O Vibe K5 é um aparelho intermediário que é ofertado por um preço relativamente baixo, e é indicado para aqueles que desejam adquirir um aparelho novo sem precisar investir um valor muito alto.

O modelo da Lenovo, o Vibe K5, foi lançado no Brasil no ano de 2016 e com ele, a marca tinha o objetivo de competir com outros celulares intermediários, por exemplo, o Moto G geração 3, Zenfone 5 e Quantum Go. O valor sugerido pela Lenovo para sua venda foi de R$ 999,00.

O celular possui uma tela de 5” Full HD (conta com a resolução de 1080 pixels x 1920 pixels), sua memória RAM é de 2 GB, conta com conexão 4G e o sistema operacional do modelo é o Android Lollipop.

O Vibe K5 possui ainda um processador que é octa-core Snapdragon 616, com 16 GB de armazenamento interno e com 5 megapixels na câmera de selfie.

O desempenho do aparelho e seu preço oferecem ao usuário um ótimo custo benefício se comparado com outros celulares da categoria.

Sobre o desempenho

Conforme já citado acima, seu processador é um octa-core Qualcomm Snapdragon 616 que funciona acompanhado de 2 GB de memória RAM

O aparelho tem capacidade de 16 GB de armazenamento interno, com possibilidade de expansão para até 32 GB, usando um cartão de memória (microSD).

O celular é Dual SIM e vem com a conectividade 4G. Também vem com Wi-Fi, 3G e Bluetooth.

O áudio é estéreo e conta com a Dolby Atmos, uma tecnologia capaz de entregar graves bem nítidos e com boa potência.

Sistema operacional

O Sistema presente no Vibe K5 é o Android Lollipop.

Sobre o design

Em relação ao design, o modelo foi disponibilizado em três cores: grafite, dourado e prata.

O acabamento dele é em tom metálico, o aparelho é fino e leve com um peso de 150 g (possui dimensões de 142 mm x 71 mm x 8,2 mm), além disso, os botões físicos dele estão localizados na lateral do aparelho.

Sobre a Tela

A tela de 5" é de LCD TFT e Full HD. Essa tela entrega ao usuário uma resolução suficiente, para que ele consiga assistir vídeos com alta qualidade, jogar com ótimos gráficos e utilizar outras funções de navegação, por exemplo as redes sociais. Tudo isso pode ser realizado sem que as imagens sejam mostradas com os pixels aparentes.

Sobre as Câmeras

A câmera traseira do telefone é de 13 MP, possui flash, modo panorâmico e modo HDR.

A câmera frontal é de 5 MP e possui acionamento automático através de gesto e a função de embelezamento do rosto.

Sobre a Bateria

A aparelho vem com bateria de lítio com 2.750 mAh. O tempo de duração dela depende da quantidade de uso, já que o carregamento acaba mais rapidamente quando o usuário assiste vídeos por muito tempo.

Sobre o valor sugerido

Na loja virtual da marca, o aparelho é vendido pelo valor de R$ 949,00 se for à vista ou por R$ 999,00 se for parcelado.

Apesar de ser por esse o valor que a Lenovo vende o smartphone, em várias lojas nacionais é possível encontrá-lo por valores menores, a partir de R$ 782,00.

O Vibe K5 é um aparelho intermediário que é ofertado por um preço relativamente baixo, é indicado principalmente para aqueles que desejam adquirir um aparelho novo sem precisar investir um valor muito alto.

É um excelente custo benefício, pois apesar de seu preço não ser tão alto, entrega ao usuário um bom desempenho e uma tela de qualidade.

Há também a bateria que possui um desempenho ok, tem internet 4G e a estética do aparelho também é bem interessante.

Com ele o usuário vai conseguir acessar suas redes sociais, navegar na web, assistir aos seus vídeos e abrir jogos mais exigentes tranquilamente, e o melhor, gastando pouco.

Por Rosângela Rodrigues

Lenovo Vibe K5


Modelo tem boas características, mas deixa a desejar em alguns quesitos.

O Lenovo Vibe K5 é um celular considerado de bom nível. Chegou ao mercado com o sistema operacional Android e tela de 5 polegadas touchscreen. O dispositivo, lançado no início de 2016, é equipado com todos os recursos de conectividade e navegação a exemplo do GPS, Wi-Fi e LTE 4G. A câmera principal conta com 13 megapixels com resolução de 4160×3120.

Lenovo Vibe K5 – Desempenho

A ficha técnica do Vibe K5 é interessante para um aparelho intermediário. Temos 2GB de memória RAM, 16GB de memória interna com a possibilidade de expansão para até 32GB via cartão microSD. O processador que integra o dispositivo é o Snapdragon 616 octa-core da Qualcomm.

A velocidade de processamento do Vibe K5 não impressiona. Está dentro do esperado. Entretanto, em algumas situações o aparelho apresenta um desempenho duvidoso chegando a ter travamentos em ações simples. Apesar disso, vale lembrar que não é algo recorrente no aparelho, então, não deve prejudicar o usuário ou o seu uso em relação ao dispositivo.

Da mesma forma que boa parte de seus concorrentes, o Lenovo Vibe K5 chegou ao mercado com o sistema operacional Android 5.1.1 (Lollipop) com algumas modificações na interface e aplicativos pré-instalados. Vale destaque que temos aqui o Google Now Launcher. Com isso, se o usuário quiser ele poderá instalar a interface do Android puro que, como bem sabemos, garante mais fluidez e melhor desempenho ao sistema.

O Lenovo Vibe K5 perde em desempenho para alguns dos principais concorrentes como, por exemplo, o Moto G3. Sendo assim, o consumidor que quiser adquirir esse aparelho tem que ter consciência que o seu foco não envolve potência. Por outro lado, pode ser uma opção interessante se o objetivo for um smartphone que dê conta das atividades básicas do dia a dia.

Lenovo Vibe K5 – Câmeras

Temos aqui um dos destaques positivos do Lenovo Vibe K5. O sensor frontal que conta com 5 polegadas consegue entregar fotos com boa definição e qualidade de cores equilibradas. Aliás, vale destacar que essa câmera não tem flash frontal! Bom, o fato é que se o objetivo for fazer selfies os usuários não terão grandes dificuldades para conseguir imagens de qualidade.

Se por um lado a câmera frontal agrada, não podemos dizer o mesmo da câmera traseira. O sensor possui 13 megapixels e, em muitas situações, especialmente em casos de ambientes poucos iluminados, as fotos costumam sair granuladas e embaçadas. Uma câmera principal simples, de fato, não foi uma sacada interessante por parte da fabricante.

Lenovo Vibe K5 – Tela

Outra boa qualidade do Vibe K5 é a sua tela. Em linhas gerais, podemos dizer que o display consegue lidar muito bem não apenas com os seus concorrentes, mas até com alguns modelos de categoria topo de linha. Temos 5 polegadas com resolução Full HD (1080 x 1920), a densidade de pixels chega a 441 ppi. Para termos uma ideia da qualidade, basta observar que o Moto G3, seu concorrente, tem uma densidade bem menor de 294 ppi.

Vale a pena comprar o Lenovo Vibe K5

O Lenovo Vibe K5 pode ser encontrado no comércio eletrônico por valores entre R$550 e R$799, vale uma boa pesquisa para economizar na hora da compra. Grande parte das características e especificações técnicas desse dispositivo consegue agradar boa parte dos usuários. Na hora de fazer a escolha o consumidor poderá fazer uma consideração simples: é mais importante um design elegante, uma boa câmera de selfies e uma tela de qualidade ou mais velocidade.

Para o primeiro caso ele pode ser uma boa opção. Se o foco é velocidade, talvez seja interessante dar uma olhada nos demais dispositivos que se encaixam na categoria dos intermediários.

Por Denisson A. Soares

Lenovo Vibe K5


Modelo não deixa a desejar aos seus concorrentes, fazendo as mesmas funções com a certeza de que o resultado obtido não vai decepcionar aos usuários mais exigentes.

Para quem pretende ter um smartphone com várias funções semelhantes aos já existentes no mercado e considerados os melhores, o novo Lenovo Vibe K5 aparece como uma boa opção do mercado, principalmente para quem não dispõe de uma boa grana para adquirir um modelo mais avançado.

Sem deixar nada a desejar aos seus concorrentes mais sofisticados, o novo K5 pode realizar as mesmas funções com a certeza de que o resultado obtido não vai decepcionar principalmente aos usuários mais exigentes.

Boa conexão para todos os gostos

Para começar, o novo Vibe K5 foi projetado especialmente para quem gosta ou precisa estar conectado durante as 24 horas do dia.

Neste sentido, a conexão com a internet é feita através do sistema LTE, que opera em 4G. Com isso, os usuários do novo modelo poderão dispor da capacidade de conexão via Wi-Fi e GPS para trabalhar ou simplesmente se divertir on-line. Segundo a avaliação dos especialistas, a capacidade de navegação na rede é muito boa, o que faz do smartphone uma boa opção para quem não pode gastar muito.

Recursos de multimídia para todos os gostos

Os usuários que procuram uma opção em que possam dispor de todos os recursos audiovisuais e de multimídia, o novo Vibe K5 aparece como uma boa alternativa. A fabricante Lenovo resolveu investir todas as fichas num público que procura aliar trabalho e diversão.

Deste modo, o novo smartphone traz uma série de recursos multimídia como acesso a rádios, videoconferência, leitor multimídia e a conexão via Bluetooth um recurso usado para permitir que o novo aparelho possa se conectar a outros smartphones e compartilhar de experiências áudio visuais mais completas.

O novo Vibe K5 pode impressionar pelo seu poder de processamento

Para que tantos usuários experientes quanto os mais novatos possam ter a melhor experiência com o novo modelo, a Lenovo tratou de investir também e desempenho e alta performance. Para tal, o novo modelo vem de fábrica não com um, mas com dois processadores do tipo Quad-Core, sendo um com 1.Ghz e outro com 1.2Ghz de processamento. O resultado final é um aparelho que pode suportar o funcionamento de vários apps ao mesmo tempo, sem a possibilidade de travamentos recorrentes ou queda de seu desempenho para aplicativos que requeiram mais memória para rodar.

Com relação ainda à sua capacidade de processamento interno, o novo K5 Vibe possui 2Gb de capacidade de processamento e um memória interna de dados de 16Gb. Caso queira mais capacidade, o usuário pode adicionar um cartão de dados do tipo micro SD e ampliar a sua capacidade até os 32Gb.

Bom para tirar fotos e fazer vídeos

Como um dos objetivos da Lenovo é a satisfação de seus usuários que adoram abusar de recursos como fotos e vídeos, o novo modelo descrito vem com duas câmeras integradas.

A primeira, localizada na parte traseira do aparelho possui 13 megapixels de capacidade e é capaz de produzir fotos com uma incrível resolução de 4160x 3120 pixels, além de incríveis vídeos em alta definição com uma resolução de 1920×1080 pixels.

A segunda câmera localizada na parte frontal do aparelho possui a capacidade de 5 megapixels e foi projetada especialmente para quem gosta de sair por aí fazendo os famosos ‘selfies’.

Para que as fotos saíam perfeitas, a Lenovo tratou de equipar o seu novo modelo com um sistema automático de detecção facial, além do sistema de flash embutido de LED, um bom recurso para quem não tem muita experiência com fotos e quer sempre um bom resultado no que produz.

Outro ponto que chama a atenção no modelo da Lenovo é sua leveza e discrição. Para quem gosta de um aparelho discreto, sem abrir mão da elegância, o novo Vibe K5 encanta pela sua marcante fineza de seus incríveis 8,2 milímetros e seus 150 gramas de peso.

Para quem se liga em cores, o novo Vibe K5 está disponível nas lojas em três versões: prata, dourada e grafite.

Por Emmanoel Gomes

Lenovo Vibe K5


Confira aqui o preço e a ficha técnica do Lenovo Vibe C2.

É visível que os preços estão exorbitantes quando falamos do mercado de smartphones no Brasil, com valores que chegam a quase cinco mil reais. E se você está em busca de um celular barato, mas que atenda muito bem as suas necessidades básica, apresentamos o Vibe C2.

Se a sua ideia é gastar pouco e ter um bom celular, o modelo da marca Lenovo será comercializado nas lojas de varejo por preços a partir de R$ 490. O preço pode ser justificado, inicialmente, pelo seu acabamento, que é em plástico e relativamente simples em relação aos demais aparelhos.

Com tela de 5 polegadas em HD (720 x 1280 pixels), o modelo Vibe C2 pesa 135 gramas e reproduz as imagens com uma grande nitidez de cores. Outro agregado é em relação ao áudio, que apresenta as músicas com perfeição e poucas distorções. Ainda, o aparelho vem com um fone de ouvido compatível com o mesmo.

A bateria é de 2.750 mAh, de rápido carregamento. Esse é, inclusive, um dos grandes diferenciais, uma vez que os smartphones dessa faixa de preço normalmente demoram muito para serem carregados.

O processador do mesmo é de quatro núcleos, sendo a memória RAM de 1 GB. Sendo assim, seu desempenho tende a desejar, sendo considerado mediano.

Por outro lado, não se espera problemas quanto a conexão com alguns aplicativos básicos, como contas de e-mail, Whatsapp e outros. Basta, todavia, evitar o uso de vários apps simultaneamente, uma vez que, por conta disso, podem haver alguns travamentos do aparelho.

Outra dica importante é o armazenamento em nuvem de arquivos, uma vez que o armazenamento interno dá conta de 16 GB, que são rapidamente consumidos por conteúdos baixados. Para expandir a memória, ainda pode-se utilizar um cartão de memória de 32 GB.

Em relação à câmera, essa possui uma principal de 8 MP e uma frontal sem flash de 5 MP. Sendo assim, fotos de boa qualidade são esperadas e não vão decepcionar os usuários.

Com comercialização no Brasil desde metade do ano passado, o Vibe C2 é com certeza um achado em um mercado cada vez mais competitivo e, pode-se dizer, caro. Por isso, essa pode e deve ser uma boa opção para você que espera um bom custo benefício de um aparelho.

Kellen Kunz


Novo smartphone da Lenovo é focado no público que busca um aparelho de baixo custa. Saiba mais sobre o aparelho.

Nesta última semana, do mês julho, a Lenovo anunciou o lançamento oficial aqui no Brasil do Vibe C2, o seu mais novo dispositivo de baixo custo. O aparelho apresenta configurações simplistas. Vamos ver alguns detalhes.

Apesar das configurações relativamente modestas, o Vibe C2 chegará com a última versão do sistema operacional Android, a 6.0 Marshmallow. Entretanto, não fica claro se os usuários poderão atualizar a versão no futuro. Outro ponto que se destacou foi a autonomia da bateria. Ela conta com 2.750 mAh e vem com tecnologia de carregamento rápido. Isso ajuda bastante aquelas pessoas que precisam usar o celular por muito tempo.

No interior do dispositivo vamos encontrar um processador Mediatek MT6735P. Aqui há um núcleo quádruplo e clock de 1 GHz. A memória RAM conta com 1 GB. Já para armazenamento interno temos 16 GB. Entretanto, esse potencial pode ser expandido de acordo com a vontade do usuário para até 32 GB com o uso de cartões microSD. A câmera traseira vem com 8 megapixels, enquanto que a frontal conta com 5MP.

O novo aparelho da Lenovo ainda traz suporte para dois chips. Neste caso, o primeiro slot possui ainda conectividade para 4G e o segundo permanece oferecendo suporte para 3G.

O Vibe C2 tem botões físicos de maneira que o display do aparelho poderá ser melhor usado para as imagens que podem ter resolução de até 1280 por 720 pixels.

Com relação ao design, vamos encontrar um aparelho bem simples. Seu corpo é de plástico, mas conta com linhas elegantes. A entrada para o fone de ouvido fica situada na parte superior do dispositivo, assim como o flash para câmera traseira. Interessante notar que o sensor da câmera é bem pequeno, contando apenas com ¼ de polegada.

O dispositivo poderá ser encontrado em duas opções de cores, sendo preto e branco.

De acordo com informações da fabricante, o Vibe C2 já estará sendo disponibilizado para os consumidores a partir dos últimos dias desse mês de julho, nas principais lojas do país. Com a compra à vista e os descontos os preços do novo aparelho podem cair para R$ 630.

Para quem não quer gastar muito nesse tempo de crise, aí está mais uma opção!

Por Denisson Soares


Novo modelo promete excelente hardware e custará cerca de US$ 415.

As empresas chinesas Qihoo e Lenovo anunciaram essa semana um novo smartphone. Com a marca ZUK, o aparelho conta com especificações bastante interessantes, incluindo 6 GB de memória RAM. O aparelho é fruto de uma parceria das duas empresas, que iniciou no ano passado com o lançamento do Z1. Neste ano, a ZUK tem como objetivo oferecer um smartphone com um excelente hardware com um preço acessível.

O Z2 Pro custa em torno de US$ 415, valor acima do esperado nos diversos rumores que rondaram a internet nas últimas semanas. O aparelho conta com 128 GB de armazenamento interno e com inúmeros sensores para oferecer dados precisos na prática de atividades físicas, que incluem oxigenação sanguínea, frequência cardíaca e detecção de raios ultravioletas.

O ZUK Z2 Pro conta com uma tela AMOLED de 5,2 polegadas e resolução Full HD. Seu processador é um Qualcomm Snapgradon 820 QuadCore, rodando a 2,1 GHz, aliado a 6 GB e memória RAM. A câmera principal do aparelho tem 13 megapixels (com f/1.8) e foco automático, enquanto a câmera frontal é de 8 megapixels.

O Z2 Pro também conta com um sensor biométrico para permitir acesso com segurança ao aparelho e também é equipado com uma tecnologia de auto aprendizado que se torna mais eficaz a medida que é utilizado. Sua bateria tem uma autonomia de 3.100 mAh. Seguindo a tendência, o dispositivo acompanha uma porta USB C. Seu design não foi deixado de lado. O aparelho é bastante atraente com um corpo em metal e traseira em vidro. Um outro detalhe que chama atenção no ZUK Z2 Pro é o suporte ao iCloud da Apple. Os usuários poderão obter acesso aos backups realizados em iPhones, podendo baixar qualquer arquivo armazenado na nuvem. Seu sistema operacional de fábrica é o Android 6.0 Marshmallow. A ZUK adaptou o sistema inserindo uma interface customizada proprietária, a ZUI. A empresa disponibilizará uma versão mais barata do aparelho com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno.

Ainda não há qualquer informação sobre quais países ele estará disponível. No entanto, é bem difícil que ele desembarque em território brasileiro. A expectativa é que o Z2 Pro chegue aos Estados Unidos. Sendo assim, se você está interessado no aparelho, poderá utilizar algum meio para importar o aparelho, que deverá ter um preço atraente mesmo com a conversão do dólar e os impostos aplicados.


Smartphones contam com bom sistema de áudio e corpo todo feito em metal.

A marca chinesa Lenovo, segue investindo pesado para conseguir cada vez mais espaço entre as grandes empresas do mercado de smartphones, tendo comprado, inclusive, a respeitada Motorola. Agora, na MWC (Mobile World Congress) deste ano, a empresa tratou de apresentar os dois novos smartphones da linha ''K'' para seus consumidores.

A conferência aconteceu na cidade de Barcelona, na Espanha, e os dois novos aparelhos anunciados são o Vibe K5 e o Vibe K5 Plus, ambos modelos intermediários da marca chinesa. Se comparados, os dois smartphones não possuem grandes diferenças entre si, seguindo apenas o padrão do mercado de se lançar uma versão ''comum'' e outra ''turbinada'' do mesmo dispositivo.

Um dos pontos fortes dos dois dispositivos segundo a Lenovo, é a performance agradável dos aparelhos, unida de um custo abaixo do cobrado comumente no mercado por smartphones com essas configurações. Tal alegação, nos faz lembrar da linha Moto G e E da Motorola, subsidiária da marca chinesa, que também oferecem boas configurações por um bom preço.

Um dos pontos mais destacados pela Lenovo na conferência, foi o potencial do áudio dos smartphones, que contam com o sistema Dolby Atmon, junto de dois alto-falantes para garantir a melhor qualidade possível aos usuários que gostam de ouvir músicas nos dispositivos.

Outro ponto considerado não apenas positivo, mas também um atraente para o dispositivo, é seu corpo todo feito em metal, que acaba por deixar o já belo visual, disponível tanto na cor prata como dourada, dos smartphones, ainda mais atraente. Isso sem falar que é difícil encontrar smartphones intermediários com corpo em metal.

O preço dos smartphones também é, de fato, extremamente baixo, sendo que o Vibe K5 custa apenas US$ 129, enquanto o Vibe K5 Plus custa um pouco mais, US$ 149, não há nenhuma informação divulgada pela marca a respeito do lançamento dos dispositivos no Brasil.

O Vibe K5 conta com uma tela de 5 polegadas HD, 2GB de RAM, chipset Snapdragon 415 com um processador octa-core e GPU 405, além de 16GB de memória interna expansível por microSD e câmera principal com 13 megapixels flash e frontal de 5 megapixels. O dispositivo tem 2.750 mAh de bateria e roda o Android 5.1

Enquanto isso, a versão Plus conta também 5 polegadas, porém, Full HD, chipset Snapdragon 616 com processador octa-core e GPU 405, 2GB de RAM, câmera principal de 13 megapixels e frontal de 5 megapixels, junto de 16GB de armazenamento interno expansível por microSD, bateria de 2.750 mAh e o Android 5.1.

Por Isis Genari

Lenovo Vibe K5

Lenovo Vibe K5 Plus

Fotos: Divulgação


Aparelho é direcionado para o público que gosta de selfies e ainda não possui previsão de lançamento no Brasil.

Passando por um momento de transição, após a compra definitiva da Motorola, uma das mais conhecidas do mundo, a Lenovo continua ganhando espaço (e dinheiro) no mercado, lançando cada vez mais smartphones de entrada, intermediários e high-end. E após anunciar o seu novo smartphone de entrada, o Lemon 3, o novo lançamento da marca se trata do Lenovo K5 Note.

O smartphone é intermediário, com um visual que lembra de certa forma os dos smartphones da já quase ''falecida'' Motorola. O aparelho conta com uma tela de 5,5 Polegadas Full HD, sendo mais um a entrar no mercado dos ''phablets''.

Embora se trate de um modelo intermediário, a Lenovo investiu em um leitor de impressões digitais, já comum a certo tempo nos smartphones high-ends de praticamente todas as marcas, assim como havia feito com o Vibe A7010, no ano passado.

Além da tela chamativa, o novo smartphone da Lenovo chega ao mercado contando com o chipset MediaTek Helio P10 64-bit octa-core de 1.8GHz , 2GB de RAM, placa gráfica Mali-T860, bateria de 3.500mAh com sistema para carregamento rápido, 16GB de memória interna (expansível via cartão microSD), câmera principal de 8 Megapixels e frontal de 13 Megapixels, além do Android 5.1 Lollipop.

O que chama a atenção de imediato no dispositivo é sua câmera frontal, com mais pixels que a traseira, mostrando o objetivo da empresa chinesa com o smartphone: O público jovem e suas selfies. A bateria do smartphone, por se tratar de um modelo intermediário, também não decepciona, embora não seja muito, mas os usuários podem passar horas e horas a fio navegando pela WEB, o que é compensado com o sistema de carregamento rápido presente no aparelho.

O chipset com clock máximo em 1,8 GHz também está dentro do padrão dos smartphones intermediários e sua memória RAM é um pouco inferior a modelos parecidos, com 3GB ou no mínimo 2,5GB.

O smartphone foi lançado nas cores dourado e prata. Embora ainda não haja previsão de lançamento, tanto no Brasil como em outros mercados, o preço praticado na China, na conversão para o real, é de cerca de R$ 683, desconsiderando os altos impostos que ainda elevarão o preço do dispositivo no mercado nacional.

Por Isis Genari.


Novo modelo apresenta um design bem atrativo, contando com uma estrutura metálica, além de um bom hardware.

A Lenovo anunciou no dia 12 de janeiro, o lançamento de seu novo smartphone, o Lemon 3. Aparelho de entrada que deve concorrer com o Redmi 3, também anunciado recentemente pela sua concorrente chinesa, Xiaomi.

O smartphone apresenta um design bem atrativo, contando com uma estrutura metálica, além de um bom hardware. Vale ressaltar, que o Lemon 3, não deve chegar ao mercado internacional, com esse nome, inclusive no Brasil, onde o Lemon deve ser o sucessor do K3.

Em comparação ao Redmi 3, as configurações são parecidas, intermediárias e o maior atrativo é sem sombra de dúvidas, o baixo custo de ambos.

O Lemon 3 chega ao mercado contando com 5 Polegadas, com sua tela em Full HD, uma das vantagens que o smartphone da Lenovo, leva sobre o de sua concorrente, que possui o mesmo tamanho, mas resolução apenas em HD.

O aparelho ainda conta com 2GB de RAM, 16GB de armazenamento interno expansível, e o chipset Snapdragon 616 octa-core que conta com 1,5 GHz. O Lemon 3 ainda conta também com a tecnologia Dolby Atmos, que vem sendo rotineiramente utilizada nos smartphones da Lenovo, para alto-falantes duplos.

Contando com Flash, sua câmera principal conta com 13 Megapixels, e 5 Megapixels na parte frontal. Além de Dual Ship, o smartphone conta com a tecnologia 4G.

Na bateria, é que o Lemon 3 decepciona, possuindo apenas 2.750mAh, muito abaixo dos 4.100mAh, do Redmi 3. Entretanto, esse fator não é decisivo para o desempenho do smartphone ser inferior ao de seu concorrente, que depende muito mais do comportamento dos componentes internos e da otimização do software. De qualquer maneira, o menor tempo de uso, deverá incomodar vários consumidores que optarem pelo Lemon.

O valor do Lemon 3 é o mesmo do Redmi 3, US$ 105, algo em torno de R$ 420, na cotação atual do dólar, ainda sem considerar os altos impostos que deveremos pagar.

Por Isis Genari

Lemon 3

Foto: Divulgação


Lenovo tem planos de acabar com as linhas Moto E e Moto G da Motorola.

Uma notícia recente desagradou e causou surpresa em diversos brasileiros, fãs dos smartphones da Motorola. A Lenovo, empresa chinesa, dona da Motorola, teria planos para acabar com as linhas Moto E e Moto G, duas das que mais fazem sucesso em solo tupiniquim. A empresa já havia anunciado que irá acabar com a marca Motorola.

A informação do suposto fim das linhas, foi dada por Chen Xudong, vice-presidente da Lenovo. As linhas E e G, teriam fim graças ao fato de que, com a unificação completa das marcas, haveria uma junção dos produtos de ambas, e para os smartphones de baixo custo, uma nova linha da Lenovo tomaria conta desse mercado.

Porém, com os modelos de 2016 já definidos e com o enorme sucesso que as linhas fazem no Brasil e em países emergentes, a Motorola Brasil, comunicou que houve um mal-entendido nas declarações de Xudong. A empresa afirmou que tanto o Moto E como o Moto G, fazem parte do planejamento da empresa para o ano de 2016.

Entretanto, o comunicado da empresa apenas garante as duas linhas de sucesso para 2016, ficando uma dúvida sobre a continuidade em 2017. O desejo da Lenovo é reformular a linha de smartphones de linha básica, com o ''Moto by Lenovo''.

Além da ''morte'' da Motorola, a Lenovo também anunciou novas tendências para suas produções com a unificação das marcas, como a adoção completa do sensor biométrico, telas grandes, nova versão do Android, unindo o que há de melhor na versão da Lenovo e da Motorola, e maior foco em dispositivos intermediários no mercado e high-end nos próximos anos.

Embora a notícia possa parecer péssima, mesmo não imediata, para os brasileiros, mesmo as duas linhas chegando ao fim, evidentemente a Lenovo lançaria uma nova linha de smartphones de entrada, que já teria inclusive um nome, como reportado na notícia, e ao menos a princípio, não deve haver uma grande diferença de preço e custo-benefício com o hardware, podendo até mesmo, gerar produtos ainda melhores para o mercado nacional.

Por Isis Genari

Moto G

Foto: Divulgação


Modelo será fabricado no Brasil e custará R$ 1.299.

A fabricante chinesa Lenovo lançou sua primeira linha de smartphone no mercado brasileiro. Já disponível no mercado da China, o aparelho chegará ao país com especificações intermediárias e com preço acessível para os que querem trocar de aparelho.

O Vibe A7010 será fabricado em território brasileiro e custará R$ 1.299. Ainda não há qualquer previsão de que esteja disponível no mercado brasileiro.   

O primeiro smartphone da marca Lenovo no Brasil contará com uma configuração bastante interessante para sua faixa de preço. Ele conta com uma tela de 5,5 polegadas com resolução Full HD e tecnologia IPS. Além disso, ele virá com suporte à conectividade 4G e Dual-SIM. Seu processador é um MT6752 de 64 bits Octa-Core, aliado a 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. O Vibe A7010 suporta cartão MicroSD de até 128 GB.   

A câmera principal do smartphone possui 13 megapixels e a frontal 5 megapixels, suficiente para selfies de qualidade. O software da câmera possui algumas funções bastante interessantes como controle gestual e funções para melhorar as fotografias faciais. A bateria do Vibe A7010 possui 3.300 mAh e é suficiente para aguentar um dia de uso. Há também um leitor de impressões digitais, algo bastante raro em um smartphone desta faixa de preço.   

Algo que chamou a atenção foi o sistema de som do aparelho. Ele possui três microfones para eliminar ruídos e um codec Wolfson, que proporciona melhor qualidade de áudio em conversas. Além disso, o smartphone possui um sistema de som Dolby Atmos. O Vibe A7010 possui dois alto-falantes.  

O design do aparelho também é atraente, até mesmo para os mais exigentes. Ele possui uma traseira curvada, removível e de plástico. De fábrica, o Vibe A7010 sairá com o Android Lollipop (5.1), com algumas modificações de interface da Lenovo. Apesar das customizações no sistema, ele roda bastante fluído e sem engasgos. Agora, o que resta é aguardarmos pela disponibilidade do aparelho no mercado brasileiro o mais breve possível.

Por William Nascimento

Lenovo Vibe A7010

Lenovo Vibe A7010

Fotos: Divulgação


O ano iniciou-se há poucos dias, mas as empresas de informática trazem grandes novidades para os consumidores. A Lenovo anunciou no evento CES 2015 vários modelos portáteis que devem ser lançados ao longo do ano.

O ThinkPad Carbon X1 foi o modelo que chamou a atenção durante a apresentação da Lenovo durante o evento. O aparelho foi projetado para os consumidores que necessitam de praticidade, mobilidade e um bom desempenho em frente ao monitor.

O ultrabook deve contar com processador i7 de quinta geração, sistema operacional Windows 8.1, tela de 14 polegadas touchscreen com resolução WQHD (2560×1440), 8 GB de memória RAM DDR3 e armazenamento SSD de até 512 GB. A qualidade de imagem deverá ter bom desempenho, já que o processador conta com GPU integrada Intel HD GT2.

Possui conexão USB 3.0, que permite ao usuário a transmissão de dados de forma rápida. O consumidor também poderá conectar o seu notebook a um monitor ou televisão graças ao suporte HDMI presente no modelo. Conexões de internet, OneLink, MiniDP, cartões SD e headphone também estão presentes.

A tecnologia de conexão Wi-Fi do aparelho promete captar o sinal de internet com precisão. Além disso, o dispositivo possui Bluetooth 4.0 integrado, o que se torna um ponto a mais para a empresa. A câmera do ultrabook é de boa qualidade – possui resolução de 720p – o que garante uma excelente imagem para fotografias e conferencias de vídeo.

A bateria possui autonomia de praticamente 10,9 horas com uso moderado. O que é considerado excelente já que a maioria dos dispositivos desse segmento possui autonomia média de seis horas. O peso do produto também não será problema para os consumidores, o aparelho deverá pesar 1,31 Kg.

A empresa anunciou que o modelo foi fabricado em comemoração as 100 milhões de unidades vendidas nos últimos anos. O dispositivo deve chegar ao mercado norte americano ainda no mês de Janeiro, e o preço de lançamento deve ser de US$ 1.249.

Por Wendel George Peripato

Lenovo ThinkPad Carbon X1

Lenovo ThinkPad Carbon X1

Fotos: Divulgação


A Lenovo expandiu o seu mercado de smartphones comprando a Motorola, empresa que tinha sido comprada pelo Google em 2011. A divisão de celulares da Motorola foi comercializada pelo valor de US$ 2,9 bilhões, contudo, não atendeu as expectativas, gerando cada vez mais prejuízo ao Google. Para se ter uma ideia, o Google pagou US$ 11,5 bilhões pela divisão de celulares da Motorola, que tinha planos ambiciosos de produzir seu próprio celular. A intenção era de produzir aparelhos com Android original, também do Google.

O prejuízo só não foi maior porque o Google ficou com as patentes da Motorola. Em uma jogada de mercado, o Google comprou 5,9% das ações da Lenovo no mercado de Honk Kong, o que aumentou o valor das ações de ambas as empresas. A Lenovo, líder mundial na venda de PCs, deve produzir mais aparelhos com o sistema Android e também entrar mais intensamente no mercado americano. Pontos como a valorização da imagem da Motorola devem ser favoráveis, tendo em vista que o plano de negócio traçado pelo Google terá continuidade, mesmo com o novo dono.

Não há dúvidas de que a Lenovo pode ter problemas com a nova compra, como teve com a CCE, mas haverá mais benefícios, principalmente pelo número de clientes. Somadas, as vendas de celulares da Lenovo e da Motorola chegaram a 60 milhões de aparelhos, o que representa 6% do mercado. Dessa forma, a empresa passará a LG e a Huawei, ficando atrás somente da Samsung e da Apple, as atuais líderes de vendas mundiais.

O Google também concentrará esforços no Android, buscando inclusive acordos com a coreana Samsung. Mais informações sobre esses acordos e como a empresa sul-coreana vai se posicionar é algo que precisaremos esperar para saber. Espera-se que a transação de compra ocorra nos próximos meses, quando os órgãos regulatórios de concorrência dos EUA e da China aprovem o negócio.

Por Robson Quirino de Moraes


A Lenovo está lançando mais um modelo interessante no mercado de celulares e smartphones e a novidade da vez é o IdeaPhone P770.

Este smartphone da marca chinesa possui 11,7 milímetros de espessura, tela com 4,5 polegadas qHD, armazenamento de 4 GB, câmera com 5 megapixels e processador Dual-Core com 1,2 GHz.

Mas a grande novidade deste aparelho é a sua bateria com 3.500 mAh que fornece ao celular uma autonomia para recarga de até 29 horas além de vir equipado com o Android 4.1 Jelly Bean.

O IdeaPhone P770 já está à venda na China por aproximadamente R$600,00, mas ainda não possui data prevista para estar disponível no restante do mundo.

Fonte: Engadget

Por Ana Camila Neves Morais


Essa tem sido uma das edições mais intensas e surpreendentes da CES (Consumer Electronics Show), a maior feira de consumo tecnológico do mundo.

Entre o dia 10 e o dia 13 de janeiro de 2012, Los Angeles foi o palco para a apresentação de produtos revolucionários. Um bom exemplo disso é o Lenovo K800. Trata-se do primeiro smartphone a ser produzido com processadores da Intel.

A tela do aparelho possui 4,5 polegadas e resolução de até 720p. Além disso, o eletrônico é integrado com sensores para capturar imagens em alta resolução, tira até 10 fotografias rápidas em apenas um segundo e possui o melhor aproveitamento de bateria em relação aos similares.

Um importante executivo da Motorola estava presente no lançamento, gostou do que viu e garantiu que muito em breve a marca vai lançar smartphones com processadores Intel, seguindo o exemplo da Lenovo.

Embora super comentado, o lançamento do Lenovo K800 dividiu as atenções com o Chip Atom da Intel, sua arquitetura exclusiva e seus múltiplos recursos.

Após todos os diferenciais apresentados na CES, a torcida é para que esses smartphones de alto desempenho cheguem logo ao mercado.

Por Larissa Mendes de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: