que é um pacote de aplicativos disponibilizados pelo Google para o CyanogenMod 13, ROMs personalizada mais famosa.

Porém, essa atualização ainda não é estável, por isso, é recomendável que todos os usuários que pretendam atualizar seu aparelhos para o Android Marshamallow 6.0 pelo CyanogenMod, façam um backup dos seus arquivos pessoais mais importantes ou até mesmo, o máximo possível, já que pode haver perda de dados e problemas durante e depois da instalação. Até mesmo por isso, os usuários devem concordar que são responsáveis por possíveis problemas em seus smartphones.

A ROM CyanogenMod, é bem conhecida no mercado e utilizada por diversos usuários, muitos, por não estarem satisfeitos com seu Android modificado pelas empresas, como a Samsung, uma das que mais recebem reclamações graças a lentidão de seus aparelhos, causada pelo ''peso'' das modificações feitas no Android.

Além da CyanogenMod, existem outras opções de ROMs alternativas no mercado, para aqueles que não andam muito satisfeitos com seus Androids atualmente.

Por Isis Genari

Moto E

Foto: Divulgação


Novo smartphone carrega mais rápido e chega às lojas custando R$ 1.299.

O Moto G Turbo é o quarto celular da série. A edição começará a ser vendida nas lojas da Motorola no país a partir já do próximo sábado (20). Na segunda-feira seguinte (22), os aparelhos já deverão estar presentes no varejo em geral. O grande atrativo desta versão é a bateria com recarregamento rápido. Além disso, algumas configurações e o preço estão nos padrões top de linha de Moto X Play e Moto X Force. O lançamento chegará com valor de R$ 1.299. São R$ 300 a mais que o anterior e R$ 100 a menos que os X.

Devido à tecnologia Turbo Power, o novo smartphone ganha 15 horas de bateria com apenas 10 minutos de carregamento. E a autonomia é estimada pela empresa em 24 horas. Outra novidade tecnológica é o IP67, que oferece maior resistência a água e poeira. 

O quarto Moto G recebeu processador octa-core Qualcomm Snapdragon, composto por um processador quad-core de 1.0 GHz, mais outro quad-core de 1.7 GHz. A memória RAM permaneceu como a do Moto G 3, de 2 GB, assim como a de armazenamento, de 16 GB e expansível por cartão SD para até 128 GB. A tela e as câmeras também não foram atualizadas em relação ao antecessor, sendo que o visor possui resolução full HD de 1.920 x 1.080 pixels, proteção Gorilla Glass e cinco polegadas. Já a câmera traseira conta com 13 megapixels e é capaz de realizar gravações de vídeo em full HD. Com relação à câmera frontal, ela possui 5 megapixels de resolução.

A televisão digital também foi mantida.

Com dual chip e quadriband, o próprio celular seleciona a operadora para uso de acordo com avaliação que ele faz das redes disponíveis e suas potências.

A Turbo Edition vem com Android Lollipop 5.1.1. As dimensões  são 14,2 x 7,2 centímetros e a espessura é de 1,1 centímetro. O peso é 155 gramas.

Com browser HTML 5, o gadget deixou a desejar nos quesitos navegação e internet por não ter a adição de flash player.

Bruno Klein


Smartphone conta com ótimas configurações e novidades.

No dia 28 de setembro em um evento ao vivo da Motorola, a mesma apresentou os smartphones novos de sua terceira geração do Moto X. Desta vez ao invés de um único modelo, a empresa revelou dois modelos sendo: o Moto X Play e o Moto X Style.

De acordo com a Motorola, o Moto X Play tem em uma versão Premium e se encontra disponível desde o mês de agosto, enquanto o Moto X Style teve seu lançamento em setembro e tem como seu destaque a bateria de 3.630 mAh, que é capaz de fazer com que o aparelho suporte até dois dias fora das tomadas.

Um dos principais fatores para a mudança foi os resultados obtidos dos aparelhos anteriores tendo então destaque o Moto Maker para os brasileiros. A ferramenta online dá acesso aos consumidores para a criação para um smartphone customizado, levando em consideração o design e, variando de modelos, a configuração do aparelho.

O modelo tem como principal característica materiais diferentes para sua tampa traseira, porém o mesmo já acontecia em seu modelo anterior. Entretanto, este aparelho também poderá se destacar devido ao alto desempenho, sendo então candidato a uma forte concorrência entre dispositivos de alta geração no mercado.

Segue abaixo as informações técnicas do Moto X Style:

  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Armazenamento externo: cartão micro SD de até 128 GB;
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 808;
  • Sistema operacional: Android 5.1.1 (Lollipop);
  • Tela: 5,7 polegadas;
  • CPU: hexa-core de 1,8 GHz;
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Câmera frontal: 5 megapixels;
  • Armazenamento interno: 16 GB, 32 GB ou 64 GB;
  • Câmera traseira: 21 megapixels;
  • Resolução da tela: 2560×1440 (QHD).

Por Walison de Lima Cunha

Moto X Style

Moto X Style

Fotos: Divulgação


Novo modelo da Motorola contará com câmera de 13MP e tela Full HD. Nova geração está prevista para ser lançada no mercado brasileiro ainda em 2015.

A terceira geração dos aparelhos Moto G tem causado curiosidade e ansiedade nos consumidores. Segundo algumas informações compartilhadas por uma das funcionárias da empresa, a companhia está planejando lançar seus novos smartphones ainda este ano.

Todos os modelos virão com câmera melhorada.  Se as informações vazadas realmente forem verdadeiras, a empresa terá, finalmente, cumprido a promessa feita aos consumidores.  

Nas fotos que vazaram na internet é possível ver alguns detalhes do design final do novo modelo Moto G 2015 e algumas de suas especificações técnicas. 

De acordo com as informações que vazaram, o aparelho terá uma câmera principal de 13MP, um aumento bem considerável, já que a sua segunda geração tem apenas 8MP de resolução. Já na câmera frontal o aumento da resolução da câmera do smartphone será de 2MP para 5MP. Um verdadeiro avanço para os usuários amantes das famosas "selfies". Segundo algumas fontes, o preço médio que a Motorola cobrará pelo aparelho será de R$ 929 na versão dual-SIM e R$ 949 para o modelo dual-SIM com TV digital integrada. O valor é 200 reais mais alto do que o modelo da última geração, lançado em 2014. 

A resolução de tela do novo modelo está prevista para ser Full HD (1920X1080p), segundo o que afirmou o canal Moto G3, contrariando o que publicou o site Motorola India Fans, que em março afirmou que o novo modelo possuiria uma resolução de apenas 1080X720. O tamanho da densidade da tela deverá aumentar de 294ppp para 318 ppp. Porém, depois das fotos e vídeos que vazaram a possibilidade mais aceita é de que veremos um modelo com 5 polegadas de tela, resolução de 1280X720p e 320 ppp, mantendo praticamente as mesmas configurações de tela do modelo anterior.

As novidades do modelo Moto G que será lançado estão deixando o mercado em polvorosa. Com um novo visual e preço atraente para os clientes, o novo modelo promete ser um sucesso de vendas no mercado brasileiro que sempre espera as novidades no mundo dos smartphones.

Por Patrícia Generoso

Moto G3

Moto G3

Fotos: Divulgação


Motorola lança 2ª geração do modelo Moto E. Smartphone ganha melhorias na tela e conexão 4G.

A segunda geração do famoso Moto E da Motorola chegou ao mercado com mudanças bastante significativas para se tornar o smartphone de entrada da empresa. As principais e mais significativas mudanças que a empresa fez no Moto E ficaram por conta da melhoria da tela e agora com a presença da conexão 4G. Estes são atrativos excelentes para quem deseja entrar no mundo dos smartphones com uma opção de aparelho que tenha um valor um pouco mais em conta.

Apesar dessas mudanças realizadas, o Moto E é um aparelho para aquelas pessoas que desejam ter um smartphone para utilização de aplicativos mais simples (como Whatsapp), contudo, que não abrem mão de ter muito luxo, pois o aparelho tem apenas 1,23 cm de espessura.

O Moto E ficou um tanto quanto gordinho se comparado aos aparelhos mais modernos, apesar disso, ele conta com um ótimo acabamento em plástico emborrachado. Um fator negativo é o fato de a câmera traseira do aparelho não possuir flash, além de que na versão que possui televisão a antena ficou mais parecida com um rabicho, o que deixou o aparelho com um design meio deselegante.

Agora uma vantagem que muitos consumidores irão gostar é os preços das versões deste telefone, haja vista que as versões 3G ou 4G com 8 GB de armazenamento poderão ser adquiridas por R$ 699,00. A outra opção disponível é a versão com TV Digital, que sai com a configuração 4G e com 16 GB de armazenamento, que custa R$ 729,00.

O processador utilizado neste aparelho pela Motorola foi o quad-core de 1,2 GHz, o qual permite rodar aplicações mais pesadas, no entanto, para os usuários que gostam de usar o telefone para jogar, vale ressaltar que o aparelho em todas as versões possui apenas 1 GB de memória RAM.

Portanto, o aparelho ficou bom devido ao custo benefício e ainda trás consigo funções interessantes, tais como o acionamento da câmera que pode ser feito por meio de movimentos e a Moto Tela, que permite com que o usuário cheque notificações de algumas aplicações sem que seja necessário fazer o desbloqueio do aparelho.

Sobre o Motorola Moto E:

O Moto E é um smartphone que foi apresentado pela Motorola no ano passado, logo após o lançamento do famoso Moto G. Ele foi produzido para o mercado emergente e tinha como objetivo oferecer aos consumidores um aparelho elegante, moderno e que não custasse tão caro. Os primeiros países a receber o smartphone foram os Estados Unidos e a Índia. Na Índia, por sinal, o aparelho fez um tremendo sucesso e teve uma procura semelhante ao do Moto G. Para conhecer um pouco mais sobre o aparelho, acesse o site www.motorola.com.br.

Por Adriano Oliveira


A após o sucesso de vendas com o smartphone Moto G, a Motorola lança sua a segunda geração deste dispositivo. O novo modelo traz grandes melhorias, a começar pela aparência, tendo em vista que o novo modelo é maior, mais bonito e possui caixas de som frontais com som estéreo. As curvas da parte traseira ficaram menos acentuadas e a tela HD de 5 polegadas ocupa mais espaço na parte frontal do aparelho. Outras inovações foram a melhoria das câmeras e o espaço para cartão de memória, expansível até 32GB. Agora, a câmera traseira possui 8MP, com flash em LED. A câmera frontal, por sua vez, possui definição de 2MP.

O novo Moto G possui a versão mais recente do Sistema Operacional Android, o 4.4 KitKat e conta com o poderoso Processador Snapdragon Quad-Core de 1,2GHz. Dentre outras funções básicas, o modelo vem com tecnologia 3G, Dual Chip, EDGE, GPRS, Wi-Fi, Quadriband GSM, Rádio FM e uma resolução incrível de 720x1280p, com 16 milhões de cores.

O novo smartphone também possui um excelente desempenho de bateria. Com uma bateria 2070 mAh, o aparelho pode passar o dia todo longe das tomadas com o uso mais intenso do dispositivo, como jogar ocasionalmente, fazer várias ligações, responder mensagens o tempo todo e outras atividades como essas. A bateria pode durar até dois dias com uso moderado.

No Brasil, existem dois modelos disponíveis do novo Moto G. O mais simples tem armazenamento interno de 8GB e o mais completo tem 16Gb, ambos, com memória RAM de 1GB. Como novidade, o modelo Moto G DTV Colors possui TV Digital, para você assistir aos seus programas de TV favoritos onde quer que você vá.

Depois de todas essas melhorias, dentre os smartphones de categoria intermediária, o novo Moto G apresenta-se como a melhor opção, tendo em vista a relação custo/benefício, frente aos seus concorrentes.

Por Adriano Oliveira

Moto G

Moto G

Moto G

Fotos: Divulgação


A Motorola ganhou posição de privilégio no momento atual no ramo de smartphones, tornando-se uma empresa de sucesso no ramo. Uma das maiores explicações para que ela se tornar uma companhia promissora trata-se da linha Moto, sobretudo os modelos G.

É claro que é de se esperar esta dedicação por parte da empresa com estes dispositivos, onde as atualizações estão acontecendo em um curto prazo e de forma habituais. Iniciou-se a integração da recente versão do Android 5.0.1 para o Moto G Google Play Edition.

Existem notícias que afirmam que esta atualização também foi recebida para os modelos Moto G 2013 e Moto G 2014.

Os relatos foram fornecidos pelo conhecido fórum Reddit. Um consumidor informou que foram iniciadas as integrações da recente versão do Android para os modelos Moto Gs. Através da versão 5.0.1, a expectativa é que a Google conserte várias falhas que estavam presentes na versão 5.0.

Considerando a numeração, é evidente que esta atualização não terá um nível elevado. Com isto, a previsão é que possa ser um arquivo curto com breve instalação.

Além disto, não foram informadas nenhuma alteração expressiva na interface ou referente ao seu uso. Desta forma, estão presentes apenas otimizações comuns nas funcionalidade e estabilidade, com consertos de falhas sistemáticas.

Considerando que a edição 5.0.1 tem o nível menor de atualização que a antecedente, a atualização desta versão é realizada em curto prazo, de forma que os usuários não precisarão aguardar um tempo longo para a finalização dela.

Somado a isto, não haverá também a possibilidade das alterações serem visualizadas na interface do sistema, de forma que somente mudanças internas foram acrescentadas.

O modelo Moto G Google Play não está disponível para ser vendido no país. O aparelho Moto G 2014, por sua vez, está sendo vendido pelo preço de R$ 656 na Motorola.

Não foram divulgados até o momento atual o recebimento da atualização para o Android 5.0.1 no território brasileiro. 

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: divulgação


Fabricado pela Motorola juntamente com o Google, o phablet Nexus, foi apresentado em outubro de 2014 com recursos interessantes, como o sistema de carregamento Turbo Charger e um hardware bom. Entretanto, uma função foi retirada no último momento, poucos meses entes do lançamento do aparelho: o sistema de identificação por biometria. A identificação biométrica é usada para reconhecer pessoas por meio de características únicas de cada indivíduo, como a face, a íris e a impressão digital, fixando sua identificação perto da margem de erro zero.

Esse sensor de impressões foi identificado pelo site Arstechnica, que revistou os arquivos internos do dispositivo à procura de pistas. Pelo que parece, isso não é apenas um rumor, pois um protótipo avançado do phablet contava com a função e o Android Lollipop apresentaria integrações com esse recurso.

A empresa responsável pela biometria seria a Validity Sensors, uma das parceiras da Synaptics, que tem costume de fornecer a tecnologia para os fabricantes. Supostamente, o Nexus 6 seria a estreia desse recurso, sendo que as funções integradas incluiriam o escaneamento, identificação e remoção, utilizados na tela de bloqueio e acessórios de segurança.

Diferente de outros sensores, em que o dedo precisa estar imóvel em determinada posição, essa tecnologia envolve mais o deslizar do dedo na velocidade certa através do sensor, que a simples leitura (“swype” dos aparelhos Android). Os comandos do tipo “impressão digital lida rápido demais” e um que pede para que coloque apenas partes do dedo confirmam isso. Ao que tudo indica será mais atento a questão de furtos que simples leitura de impressão digital. Já tivemos situação semelhante, o Android 4.4 KitKat originalmente incluiria um novo API câmera mas não aconteceu. Porém, a nova API câmera veio na próxima versão do Android, 5.0 Lollipop. Mesmo que a função tenha sido rejeitada nessa primeira tentativa, pode não ser o fim concreto. O recurso pode ter sido apenas adiado para uma futura geração de aparelhos Nexus a ser lançada em 2015. Vamos aguardar.

Por Diovana Nunes Leite

Nexus 6

 

Nexus 6

Fotos: Divulgação


Os relógios estão em alta novamente, mas agora eles são conhecidos como "relógios inteligentes" ou "smartwatches” e assim como aconteceu com o celular, sua função principal foi praticamente deixada de lado, diante das muitas tarefas que ele pode cumprir.

A Motorola é uma das empresas que vem trabalhando muito para conquistar uma boa parte deste mercado e aposta no Moto 360 que conta com um visual bonito e total integração com Android, sistema operacional do Google.

O smartwatch Moto 360 já está disponível para a venda por R$ 799,00, mas a venda do modelo deve ser baixa, assim como vem acontecendo com outros modelos de relógios inteligentes que ainda não conseguiram provar para o consumidor, que eles são realmente importantes. Além das funções disponíveis nestes relógios não atraírem os consumidores tem a questão do preço que é alto e com o mesmo valor ou um pouco mais, pode-se comprar um bom smartphone.

O formato arredondado do Moto 360 agrada e a primeira vista ninguém suspeitará que é muito mais que um simples relógio. Os relógios inteligentes geralmente são quadrados e deixam claro que são repletos de tecnologia, mas o Moto 360 preferiu o contrário, contar com um modelo clássico e que não chame a atenção pela tecnologia, se apresentando simplesmente como um relógio com visual elegante.

O Moto G roda o sistema operacional Android Wear e é compatível com smartphone que roda o Android 4.3 ou versão atualizada.

Pesando 49 gramas, o Moto 360 conta com 4GB de espaço interno para armazenamento e oferece conexão Bluetooth 4.0. O consumo de energia é reduzido, usando pouco o Moto 360 sua bateria dura 1 dia. O modelo vem com 2 sensores, um pedômetro e um sensor que monitora a frequência cardíaca do usuário.

O relógio poderá receber notificações do smartphone, responder mensagens pelo WhatsApp por comando de voz e pode-se rejeitar alguma ligação não desejada, tocando na tela do relógio.
Pelo Moto 360 também é possível enviar mensagens SMS ditando o conteúdo, ter controle sobre o player de música do smartphone, pesquisar no Google Now, saber a previsão do tempo e até obter algumas informações sobre as principais notícias.

Por enquanto, o Moto 360 é mais um relógio inteligente caro e que não oferece nenhuma novidade que justifique sua compra, mas para quem gosta de estar sempre por dentro das novidades tecnológicas, é uma boa opção.

Por Russel

Moto 360

Moto 360

Fotos: Divulgação


Nos últimos 12 meses, o site que recebe reclamações de consumidores "reclame aqui" contabilizou um total de 28.754 queixas referentes a aparelhos celulares registradas no site. Com isso, o "reclame aqui" elaborou uma lista com os 10 modelos de celulares que estão no topo do ranking, ou seja, que mais receberam reclamações no portal da internet.

No topo da lista está o Motorola Moto G, que se destacou negativamente por ter o maior número de queixas e ocupar o posto mais alto da lista do site de reclamações, com 11.757 más avaliações registradas. Logo em seguida vem o Samsung Galaxy S4, da Samsung, que possui o registro de 4.468 reclamações no "reclame aqui". E mesmo com um aparelho da companhia sul-coreana estando em segundo lugar da lista de insatisfação, a empresa é também a líder de vendas de aparelhos celulares no Brasil. E essas duas companhias que comercializam aparelhos celulares também têm outros modelos de celulares que compõem essa lista de queixas, além dos já citados acima. São eles o Moto X, da Motorola, com 2.967 reclamações, e os outros representantes da Samsung, o Samsung Galaxy S3, com 2.226 queixas, o Samsung Y Duos, com 846 reclamações, e Samsung Gran Duos, com 821 insatisfações registradas no site.

E ainda outros modelos de aparelhos fabricados por outras marcas, como dois aparelhos da Apple, o iPhone 5S, com 1.845 reclamações, e mais 1.724 queixas para um outro modelo de iPhone, o iPhone 5, também da Apple.

Outras duas companhias que também estão na lista das reclamações do site " reclame aqui", são a Sony Mobile e a LG, cada uma representada por um dos seus modelos de aparelhos, o da Sony Mobile é o modelo Sony Xperia Z1, que teve 1.275 queixas registradas no portal, enquanto o LG G2 foi o representante da LG e recebeu 825 reclamações.

Por João Calvet

Moto G

Samsung Galaxy S4

Fotos: Divulgação


O mundo tecnológico passou por grandes mudanças ao longo das últimas décadas, dessa forma, novas tecnologias foram surgindo. Um ótimo exemplo disso é o smartphone, aparelho de celular extremamente avançado e com uma praticidade enorme. Dentre as vantagens do smartphone, não podemos deixar de ressaltar a grande quantidade de ferramentas e programas que podemos instalar no mesmo. Assim, manter a interatividade com seus familiares e amigos é possível a qualquer momento.

Como o mercado tecnológico é extremamente concorrido e os usuários sempre estão em busca de novidades, as marcas acabam sempre lançando novos modelos visando agradar ainda mais os seus clientes. A Motorola, por exemplo, lançou recentemente uma nova versão do Moto G, que promete fazer bastante sucesso no mercado mundial. Confira mais detalhes sobre este aparelho na continuação desta matéria.

O Moto G 2014 vem recheado de novidades em sua mais nova atualização. Um detalhe muito importante é justamente quanto a tela de 5 polegadas acompanhada de resolução HD. Através dessa tela você poderá tirar excelentes fotos e selfies com seus amigos, bem como poderá gravar vídeos em alta resolução. Além disso, o aparelho ainda conta com câmera traseira de 8 megapixels com gravação HD e uma câmera frontal de 2 MP.

Uma das principais atrações desta versão do Moto G é justamente quanto a parte de software do aparelho. Um ótimo exemplo disso é o seu sistema operacional, pois o mesmo possui o Android 4.4.4, o famoso KitKat que é um dos sistemas operacionais, para aparelhos portáteis, mais famosos e potentes da atualidade.

A parte de hardware do Moto G também não deixa a desejar e dentre os destaques está o seu processador, trata-se do Snapdragon 400 quad-core de 1,4 GHz. O smartphone também conta com 1 GB de memória RAM e armazenamento interno de 8 GB ou 16 GB, sendo que essa versão possui suporte para cartão de memória de até 32 GB.

Se você gostou das informações aqui destacadas, saiba que o Moto G á se encontra à venda nas melhores lojas do país. O preço sugerido do smartphone é de R$ 699 na versão com um único chip e R$ 799 para a versão dual-chip com TV Digital.

Por Bruno Henrique

Novo Moto G

Novo Moto G

Fotos: Divulgação


Após o sucesso de vendas dos modelos Moto E e Moto G da Motorola e dos modelos Galaxy da Samsung, a fabricante BLU, empresa norte-americana, tenta oferecer no Brasil alguns modelos de smartphones que consiga competir com os modelos mais populares e com um preço intermediário.

A empresa está lançando no Brasil dois modelos de smartphones para tentar fazer frente à concorrência, com preços similares aos que já estão no mercado. Um dos modelos é o Studio C Mini, um aparelho mais básico, comparado com as configurações do Moto E. O outro é o Studio C HD, um modelo mais avançado com configurações mais similares ao Moto G. O primeiro modelo é vendido nos Estados Unidos pelo valor de US$ 120,00 e deve chegar às lojas do Brasil pelo valor de R$ 550,00. O segundo modelo é encontrado nos Estados Unidos pelo valor de US$ 150,00, sendo que ainda não há um preço definido para o modelo aqui no Brasil, contudo não deve ultrapassar os R$ 800,00.

Se comparados os modelos da BLU e da Motorola podemos chegar a algumas conclusões. Quanto ao visual, a grande diferença está nas cores chamativas dos aparelhos da BLU, o que não é um aspecto negativo e nem positivo, uma vez que depende da preferência do cliente. A câmera do Studio C Mini leva uma pequena vantagem em relação aos concorrentes, uma vez que possui flash traseiro e sensor frontal, o que não é encontrado no Moto E e no Lumia 530, por exemplo.

Um dos diferenciais dos populares Moto G e Moto E está no tamanho da tela e a boa resolução, o que também foi aplicado nos modelos da BLU, tanto no modelo Studio C Mini quanto no HD, que além de proporcionar uma tela grande de alta resolução também se esforçam para manter o preço compatível com o bolso do consumidor.

Para complementar as informações gerais dos aparelhos, podemos citar: 4 GB de memória interna, expansível até 64 GB com cartão MicroSD, suporte para dois chips SIM e rádio FM, porém ainda não suportam a tecnologia 4G nacional.

Por André César

BLU Studio C Mini

BLU Studio C HD

Fotos: Divulgação

 


A Motorola parece enfim ter encontrado de vez o seu caminho no mundo da tecnologia móvel. Após passar por uma série de dificuldades administrativas e financeiras, a companhia encontrou um futuro promissor nas mãos da Google, que prezou o lançamento de versões com o Android puro.

Além disso, a Motorola também lançou nesse mesmo período o Moto G, um aparelho intermediário que possui todas as características de um dispositivo High-End e exatamente por causa disso se tornou o grande sucesso de vendas da marca.

De carona na visibilidade da versão anterior, a Motorola agora lança a segunda geração do Moto G, maior e com algumas funcionalidades a mais, além de manter a pegada e o estilo que tanto agradaram ao consumidor.

A textura e estilo das capinhas traseiras ainda continua, o que deve agradar ao público mais jovem que busca algo mais personalizado. A aparência geral de design também não sofreu quaisquer alterações e continua a transmitir a ideia de um aparelho resistente.

Por dentro, o novo Moto G teve poucas melhorias significativas e continua usando o processador Snapdragon 400 de 1,2 GHz e memória RAM de 1 GB. Um grande diferencial para o público brasileiro é que agora o modelo vem com entrada para cartões SD, algo que as primeiras edições não possuíam, além de possuir um receptor para TV Digital.

Uma novidade interessante do novo Moto G é a adição de mais um alto-falante, algo que funcionou muito bem no Moto E, modelo de entrada da marca. Além disso, algo que deve agradar bastante os usuários é a melhoria na câmera, que passou de 5 MP para 8 MP.

Embora não pareça muito, a maioria dos aparelhos nessa faixa de preço possuem câmeras bem mais simples. O novo Moto G chegou às lojas brasileiras na última sexta-feira, 5, com um novo display de 5 polegadas e resolução HD, além de opções de 8 GB e 16 GB de armazenamento interno, com a capacidade de utilização de cartão SD de até 32 GB em todas as versões.

Por Ebenezer Carvalho

Foto: divulgação


Os celulares devem ser práticos, modernos e contar com recursos e funcionalidades que otimizem o cotidiano. Pensando nisso, a Motorola desenvolveu o aparelho RAZR D1, que conta com tecnologia de ponta para todas as pessoas. Quer ver?

O sistema operacional do Motorola RAZR D1 é o Android 4.1, Jelly Bean, em que a pessoa vai poder navegar com facilidade e rapidez. Assim, vai ficar fácil fazer download dos seus aplicativos favoritos, visualizar seus filmes, jogar os games com mais emoção e aproveitar todos os recursos do seu Motorola.

Outro detalhe que chama a atenção do RAZR D1 é o design, que é moderno e leve. Para quem gosta de conversar muito com os amigos sem se preocupar com o tempo de duração da bateria, o Motorola RAZR D1 conta com um excelente desempenho, sendo que há um display que cobre quase toda a parte da frente e por meio dele é possível navegar na internet usando poucos toques. Além disso, devido à capacidade da bateria você aproveita todas as funcionalidades do aparelho.

Que tal acompanhar as novidades dos seus amigos e ficar por dentro de tudo? O Motorola RAZDR D1 tem acesso fácil à internet e, além disso, o aparelho dispõe de uma câmera frontal de 5 MP e com função de foco automático, para que você consiga registrar os melhores momentos ao lado da turma. Se quiser também, pode aproveitar para assistir televisão em qualquer lugar que estiver com uma imagem nítida e de muita qualidade.

Desta forma, o Motorola RAZDR D1 destaca-se no mercado por ter uma tecnologia com os principais recursos e funcionalidades.

Por Babi

Motorola Razr D1

Foto: Divulgação


De acordo com produção realizada pela Motorola, o Moto E é considerado um dos melhores smartphones que implica um valor acessível aos consumidores já feito. No Brasil, os interessados poderão adquiri-lo por R$ 529,00. Integrando essa faixa de preço o produto se torna visado.

Apresenta tela maior designada por 4,3 polegadas, o seu processamento é constituído com um dual-core e a câmera corresponde a 5 megapixels, número expressivamente maior que os demais existentes no mercado, que estão pareados a concorrência.

O evento para o lançamento do smartphone Moto E foi realizado em São Paulo, e a empresa propiciou aos consumidores com clareza a sua tática. A Motorola optou pela produção do celular em questão, com a estratégia de motivar aqueles que não se satisfizeram com outro interligado a marcas concorrentes, ou que ainda não obtiveram condições para comprar algum modelo existente no mercado.

Concernente às pessoas que conseguiram adquirir um telefone celular, um grande número designado a 70% possui um feature phone (celular tradicional), que não estabelece uma conexão contínua com a internet, sem acessos a vídeos, redes sociais, aplicativos, entre outros. Foi realizada uma estatística onde houve a comprovação de que 2,1 bilhões de pessoas no mundo nunca tiveram um telefone móvel.

O intuito da companhia é ganhar cada vez mais consumidores, e o produto em contexto foi criado principalmente na tentativa de buscar uma quantidade significativa de compradores para a marca. A construção do objeto foi realizada para que pessoas sem condições reais para usufruir de um celular, tenham a chance de conseguirem incluir em seu cotidiano o uso frequente de uma das maiores ferramentas de trabalho atualmente.

Dois aspectos que foram considerados para exclusão na montagem do smartphone foram a câmera traseira que não inclui flash e não existe em sua composição câmera frontal. Porém, a Motorola afirma que mesmo sem alguns equipamentos que são considerados por outros como essenciais, o telefone propicia um desempenho de alta qualidade.

Por Lorena de Oliveira

Moto E

Foto: Divulgação


Desde o ano passado a Motorola tem trabalhado duro e como resultado conseguiu se reerguer na indústria de dispositivos móveis. Fato que foi impulsionado pelo lançamento de dois ótimos aparelhos, o Moto G e o Moto X. Os dois modelos de smartphones apresentam excelentes configurações além de serem comercializados com preços abaixo de outros modelos que estão na mesma linha no mercado. Em 2014, a empresa anunciou outro aparelho, o Moto E, o modelo em questão é ainda mais barato e conta com diversas funções.

Entretanto, mesmo com todos os investimentos feitos a companhia ainda se encontra em uma situação bastante complicada em território americano. Recentemente uma das maiores fábricas da empresa foi fechada nos Estados Unidos.

Por sua vez, e com o objetivo de se livrar do prejuízo ocasionado, a Motorola decidiu anunciar um programa que traz uma proposta até que interessante: os consumidores poderão ter um Moto X e testá-lo pelo período de duas semanas pagando por isso apenas US$ 0,01.

A campanha batizada de "Try then Buy", algo do tipo “Experimente e depois compre”, segundo informações do site SlashGear, será válida apenas para moradores dos Estados Unidos. A informação é de que a mesma poderá durar até o final de semana ou ainda enquanto durarem os estoques.

Enquanto estiver com o aparelho o usuário poderá customizá-lo na loja oficial do Moto Maker, da mesma maneira como se realmente fosse comprá-lo. Um detalhe é que nenhuma taxa adicional será cobrada, o que é válido tanto para quem quiser comprar o aparelho como devolvê-lo.

O Moto X foi apresentado em 2013. O aparelho tem uma tela Amoled de 4,7 polegadas e uma resolução de 720×1.280 pixels além de contar com a tecnologia Gorilla Glass.

Para o caso dos brasileiros a loja para a personalização do dispositivo ainda não se encontra disponível. Apesar disso, o aparelho já pode ser encontrado em algumas lojas varejistas do país custando menos do que R$ 1.000.

Por Denisson Soares

Moto X

Foto: Divulgação


E não é que a Motorola, que é a nova queridinha do mundo Android, foi mais rápida que muitas fabricantes e já anunciou o novíssimo Android 4.4.3 para dispositivos da linha Moto? Pois bem, as atualizações já estão sendo enviadas via OTA aos usuários e devem chegar de modo gradativo. Como sempre, aparelhos que estão desvinculados das operadoras serão os primeiros. Usuários americanos da T-Mobile, proprietários brasileiros do MOTO G e os compradores de Motos E online nos EUA lideram a lista.

Segundo o que a Motorola informou, as melhorias não se limitam a apenas correções de erros. Os três aparelhos receberão o novo discador, incluso nessa atualização. Já os proprietários do MOTO X terão como novidade a melhoria na câmera bem como na qualidade da imagem com consistência de exposição, coloração em flash mais realista e melhora nos ambientes com pouca luz da câmera frontal.

Já para o MOTO G, além do MOTO X, há a inclusão do Motorola Alerta. Exclusivo do Moto E até então, mais um recurso útil da Motorola deve fazer parte dos três modelos. O alerta permite que os usuários compartilhem a localização com os contatos que bem entender sendo útil em casos de alerta. Ainda há a melhoria tanto para o G quanto para o X, que é a possibilidade de pausar a gravação durante um vídeo (algo bem necessário) e continuar esta gravação da onde parou.

Já no Moto E, como é um aparelho de baixo custo, acredita-se que a Motorola optou apenas pelo novo discador e pela correção de bugs. Alguns usuários relataram a existência do aplicativo Motorola Moto Maker, que serve como um personalizador pré-compra. Você personaliza o Moto X do jeito que você quiser, faz a compra e recebe ele do jeitinho que optou. Aparentemente está no MOTO G e pode chegar ao Brasil com a nova geração do MOTO X.

Por Leandro de Souza

Motorola com Android 4.4.3

Foto: Divulgação


Que tal um smartphone moderno, inteligente e muito sofisticado? O Moto X versão Luna é assim. Um dos principais diferenciais deste aparelho é o acabamento em madeira, que é totalmente personalizado. Assim, o celular alia tecnologia e beleza, para oferecer a você os melhores recursos e facilidades.

Que tal usar o inteligente Moto X para tirar foto? Para isso, você só precisa agitá-lo. Ou seja, está curtindo uma festa com os seus amigos e quer tirar àquela foto inesquecível? É só agitar o seu Moto X e pronto! Fácil demais, não acha?

Que tal falar com seu celular e ele te responder, sem que você tenha que tocá-lo? Gostou da ideia? O Moto X possui um inteligente sistema que reconhece a sua voz e você consegue comandá-lo, sem precisar encostar no aparelho.

As suas informações principais e tudo o que você precisa saber ficam organizadas de forma discreta na tela principal do aparelho. Assim, você não precisa desbloquear o seu celular, por exemplo, para ver se chegou alguma mensagem ou alguma informação importante. Além disso, você não precisar ficar “preso” ao aparelho 100% do dia. Prático demais, não acha?

Mas, se você quiser ter informações mais detalhadas sobre algum assunto importante, também é bem simples: basta tocar no ícone de notificações e os detalhes do que você quer saber vão aparecer na tela principal do seu Moto X, na tela ou no radapé. Além disso, é só arrastar o ícone para dispensar a notificação se achar melhor e conveniente. Assim, o Moto X facilita e otimiza as suas tarefas no dia a dia.

O sistema Android do aparelho conta com os recursos do Google para você aproveitar e fazer o que quiser como acessar os aplicativos, jogar, traçar rotas e caminhos por meio do Google Play entre outros.

Desta forma, o Moto X é o celular inteligente da Motorola. Gostou de conhecer as funções do aparelho? 

Por Babi

Foto: divulgação


Focado numa fatia de consumidores antenados nas novidades tecnológicas com preço acessível, sem deixar a qualidade de lado, o smartphone Moto G tornou-se um sucesso de vendas agradando os mais variados públicos.

O referido aparelho é incrível e tem um preço ainda mais surpreendente. Basicamente, ou não tão basicamente assim no restrito termo do vocábulo, o aparelho vem equipado com tela de 4,5’ HD, bateria de longa duração, resistente a riscos e processador quadcore e sistema operacional Android com a inovação que permite o usuário atualizar para versões mais novas do sistema. 

A câmera é outro atrativo do aparelho, pois possui 5 MP e zoom digital de 4x  que permite uma ótima experiência em fotografia. Além disso, podemos destacar que o manuseio do aparelho é supersimples devido a sua interface de operação ser bastante didática e de fácil entendimento.

Por outro lado, no quesito memória, cabe-nos destacar que o aparelho não possui a possibilidade de inserção de cartão de memória, entretanto oferece duas opções de memória interna que se ajustam bem a vários tipos de usuários: uma versão vem com capacidade de armazenamento com 8 GB e outra com 16 GB. Assim, se você utiliza pouco armazenamento de fotos e músicas, a versão de 8 GB é suficiente, porém se deseja uma experiência mais completa a 16 GB adequará ao seu perfil.

Em relação ao sistema operacional, o Android é uma das melhores opções, com vários usuários e uma imensa possibilidade de aquisição de aplicativos para toso os gostos que permitirão uma utilização agradável e satisfatória do aparelho.

Em relação à conectividade, o referido oferece suporte a vários tipos de tecnologias que, de forma geral, abrangem todas as possibilidades oferecidas atualmente no mercado brasileiro de conectividade. Por fim, cabe-nos destacar a característica dual chip que atualmente diante das várias ofertas das operadores é uma boa opção.

Para mais informações acesse www.motorola.com.br.

Por Thiago José Fernandes

Motorola Moto G

Foto: Divulgação


O Motorola XT621 Ferrari é um celular diferente que se destaca, principalmente, pelo design imponente e diferenciado. O aparelho conta com contrastes de cores distintas e o logo da Ferrari, que faz o diferencial. Além disso, o celular conta com recursos e aplicativos que facilitam e organizam o dia a dia pessoal.

Dentre alguns recursos que fazem parte do Motorola XT621 destacam-se a memória RAM 1 GB, a memória interna de 1GB e a memória expansível que cabe até 32 GB. Assim, o usuário vai poder armazenar músicas, filmes, jogos e vários aplicativos, sem ficar se preocupando em ter que apagar um arquivo para caber outro.

Devido ao processador 1.2 GHZ o usuário vai poder navegar na internet, ouvir música e acessar as funções do aparelho com facilidade e agilidade, ou seja, sem correr o risco de um aplicativo travar, por exemplo.

As festas, passeios e baladas com os amigos vão poder ser registrados devido à presença da câmera de 5MB, que está situada na parte traseira do aparelho. Outra novidade da Motorola, é que a câmera acompanha flash LED que faz vídeo em HD. Ou seja, além de fotografar, o usuário vai poder filmar os melhores momentos com nitidez.

Para ficar por dentro das últimas novidades e conectar a internet a qualquer momento do dia, o Motorola XT621 Ferrari conta com conectividade por meio de Wi-Fi e, além disso, possui roteador Wi-Fi, em que o usuário pode compartilhar a conexão da internet com até cinco dispositivos.

O sistema operacional deste aparelho da Motorola é o Android 4.0, em que o usuário vai poder acessar vários aplicativos e recursos diferenciados. Além disso, o Motorola XT 621 conta com uma boa capacidade de bateria, porque ela possui utilização combinada de até 24 horas, sendo 1860 mAh.

Este aparelho da Motorola é leve, fino e pesa, aproximadamente, 135 g e tem o display de 4.0. O Motorola XT621 ainda contempla fibra de Kevlar na tampa traseira da bateria, que deixa o aparelho mais resistente e durável. 

Por Babi

Motorola XT621 Ferrari

Foto: Divulgação


Considerado como uma das últimas gerações em smartphones, o Motorola Moto X está com as vendas em alta por oferecer ferramentas e configurações modernas. O dispositivo móvel tem vários atributos que o coloca no topo de vendas, entre eles está o seu design belo e completo. 

Começando pelo exterior, a tela do Moto X possui 4,7 polegadas, o que já explica o seu sucesso em vendas, já que na linha dos smartphones essa dimensão em polegadas ainda não foi superada. Além dessa dimensão superior, o proprietário terá no Moto X uma qualidade de visibilidade, pois a resolução é de 1280×720 pixels.

Em questão de funcionalidade, o Moto X tem a tecnologia LTE 4G, que permite não apenas uma ótima navegação na internet, como também uma ágil transferência de dados, caso isso seja solicitado pelo usuário.

Somado a estes recursos, quem comprar o Moto X ainda contará com GPS, Internet Wi-Fi, Leitor de Multimídia, Bluetooth e vários meios para videoconferência. Tudo em uma memória de 32 GB, com câmara fotográfica de 10 megapixels, que permite imagens profissionais, pois a resolução é de 4320×2432 pixels.

O Moto X também pode ser um ótimo gravador de vídeo porque tem o suporte Full HD com a significativa resolução de 1920×1080 pixels, uma ferramenta e tanto para quem usa o smartphone de forma tanto profissional como para entretenimento.

O design do Moto X é bem interessante e leve, tendo 10,4 milímetros, peso de 130 gramas, sistema operacional Android 4.2.2 (Jelly Bean) e processador Dual Core de 1.7 GHz, o que possibilita uma grande velocidade no processamento de qualquer dado que precise fazer.

O preço do smartphone varia de R$ 1.214 a R$ 1.499, valores que em muitas lojas virtuais podem ser parcelados em até 10 vezes sem juros.

Por Michelle de Oliveira


A Lenovo expandiu o seu mercado de smartphones comprando a Motorola, empresa que tinha sido comprada pelo Google em 2011. A divisão de celulares da Motorola foi comercializada pelo valor de US$ 2,9 bilhões, contudo, não atendeu as expectativas, gerando cada vez mais prejuízo ao Google. Para se ter uma ideia, o Google pagou US$ 11,5 bilhões pela divisão de celulares da Motorola, que tinha planos ambiciosos de produzir seu próprio celular. A intenção era de produzir aparelhos com Android original, também do Google.

O prejuízo só não foi maior porque o Google ficou com as patentes da Motorola. Em uma jogada de mercado, o Google comprou 5,9% das ações da Lenovo no mercado de Honk Kong, o que aumentou o valor das ações de ambas as empresas. A Lenovo, líder mundial na venda de PCs, deve produzir mais aparelhos com o sistema Android e também entrar mais intensamente no mercado americano. Pontos como a valorização da imagem da Motorola devem ser favoráveis, tendo em vista que o plano de negócio traçado pelo Google terá continuidade, mesmo com o novo dono.

Não há dúvidas de que a Lenovo pode ter problemas com a nova compra, como teve com a CCE, mas haverá mais benefícios, principalmente pelo número de clientes. Somadas, as vendas de celulares da Lenovo e da Motorola chegaram a 60 milhões de aparelhos, o que representa 6% do mercado. Dessa forma, a empresa passará a LG e a Huawei, ficando atrás somente da Samsung e da Apple, as atuais líderes de vendas mundiais.

O Google também concentrará esforços no Android, buscando inclusive acordos com a coreana Samsung. Mais informações sobre esses acordos e como a empresa sul-coreana vai se posicionar é algo que precisaremos esperar para saber. Espera-se que a transação de compra ocorra nos próximos meses, quando os órgãos regulatórios de concorrência dos EUA e da China aprovem o negócio.

Por Robson Quirino de Moraes


O Moto G, lançado pela Motorola, é um celular diferenciado que reúne as principais tecnologias do mercado e oferece um preço compatível com o aparelho. Ele é ideal para quem procura um smartphone leve, compacto, rápido e atraente. Ele tem um design bem estiloso e moderno. Além disso, permite a mudança da capa superior, ou seja, é fácil mudar o estilo do celular a qualquer momento do dia. Existem diversos tipos de cores, como verde, rosa, amarelo, entre outras para combinar.

A tela do Moto G chama a atenção, porque ela vai até as bordas, sendo resistente a riscos e apresentando uma excelente nitidez. Desta forma, a pessoa vai poder ver vídeos com muita perfeição, em uma imagem nítida e repleta de cores vivas e vibrantes. A tecnologia deste aparelho da Motorola não para por aí, porque o celular contempla um consumo inteligente de bateria, que permite a utilização dos recursos no cotidiano e ainda mantém energia, devido à bateria de longo alcance.

O usuário também pode contar com velocidade na navegação, assim ele vai poder acessar as redes sociais, ver vídeos, mandar e-mail ou alternar os recursos com facilidade e sem demora, devido à presença do processador Quad-Core. O sistema operacional do celular é o Android 4.3, mas o upgrade é garantido para a próxima versão do sistema.

Outra função útil é que o usuário pode programar para apenas receber ligações importantes, quando ele estiver em uma reunião, um evento importante ou qualquer outra situação que não possa ser interrompido.

Para capturar e fotografar todas as festas, baladas e aventuras, o Moto G conta com câmera na parte frontal e traseira. O usuário tem a opção de tirar a foto ao encostar em qualquer lugar da tela ou pode programar a câmara para tirar fotos em sequência ou panorâmica.

O Moto G inova pelo design, recursos e compatibilidades, sendo ideal para quem deseja um smartphone prático para o dia a dia.

Por Babi


A Motorola realizou recentemente em São Paulo um evento destinado ao lançamento de seu mais recente smartphone, o Moto G. O aparelho possui foco no público que deseja um produto de qualidade com um preço mais em conta.

A Motorola parece estar bem confiante a respeito do sucesso do aparelho, principalmente em mercados emergentes tais como o nosso. Isso até parece que foi comprovado pela companhia com a decisão de realizar o principal evento de lançamento por aqui e daí transmiti-lo em escala global. No referido evento, até o CEO da empresa, Dennis Woodside, fez-se presente.

Com relação à parte técnica do Moto G, vamos encontrar um dispositivo com uma tela de 4,5 polegadas, contando com uma resolução de 720p LCD TFT. O processador é um Snapdragon 400 quad-core de 1,2 GHz. Já para o armazenamento o aparelho traz 8 ou 16 GB. A bateria, que suporta até 14 horas de conversação (em 3G), é uma de 2.070 mAh.

Falando em termos de design, o Moto G é bastante parecido com o Moto X. O smartphone apresenta um formato curvo e de certa maneira até elegante. Devido ao tamanho relativamente pequeno da tela, o usuário poderá usá-la de maneira confortável apenas com uma das mãos. Nesse ponto vale destacar que mesmo levando em consideração o tamanho da tela, a mesma não deixa a desejar no que diz respeito a visualização, principalmente em termos de navegação na web.

O Moto G também oferece aos compradores uma maior variedade de cores, entre elas estão o branco, preto, vermelho e amarelo. Lembrando que quando o Moto X estreou por aqui foi apenas nas cores branco e preto. Outro detalhe interessante é a parte traseira, que é removível e possibilita a personalização do aparelho.

Além disso, para as vendas do aparelho também será disponibilizado aos compradores um pacote chamado “Moto G Music Edition”, no qual o próprio smartphone virá acompanhado por um fone de ouvido chamado Air Tracks. A título de curiosidade, o Air Tracks oferece um alcance de cerca de 150 metros no caso de ser utilizado sem fio. Entretanto, caso esteja sem bateria, nada impede que o usuário possa fazer uso dos fios.

Em relação aos preços do Moto G, as informações são as seguintes: A versão de 8 GB será vendida por R$ 649, Já a versão com 16 GB custará R$ 799. Quem optar pela versão Music Edition terá que desembolsar R$ 999.

Por Denisson Soares


Moto XApesar de já não ser mais um grande segredo, finalmente o Google e a Motorola lançaram o seu primeiro smartphone criado em conjunto: o Moto X.

No dia 1º de agosto, o novo Moto X foi apresentado oficialmente como um gadget de configurações razoáveis para o usuário regular, que não tem necessidade de um aparelho muito poderoso.

Um dos principais destaques do primeiro gadget Google-Motorola é o seu sistema X8 Mobile, que traz um conjunto de dois processadores que interpretam computação contextual somados a um processador Snapdragon S4 Pro com dois núcleos e 1.7 GHz. A capacidade de armazenamento interno é de 16 GB ou 32 GB e a placa gráfica permite a execução de vídeos Full HD, pois é a mais potente do mercado – a Adreno 320 com quatro núcleos.

O display do Moto X possui 4.7 polegadas e tecnologia AMOLED, junto da resolução HD, além de memória RAM de 2 GB, compatibilidade com 4G (superior a do S3), câmera na parte de trás com 10 MP, bateria de 2200 mAh, câmera na frete com 2 MP, conectividade Wi-Fi, NFC, Bluetooth 4.0, junto de GPS e entrada USB 2.0.

O sistema operacional do novo smartphone é o Android 4.2.2, sendo que uma versão será vendida como Google Edition, ou seja, com Android puro.

O Moto X chega aos Estados Unidos já neste mês custando a partir de US$ 199 (mais ou menos R$ 430) e na América Latina a previsão é que chegue no mês que vem.

Por Guilherme Marcon


Moto XNa quinta-feira, dia 1º de agosto, a Motorola lançou, nos Estados Unidos da América, mais precisamente em Nova York, seu mais novo smartphone, o Moto X, o primeiro lançado pela empresa com a "cara" Google, depois da compra da fábrica de telefones móveis desta pela quantia de 12,5 bilhões de dólares.

O processador do Moto X é o Qualcomm Snapdragon S4 e além disto tem uma bateria que suporta até 13 horas de ligação telefônica direta, possui uma memória de 2 GB de RAM e armazenamento interno de 16 GB ou 32 GB.

A tela do smartphone é de 4,7 polegadas e possui poder de captação fotográfica em 10 megapixels, e ainda é implementado com a inovada tecnologia 4G. Uma das variantes do aparelho é a opção de compra customizada, fazendo com que o comprador possa escolher a cor, textura e inúmeros outros detalhes, chegando a totalizar aproximadamente 2 mil combinações.

Depois de feita a compra, com a escolha da combinação customizada, a promessa da Motorola é de entregar o "smart" em até 4 dias. A expectativa da empresa é que até o final de agosto todos os países da América Latina recebam em grande estoque o produto, e seja vendido pela quantia de US$ 199.

Por Vinicius Cunha


Motorola Razr Ultra - Nova linhaO site Evleaks, famoso por revelar grandes lançamentos, informou que a Motorola deverá anunciar em agosto novos integrantes da linha Razr. O modelo top de linha, Razr Ultra, fará parte dos lançamentos e chegará para substituir o Razr HD, com processador Snapdragon de 1,7 GHz e uma câmera com 10 megapixels, provavelmente com o mesmo sensor do futuro Motorola X, o Clear Pixel, uma tecnologia da Kodak.

O Razr Ultra ainda contará com tela Super Amoled HD de 4,7 polegadas com Gorilla Glass 2, bateria de 2.500 mAh e, ao contrário da linha atual, possuirá o corpo todo revestido com kevlar. Ainda de acordo com o site Evleaks, o smartphone contará com bateria de 4.000 mAh, maior do que a presente no modelo atual que possui 3.300 mAh.

Outro modelo revelado, foi o sucessor do Razr i, que ainda não possui seu nome revelado, mas deverá trazer processador Intel atualizado e assim como o Ultra também será revestido com kevlar.

Segundo informações os novos aparelhos da Motorola sairão de fábrica com a versão nova do Google Now, presente também no futuro Android 4.3. Até o momento, a companhia não se pronunciou a respeito do vazamento das informações.

Por Felipe Santos Bonfim


Motorola está o lançando neste ano dois novos modelos de smartphones que são o  Razr D3 e o Razr D1. São equipamentos menos sofisticados como o Eternal Legacy da Samsung, porém levam a vantagem de serem vendidos a preços mais populares. 

O smartphone Razr D3 vem com display de 4 polegadas e roda o sistema operacional Android 4.1 Jelly Bean, ainda vem com 2 câmeras, uma na traseira de 8 MP e uma frontal de 1.2 MP com qualidade HD. Possui duas opções onde a primeira funciona apenas com um único chip a outra opção vem com lugar para dois chips .

Seu processador é um dual-core de 1,2 GHz, memória RAM de 1 GB,  armazenamento interno de 4 GB que pode ser expandido até 32 GB. Possui o Bluetooth 4.0, conexão Wi-Fi, NFC e conexão 3G para o acesso a internet. Este aparelho vem com o preço médio de R$ 799

O smartphone Motorola Razr D1 é um pouco mais simples e conta com  tela de 3,5 polegadas, câmera traseira de 5MP,  sistema operacional Android 4.1 Jelly Bean. Também possui disponível as opções de aparelhos com um ou dois chips 

Vem com processador de um só núcleo de 1GHz, memória RAM de 1 GB e armazenamento interno de 4 GB que chega a 32GB com cartão de memória, pode ser conectado via Wi-Fi, Bluetooth 4.0 e conexão 3G. 

O Razr D1 vem também com bateria de 1785 mAh e receptor de TV analógica digital. O preço gira em torno de R$ 549.

Ambos os modelos da Motorola podem ser comprados nas lojas físicas e virtuais do Brasil na cor preta ou branca.

Por Mariana Rodrigues


No ínicio do ano passado a Motorola Mobility foi comprada pela Google e agora a companhia pode estar preprarando uma novidade para o mercado.

De acordo com os rumores, a fabricante pode estar desenvolvendo um híbrido de tablet e smartphone. As informações vieram do The Wall Street Journal e segundo ele, o novo aparelho se chamará X Phone e poderá ser revelado no segundo semestre de 2013.

O responsável pelo projeto é Lior Rar, o gerende de produtos da Google. Lior é especializado em mapas, um dos setores que o principal concorrente da Google ainda deixa a desejar. De acordo com a publicação do jornal, os novos aparelhos deverão trazer como diferencial um excelente software de imagens e uma câmera de ótima qualidade

Além disso, a Google pretende investir nas telas flexíveis neste novo projeto e também no acabamento em cerâmica, o que tornará o produto muito mais durável.  Caso os rumores sejam verdadeiros, será a primeira vez que veremos a Google tomar o controle total de um smartphone, juntando hardware e software de uma excelente maneira. 

Por Felipe Santos Bonfim


O Motorola Razr i, apresentado em setembro pela companhia, finalmente chegou ao Brasil. O modelo foi lançado na última quinta-feira, 4 de outubro, e é o único smartphone no Brasil que conta com processador da Intel.

O celular conta com as mesmas configurações de hardware da versão britânica, que possui tela de 4,3 polegadas com tecnologia AMOLED e resolução de 540×960 pixels,  carcaça revestida com fibra Kevlar, sistema operacional Android 4.0, processador Intel de 2 GHz, memória RAM de 1GB e armazenamento interno de 8 GB.

Além disso, o Razr i ainda conta com câmera traseira de 8 megapixels e outra frontal de 1,3 megapixels, e vem equipado com conexão Bluetooth, 3G e Wi-Fi.

As especificações do smartphone não são lá essas coisas, pois ele está bem atrás dos tops de linha presentes no mercado. Porém, a ideia da Motorola não é que ele seja um concorrente do iPhone 5 ou do Galaxys S III, mas sim que ele seja um smartphone intermediário com boa performance e valor justo.

O preço sugerido do Motorola Razr i é de 1.299 reais e ele já está disponível no mercado brasileiro, disputando com o Sony Xperia P e com o Galaxy S II.

Por Felipe Santos Bonfim


Na última quarta-feira, 5 de agosto, a Motorola revelou seus novos smartphones em um evento realizado na cidade de Nova York. Os aparelhos foram batizados de Droid Razr Maxx HD, Droid Razr HD e Droid Razr M, todos equipados com a plataforma móvel da Google, o Android e são os primeiros modelos da companhia desde que ela foi vendida para a Google.

O Razr Maxx HD é o principal lançamento e oferece uma tela de 4,7 polegadas com AMOLED HD, sistema operacional Android 4.1 e bateria com 3.300 mAh, que agüenta até 27 horas de conexão 3G. Este modelo apresenta um display de alta resolução e alto desempenho.

O Razr HD é uma versão mais simples do Razr Maxx HD, e traz tela de 4,7 polegadas, plataforma Android 4.0, porém sua bateria tem apenas 2.500 mAh, que oferece ao consumidor até 16 horas de conversação. Além disso, ele ainda conta com processador dual-core com 1.5 GHz Snapdragon S4 e câmera de 8 megapixels.

O Razr M é o modelo mais básico e conta com tela de 4,3 polegadas, sistema Android 4.0 e bateria de 2.000 mAh. Em breve o aparelho receberá a atualização de sistema e passará a contar com a versão 4.1 do Android. Ele ainda possui 8 GB de armazenamento interno, memória RAM  de 1 GB, câmera de 8 megapixels e processador dual-core de 1,5 GHz.

Os três modelos contarão com conexão 4G LTE e visual já padrão da linha RAZR, traseira em Kevlar e borda retorcida.

Por Felipe Santos Bonfim


Conforme informações divulgadas pelo site SlashGear, a Motorola pode estar planejando que seja lançado no mercado mais um novo smartphone ainda este ano. A “previsão” indica que a empresa lançará no mês de outubro o seu novo Motorola Droid Razr HD.

O smartphone deverá vir com câmera traseira com 13 megapixels de resolução, tela com resolução de 720p, conectividade com 4G (LTE) e 3G, processador de 1.5 GHz Snapdragon S4 dual-core, além da mesma bateria de 3.399 mAh utilizada no Razr Maxx, para garantir ótima autonomia para o celular.

Outros rumores apontam que o smartphone rodará o Android 4.0 Ice Cream Sandwich, mas como será lançado apenas em outubro poderá, na verdade, vir com a versão 4.1 Jelly Bean. Além disso, algumas imagens que vazaram na internet mostram que o novo Motorola utilizará o design Kevlar, tal qual o seu irmão Droid Razr.

Muitos sites na internet vêm divulgando que a Motorola participará da IFA 2012, que inicia em 31 de agosto, em Berlim. Supostamente nesse evento é que será anunciado o novo Motorola Droid Razr HD, quando serão reveladas, enfim, as especificações de hardware do aparelho.

Por Guilherme Marcon


Semelhante ao Atrix TV, já vendido no Brasil, o novo celular Motorola Atrix TV Dual Chip tem algumas vantagens que podem agradar aos consumidores interessados em um smartphone de custo mediano.

Com lugar para dois chips de operadoras diferentes, receptor de televisão e sistema operacional Android, o aparelho tem uma boa resolução em sua tela de 4 polegadas, o que favorece a visualização de programas de TV. Ele também permite que o usuário grave a programação, embora sua capacidade interna seja pequena, aceitando, no entanto, a adição de cartão de memória de até 32 GB.

O Atrix TV Dual Chip tem ainda receptor de rádio FM e câmera de 8 megapixels, além dos habituais aplicativos que podem ser obtidos online na loja Google Play. A Motorola anunciou também o modelo Atrix HD, uma evolução do original, mas por enquanto ele está à venda apenas nos Estados Unidos.

No Brasil, ele já caiu no gosto de muitas pessoas e já está entre os mais vendidos e já tem uma enorme procura no mercado.

Por G.Produções


As novidades no mercado de celulares e smartphones não param e desta vez a mais nova inovação vem da Motorola, pois a mesma anunciou no final de junho de 2012 o lançamento no Brasil do Razr Maxx – segundo aparelho integrante da família de celulares Razr.

Este novo aparelho já vem equipado com o sistema operacional Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich – versão mais recente – além de uma nova bateria com uma capacidade de 3.300 mAh e oferece, assim, uma autonomia ao celular de até 70% mais do que o Samsung Galaxy S III (seu principal concorrente neste segmento de mercado).

Outras características deste novo modelo são a sua tela de 4,3 polegadas com tecnologia Super AMOLED e resolução de 960 x 540 pixels, memória RAM com 1 gigabyte, processador dual-core com 1,2 GHz, câmera traseira com oito megapixels, suporte para uso de GPS e Glonass.

O Motorola Razr Maxx deve chegar ao mercado brasileiro ainda no segundo semestre do ano de 2012, mas seus preços ainda não foram divulgados, sendo que a primeira operadora que irá oferecer o aparelho será a Vivo, pois as negociações com as outras ainda estão em processo.

Portanto, para aqueles que gostam de celulares inovadores, que demoram para ser carregados e com muitas funcionalidades, em pouco tempo estará disponível para compra mais uma boa possibilidade.

Por Ana Camila Neves Morais


Os celulares com entrada para dois chips deixaram de ser novidade faz tempo, mas aparelhos com capacidade para três chips são novidades e com certeza ganham bastante destaque no mercado. E esse é o caso do novo celular lançado esta semana no Brasil pela Motorola, chamado de Motokey 3-Chip. O aparelho é o primeiro desta categoria a ser lançado no nosso país.

O Motokey 3-Chip possui uma aparência bem parecida com a do Motokey EX109 Mini. Enquanto que o hardware é bem simples com câmera de 2 megapixels, cartão de memória com 2 GB,  teclado QWERTY, rádio FM e MP3 player totalmente integrados.

Se por um lado o Motokey 3-Chip deixa a desejar no quesito design e hardware, ele não desaponta os viciados em redes sociais, pois um dos diferenciais do produto é uma tecla exclusiva para acesso rápido ao Facebook.

Segundo o diretor de produtos da Motorola no Brasil, Edson Bortolli, o conceito do produto é facilitar a conexão entre as pessoas. Ele afirma que atualmente ter acesso rápido para falar com as pessoas é uma prioridade e, por ter suporte para 3 chips, o Motokey 3-Chip é uma excelente ferramenta para esta tarefa.

O aparelho começará a ser vendido no começo deste mês, com preço sugerido de R$ 349.

Por Guilherme Marcon


Parece que desta vez a Apple, que tem ganhado algumas ações na justiça contra seus principais concorrentes, amargou uma dura derrota. A Comissão Internacional do Comércio anunciou esta semana um parecer favorável a Motorola em um processo envolvendo a quebra de patentes no iPhone e também no iPad.

Segundo o relatório que foi divulgado pela instituição, a quebra de patentes, neste caso, é referente à tecnologia de conectividade Wi-Fi dos dispositivos móveis que são comercializados pela Apple.

Apesar da divulgação deste parecer negativo, que acabou impactando até mesmo nos resultados das ações da Apple na bolsa de valores, a decisão ainda não é definitiva. Existe a possibilidade de a Apple conseguir reverter a situação em outras instâncias, então, por enquanto, não existe qualquer sanção contra a Apple.

No mesmo relatório, a Apple também está respondendo pela quebra de patentes de outras partes dos dispositivos móveis, mas que acabaram sendo desconsiderados do parecer final emitido pela IDC.

A Apple já comunicou oficialmente que vai recorrer desta decisão, alegando que a tecnologia utilizada para o Wi-Fi é padrão de mercado e que por isso não caracteriza a quebra e patente.


A Motorola já havia anunciado um novo smartphone no início do ano que teria a possibilidade de sintonizar canais de televisão com sinal digital. Porém, na época do lançamento deste aparelho em outros países, a Motorola não tinha confirmado se o smartphone seria lançado no Brasil. Mas agora se sabe que sim, ele será lançado em terras tupiniquins. O nome do celular que deve chegar por aqui é Motoluxe, o mesmo nome dado em outros países.

Segundo as informações que vazaram até o momento, o celular seria de especificações médias, ou seja, não vai ser um smartphone com grande capacidade técnica. Além disso, o telefone também deve vir com a plataforma Android, apesar de ainda não sabermos qual a versão será instalada no telefone.

Além disso, outras informações técnicas foram divulgadas, como processador de 1 GHz, câmera traseira de 8 megapixels e frontal VGA, tela de 4 polegadas, bateria de 1700 mAh e suporte para cartões microSD.

O celular já está homologado junto a Anatel, ou seja, seu lançamento será em breve, mas a empresa ainda não confirmou a data.


Após ter ficado muito tempo em silêncio, parece que finalmente a Motorola irá apresentar seus novos smartphones ao mercado de médio custo. A informação vem do site Android Guys, e, de acordo com ele, dois novos celulares com sistema Android Gingerbread serão os sucessores do Motoluxe.

Ainda não foram divulgadas oficialmente as configurações dos novos aparelhos da Motorola, mas na internet é possível encontrá-las, e pelo visto a empresa conseguirá atingir seu objetivo de agradar os consumidores menos exigentes.

Segundo o que circula na internet o aparelho é chamado de MT680 e terá processador com duas versões disponíveis: Dual-Core de 1 GHz ou Single Core de 1,5 GHz. O aparelho ainda conta com câmera de 5 megapixels e tela LCD com resolução de 480×800.

Já o outro modelo é chamado de XT760 e terá processador ST-Ericsson dual core de 1 GHz, tela LCD com resolução de 960×540 e uma câmera de 8 megapixels.

A Motorola ainda não divulgou a data e o país onde seus novos smartphones serão lançados, por enquanto a única coisa que nos resta é esperar por um pronunciamento oficial.

Por Guilherme Marcon


O Motorola XT316 é um smartphone surgido no segundo semestre do ano passado equipado com o Android 2.2 Froyo, o qual foi atualizado para o Android 2.3 Gingerbread, de acordo com uma promessa da Motorola.

A interface é Moto Switch, o que possibilita a divisão dos contatos, ou seja, permite separar os contactos pessoais dos contatos profissionais. Suporta redes WCDMA /GSM quad-band.

É muito leve, pesando apenas 110 gramas, e pequeno, medindo 116,5 x 58 x 13,45 mm. Possui uma ligação HSDPA 7,2 Mbps, com  display touch de 2.8 polegadas. Tem uma resolução de 320 x 240 pixels. O teclado é o universal, o QWERTY (semelhante ao de PCs) e o processador é o Qualcomm de 600MHz, com 256 MB de memória RAM.

Tem uma câmera de 3 megapixels, Bluetooth 2.1, com Wi-Fi 802.11 b/g/n, GPS, um sensor de proximidade e Rádio FM. A bateria não é muito potente, pois tem apenas 1420 mAh, mas é considerada como suficiente para este tipo de aparelho.

O Motorola XT316 é considerado uma versão menor do Droid Pro.


A tecnologia já existe há anos e foi adotada por várias fabricantes. No entanto, algumas empresas demoraram para colocar no mercado aparelhos dual chip, ou seja, que comportam dois cartões SIM diferentes.

A Motorola, uma das mais tradicionais fabricantes de celulares, começou a comercializar no Brasil o Motorola Fire, primeiro dual chip da companhia.

Com a novidade os usuários do smartphone podem colocar dois chips de companhias telefônicas diferentes no aparelho. Dessa forma é possível fazer mais economia ao realizar chamadas.

Além da vantagem da possibilidade de se colocar dois cartões SIM, o Motorola Fire também tem câmera de 3 megapixels, tela de 2,8 polegadas sensível ao toque e rádio FM. O cartão de memória que acompanha o aparelho tem 2 GB de espaço, mas é possível trocar até por 32 GB. A Motorola garante que em stand by a bateria dura cerca de 260 horas. O sistema operacional do aparelho é o Android 2.3, conhecido como Gingerbread, do Google.

Não foi divulgado oficialmente pela Motorola o preço médio do aparelho nas lojas brasileiras. Na internet o produto pode ser encontrado por cerca de R$ 700.

Por Mozart Artmann


A Motorola anunciou na última quinta-feira (3 de novembro) que começará a vender na metade do mês, provavelmente no dia 16, seu novo smartphone no Brasil. O Razr é uma repaginação do popular V3 e deve custar em torno de R$ 2 mil, na versão desbloqueada.

O aparelho é um dos mais finos da história da telefonia, com apenas 7,1 mm de espessura. Permite que os usuários se conectem tanto à rede 3G quanto à Wi-Fi, além de bluetooth. O Razr também conta com tecnologia 4G, ainda inexistente no Brasil.

O aparelho já está sendo vendido na China e nos Estados Unidos desde a metade do mês de outubro. No Brasil o modelo comercializado será igual ao norte-americano. O processador é de 1,2 GHz com dois núcleos. A memória RAM é de 1 GB e há 32 GB de espaço, sendo metade na memória interna e metade em um cartão de memória, que acompanha o Razr. A câmera de vídeo embutida é de oito megapixels e também faz filmagens em alta definição. Como de costume entre os smartphones mais modernos, a tela é sensível ao toque.

Por Mozart Artmann


O Blog This is My Next divulgou esta semana algumas informações sobre o hardware dos novos aparelhos da Motorola, o Droid Razr e o Xoom 2.

De acordo com as informações, o Motorola Droid Razr (também chamado de Droid HD e Spyder) deve vir com processador dual core de 1.2 GHZ, tela de 4.3 polegadas (resolução de 960×540 pixels), câmera traseira de 8MP (com capacidade filmar em até 1080p), câmera frontal HD, memória RAM de 1 GB e tecnologia 4G. O modelo pode chegar as lojas com uma configuração bastante semelhante ao o Droid Bionic, a diferença entre eles estaria apenas na tela qHD super AMOLED.

Já com relação ao Xoom 2, o tablet deve possuir tela de 10.1 polegadas, processador dual core de 1.2 GHZ, memória RAM de 1GB, câmera com capacidade para gravar vídeos em 1080p, além do Adobe Flash Player 11.

Por enquanto a empresa ainda não se pronunciou sobre as informações repassadas pelo blog. Até lá, só nos resta aguardar e torcer para que os produtos cheguem as lojas logo.


O site Big Genius Report divulgou esta semana novas fotos do que seria o novo Motorola Atrix 2. Além de diversas fotos, o site também divulgou algumas das possíveis características do novo aparelho.

Analisando um pouco os seus requisitos, não encontramos muita diferença do que já encontramos no seu antecessor Atrix 1. O novo smartphone deve ter processador de 1.2 ou 1.5 GHZ (o Atrix 1 apresenta processador de 1GHZ), sistema Android 2.3 (seu antecessor possuia a versão 2.2), câmera de 8MP (contra a de 5Mp do seu antecessor) e tela de 4.3 polegadas QHD (do Atrix 1 é de 4 polegadas).

Outro dado importante que foi divulgado é de que o aparelho deve chegar as lojas sem a tecnologia 4G.

Mais informações no site da BGR.


Nos últimos meses notei que a variedade de celulares dual-chip no mercado tem aumentado. De um ano para cá várias empresas lançaram seus modelos, principalmente Motorola e Samsung. Até então esse mercado era dominado pelos aparelhos fabricados na China. Agora uma pesquisa do instituto Nielsen concluiu que os jovens entre 15 e 24 anos são os maiores usuários desse tipo de celular.

Depois de entrevistar 5 mil pessoas em 10 capitais brasileiras, o Nielsen apurou que 22% (ou quase 1/5) dos jovens abordados preferem utilizar celulares dual-chip, que permitem utilizar os serviços de duas operadoras ao mesmo tempo. Apenas na Itália a preferência por celulares dual-chip é maior (29%).

E não foi só isso que a pesquisa apurou. O instituto de pesquisas revelou que a maioria esmagadora desses jovens (90%) são donos de aparelhos pré-pagos, e confessam ter optado por eles devido ao preço.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


Em parceria com a TIM, a Motorola Mobility coloca no mercado mais um celular com capacidade de operar com dois chips ao mesmo tempo: o Motorola EX128 Screen. E apesar de não ser um smartphone, o novo aparelho dual chip conta com alguns recursos só encontrados em celulares inteligentes, como a tela sensível ao toque (touchscreen) de 3.2 polegadas.

A tela não só tem tamanho semelhante à dos smartphones como também pode ser personalizada através de widgets que permitem acesso às redes sociais como Facebook e Twitter.

O EX128 também conta com outros recursos como uma câmera de 3MP, Bluetooth, Rádio FM, entrada USB e reprodutor de MP3. A memória interna é de apenas 50 MB, que pode ser ampliada com a ajuda de um cartão microSD de até 32 GB.

A parceria com a TIM permitirá que o aparelho tenha acesso à internet por R$ 0,50 por dia nos planos pré-pagos, e sem custo algum no pós por seis meses.

Foto: CDMidia

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Baguete


Todos os meses são lançados no mercado novos modelos de aparelhos celulares, novas funções, novo design, características diferentes, etc. Isso e muito mais é renovado e adaptado as atuais necessidades dos clientes. Até porque satisfazer a todos os gostos e também as necessidades não é tarefa fácil.

O Motorola Defy com MotoBlur segue a linha dos smartphones e pode ser considerado completo e de fácil manuseio, ele vem com entrada USB, câmera com 5 megapixels, flash, zoom digital, GPS, Bluetooth, Wi-fi, viva voz, MP3, MP4, display touchscreen com 3,7 polegadas, entre outras funções.

Esse aparelho da marca Motorola já está disponível nas lojas especializadas de todo o Brasil, custa em média R$1.200,00.

Para verificar as especificações técnicas e ver fotos acesse: www.motorola.com.

Por Milena Evelyn


A novela de grandes marcas brigando na justiça por direitos e usos de patentes acaba de ficar maior ainda. A novidade é o processo que a Apple abriu contra a Motorola por violação de patentes. A empresa de Steve Jobs afirma que a Motorola fez  uso indevido de suas patentes em diversos modelos, até mesmo nos Droid.

O motivo da “briga” é o uso de tecnologia ligada às telas sensíveis ao toque. Assim, os aparelhos que estariam em inconformidade com a lei seriam Droid, Droid 2, Droid X, Cliq, Cliq XT, BackFlip, Devour A555, Devour i1 e Charm.

A Motorola também já processa a Apple por uso de suas patentes no iPad, iPhone e iPod Touch. E assim segue a novela das patentes e processos.

Por Luísa Barwinski


Hoje é difícil ver um adolescente sem celular, e as fabricantes sabem que eles são um nicho muito interessante para se investir. Por isso, a Motorola bateu na mesma tela e lançou o Motorola Flipout, que se parece muito com o Motorola Cube. Com formato diferenciado – quadrado – o Flipout se destaca pelo visual e pela pegada forte nas redes sociais.

Com teclado QWERTY físico, conexão 3G, processador de 600 Mhz, Câmera de 3.1 MP, Wi-Fi, 512 MB de memória com expansão até 2 GB, GPS e rodando Android 2.1, ele já supera o Cube no quesito conexões, pois o outro acessava a internet via EDGE.

Apesar de descolado, quem quiser o Flipout vai ter que economizar a mesada, pois custando em média R$999,00, ele tem preço bem salgado para o público-alvo.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: INFO


Falar do lançamento de uma nova versão do iPhone sempre causa um frisson enorme. Não foi diferente com o iPhone 4 e sua tão esperada câmera capaz de filmar vídeos em HD, design mais fino e tela de alta definição. Contudo, não tardou muito para que encontrassem o calcanhar de Arquiles do cobiçado smartphone da Apple: a antena. Localizada no lado esquerdo do aparelho, verificou-se a perda de sinal ao segurá-lo com a mão esquerda – para infelicidade maior dos canhotos.

A Motorola viu toda a confusão e não marcou bobeira no seu novo aparelho "Droid X". A solução foi simples: o design do smartphone contempla antenas duplas para não cair no mesmo erro da má recepção do sinal.

Além disso, o Droid X trará 3G, WiFi, escrita SWYPE, processador de 1GHz, 8GB de memória interna, cartão microSD de 16GB pré-instalado, câmera de 8MP (que permitirá fazer vídeos em HD), porta HDMI e Android 2.2.

O lançamento do novo aparelho da Motorola está previsto para 15 de julho.

Por Antonio Lúcio


Nem todo mundo precisa de um celular cheio de recursos como câmera, aplicativos, tela sensível ao toque, etc. Por isso, as fabricantes desenvolvem modelos que têm como principal qualidade a simplicidade. É o caso do Motorola W180. Pequeno e leve, este celular cabe na palma da mão.

A agenda tem grande capacidade de armazenamento, e a bateria pode durar quase 10 horas em conversão. Já em standby, esse tempo pode atingir cerca de 465 horas. A tela tem 128×128 pixels, e o aparelho vem com 3 jogos instalados na memória.

O W180 conta com rádio FM e toques polifônicos. Mesmo sendo um modelo simples, ele aceita comandos por voz. Por outro lado, não há muitos softwares. Os principais são a calculadora e o conversor de moedas.

O preço do Motorola W180 pode ficar entre 69 reais e 99 reais dependendo da loja.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Motorola


A Motorora, juntamente com a Imagine Communication Group, desenvolveu o adaptador de celular WiMAX USBw 200 como parte do novo serviço da Imagine para atender escritórios residenciais e pequenas empresas.

Esse aparelho opera através da tecnologia plug and play – ou seja, a não ser que você tenha um computador que o Windows 95 seja uma novidade, você poderá conectar o celular.

O USBw200 oferece banda larga super rápida com ótimo desempenho de download e upload. Nesse aparelho, a transmissão de diversidade comutada é celebrada como a grande característica que faz dele uma ótima opção para escritórios residenciais e pequenas empresas.

Por Jeferson Vainer.


Ninguém sabe qual é o interesse da Motorola, mas o fato é que em breve a fabricante de celulares deve anunciar a compra de uma empresa chamada Azingo. Até aí não há nada de mais, afinal as fusões e aquisições estão na moda ultimamente. O que chama atenção nesse caso é o ramo de atuação da Azingo: desenvolvimento de sistema operacional para smartphones.

É verdade que quase ninguém ouviu falar nela. Mas se a informação for confirmada, indica que a Motorola quer seguir o caminho de outras fabricantes de celulares e adotar seu próprio SO, para desespero dos programadores do mundo todo.

Mas há uma questão que não pode deixar de ser levantada: a Motorola parece estar apostando massivamente no Android? Para se ter uma ideia, nessa semana a empresa realizou um evento em São Paulo justamente para divulgar informações aos desenvolvedores da plataforma open source do Google.

Então, não dá para entender o que está por trás dessa informação.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Meu Gadget


Com o slogan “Invente o Futuro”, acontecerá em São Paulo no dia 5 de Maio de 2010, no Hotel Transamérica o  MOTODEV Summit. Patrocinado pela Motorola, o evento já ocorreu em várias cidades do mundo, e é a primeira vez que vem ao Brasil.

O objetivo do encontro é reunir desenvolvedores cujo interesse seja o de programar para a plataforma Android. A ideia é oferecer informações para pessoas interessadas em aprender como criar aplicativos inovadores e oferecer aos milhões de usuários do sistema do Google.

Como o encontro é patrocinado pela Motorola, os participantes poderão testar o sistema em novos aparelhos da empresa baseados nessa plataforma. Enfim trata-se de uma ótima oportunidade para trocar ideias, ouvir especialistas no assunto e aprender com os tutoriais que serão apresentados. Este é o link para se inscrever no evento: http://developer.motorola.com/eventstraining/summit/brazil10/register

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Under Google


A novidade da Motorola para conexões wireless de banda larga é uma solução para criação de redes em longas distâncias e em áreas remotas. Problema para quem mora em áreas rurais, o aparelho da Motorola, o PMP 430, permite o estabelecimento de conexões wireless de banda larga em áreas inacessíveis.

De acordo com a Motorola, uma cobertura em áreas de até 64 quilômetros é possível. O aparelho é capaz de transferir dados, voz e vídeo, com uma taxa de transferência de mais de 160 Mbits/s.

A tecnologia da empresa necessita de alguns equipamentos. Uma antena de alto poder de transmissão e recepção e a tecnologia Orthogonal Frequency-Division Multiplexing (OFDM) – técnica de modulação que vem sendo adotada em sistemas com altas taxas de transmissão.

O PMP 430 também oferece alta qualidade na transmissão de voz e vídeo. Mais informações no site da Motorola. http://www.motorola.com/





CONTINUE NAVEGANDO: