A Apple lançou seu novo aparelho, chamado iPhone XS, com novidades.

Celulares, smartphones, iPhones, o mundo digital não para de evoluir. A cada ano que passa, as maiores empresas do ramo lançam aparelhos de maior potência e competitividade no mercado internacional.

No dia 12 de setembro de 2018 a companhia Apple está fazendo estrear oficialmente o seu novo iPhone. A notícia sobre esse lançamento havia vazado no dia anterior, 11 de setembro.

Trata-se da nova geração de iPhone, ou seja, o iPhone XS.

Entre as suas especificações de maior destaque estão:

Capacidade de memória interna em 512 GB (novidade neste aparelho); o design exterior é o mesmo da geração anterior; a tela é bem mais ampla nesta versão, sendo que o sensor de impressões digitais, utilizado no desbloqueio, foi substituído por um impressionante sensor para reconhecimento facial, o Face ID.

A mesma tela é de tipo OLED, em 5,8 polegadas; está munido de um novo processador tipo A12, com potencial de processar até cinco trilhões de tarefas computacionais ao mesmo tempo, superando a marca de 600 bilhões da geração anterior. Ele está munido de maior abertura para os aplicativos, os quais tenderão a potencializar em até 30%, garantindo maior velocidade por meio desse novo componente funcional, especialmente desenvolvido pela mesma companhia.

Está munido de um processador equipado de seis núcleos, dois de alto desempenho e os demais quatro programados para operar em baixo consumo de energia. Portanto, esta geração de iPhones da Apple é mais econômica em até 40%.

O aparelho está munido de uma estrutura de vidro muito mais resistente, que compõe a superfície da tela, no sentido de garantir maior durabilidade e qualidade, resistência aos choques. Para dar maior precisão e distinção, ela possui uma certificação própria de proteção contra a água em uma escala maior que a do iPhone X, lançado ano passado. Há, também, uma certificação de tipo IP68, a qual permite o ato de submersão deste produto, dentro de um tempo limitado, podendo atingir até 2 metros de profundidade no líquido.

No que tange ao dispositivo da bateria, a companhia soltou uma nota indicando que a mesma foi acrescida de maior autonomia, garantindo ao iPhone XS mais 30 minutos em relação ao anterior iPhone X.

Com relação às câmeras, a lente instalada na parte traseira está equipada com 12 megapixels, e mais a abertura de f/1.8, que pode garantir a captura de imagens com um fundo desfocado, o chamado efeito Bokeh, muito produzido e conhecido no meio fotográfico. Além disso, há a impressionante novidade da função de inteligência artificial, operante no aparelho, que a companhia fez instalar no próprio software da câmera. Este dispositivo faz a câmera reconhecer e aprender a capturar traços específicos do ambiente em torno, possibilitando registros de fotos mais personalizados. A câmera frontal deste aparelho está equipada com potencia de 7 megapixels e mais a abertura de até f/2.2, própria para ambientes e paisagens mais bem iluminados.

Com relação aos valores no mercado, as informações são as seguintes:

Este novo iPhone XS, muito provavelmente, será comercializado na mesma faixa de valor do anterior iPhone X, ou seja, no valor de 999 dólares.

A previsão de sua chegada e comercialização no mercado brasileiro, certamente, será para este mesmo ano de 2018, no qual está sendo oficialmente lançado. No ano anterior, ou seja, em 2017, um evento em escala global foi realizado no dia 12 de setembro, sendo que o lançamento no Brasil ocorreu no dia 31 de outubro seguinte, portanto, depois de um mês e meio no intervalo entre a estreia. Entretanto, no caso do iPhone XS não foi divulgada, até o presente momento, nenhuma data oficial para o seu lançamento em território brasileiro. Ainda é cedo. Vale a pena estar antenado.

Por Paulo Henrique dos Santos

iPhone XS


iPhone X é um smartphone top de linha e com alta tecnologia.

O iPhone X é um smartphone muito moderno que é indicado para os usuários mais exigentes, pois ele possui as funções mais modernas, além de ter um design maravilhoso. Seu valor pode ser considerado um pouco alto para a maioria das pessoas, porém, sua funcionalidade explica muito bem cada centavo cobrado por esse aparelho. Vamos falar dos detalhes mais importantes desse smartphone e também daqueles que o tornam um aparelho top de linha.

iPhone X tem memória de 256 GB

Se você acha que essa informação é equivocada, saiba que não é. Esse telefone tem 256 GB de memória e é sim uma das características mais exaltadas desse aparelho. Com tanta memória o usuário tem total liberdade para guardar muitas fotos, vídeos, músicas de diferentes cantores, filmes, documentos, baixar diversos aplicativos e mesmo assim ficar muito tranquilo em relação ao espaço no seu celular, isso é uma comodidade muito grande para quem tem esse aparelho.

Função de vídeo conferência

Para quem precisa fazer reunião de forma remota e com várias pessoas ao mesmo tempo, esse smartphone tem a função de vídeo conferência que funciona de forma perfeita e com muita qualidade.

Câmera de 12 MP

A Câmera do iPhone X é muita boa e segue a linha da ótima qualidade, assim como os recursos que foram citados acima. Com essa câmera é possível fazer muitas fotos de ótima imagem e que certamente vão agradar ao dono do aparelho.

Sistema operacional moderno

Esse smartphone tem o sistema operacional iOS 11, que conta com algumas funções modernas e que podem ajudar de alguma forma ao usuário desse smartphone. Veja algumas dessas funções:

– Possui recursos de multitarefa poderoso

– Nova App Store

– Melhorias as câmeras e fotos

– E muitas outras funções.

Tela de 5.8 polegadas

Não podemos deixar de falar da tela desse smartphone que tem 5.8 polegadas e ótima resolução. Essa tela é relativamente grande e torna possível enxergar muitos detalhes que, às vezes, passam batidos. Com essa tela fica muito simples ver diversos filmes, vídeos, imagens de diferentes resoluções, acessar as redes sociais, ler livros e revistas digitais, documentos entre outras coisas. A resolução é de 2436×1125 pixels.

Vídeo em 4 k

Para quem precisa fazer gravações de vídeos nesse aparelho, a boa notícia é que ele faz vídeos em 4 k, que são de alta qualidade e imagem perfeita. As gravações podem ser feitas em diferentes ambientes e com variadas iluminações.

Sistema de GPS moderno

Para quem precisa de GPS no seu dia a dia, irá ter essa função no iPhone X. Ele tem o sistema de GPS bem moderno que não deixa nada a desejar. Aliás, esse é outro ponto positivo desse smartphone.

Preço do iPhone X

O valor desse celular gera um pouco de polêmica, pois deu valor médio de mercado é de R$6.100,00. A quem diga que esse valor é muito alto, porém, essa informação não procede. Se avaliarmos a configuração moderna desse celular, além do seu design totalmente moderno, vamos perceber que o seu valor é totalmente justificado. Quem compra esse aparelho na verdade está fazendo um investimento, em vista que terá em mãos um smartphone bem completo e com funções muito modernas.

iPhone X tem câmera frontal de 7 MP

A câmera frontal desse smartphone é muito moderna e é capaz de fazer selfs perfeitas em diferentes focos e iluminação. Esse também é mais um ponto positivo desse aparelho.

Veja mais funções do iPhone X

Sim Card- Nano

Gsm- Quad Band (850/900/1800/1900)

RAM- 3 GB

Espessura- 7.7mm

Peso- 174 gramas

Detecção de sorriso- Sim

Detecção facial- Sim

Zoom ótico- Sim

USB- 3.0

Dual Rec- Sim

Foto em vídeo- Sim

Entre outros.

O iPhone X é um smartphone completo e muito moderno.

Por Cristiane Amaral

iPhone X


Esse modelo foi o grande ponto de virada da Apple, pois a partir do iPhone 6, e obviamente dos seus modelos mais sofisticados, o 6s e o 6s Plus, que a empresa passou a utilizar o design que emprega hoje em seus smartphones.

Um dos produtos mais vendidos no último Natal foram os objetos classificados como aparelhos eletrônicos e dentro dessa classificação o grande destaque foram os aparelhos celulares.

A grande verdade é que nos últimos anos, a venda de smartphones supera qualquer outra coisa. Pois, as pessoas sempre querem ter o último lançamento ou um produto com tecnologia de ponta. Com isso, muitas esperam o final do ano chegar, pois com ele se tem muitas ofertas ou condições de pagamento ainda melhor e realizam as suas compras. E uma das marcas que mais teve seus aparelhos vendidos foi a Apple. Saiba agora um pouco mais sobre o iPhone 6s e saiba porque ele é um dos melhores produtos já lançados pela empresa americana.

Considerada uma das maiores empresas do mundo de todos os tempos e que inclusive é uma das grandes responsáveis por revolucionar os mercados de informática e de telefonia móvel, a Apple foi criada em abril de 1976 por Steve Jobs no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Em mais de quatro décadas de atuação, a empresa sempre apresentou ao mundo produtos revolucionários e que até então ninguém tinha pensando em algo assim. A grande verdade é que a empresa sempre esteve um passo a frente de suas concorrentes e dessa forma criou um tipo de padrão a ser seguido por suas demais concorrentes. Os artifícios e tecnologia criados por ela são o modelo para as demais seguirem adiante. Hoje, os produtos da Apple são vendidos em todo o mundo e a cada novo lançamento o público e os meios de comunicação voltam toda a sua atenção para os eventos da empresa norte-americana, pois se sabe que alguma coisa revolucionária será apresentada.

O iPhone é o nome dos aparelhos celulares da Apple. O primeiro modelo foi apresentado ao mundo há mais de uma década e desde então a cada lançamento de novos modelos, a empresa consegue superar os seus números de vendas. Pois, os recursos disponíveis no iPhone estão entre os melhores. Falando de forma mais particular do iPhone 6s ele foi lançado ao mundo há algum tempo e está disponível em grandes lojas. Esse modelo foi o grande ponto de virada da Apple, pois foi a partir do iPhone 6 e obviamente dos seus modelos mais sofisticados, o 6s e o 6s Plus, que a empresa passou a utilizar o design que emprega hoje em seus smartphones. Pois, antes os aparelhos eram mais quadrados inclusive nas bordas. Já os modelos atuais possuem as bordas mais arredondadas, são mais finos e possuem a tela maior.

O iPhone 6s possui uma tela de 4,7 polegadas. Este smartphone pode ser encontrado nas cores: cinza, prata, dourado e rosa.

O iPhone 6s tem uma memória que pode variar entre 32 GB a 128 GB, esses números mostram o grande poder de armazenamento que o aparelho possui. Você pode ter inúmeros documentos e outros arquivos que o aparelho não vai ficar sobrecarregado. Este aparelho conta com um sistema de fotografia composto por duas câmeras, sendo uma traseira e uma frontal. A traseira possui 12 megapixels e a frontal 5 megapixels. Além disso, possui diferentes recursos para se arrumar a imagem depois de tirada. Todos os vídeos gravados com este aparelho são em 4k, ou seja, da mais alta resolução. O botão home ganhou uma nova função a partir desse modelo, pois junto a ele foi integrado o sistema de leitura de digital. Ou seja, o aparelho só pode ser acessado depois que a digital cadastrada for lida e reconhecida. O sistema Siri também se tornou mais eficiente, agora ele ajuda em praticamente todos os comandados do celular.

Este modelo está à venda a partir de R$ 2.000,00.

Por Isabela Castro

iPhone 6s


Modelo possui boa configuração, porém design é considerado antigo.

O iPhone SE é um dispositivo da Apple que chegou ao mercado mobile com uma tela de 4 polegadas. Na época de seu lançamento conseguiu atrair a atenção de fãs da marca e de curiosos em geral dado os preços relativamente baixos para um aparelho da marca. A versão com 16 GB estava sendo vendida por 399 dólares enquanto que a opção com 64GB saía por 499 dólares. Além disso, o aparelho ainda conseguiu arrancar elogios da crítica especializada devido às suas configurações de ponta.

O site especializado CNET chegou a afirmar que o iPhone SE agrega de maneira eficiente quase todas as funcionalidades importantes do iPhone 6S em uma versão menor a exemplo da Siri sempre ativa, Apple Pay, câmera e processador de qualidade.

Por outro lado, o site Mashable destacou que ele foi um dos aparelhos mais interessantes que surgiu no mercado em 2016. Entretanto, fez questão de ressaltar que, em linhas gerais, o iPhone SE não se trata de um aparelho completamente novo.

Essa consideração realizada pelo Mashable se deve especialmente pelo fato de que este dispositivo conta com um design que, basicamente, é o mesmo apresentado pelo iPhone 5S e, além disso, sua configuração é muito semelhante a apresentada pelo iPhone 6.

Por fim, temos os comentários do site The Verge que aponta que o iPhone SE não é um celular inovador. Ou seja, é um aparelho com tecnologia atual, mas com design de ontem.

Design, Configuração e Desempenho

O visual do iPhone SE, como apontamos, é igual ao que vemos no iPhone 5S. Temos aqui o mesmo tamanho de tela sendo um display de 4 polegadas com uma resolução de 1136 x 640. Os botões também estão posicionados da mesma maneira em ambos os aparelhos.

Uma das poucas diferenças físicas entre o SE e o 5S é que a primeira opção também é oferecida na cor rosa. Além dela, ainda temos opções nas cores prata, dourado e cinza. Ainda sobre o visual, outra mudança diz respeito às bordas que agora estão foscas e não são brilhantes como na versão em que estamos comparando.

Por fim, temos o design antigo, porém, ele é compatível com todos os acessórios que são usados pelo iPhone 5 e 5S, isso pode animar um pouco os usuários interessados em adquirir o aparelho.

Em termos de configuração vamos encontrar no iPhone SE o chip da Apple A9. A título de curiosidade trata-se do mesmo que se encontra presente no iPhone 6S. São 2GB de memória RAM. Essa configuração é o suficiente para entregar aos usuários altos níveis de performance em relação ao jogos. Ao abrir e alternar aplicativos também não enfrenta dificuldades.

Entre as configurações que foram implementadas no dispositivo vale destacar o suporte do iPhone SE para Wi-Fi de alta velocidade e para internet móvel que tenham bandas mais rápidas. Além disso, ainda vamos encontrar aqui o leitor de impressões digitais e NFC para quem precisar usar o Apple Pay.

Câmeras

A câmera principal do iPhone SE conta com 12 megapixels. A qualidade das imagens produzidas é interessante apresentando cores vivas. Temos também a função Live Photos, um recurso que permite que o usuário faça a captura de alguns segundos antes e depois da foto ser feita.

Os vídeos podem ser gravados com resolução 4K. Aqui fica um aviso: apesar de ser excelente a qualidade das imagens, os vídeos gravados em 4k ocupam muito espaço no armazenamento interno do aparelho.

No caso da câmera frontal temos um sensor com 1,2 megapixels com flash de retina, basicamente, o recurso aumenta a luz da tela para garantir uma melhor iluminação para as fotos.

Preços

O iPhone SE pode ser encontrado no varejo brasileiro por valores entre R$1.269 e R$1.700 de acordo com a configuração.

Por Denisson Soares

iPhone SE


O iPhone 7 Plus é uma das melhores indicações para quem deseja um aparelho moderno e com diversas alternativas para facilitar sua rotina diária.

A utilização de smartphones na atualidade mundial tem aumentado de forma importante a cada dia que passa em virtude das diversas funcionalidades que neles são inseridas para o cotidiano da vida.

E diante de tantas possibilidades é preciso destacar aquelas que possuem tecnologias adequadas em um visual moderno como é o caso do iPhone 7 Plus o qual será apresentado em seguida neste artigo.

Informações Técnicas do iPhone 7 Plus

O iPhone 7 Plus foi lançado no ano de 2016 possuindo como sistema operacional o iOS 10.0.1 que tem possibilidade de ser atualizado para o 10.0.2, estando disponível aos interessados nas cores preta, prata, rosa e dourada.

Com relação às suas dimensões possui um peso total de 188 gramas distribuídas em 77,9 milímetros de largura, 158,2 milímetros de comprimento e 7,3 milímetros de espessura.

Quanto à sua resistência contra agentes externos, este smartphone é certificado como possuindo a capacidade de resistir a poeira e submersão em água sem limitadores especificados.

Apresenta uma tela multitouch do tipo IPS LCD de 5,5 polegadas equipada com 16 milhões de cores em uma resolução de 1920 x 1080 pixels protegida por vidro reforçado além de cobertura oleofóbica a qual tem uma densidade de 401 pixels por polegada de tamanho.

Capacidade operacional iPhone 7 Plus

Com relação à capacidade operacional doiPhone 7 Plus, este equipamento possui um chipset Apple A10 Fusion APL1W24 bem como um processador do tipo Quad-core 2.23 GHz.

Este processador funciona com uma velocidade de 2.230 MHz com memória do tipo RAM de 3 GB e um armazenamento interno de 32/128/256 GB não tendo a possibilidade de inserir cartão de memória para seu aumento relacionado.

Apresenta um chip o qual possui cartão do tipo Nano-SIM em uma rede com tecnologia GSM / CDMA / HSPA / EVDO / LTE cuja velocidade tem delimitações como HSPA 42.2/5.76 Mbps, LTE Cat9 450/50 Mbps, EV-DO Rev.A 3.1 Mbps.

A sua bateria é do tipo Li-Po não removível com capacidade de 2.900 mAh sem possibilidade de realizar carregamento sem fio para sua reposição relacionada.

Sobre a resistência da bateria do iPhone 7 Plus consegue manter até 21 horas de conversação usando tecnologia 3G, 60 horas com reprodução ininterrupta de músicas ou até 384 horas quando está em modo de espera stand-by.

Tecnologias ofertadas no iPhone 7 Plus

Os itens tecnológicos oferecidos pelo iPhone 7 Plus tem na câmera um de seus principais destaques, sendo a traseira do tipo Dual com resolução de 12 megapixels em flash Quad-LED.

Já a câmera situada na parte frontal deste smartphone tem resolução de 7 megapixels com distância focal de até 32 milímetros. Com relação ao vídeo apresenta resolução de 2.160 pixels.

Ao considerar as funções que podem ser exercidas pela câmera estão a captura instantânea de vídeos e imagens, reconhecimento facial bem como autofoco por meio de detecção de fase, dentre outros.

Quanto ao áudio apresenta conectores de 3,5 milímetros com alto-falantes do tipo estéreos podendo realizar o cancelamento ativo de ruídos por meio do sistema de microfone dedicado.

Com relação à sua conectividade, o iPhone 7 Plus apresenta um conector do tipo Lightning com Wi-Fi no modelo 802.11 a/b/g/n/ac, dual-band, hotspot, Bluetooth 4.2, A2DP, LE bem como GPS e NFC disponível para Apple Play.

Além disso, este aparelho oferece recursos adicionais aos seus usuários como barômetro e acelerômetro, bússola, leitores digitais diversos, indicador de proximidade para objetos e, ainda, giroscópio para funcionalidades específicas a ele vinculadas.

Conclusão

Portanto, o smartphone iPhone 7 Plus é uma das melhores indicações para quem deseja um aparelho moderno e com diversas alternativas para facilitar sua rotina diária.

Por Ana Camila Neves Morais

iPhone 7 Plus


Modelo sofreu mudanças interessantes, como a fusão do botão Home ao corpo do aparelho, que além de esteticamente mais bonito é, também, mais prático tecnologicamente.

Os aparelhos iPhones estão entre os mais cobiçados e consumidos na atualidade, devido à quantidade de funções de que dispõem e de sua CPU, que faz desses celulares, em realidade, pequenos computadores. Neste texto será avaliado de maneira mais completa o iPhone 7.

O design exterior, ou seja, na sua aparência, o iPhone 7 foi mantido em seus traços originais que estão com ele desde o ano de 2014. A carcaça continua sendo fabricada em metal em todo o seu entorno. A parte de vidro é frontal, apenas na tela. A versão 7 tem 7.1 mm de espessura e apenas 138g de peso. Portanto, trata-se de um aparelho de mesma espessura que o anterior 6S, porém, com 5g a menos de massa.

As linhas de antena estão bem mais discretas que no modelo passado, tornando-se mais ajustadas ao corpo do celular. Aperfeiçoamento de engenharia que se expandiu para a estética do iPhone. Neste novo modelo foi abolido o conector de 3.5 mm para fones de ouvido, sendo este é um conector padrão utilizável em diversos dispositivos e com mais de cem anos de existência. A companhia Apple decidiu alterar seus padrões em certos atributos do aparelho, o que nem sempre é bem recebido pelo consumidor que já está há anos em uma zona de conforto, utilizando um dispositivo que funciona muito bem.

A entrada USB tem uma desvantagem em relação à entrada anterior, ela facilmente desconecta quando se enrosca em algo, o que não ocorria com o velho conector cilíndrico. É preciso muito cuidado para não quebrar o cabinho, que é muito frágil e sem o qual não é possível carregar o celular.

Uma alteração que veio para melhorar foi a fusão do botão Home ao corpo do aparelho, que além de esteticamente mais bonito é, também, mais prático tecnologicamente falando. Basta um leve toque que o botão é acionado.

Este iPhone é resistente à água, conforme os testes realizados na Apple, entretanto, embora o tempo máximo seja de 30 minutos em um metro de fundura na água doce, isso não significa que o usuário deva utilizá-lo em baixo de água, como em uma piscina, por exemplo. Ele é resistente a acidentes com água, um copo que vira sobre ele, ou se o mesmo é derrubado na pia ou no vaso sanitário.

Em termos de CPU, a Apple sempre mantém em sigilo a velocidade dos dispositivos por ela desenvolvidos, apenas anunciando que um aparelho novo é sempre 40% mais veloz que a geração anterior. O sistema de Wi-Fi é o a – b – g – n – ac, Dual Band; Bluetooth v4.2; GPS – GLONASS; 4G LTE; o seu NFC funciona apenas para o Apple Play; possui leitor biométrico; o armazenamento interno chega a 32 – 128 – 256 de GB, que são as três opções disponíveis.

Em relação ao display, este aparelho está munido de uma tela IPS – LCD de 4.7 polegadas; reproduz imagens em 750 X 1334 Pixels de resolução, com 326 PPI de densidade.

Possui leitor com reconhecimento de digital. A visualização da tela foi aperfeiçoada em relação aos reflexos de luzes, como a do Sol, por exemplo, com uma tela mais precisa, em cores reais e bons contrastes que permitem visualizar vídeos e imagens, cujas cores se impõem sobre os reflexos.

Os alto-falantes são estéreos e estão posicionados tanto na parte de baixo, quanto na de cima, ao lado da saída do som para as ligações. Assim, a qualidade dos sons, tanto em música quanto em vozes está bem melhor, sem vibrações e chiados, que ocorriam no 6S.

A câmera traseira está munida de 12 MP com abertura F – 1.8 e detecção de fase OIS de estabilização ótica; as gravações chegam a 4K e captura simultânea de fotos de até 8 MP; a câmera frontal está munida de 7 MP com abertura de F – 2.2.

A bateria agora esta com capacidade de 1960 mAh de por hora, portanto, é uma bateria que chega a durar até dez horas, sem precisar ser recarregada.

O preço deste iPhone 7 pode chegar a 649 dólares na versão 32GB; a versão de 128 GB chega a 749 dólares e a versão de 256 GB está por 849 dólares, que são diferenças pequenas, no caso da moeda estadunidense.

Por Paulo Henrique dos Santos

iPhone 7


Configurado com o sistema iOS típico da Apple, o modelo oferece ao usuário uma série de facilidades e ferramentas para as mais diversas tarefas do dia a dia.

Ter um iPhone de última geração é o desejo de muitos consumidores, que buscam a tecnologia, facilidades e características inovadoras que os produtos da Apple podem ter. Se você é um dos fãs da marca ou apenas quer saber mais sobre os modelos da Apple, conheça mais sobre o iPhone 6s, o último modelo lançado pela marca, e saiba por que tantos consumidores ao redor do mundo desembolsam grandes quantias para ter o aparelho em seu dia-a-dia.

O Apple iPhone 6s é um dos melhores smartphones do mercado. Configurado com o sistema iOS típico da Apple, o modelo oferece ao usuário uma série de facilidades e ferramentas para as mais diversas tarefas do dia a dia. O celular traz uma tela de 4,7 polegadas, com resolução 1334×750, conectividade Wi-Fi e GPS, além dos serviços de Bluetooth e leitor multimídia.

O design do celular segue, em geral, as linhas da versão anterior, o iPhone 6, com algumas melhorias. O smartphone é fino e leve, o que facilita a mobilidade e o uso por qualquer usuário.

Em relação à inovação, o modelo chegou ao mercado trazendo a novidade do 3D Touch da Apple, que reconhece diferentes toques do usuário na tela e direciona cada um deles a uma função distinta, de acordo com a configuração do aparelho.

A câmera do Apple iPhone é de 12 megapixels, e permite ao usuário tirar fotos de excelente qualidade e gravar vídeos em resolução Full HD, o que acaba se tornando uma excelente ferramenta para usuários que costumam tirar fotografias e fazer vídeos com frequência.

O preço é um dos únicos pontos negativos do iPhone 6s. Na configuração 16GB , o modelo é comercializado online a partir de R$ 3.390 no mercado nacional; já a versão de 64GB, por exemplo, custa R$ 3.655. Na versão topo de linha, com 128 GB de capacidade de armazenamento, o iPhone 6s custa R$ 3.909.

Ainda há no mercado a opção do modelo na versão PLUS, que traz uma tela e um preço ainda maior, com valores a partir de R$ 3.550, na versão de 16GB, que podem alcançar a bagatela de R$ 4.600 na versão top, de 128 GB.

Por André Barbirato

iPhone 6s


Vazaram informações sobre a possível câmera do iPhone 7.

Não tem jeito mesmo, por mais que se tente evitar os vazamentos sempre vão acontecer, em especial no setor das novidades tecnológicas. A aparente vítima da vez foi a Foxconn que teve algumas imagens divulgadas relacionando as mesmas aos módulos que provavelmente seriam utilizados no iPhone 7. A imagem foi veiculada na web por meio de uma publicação feita na conta do Twitter do usuário @The_Malignant. Na imagem é possível ver alguns trabalhadores da unidade em seu horário de almoço e na sequência um lote de peças.

E foi justamente esse conjunto de componentes que começou a chamar a atenção de sites especializados e curiosos em geral já que eles estariam possivelmente ligados de alguma maneira ao futuro lançamento da Apple. Supondo que isso tudo tenha uma base sólida a especulação de que a produção em larga escala do novo iPhone já tinha sido iniciada acaba sendo confirmada. Mas no meio disso tudo um detalhe chama a atenção: As dimensões (possíveis) que a câmera do iPhone 7 deverá ter. As imagens, mesmo que sem informações bem fundamentadas, sugerem que ela será maior do que as que conhecemos nos dispositivos iPhone 6s e iPhone 6s Plus.

O mais curioso é que essas informações surgem (intencionalmente?) poucos dias depois da realização de um suposto evento interno da Foxconn. Como dito, apesar de não se saber nada ao certo qualquer coisa ligada a Foxconn deve ser considerada com atenção. Afinal, atualmente é ela a principal e a maior sócia da Apple.

Partindo do princípio que tudo esteja de fato correto a câmera que estará presente no o iPhone 7 deverá continuar mantendo a mesma quantidade de megapixels de seu antecessor, ou seja, 12 MP. Porém, o componente deveria apresentar um tamanho digamos, mais avantajado trazendo uma melhor abertura entre outras “coisinhas” para agradar os fãs da marca.

Ainda na mesma linha tem muita gente especulando e acreditando que o iPhone 7 Plus, a opção phabet do smartphone com iOS, provavelmente chegará às lojas com um sistema duplo de câmeras agregado.

Segundo as informações que teriam se originado no possível evento interno da Foxconn (e de onde veio os vazamentos) entre as cores oferecidas para o iPhone 7 está a cor prata metálica. Já o sistema operacional deverá mesmo ser o iOS 10, como a própria Apple já havia anunciado durante a WWDC deste ano.

Por Denisson Soares

Câmera do iPhone


Com um hardware potente o novo iPhone SE está conquistando vários clientes.

Quando o iPhone SE foi lançado oficialmente pela Apple no mês de março deste ano muita gente criticou o fato da empresa ter usado para o aparelho o mesmo design que foi apresentado no iPhone 5. A princípio a ideia do dispositivo (ao contrário do iPhone 5c que foi uma vergonha) era colocar à disposição dos consumidores um produto com um hardware potente para quem anda atrás de um aparelho mais compacto. Poucos meses depois de seu lançamento a empresa tem visto que acertou bem na escolha dos detalhes do SE. Até porque as expectativas de vendas vêm sendo superadas dia a dia.

De acordo com o AppleInsider as vendas andam tão bem que em algumas lojas os aparelhos praticamente desaparecem das prateleiras. Os varejistas, por sua vez, também passam por dificuldades para atender os interessados. Já há notícias de gente que está criando listas de espera para o iPhone SE.

A notícia de que um iPhone está vendendo bem não chega a ser tão novidade assim. Mas a curiosidade da questão está no fato da Apple ter fabricado tão poucas unidades do novo dispositivo a ponto de deixar faltando no mercado. Ao que parece nem mesmo a “dona” do SE acreditava que ele ia ter um sucesso tão grande.

A Apple por sua vez disse que aumentou a produção para 5 milhões de aparelhos por trimestre. Ainda assim, em um primeiro momento parece que a atitude não foi suficiente para atender ao mercado.

Em termos gerais tudo isso acaba sendo uma boa notícia para a Apple. Isso porque as vendas de smartphones da marca neste ano passaram por uma queda significativa.

No meio disso tudo analistas continuam acreditando que mesmo com o lançamento do iPhone 7 previsto para o segundo semestre, a companhia ainda poderá registrar uma redução superior a 15% no total de vendas para 2016.

iPhone SE:

Como dissemos o iPhone SE tem um visual bem parecido com o conhecido iPhone 5S. O aparelho conta com uma tela de 4 polegadas com resolução de 1136×640 pixels. Tem ganhado espaço no mercado por apresentar uma estrutura de configuração com um bom desempenho. Apesar de ter baixado (em alguns locais) os preços do SE passam facilmente dos R$2.300.

Por Denisson Soares

iPhone SE

Foto: Divulgação


Novo iPhone deverá chegar ao mercado com opções com pelo menos 32 GB de armazenamento. Samsung e LG já estão adotando a mesma medida.

Um dos grandes questionamentos de muitos apaixonados pelo famoso iPhone é porque a versão de entrada do smartphone possui uma capacidade de armazenamento tão baixa, devido ao fato de que, atualmente, os usuários desses modelos de telefone o utilizam para baixar diversos tipos de vídeos oriundos dos mais diversos aplicativos. Como este era um clamor e um questionamento de muitos usuários, alguns especialistas da área de tecnologia já estão arriscando em dizer que o novo iPhone 7, que está previsto para chegar ao mercado possivelmente no mês de setembro deste ano, chegaria ao mercado com a versão de entrada com armazenamento mínimo de 32 GB.

Atualmente todos os modelos iPhone disponíveis no mercado, tais como o iPhone 6, o iPhone 6 Plus, o iPhone 6S, o iPhone 6S Plus e o iPhone SE, são comercializados com opções de armazenamento que variam de 16 GB até 64 GB. Somente os modelos 6S e 6S Plus possuem a opção de armazenamento de 128 GB. Essa questão de aumentar a capacidade de armazenamento da versão de entrada do smartphone da Apple é um fato que irá agradar muitos usuários, uma vez que, de modo diverso do que ocorre com os tradicionais smartphones que utilizam o Android, a Apple não disponibiliza, nos seus aparelhos, aquelas entradas destinadas a cartões externos de memória. Um detalhe que muitos consumidores que possuem estes smartphones acabam reclamando é que muitas vezes as próprias atualizações disponibilizadas pelas empresas acabam ocupando boa parte do armazenamento disponível.

E o fato de aposentar a versão com armazenamento de 16 GB, caso a Apple adote essa medida, não será exclusividade da empresa da maçã não, haja vista que as suas principais concorrentes, tais como a coreana  Samsung  e a LG, já adotaram essa medida, sendo que a Samsung lançou o Galaxy S7 e o Galaxy S7 Edge com capacidade mínima de armazenamento de 32 GB, outro que irá estrear justamente neste mês de junho e já chegará ao mercado adotando essa medida será o aguardado LG G5.

O certo é que a extinção dos smartphones com capacidade de armazenamento de 16 GB já é uma realidade e ainda mais com a poderosa Apple seguindo essa tendência, todas as demais empresas do ramo também irão seguir o mesmo caminho.

Por Adriano Oliveira


Um aparelho que está fazendo bastante sucesso em arrecadações por meio do Kickstarter é o Kraftwerk. Para quem ainda não o conhece, saiba que este é um carregador portátil que possui como principal fonte de energia o gás. O equipamento já arrecadou ao todo US$ 1 milhão. Esse carregador portátil possui capacidade para recarregar iPhones e câmeras GoPro.

Uma das grandes vantagens desse aparelho é justamente a sua praticidade. Além disso, é importante destacar que o carregador consegue recarregar o iPhone por nada menos que 11 vezes. E caso o suprimento de gás do carregador acabe, não se preocupe, pois é possível recarregar em apenas três segundos. O mesmo é movido a gás tradicional como, por exemplo, o que é usado em isqueiros. O aparelho conta com refil infinito de bateria e dispõe de independência de semanas, como informa os seus desenvolvedores.

Uma das principais vantagens desse aparelho é quanto ao fato de o mesmo não necessitar de contato com fonte de energia elétrica. O aparelho conta com uma célula de combustível diferenciada. Segundo os desenvolvedores, essa célula é bastante eficiente, pequena, robusta e fácil de ser usada.

O carregador funciona de uma forma um tanto simples, pois de forma geral o que acontece em seu interior é a transformação de gás em eletricidade. Para utilizar o aparelho basta inserir gás através do tanque integrado. Sempre que precisar utilizar o aparelho o gás irá automaticamente para a célula e será transformado. O usuário deverá fazer a conexão entre carregador e aparelho através do plug USB.

Os primeiros doadores tiveram acesso ao Kraftwerk por US$ 79. Porém, o carregador sofreu alguns aumentos de preços, custando atualmente cerca de US$ 139. Vale ressaltar que a compra é uma espécie de pré-venda, pois os que efetuaram a compra na primeira remessa irão receber seu aparelho em dezembro de 2015. Compras efetuadas posteriormente serão entregues em fevereiro de 2016.

O processo de produção terá o seu início em março de 2015. Os testes oficiais deverão ser realizados em agosto de 2015 e o primeiro protótipo deve ser feito em novembro.

Por Bruno Henrique

Kraftwerk

Kraftwerk

Kraftwerk

Fotos: Divulgação


Pensando no conforto dos clientes e nas adaptações e melhoria dos novos smartphones, a Apple inovou no novo iPhone 6. O novo aparelho dobra com facilidade ao ser colocado no bolso. É isso mesmo! Um smartphone que dobra levemente, como um papel, ao ser colocado no bolso. Uma novidade que pode inspirar os novos aparelhos smartphone pelo mundo.

A novidade não é a única, o iPhone 6 é o aparelho mais fino que a Apple já criou, é o que garante o caráter flexivo do material. O lançamento do smartphone ocorreu nos Estados Unidos e mais 9 países. A tela do telefone é de 4,7 polegadas, um tamanho considerado grande para as gerações passadas do fabricante.

Os consumidores podem ficar tranquilos, pois os usuários afirmam na internet que ao ser dobrado o aparelho não causa nenhum dano à tela, mesmo ao se sentar com o aparelho no bolso de trás. Outros usuários afirmam também que o aparelho dobra no bolso em atividades rotineiras como uma caminhada ou com a simples manipulação do celular com as mãos. Um desses usuários publicou um vídeo no YouTube mostrando como é simples dobrar o aparelho com as mãos e sem quebrar a tela.

O engenheiro Jeremy Irons confirma a característica polêmica do novo smartphone. Jeremy disse ao site “Gizmodo” que o novo iPhone foi muito bem construído e que a base traseira, que é construída em alumínio, é o que mantém a integridade da estrutura do aparelho, o que proporciona a maleabilidade do aparelho, pois o metal é maleável. O engenheiro revela ainda que existem mais duas características que proporcionam essa característica: o tamanho maior e a estrutura fina do novo iPhone, por isso ele dobra com facilidade e sem deixar que haja qualquer dano estrutural.

Contudo, a Apple ainda não se manifestou sobre essa característica polêmica e não informou se irá substituir os aparelhos que sofreram algum dano. Usando o bom senso é de se esperar que uma má utilização ou uma força desproporcional pode causar danos ao aparelho.

Por André César

iPhone 6

iPhone 6

Fotos: Divulgação


Nos últimos dias uma notícia gerou polêmica nas redes sociais: usuários do iPhone 6 Plus, da Apple, relataram que o aparelho estava entortando ao ser colocado no bolso. Essa notícia gerou grande repercussão entre os concorrentes de mercado até no mercado financeiro. As ações da Apple caíram em mais de US$ 22 bilhões em valor de mercado, na última quinta-feira (25). Mas, por que o iPhone 6 Plus está ficando torto?

Analisando o histórico recente, tanto da Apple quanto de outros fabricantes, esse “entortamento”, não é tão estranho assim. Há registros de casos semelhantes ao do iPhone 6 Plus, o que acontece no smartphone da Apple é que seu centro se curva e permanece assim, não volta a forma correta de maneira alguma, mesmo que o usuário use a força a ponto de quebrar a tela. Casos semelhantes a esse, foram registrados nos aparelhos iPhone 5 e 5S, também da Apple, no S4, da Samsung e no Xperia Z1, da Sony. 

A diferença entre os casos anteriores e do iPhone 6 Plus é que, os outros aparelhos entortaram por causa de uma forma extrema feita sob o aparelho, e o iPhone 6 Plus entortou pelo simples fato de ser colocado no bolso da calça.

Apesar de ter passado pelos rigorosos testes de qualidade da Apple, se existe um aparelho que pode ser entortado é o iPhone 6 Plus. Uma das contribuições é seu tamanho avantajado, com uma tela de 5,5 polegadas, tornando o toque maior em caso de pressão sobre as bordas, fisicamente falando: quanto maior a distância entre as fontes de força, maior é o efeito dela na outra extremidade. 

Mas, o maior diferencial entre o iPhone 6 Plus e os outros aparelhos que são tão grandes quanto, é que o aparelho da Apple não possui chassi de magnésio, que é o que dá mais  resistência ao aparelho. Então, o que suporta os componentes na estrutura são só duas camadas finas de alumínio, material altamente flexível. Outros aparelhos grandes como Galaxy Note 4, o novo Moto X e o HTC One M8 são feitos de metal, inteiramente ou parcialmente, mas que não dobram no meio.

O smartphone da Apple é sim facilmente entortado, mais que outros aparelhos, mas as chances de acontecer são as mesmas que qualquer outro defeito coberto pela garantia de fábrica. 

Por Camilla Batista

iPhone 6 Plus torto

iPhone 6 Plus torto

Fotos: Divulgação


O mercado de smartphones é um dos mais competitivos atualmente, sendo que as grandes empresas estão investindo pesado em novos lançamentos, pois todos os modelos que chegam ao mercado conseguem boas ou ótimas vendas.

Os consumidores estão trocando seus aparelhos anualmente e ficam atentos às últimas novidades que chegam ao mercado. E há modelos para todos os gostos e estilos, desde aqueles que podem gastar pouco até os que estão dispostos a pagar o que for preciso para ter um smartphone top de linha.

E nesta batalha de gigantes, Samsung e Apple são as maiores e as que mais têm investido, buscando oferecer aos clientes modelos que contam com muitas novidades e tecnologia de última geração.
Sendo assim, pode-se dizer que é até comum que exista uma rivalidade entre elas, mas ninguém esperava ver o que aconteceu, pois a Samsung provocou a Apple no Twitter, assim que esta empresa lançou os novos iPhones.

O Twitter da Samsung, utilizado nas Filipinas, foi quem fez a provocação e para isto, fez questão de tocar em um assunto delicado, que se refere ao tamanho dos aparelhos da Apple que vinham sendo criticados ultimamente. E como a Apple lançou modelos com tamanhos diferentes, a Samsung não perdeu tempo para fazer sua crítica.

É que em 2010, Steve Jobs, um dos maiores gênios de todos os tempos na área de tecnologia, disse que "ninguém compraria um smartphone com tela grande". E quando Jobs disse isso os smartphones tinham tela no tamanho de apenas 4,3" na média e naquela época o iPhone tinha uma tela de 3,5".
Mas os novos iPhones chegaram ao mercado oferecendo telas de 4,7" e 5,5".

A Apple se justificou quanto ao aumento no tamanho das telas, explicando que tem sido muito grande o número de pessoas procurando por smartphones com telas maiores. A empresa ainda disse que a frase dita por seu fundador, Steve Jobs, foi em 2010, ou seja, há 4 anos atrás e que no decorrer destes anos, muita coisa mudou, tanto o mercado quanto o gosto dos usuários e até a tecnologia que é empregada nestes aparelhos e as muitas opções que eles oferecem.

Mas claro que a Samsung não ia perder esta oportunidade, de dar uma “alfinetada” na Apple.

Por Russel

iPhones

iPhone 6 e iPhone 6 Plus

Fotos: Divulgação


Segundo rumores, a próxima versão do iPhone pode ter um ganho de polegadas em sua tela. Provavelmente você deve ter ficado surpreso, e não é de se estranhar, desde o seu lançamento o iPhone teve uma evolução enorme em diversos aspectos, porém, o tamanho de sua tela sempre foi de 3,5 polegadas. Somente no iPhone 5 que a tela aumentou um pouco e foi para a casas das 5 polegadas.

Diferentemente de seus concorrentes que estão com telas cada vez maiores, com uma linha inclusive apelidada de phablet, que nada mais é do que um smartphone que se parece com um tablet. Um grande exemplo é o maior concorrente da Apple, a Samsung, que trouxe ao mercado o Galaxy S5 com nada mais do que 5,1 polegadas. Seguindo a mesma linha, temos também o Galaxy Note 3 com incríveis 5,7 polegadas.

Telas maiores são uma tendência mundial que começou na China, e logo se espalhou para os quatro cantos do mundo. A Samsung logo que percebeu que os smartphones viriam para fazer muito mais do que simples chamadas de voz, incorporou as grandes telas em seus smartphones, começando pelo Galaxy S2, que em 2011 já contava com uma tela de 4,3 polegadas, valor superior ao de seu concorrente da Apple.

Ainda segundo a Samsung, o grande motivo de trazer aparelhos com telas maiores para o mercado são as questões de produtividade e entretenimento, que já fazem parte da vida do consumidor brasileiro. Público este que já não se incomoda com aparelhos grandes, que antes eram sinônimos de peso e desconforto. Os aparelhos modernos são feitos de materiais mais leves e confortáveis que não perdem em nada para um aparelho menor.

Pelo visto as previsões da Samsung se concretizaram e inclusive a Apple já corre atrás do prejuízo e busca trazer telas maiores ao seu público tão exigente.

E você que já possui algum aparelho da Apple, acha que essa será uma grande mudança para os aparelhos da empresa? Comente.

Por Felipe Henrique de Souza

iPhone 6

Foto: Divulgação


A Apple pode usar o nome iPhone no Brasil sem pagar nenhuma quantia a Gradiente, que atualmente detém o nome e não entrou em acordo com a empresa de Steve Jobs. O Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro foi favorável à Apple no processo em que a empresa americana briga contra a brasileira Gradiente e o Instituto Nacional de Proteção Intelectual (Inpi).

Essa já é a segunda instância do julgamento e nela os desembargadores decidiram que a Apple tem o direito de usar o nome iPhone em seus aparelhos. O nome que pertence a Gradiente foi solicitado em 2000, contudo devido a entraves só foi realmente cedido em 2008, um ano após a Apple lançar o aparelho mundialmente. A argumentação do Inpi é que a legislação brasileira, as empresas, patentes e nomes são protegidos internacionalmente, contudo ela prevê a concessão do registro às empresas que entram com pedido primeiro.

Depois da decisão do Inpi, a Apple abriu processo na justiça contra o instituto e a Gradiente e acabou vencendo, entretanto a empresa brasileira recorreu. Agora com a decisão, a companhia pode até recorrer novamente, contudo não é certo que tenha vitória em relação a gigante americana. Outra disputa referente ao nome iPhone foi com a rede Cisco, que também havia registrado a marca em 2000, entretanto os termos do acordo não foram informados.

Já no México, a companhia iFone, empresa que oferece serviços na área de tecnologia entrou com ação no órgão responsável pela defesa da propriedade intelectual decidiu, já que registrou o nome em 2003.

Desde seu lançamento em 2007, a Apple se envolveu em uma gama de disputas judiciais em todo mundo, principalmente com a rival Samsung. Nos Estados Unidos, por exemplo, as duas travaram uma série de lutas, que acabou com a vitória da Apple. Já em alguns países da Europa, ambas foram impedidas de entrarem com novas ações, com o risco de serem multadas em valores exorbitantes. 

Por Robson Quirino de Moraes

Apple x Gradiente

Foto: Divulgação


Quem ama os aparelhos da Apple se sentiu inseguro com as últimas notícias veiculadas na mídia sobre os riscos de segurança apresentados pelos aparelhos iPhone-iOS da empresa americana.

O número de vendas dos aparelhos tem crescido exponencialmente a cada ano e cada vez mais pessoas realizam aquisição dos mesmos em virtude dos inúmeros recursos tecnológicos e infinidades de aplicativos que os aparelhos oferecem aos usuários. Mas será que mesmo com todos os recursos tecnológicos os aparelhos podem ser considerados seguros, principalmente em tempos em que assuntos sobre espionagem ainda ressoam bem alto às mentes de todos os usuários de aparelhos móveis pelo mundo?

Os usuários dos aparelhos que usam iOS de fabricação da Apple correm o risco de terem vasculhados os anexos enviados por e-mail usando smartphone, e isso mesmo nos casos em que o aparelho esteja bloqueado. Esta falha foi apontada por Andreas Kurtz, um especialista em segurança digital que fez uma declaração a toda imprensa internacional.

Kurtz afirma que a visualização destes anexos pode ser feita por meio do uso de métodos que não exigem formas muito complexas de quebras de barreira, em virtude disso é possível que hackers usem esta falha de segurança para usar impropriamente os arquivos expostos. Para Kurtz isso ocorre pelo fato dos anexos não estarem criptografados como ocorre com os demais arquivos.

Segundo o relatório realizado pelo analista são os aparelhos de versões mais antigas que estão apresentando esta falha, entre eles o iPhone 4, e segundo o mesmo relatório os aparelhos atuais não apresentam esta falha de segurança.

Em entrevista a CNN, Andreas alegou ter informado antecipadamente à Apple sobre as falhas antes da divulgação das informações à mídia e segundo ele a versão atual do sistema operacional da empresa foi lançado após o repasse destas informações e que as correções necessárias foram realizadas.

A Apple ainda não se pronunciou oficialmente quanto às medidas para evitar os riscos.

Por Jaime Pargan

iPhone 4

Foto: Divulgação


Mesmo com a câmera de 1080 pixels do iPhone, é possível filmar com uma qualidade ainda melhor. O dispositivo que faz com que a câmera do aparelho tenha a possibilidade de filmar com uma qualidade de 2K é o Ultrakam. O aplicativo está famoso no iPlace e pode ser baixado por US$ 6,99, o que seria cerca de R$ 16. A ferramenta consegue fazer com que a câmera do celular tenha uma qualidade de 2K na filmagem, superior ao tradicional 1080p. O aplicativo utiliza um “hack” para melhorar a qualidade das imagens capturadas.

A captura das imagens para formar os vídeos é feita pelo dispositivo usando uma resolução de 2240 x 1672 pixels, em uma taxa de 24 quadros por segundo. A qualidade melhora por causa desse quesito, que possibilita o registro de imagens com 75% a mais de pixels do que as imagens feitas com a resolução HD normal que a câmera do iPhone dá sem nenhum recurso.

A cada gravação feita, o usuário tem a permissão de enviar os arquivos via USB ou Wi-Fi. O aplicativo dá a opção de o usuário escolher como quer gravar seu vídeo, se com o codec H.264 ou M-JPEG a 20, 24 ou 30 fps, além de ajustar os números que dão a qualidade do vídeo e que define os variados modos de captura, como a câmera lenta ou o timelapse.

O recurso pode ser usado em qualquer iPhone, mas apenas no iPhone 5S é que o aplicativo funciona com as suas configurações máximas. No iPhone 5 e no 5C, por exemplo, o dispositivo labora apenas com 20 fps na resolução 2K. Os criadores do programa intitulam o aplicativo como um serviço que instiga as pessoas a realizarem filmagens com a possibilidade de vídeos com qualidade profissional e auxilia cinegrafistas indies a alcançarem imagens de alta qualidade apenas com o seu aparelho móvel.

Com a alta resolução, muitos pensam que a disponibilidade de visualização e edição desses vídeos seria uma tarefa complexa, contudo, os desenvolvedores, pensando nessa situação, criaram o aplicativo com a permissão de o usuário salvar a versão final dos vídeos com uma resolução menor para a edição e visualização.

Por Carolina Miranda


De acordo com o CEO da Apple, Tim Cook, os próximos lançamentos da companhia virão com telas mais resistentes devido aos vidros de safira. Esta fez um acordo com uma fabricantes de vidros, que custou quase US$ 600 bilhões. Mas segundos analistas de mercado, não é somente a nova tela que fará sucesso. A grande novidade é que o iPhone 6 poderá ser recarregado somente com a luz do sol, por conter células solares em sua tela sensível ao toque. Seria como um modelo de tecnologia sustentável.

Se a empresa confirmar que adotará a nova tecnologia, a tela do smartphone irá captar raios solares por meio da tela de safira, no seu display. Executivos da Apple já fizeram investimentos em tecnologia laser, a fim de cortar os novos vidros com maior precisão. Dois profissionais da área da tecnologia de captação solar serão contratados, a fim de trabalharem com a divisão do dispositivo móvel. Atualmente, a companhia possui várias patentes envolvendo energia solar, para seu uso em dispositivos móveis e computadores. Uma delas descreve um breve funcionamento da placa de captação de energia solar para smartphones.

Segundo o analista, a Apple possui interesse na GT Advanced Technologies, a desenvolvedora das telas resistentes de safira. Desse modo, a empresa iria diminuir custos na produção de larga escala, ao mesmo nível dos vidros utilizados atualmente, o Gorrila Glass. Mesmo se as células solares não forem adotadas, a tela será produzida com um material super resistente.

A Apple já está investido na área. Na sua sede em Cupertino, placa solares enormes foram instaladas para a captação de energia solar, a fim de adotar um modelo totalmente sustentável para a utilização de energia. Para o analista Matt Margolis, esse projeto não explica a utilização das células em dispositivos móveis. A empresa ainda não confirmou se adotará essa tecnologia no iPhone 6.

Por Danilo Gonçalves


No ano de 2010, a Apple assinou um contrato com a Liquidmetal Technologies, empresa responsável pela fabricação do metal líquido. Porém, ele ainda não tinha sido utilizado em nenhum dos seus aparelhos até agora. Essa tecnologia deixará os dispositivos móveis mais leves, finos e resistentes. Alguns sites internacionais afirmam que o novo IPhone 6 poderá ser construído com esse metal.

O Mac Rumors expôs 17 patentes registradas pela Apple semanas atrás em sua página na internet, segundo o site BRG. No conteúdo destas estão reveladas as possíveis incorporações do metal líquido nos novos lançamentos da empresa, como sensores de toque nos displays, novas estruturas que unem os componentes dentro do dispositivo móvel e sensores de pressão incorporados no botão Home.

Segundo o site Mac Rumors, “os inventores listados nessas patentes são funcionários da Apple que já haviam, em algum momento passado, sido associados com o trabalho da companhia usando metal líquido”. Este possui em sua fórmula o titânio, zircônio e níquel, resultando em um IPhone resistente, mais leve, fino e com uma vida útil maior. Não foi citado se ele será utilizado em outros aparelhos da companhia, como em MacBooks e iPads.

A Apple começará a fabricar os componentes do novo iPhone no segundo trimestre deste ano. Segundo a empresa DigiTimes, responsável pela fabricação dos sensores de digitais Touch ID do IPhone 5S, já iniciou-se a fabricação destes para os próximos aparelhos da companhia. Rumores indicam também o lançamento de um foblet ainda em 2014, mas estas informações ainda não foram confirmadas pelos representantes da empresa.

Além da sua estrutura moderna, sua tela de retina terá uma resolução maior e seu processador terá 20 nanômetros, mas o preço ainda não foi divulgado. Após anos de estudos e unindo todos esses recursos, a Apple promete encantar até os consumidores mais exigentes, lançando no mercado uma tecnologia jamais implantada em dispositivos móveis.

Por Danilo Gonçalves

Metal líquido pode ser usado para a fabricação do iPhone 6

Foto: Divulgação


A Apple reduziu aos fornecedores encomendas e peças para o para o iPhone 5C. A notícia veio há apenas três semanas após o 5C estrear em um evento de lançamento com o iPhone 5S.

A Apple afirmou que 9.000.000 iPhones 5C e 5S foram fabricados nos primeiros três dias após o seu lançamento, em 10 de setembro deste ano.

O consenso entre os analistas especializados neste segmento é que o 5S superou o 5C por uma margem considerável. Mesmo na China, onde os consumidores adquirem estes produtos como símbolos de status, a demanda pelo 5C estava em queda, sendo este um dos primeiros sinais de rejeição do aparelho.

Dentro de uma semana de lançamento o 5C já estava sendo vendido com desconto nos EUA onde alguns sites estavam dando desconto em aparelhos de até 16GB. O  iPhone 5C foi listado em seu site ao preço de  US$ 99. No início de outubro, a Best Buy ofereceu um desconto de US$ 50 no modelo.

Uma possível razão do iPhone 5C não ter atingido o sucesso pode ser  a estratégia de preços por parte da Apple. Seu preço é muito alto fora dos Estados Unidos, onde o mercado de smartphones é realmente forte.

iPhone 5C

Foto: Divulgação

Apesar de seu fraco desempenho até agora, a 5Cainda não está em um momento que podemos classificar como “seus últimos pés”.

A prova do mau desempenho do iPhone 5C só será confirmada quando a Apple liberar seus relatórios de venda. Os dois pontos de dados importantes para se considerar seria o número de iPhones embarcados e o preço médio de venda.

No geral, a redução da Apple em encomendas para o iPhone 5C e peças não diz muita coisa sobre o desempenho global dos novos modelos. O 5C provavelmente vai seguir a trajetória de vendas de outros iPhones do ano anterior.

Por Jaime Pargan


Os amantes do iPhone cada dia recebem mais novidades sobre o queridinho da Apple. Dessa vez, a conta @evleaks do Twitter divulgou mais algumas imagens sobre um novo dispositivo para o aparelho: um controle para encaixar no smartphone.

De acordo com a conta, pode ser um futuro controle Logitech para jogos no celular, apontando os indícios de que a Apple estaria investindo também em transformar a Apple TV em um console de jogos.

Para os fãs, a novidade pode ser bem interessante. Isso porque uma Apple TV com uma plataforma de jogos seriam uma nova empreitada da marca. Até este ano, não havia uma API padronizada para joysticks; agora ela vale tanto para o iOS quanto para o OS X. É uma forma de integrar jogos ao ecossistema da Apple, e a Apple TV parece uma ótima candidata para tanto.

Joystick para iPhone

Foto: Divulgação

As imagens divulgadas parecem mostrar um controle padrão de Super NES: direcional na esquerda, botões ABXY na direita. Na parte superior, os botões L e R – também vistos no design de referência. O orifício para a câmera na parte traseira deixou dúvidas em relação à sua funcionalidade.

Se este dispositivo for real, certamente o veremos em breve. Mas, a legitimidade da informação pode ter vindo após a conferência internacional da marca, quando foi apresentado um suposto controle com design idêntico ao da documentação do iOS 7 para desenvolvedores.

Por Jaime Pargan


Peter Misek, analista da Jefferies & Co. divulgou recentemente um relatório no qual informa que após uma revisão feita sobre o atual curso da Apple a empresa estaria em condições de realizar um lançamento em breve de um iPhone que conta com um display de maiores dimensões.

Lembrando que Misek além de ser tido com um dos principais analistas da companhia também já tem alguns acertos em relação às previsões feitas por ele no passado sobre a Apple. É claro, que a companhia não deu nenhuma informação sobre o assunto.

Mas só a divulgação do relatório por Misek fez com que as ações da empresa subissem 1% no último dia 7.

De acordo com Misek no momento atual a empresa da Maçã conta com uma margem bem melhor que possibilitaria em termos reais o lançamento de um iPhone 6 que tenha um tela de 4.8 polegadas. Misek também disse que de segundo as estimas obtidas por ele cerca de 50% dos smartphones contam com telas de menos de 4 polegadas e que o iPhone deveria atuar nesse setor como um catalisador em relação ao ciclo de dispositivos com displays maiores.

Os rumores sobre a Apple estar planejando um iPhone com tela maior não é novidade. O Wall Street Jornal divulgou recentemente que empresa estaria trabalhando em um iPhone com uma tela de 6 polegadas. Já o Financial Times publicou uma matéria dizendo que a Apple deverá lançar um dispositivo com uma tela maior do que as tradicionais já em 2014.

Por Denisson Soares


Quem já ficou encantado com o lançamento da Apple no mês de setembro, agora tem mais essa notícia que pode deixá-los ainda mais curioso com as novidades da marca. A companhia pode estar estudando como será o próximo iPhone. Há rumores de que existiam protótipos do próximo lançamento desde 2012 e que a marca estaria verificando a possibilidade de trazer mudanças não só na tecnologia, mas principalmente em seu visual.

A aposta da Apple dessa vez seria um design ultrafino e uma tela maior – de aproximadamente 4,8 polegadas. Além do display de retina de alta resolução e a alteração na localização do botão Home. Especialistas da área dizem que no próximo ano, o novo iPhone finalmente virá com tela grande “edge-to-edge”, combinada com corpo revestido em metal fino. Mas, por enquanto ainda não há confirmação da empresa sobre essas informações.

O que se sabe é que esse aumento no tamanho pode ser uma estratégia da empresa Cupertino para competir na Ásia, que é onde disputa o mercado com produtos da coreana Samsung, como o tradicional Galaxy S4 e Galaxy Note. Também há indícios de que a marca deixará o hábito de denominar os seus aparelhos com letras, ficando apenas os números.

Por Jaime Pargan


iPhone 5S A previsão de que o iPhone 5S estaria chegando no fim deste ano todos já sabiam. Porém, o lançamento do novo aparelho da Apple vem sendo motivo de bloqueio de folga dos funcionários. De acordo com as informações divulgadas nos sites 9to5Mac e AppleInsider tanto a fabricante do dispositivo quanto as operadoras Verizon e T-Mobile estariam cancelando as folgas de seus funcionários no período entre os dias 18 e 22 de setembro. O motivo é que o lançamento deverá ocorrer entre esses dias.

De acordo com as informações veiculadas no site AllThingsD a previsão é de que o evento oficial de lançamento do aparelho seja no próximo dia 10. Apesar de todos os rumores (e proibições) a Apple não informou nada sobre qual seria a data oficial da apresentação do iPhone 5S.

Falando agora sobre o tal novo lançamento diversos sites de tecnologia andam soltando rumores de que o novo iPhone será comercializado em duas versões: a 5S deverá ser a topo de linha e a 5C uma versão um pouco mais econômica do aparelho. Entre as inovações que deverão vir junto com o dispositivo está um certo leitor de impressões digitais para o desbloqueio da tela.

Por Denisson Soares


Iphone C600 da GradienteA empresa brasileira Gradiente, após uma disputa na justiça com a renomada Apple, conseguiu o direito de chamar os seus smarphones de iPhones, isso porque ela registrou esse nome em 2007, bem antes da americana nomear os novos dispositivos dessa forma.

Essa vitória foi decisiva para que  companhia brasileira pudesse chamar o seu mais novo lançamento de Iphone. O aparelho chegará ao mercado em outubro deste ano e promete ter preços atrativos e acessíveis aos consumidores brasileiros.

Ela, que tinha levado ao mercado brasileiro um dispositivo iPhone em 2012, inova e traz o Gradiente Iphone com diferente configuração do antigo aparelho.

Iphone da marca brasileira vem com todos os atributos de um smartphone pronto para concorrer com os mais badalados do mercado, inclusive com os aparelhos da empresa americana rival.

O modelo C600 roda o sistema operacional Android 4.2.2 Jelly Bean e o grande diferencial é que o usuário poderá atender ligações de duas operadoras distintas na mesma hora, isto é possível porque o aparelho aceita ativar os dois chips de duas operadoras diferentes ao mesmo tempo.

Alguns detalhes técnicos:

– Processador Qualcomm Snapdragon S4, Dual Core 1.4 GHz;

– Tela de 5 polegadas em HD;

– Memória interna de 8GB;

– Memória expansível via cartão de memória de 40 GB;

– Câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 2 megapixels;

– Voice Search e Miracast compatível com conexão 3G.

Por Melina Menezes


Mesmo que não haja nenhuma informação oficial sobre o lançamento do iPhone 5S, há poucos dias uma imagem intrigante vazou na internet. Trata-se de uma foto do novo smartphone da Apple na linha de produção.

Com o vazamento dessa foto, as especulação sobre o possível lançamento do iPhone 5S muito em breve aumentaram, pois com base no que pode-se ver na imagem, o aparelho já foi finalizado e está pronto para ser produzido em larga escala.

O design dos dois gadgets que aparecem nas fotos é muito parecido com o que vem circulando na internet nas últimas semanas, ou seja, não há tanta diferença do iPhone 5 atual.

Além disso, o site BGR divulgou algumas informações sobre o iPhone 5S, afirmando que ele terá processador A7, flash dual LED na câmera traseira, leitor de impressão digital e disponibilidade nas cores dourado e prata.

Entretanto, não há nenhuma previsão de data de lançamento do novo smartphone da Apple, porém ao que tudo indica o 5S já está mesmo pronto e em breve teremos mais novidades sobre seu lançamento mundial e seu preço – que deverá ficar próximo ao valor de lançamento do iPhone 5.

Por Guilherme Marcon


Neste mês de dezembro, o Facebook apresentou mais um aplicativo interessante para os usuários da rede social: o Poke.

Com isso, aqueles que estiverem acessando o Facebook de um iPhone poderão usar o Poke para “cutucar” outros integrantes da rede e também para enviar mensagens de texto ou multimídia que somem após um curto período de tempo.

Para baixar o Poke será preciso que o dispositivo móvel dos interessados tenha uma versão de sistema operacional superior ao iOS 5.1 para que o aplicativo possa rodar.

Por Ana Camila Neves Morais


Tendo em vista que a Apple já confirmou o lançamento do iPhone 5 no Brasil para o dia 14 de dezembro, algumas informações sobre a chegada do aparelho às lojas surgiram.

De acordo com as informações supostamente vazadas, o novo smartphone da Maçã deve custar R$ 1.999 na TIM. Este valor seria para o iPhone 5 com 16 GB. Já a versão com 32 GB sairia por R$ 2.249.

Esses preços “vazados” são referentes aos aparelhos desbloqueados. Caso o comprador adquira o smartphone no plano pós-pago, é provável que o valor caia, tendo em vista os bons descontos dados pelas operadoras. Em comparação, o iPhone 4S chegou ao Brasil custando R$ 1.899 na TIM, na versão desbloqueada.

Entretanto, a assessoria de imprensa da TIM tem respondido aos contatos com a afirmação de que a empresa ainda não definiu os preços dos modelos do iPhone 5.

O novo aparelho da Apple possui tela de 4 polegadas, sistema operacional iOS 6, câmera de 8 MP (que grava vídeos em Full HD), memória RAM de 1 GB e processador A6 (com dois núcleos e 1.2 GHz).

Por Guilherme Marcon


Os chineses são conhecidos por fazer parte de um povo apressado. E não estamos errados em pensar que em questão de tecnologia a realidade não podia ser outra. É que o país já começou a sua produção de acessórios para o mais novo produto da Apple, o iPhone 5.

A indústria do outro lado do globo preparou, inicialmente, as capas dos aparelhos, visando distribuir no mercado local. As vendas do iPhone 5 devem começar no mês de outubro.

Segundo o portal Cydia Blog, rumores dizem que as capas dão uma pista de como seria o novo smartphone da Apple. O iPhone 5 teria um design maior e mais fino. Há também um conector para fones de ouvido na parte inferior do produto, o que seria quase uma cópia do modelo adotado pela Samsung no famoso Galaxy X, que carrega o logotipo do Google.

A Apple ainda guarda sob sete chaves a identidade visual do aparelho e deve permanecer em silêncio para aguçar a vontade dos fãs da marca.

Confira mais novidades e lançamentos da empresa em seu site oficial, no endereço eletrônico www.apple.com.

Por Tadeu Goulart


Que tal mandar uma mensagem privada e logo depois do envio fazer ela desaparecer automaticamente? Essa é a ideia do aplicativo "Wickr", de uso gratuito e que promete manter a privacidade dos usuários do iPhone.

A ideia do "Wickr" é bastante simples: permitir que o usuário envie conteúdo multimídia, mensagens de texto ou imagens e programe quanto tempo depois a mensagem será “destruída”, ou melhor, deletada. O recurso pode ser programado para apagar a mensagem algumas horas depois ou ainda para ser destruída assim que a outra pessoa ler o conteúdo.

O aplicativo também é bastante fácil de usar. Depois de fazer o download, o usuário só precisa fazer o registro (sendo que não é exigida uma conta de e-mail) e, em seguida, há proteção do login por uma hash, para evitar que o próprio aplicativo tenha acesso ao login ou senha. A descrição do Wickr também especifica que os metadados dos conteúdos multimídia são totalmente removidos. Além disso, a comunicação entre quem enviou e recebeu a mensagem é criptografada.

O uso do "Wickr" é gratuito, mas existem alguns poucos recursos do aplicativo que exigem pagamento. A ferramenta já está disponível na Apple Store.

Fonte: Apple Store

Por Matheus Camargo


Uma película criada para telas touchscreen, denominada de Buff, chega ao mercado com a promessa acabar com os riscos do display dos iPhones e deixa-los com aparência de praticamente novos, e, além disso, deixar o dispositivo quase indestrutível.

O ponto fraco encontrado na última versão do iPhone é, sem dúvida, a fragilidade de sua tela, pois pode ser quebrada facilmente, e foi pensando nisso que a Buff foi desenvolvida. Em um vídeo disponibilizado na internet, é feita a demonstração da película para comprovar que ela cumpre o que promete, pois, mesmo após ter sido submetida a marteladas, a tela do aparelho continua intacta.

Os criadores revelaram o segredo da película e, de acordo com eles, a Buff é especializada na absorção e dispersão de ondas de choque, que são causadas pelo impacto de alguma batida ou queda. A tecnologia da película é composta por quatro camadas, sendo que a primeira foi desenvolvida para a absorção, a segunda para dispersar a força por toda a superfície do display do aparelho – fazendo com que a energia não fique apenas em um ponto – enquanto as outras duas servem como camadas adesivas, para manter a película sempre no mesmo lugar.

O preço da Buff está em torno de US$ 20 e US$ 30, e com certeza é um ótimo investimento para quem quer proteger seu smartphone.

Por Guilherme Marcon


Parece que realmente a tática das empresas fabricantes de dispositivos móveis está sendo atacar diretamente a Apple e seu iPhone. Depois da notícia de que a Microsoft e a Nokia estão fazendo uma campanha com ataques diretos contra a Apple, desta vez quem decidiu atacar foi a Sony.

Recentemente a empresa veiculou uma propaganda do PS Vita onde mostrava uma imagem do equipamento e a seguinte frase: “Talvez eu nunca mais toque em um jogo no meu iPhone novamente”. Segundo as fotos que estão circulando na internet, a campanha está instalada nas ruas de Manchester, no Reino Unido, que é onde fica instalado o escritório da empresa.

Isso mostra que a Sony está mais preocupada com o iPhone como uma plataforma de games móveis do que com a Nintendo e o seu console 3DS. Talvez porque a Sony, diferentemente da Nintendo, também atua diretamente no segmento de smartphones, onde bate de frente com a Apple.

Além disso, muitas pessoas também pensam que realmente não vale mais a pena comprar dispositivos móveis apenas para jogar, já que os smartphones, como o iPhone, fazem isso muito bem.


Existem muitos aplicativos disponíveis para smartphones que podem ajudar muitos turistas durante suas viagens. Por exemplo, hoje em dia não precisa mais ficar perguntando para as pessoas em que direção fica determinada rua, basta abrir seu smartphone e acessar seu programa de mapas predileto para conseguir se guiar na cidade. Além disso, existem também outros aplicativos que permitem localizar alguns pontos turísticos da cidade.

Seguindo esta tendência, foi lançado recentemente um aplicativo para a cidade de Nova York. O aplicativo, chamado "NYC Map", está sendo considerado um dos mais completos e ideal para qualquer tipo de turista, principalmente para aqueles que estão indo para a cidade pela primeira vez.

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura de Nova York, atualmente a cidade está recebendo uma média de 50 milhões de turistas a cada ano. Pensando nisso, a Prefeitura da cidade resolveu lançar o seu próprio aplicativo para ajudar os turistas a se encontrarem na cidade. O aplicativo foi desenvolvido em parceria com a empresa CityMaps.

Primeiramente o aplicativo está sendo lançado apenas para o iPhone, mas a Prefeitura já está trabalhando para lançar uma versão também para o sistema operacional Android.

O grande diferencial deste aplicativo é que ele não fica se baseando apenas em uma central de informações. O NYC Map centraliza e cruza uma série de informações (do Twitter, do Facebook e também do Foursquare) para guiar os turistas pela cidade.

Outro diferencial deste aplicativo é que ele não mostra só os pontos comerciais da cidade, mas também permite que o usuário faça buscas personalizadas.


Um aplicativo, recentemente desenvolvido, surgiu no mercado para colaborar com quem não quer ter a sua privacidade exposta no iPhone, pois este aparelho mostra o conteúdo do SMS recebido quando você clica no ícone de mensagem. Ele se chama “Black SMS – Protected Texts”, disponibilizado no iTunes por Tyler Weitzman.

O app pode ser utilizado em iPhones e iPads e seu funcionamento se dá de forma que o usuário, após escrever a mensagem normalmente no campo específico do Black SMS, transforma a mensagem em uma espécie de “borrão” e em seguida envia o texto a partir do iMessage para o destinatário.

O texto, então, chegará com aspecto de “borrão” no aparelho da pessoa para a qual foi enviada a mensagem, protegendo o texto quando aberto no iPhone. Para converter em texto o que foi recebido, basta que o “borrão” seja copiado para dentro do Black SMS e ele se transformará no texto escrito.

Além de tudo, os usuários ainda podem definir uma senha que só o emissor e o receptor da mensagem saberão, que será utilizada para abrir o SMS. No iTunes, o app custa US$ 0,99 (cerca de R$ 1,70).

Por Guilherme Marcon


A dona de um iPhone 4 que não quis ter sua identidade revelada, contou ao site de tecnologia americano Mashable que seu smartphone explodiu a centímetros de sua cabeça enquanto ela dormia. Em entrevista ao site ela disse que acordou ao ouvir o barulho e sentir o cheiro que vinham do aparelho, o quarto onde estava ficou cheio de fumaça devido à explosão.

A usuária que estava viajando com o marido disse que antes de ir dormir havia colocado o iPhone para carregar  em uma das tomadas do quarto de hotel na Costa Leste dos Estados Unidos.

De acordo com o Mashable um eletricista esteve no local para verificar a rede elétrica do quarto de hotel, e após realizar alguns testes não foi encontrado nenhum problema que pudesse ter ocasionado a explosão do celular.

Segundo a vítima o iPhone que possuía foi comprado em uma das lojas da Apple no Estado do Colorado, e após o ocorrido a cliente teria feito algumas reclamações diretamente a Apple e só decidiu levar o caso a imprensa pois  a empresa se mostrou totalmente desinteressada pelo caso.

Por Guilherme Marcon


A Apple já está preparando a próxima edição do iPhone. De acordo com um site especializado em tecnologia, o novo aparelho deverá ser lançado em junho desse ano, durante o evento para os desenvolvedores da empresa, o WWDC.

Uma das principais novidades do novo iPhone será o aumento da tela, que passará de 3,5 polegadas para 4 polegadas, de acordo com o site 9to5mac, especializado em notícias sobre a Apple.

O site informou ainda que um funcionário da empresa chinesa Foxconn, responsável pela fabricação do aparelho, afirmou que o iPhone 5 já está finalizado e já poderá ser produzido.

Para aumentar ainda mais a veracidade da notícia, o 9to5mac informou que este funcionário é o mesmo que afirmou que o novo modelo não seria lançado no ano passado, na ocasião a companhia apresentou o iPhone 4S.

Outros rumores apontam que o novo aparelho já estaria preparado para usar a navegação 4G (recurso que já pode ser encontrado em outros smartphones) e que teria processador quad-core.

Vale ressaltar que esses ainda são rumores e a notícia ainda não foi confirmada pela gigante da informática.

Por Joyce Silva


Os rumores da possível apresentação do Novo iPhone 5 no próximo mês (outubro) estão cada vez mais fortes.

O último indício da possível chegada do aparelho aconteceu esta semana, quando Al Gore (ex-vice-presidente dos EUA e atual membro da diretoria da Apple) acabou deixando escapar que “novos iPhones chegarão no próximo mês”.

A afirmação de Al Gore (como não poderia deixar de ser) logo repercutiu na internet, onde já existe até uma data especulada para a possível apresentação do aparelho, o dia 4 de outubro.

Vale lembrar que a Apple não se pronunciou sobre as declarações de Al Gore.

Al Gore faz parte da mesa de diretores da Apple a pelo menos 8 anos. Em todo esse tempo, ele nunca “vazou” nenhuma informação sobre os novos produtos da empresa.

Comentando um pouquinho sobre o iPhone 5, ele pode chegar ao mercado com o mesmo processador do iPad 2 (A5), 1 GB de memória RAM, câmera de 8 MP, bateria de maior duração e a tecnologia NFC.


A Apple iniciou hoje a venda do tão esperado iPhone 4 Branco. O aparelho foi lançado inicialmente em cerca de 28 países (o Brasil está de fora desta lista).

De acordo com a Apple, apesar de ter planejado lançar o modelo junto com a versão preta, o iPhone 4 Branco só pode ser lançado agora devido a alguns problemas em sua produção.

O preço do iPhone 4 branco será o mesmo cobrado pela versão preta.

Entre os países premiados com o celular estão: Estados Unidos, Japão, Canadá, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Espanha, Coreia do Sul, entre outros.

Estimasse que a Apple tenha vendido, até o momento, cerca de 18,65 milhões de aparelhos apenas no último trimestre.


O Conselho Federal de Medicina, em parceria com a empresa MedPhone lançou um aplicativo que permitirá a profissionais da saúde consultarem pelo iPhone o Código de Ética Médica.

De acordo com a MedPhone, o novo código vem com algumas inovações, tais como a previsão de cuidados paliativos, o incentivo à autonomia do paciente, as regras para reprodução assistida, além da manipulação genética.

Como forma de acompanhar as mudanças da sociedade e do mercado profissional no campo da medicina, o Código também alude àquilo que é concernente a funções de gestão, pesquisa e extensão na área médica, bem como em aspectos relacionados à publicidade médica, ao jogo de interesses (de laboratórios e clínicas, por exemplo), à segunda opinião médica, à responsabilidade no exercício da medicina, placebo e questões direcionadas aos planos de saúde, financiamento, consórcios.

O  aplicativo pode ser baixado neste link.

Maiores informações, pelos sites Portal Médico ou MedPhone.

Por Alberto Vicente


Uma empresa da China proporcionou uma novidade inusitada aos applemaníacos ao apresentar um visual alternativo para o famoso iPhone: criou uma capa transparente para o dispositivo da Apple, versão 4, através da remoção da tinta preta que o encobre.

A impressão que se tem é de que você está manuseando um aparelho aberto, deixando transparecer um aspecto de que já está gasto ou de que está em fase de pré-fabricação, ainda na linha de montagem.

Atenção: os donos de iPhone que pretenderem descolorir seu aparelho em casa devem tomar cuidado por causa do tipo de solvente que precisa ser usado no processo.

Foto: Don Chulio

Por Alberto Vicente

Fonte: Guia do Mac


Segundo informações do portal de notícias Bloomberg, a Apple planeja lançar no mercado uma versão popular (barata) do iPhone. A agência de notícias acrescenta que “fontes” com identidades não reveladas teriam visto o protótipo da nova versão do smartphone e esse dispositivo também seria capaz de trabalhar não só em redes GSM, mas em  redes CDMA.

Isso tudo certamente é reflexo das conjunturas que vêm se formando no mundo bilionário dos smartphones. De cara, a empresa de Steve Jobs pretende atenuar o crescimento das vendas de aparelhos que levam o sistema operacional concorrente Android, da Google e, na outra linha de frente, vem se preparar para o que pode acontecer com a recente parceria entre a Nokia e a Microsoft (leia mais sobre essa união no site Celular Online).

O preço cogitado para o novo iPhone seria aproximadamente 200 dólares e o usuário ficaria livre da assinatura do contrato de dois anos.

Por Alberto Vicente


O iPhone transformou-se em confessionário. Soa estranho, mas o que aconteceu foi que a Apple está vendendo na iTunes, sua loja virtual, um aplicativo de nome “Confissão”, que permite ao usuário se confessar e ainda armazenar todos os seus pecados. O problema vai ser com quem comete muitos atos errôneos, pois haja capacidade para manter esse registro.

O programa direciona e informa sobre a atitude de se confessar, mas o que foi mais inacreditável foi o fato da Igreja Católica conceber essa ideia. A empresa desenvolvedora do software, a Little iApps, informou que o projeto contou com a ajuda de padres e foi aprovado pelo bispo Kevin Rhoades de Indiana (EUA), algo inédito no mundo digital.

No iTunes o confessionário digital pode ser comprado pelo preço simbólico de 1,99 dólares.

Por Andrea Gomes

Fonte: BBC Brasil


O lançamento do novo iPhone será ainda esse ano e segundo informações, a Apple está focando no design e redesenhando completamente o novo modelo do aparelho. Internamente, o iPhone também sofrerá mudanças, e tudo indica que vai ter um novo chip da Qualcomm, para que seja possível se adequar tanto a tecnologia da Verizon quanto a da AT&T.

Atualmente a fornecedora dos chips para iPad e iPhone é a Infineon. O lançamento do aparelho será o primeiro sem a presença de um dos ícones da Apple, Steven Jobs, que se encontra com problemas de saúde e por isso está afastado da empresa.

Ainda não se sabe ao certo como será o design do iPhone 5, mas como é de costume, a Apple certamente apresentará alguma inovação surpreendente. É possível que o aparelho possua reconhecimento facial, já que a empresa é agora detentora da Polar Rose, especializada em tecnologia de reconhecimento de face.

Por Andrea Gomes

Fonte: Folha


A Apple aumentou o grau de dificuldade para abrir os cobiçados iPhones 4, substituindo os parafusos de fábrica, padrão Phillips, por parafusos do padrão "Pentalobe", cuja chave de fenda não é fácil de encontrar por não ser vendida no mercado, ao contrário das chaves de fenda tradicionais.

Segundo algumas pessoas, quando alguém leva o aparelho para conserto na loja da marca, nos EUA, os técnicos trocam os parafusos. Porém, os clientes não são informados a respeito desta substituição.

O presidente-executivo da iFixit (assistência técnica para aparelhos da Apple), Kyle Wiens, afirmou que a intenção da Apple é evitar que as pessoas possam abrir e substituir a bateria do iPhone, e que há algum tempo ele percebeu que a marca vinha adotando essa prática.

A iFixit ganhou fama no mundo todo por conseguir abrir e desmontar produtos da Apple em horas ou minutos depois do lançamento oficial. Mas dessa vez ela parece ter complicado as coisas.  

Por Andrea Gomes

Fonte: Reuters Brasil


Mais uma novidade é lançada no mundo da tecnologia: trata-se da nova versão do iPhone 4 da Verizon, anunciada no dia 11 de janeiro de 2011.

A Verizon anunciou ainda que as vendas da nova versão do Iphone terão início no mês de fevereiro, mais precisamente, a partir do dia 10, mas quem desejar adquirir logo o Iphone 4 da Verizon, pode se adiantar e fazer uma pré-solicitação, que já estará disponível no dia 3 de fevereiro.

A versão de 16 gigabyte do Iphone 4 custará a bagatela de $199, mas quem quiser uma versão mais robusta, de 32 gigabytes, terá que desembolsar $299 (mesmo preço aplicado pela AT&T).

A nova versão do Iphone 4 foi criada para funcionar com a tecnologia utilizada na rede CDMA da Verizon, contrária à tecnologia GSM,  usada em todos os IPhones.

Talvez, um inconveniente dessa versão do telefone seja o fato de não permitir que o usuário realize chamadas e navegue na internet ao mesmo tempo. Porém, Tim Cook da Apple, não considera isso um problema. “Eu acho que as pessoas dão ênfase a outras coisas.”, afirma ele. Mas isso apenas os futuros usuários do Iphone 4 da Verizon poderão dizer.

O telefone estará disponível nos Estados Unidos tanto na versão wireless da AT&T quanto da Verizon.

Por Andrea Gomes

Fonte: NY Times


A  empresa Hasbro – mais famosa empresa de brinquedos do mundo em cujas lojas na Harrold´s são filmadas a maioria das cenas dos filmes de Natal – acaba de lançar um aparelho que anexado ao Ipod e ao Iphone reproduz imagens em 3D.

O aparelho chama-se My3D e assemelha-se a um binóculo. Ele estará a venda por 30 dólares na loja da Apple. É necessário adquirir junto com o My3D o conteúdo (imagens, jogos, viagens virtuais, etc) a ser visualizado em 3D.

O aparelho será líder no mercado pois até o momento não há nenhum outro que consiga reproduzir com perfeição conteúdo em 3D do Iphone. 

Por Teresa Almeida


De todas as emissoras brasileiras, a Rede TV! parece sempre estar um passo à frente das demais, mesmo não sendo a maior do Brasil. A emissora foi a primeira a transmitir sua programação em alta definição e também foi pioneira no país ao oferecer conteúdo 3D no canal aberto.

Agora, a emissora prepara-se para ser a primeira a transmitir sua programação através do smartphone e o tablet da Apple, respectivamente o iPhone e o iPad. E o que é melhor, de forma gratuita. Para acessar os programas o usuário só precisará instalar um aplicativo que estará disponível na AppStore em Novembro.

Ficarão de fora da programação os filmes e séries e campeonatos internacionais devido aos direitos de transmissão. No entanto, muitos usuários não sentirão falta disso, pois esse não é o forte da emissora. Um dos carros-chefe da programação da rede TV! é o programa Pânico na TV!

Por Maximiliano da Rosa


Quando foi lançado, o iPhone 4 deveria ser vendido em duas cores: branca e preta. Entretanto, a Apple ainda demora para lançar de vez a versão branca do smartphone mais desejado do mundo. Agora, a notícia que se tem é de que o tal iPhone 4 branco foi adiado, mais uma vez.

Tantas idas e vindas sobre o assunto acabam rendendo muitos rumores e boatos pela internet afora. De acordo com o portal MacWorld Brasil, a Apple afirma que a fabricação do iPhone branco é “mais desafiadora” do que foi imaginado pelos engenheiros.

Alguns apostam que o smartphone será lançado em breve, junto com a versão 1.1 da App Store para iPhone e iPod Touch. Contudo, corre o boato de que o tão falado iPhone 4 branco foi cancelado pela turma de Steve Jobs.

Por Luísa Barwinski


De fato, os tempos mudaram. As crianças de hoje até acreditam no Papai Noel. Mas acho que elas pensam que ele é magro, careca, usa calça jeans e trabalha na Apple. Não entendeu? Eu explico. É que uma das maiores fabricantes de baterias do mundo, a Duracell, fez uma pesquisa com 2138 crianças e pais na terra do Tio Sam.

O interesse da empresa era saber o que as crianças desejam ganhar no próximo Natal. O resultado foi bem interessante. Num universo com crianças entre 5 e 16 anos, os produtos da Apple formam o pódio da pesquisa. O item mais desejado é o iPhone 4. Depois vem o iPod Touch e o iPad.

Bonecas, carrinhos, que nada. Quer dizer, boneca só se for a Barbie Video Girl, que vem com uma filmadora embutida, que é a décima colocada na preferência. Dos 10 brinquedos citados pelas crianças 6 são produtos eletrônicos.

Por Maximiliano da Rosa


Lembra daqueles velhos aparelhos telefônicos que para fazer uma ligação era necessário rodar um disco? Tem saudades deles? (Se você não é desta época e quer conhecer tais aparelhos, clique aqui).

Quem estiver a fim de voltar ao passado pode usar o iPhone nesta empreitada. Como?

Um designer americano chamado Scott Freeland criou dock para iPhone que imitam perfeitamente os telefones antigos.

A invenção foi batizada de iRetrofones e vem com uma entrada USB na qual o smartphone da Apple pode ser conectado. O som é transmitido para o gancho do telefone, que pode ser usado à moda antiga.

Os interessados podem encontrar vários modelos, que estão à venda aqui e custam a partir de US$ 195.

Por André Gonçalves


O novo aplicativo disponível na App Store, o Ugly Meter é capaz de informar o quanto uma pessoa é bonita ou não, em porcentagens.

Através da foto do usuário, o aplicativo analisará e calculará as medidas do rosto e suas combinações e dará o resultado de quanto a pessoa chega a ser bonita ou feia. É possível comprar pelo iTunes por US$1,00.

Porém o Ugly Meter tem uma sacada de humor e quanto maior a nota que a pessoa receber, mais feia ela é considerada. É possível brincar com seus amigos e medir o nível de beleza de cada um. Ou de feiúra, dependendo do resultado.

Por Carla Caldeira


O Iphone 4 está em vias de aportar toda a sua tecnologia de ponta no Brasil nos próximos meses. Com um design renovado, tela classe A e sistema com novas funções como reunir aplicativos em pastas.

Apesar dos problemas que enfrentou quanto ao sinal, as capinhas protetoras (bunpers) evita a interferência no sinal do celular. A capa sai a 24 dólares ou 51 reais. Uma das funções mais festejadas é o suporte a multitarefa.

A traseira do celular é mais plana que seu antecessor e a as laterais tem acabamento em aço inoxidável. As fotos são melhores com 5 MP e flash de LED. A video-chamada é divertida e fácil de usar além de permitir a sincronização das marcações em um livro entre iphones e ipads e a armazenar e exibir e-books em PDF.

Isso é só uma prévia. Para aproveitar mais tem que esperar que aporte por aqui para aproveitar. 

Por Teresa Almeida


Após as últimas polêmicas envolvendo o iPhone4, da Apple, por problemas de captação de sinal, o que foi resolvido com a colocação de uma capa protetora no aparelho, o produto deverá receber homologação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) até a próxima sexta-feira, 20 de agosto.

Trata-se da última fase de certificação do aparelho, para que ele possa ser vendido no Brasil, onde se verifica se as questões técnicas estão de acordo com os padrões estabelecidos pela Anatel.

A apresentação oficial do iPhone4 ocorreu no último mês de junho, onde o mesmo teve recorde de vendas nos primeiros dias nos países em que foi comercializado.

Por Elizabeth Preático

Fontes: Band, Veja


Recentemente a Apple decidiu oferecer bumper cases gratuitos para todos os compradores do iPhone 4 num esforço para tentar atenuar o problema com o Death Grip. No entanto, isso custará cerca de 175 milhões de dólares à empresa.

Embora seja uma quantia considerável, o valor é muito menor do que os cerca de 1 bilhão e meio de dólares que seriam necessário para realizar um recall do iPhone 4.

Ou seja, por conta de todo o falatório, críticas, e dor de cabeça que o problema deu à Apple, desembolsar apenas 175 milhões de dólares acabou ficando barato. Até porque um recall não geraria apenas prejuízo material, mas também arranharia muito a imagem da empresa.

Por Maximiliano da Rosa


A resolução da Anatel que obriga as operadoras a venderem seus celulares e smartphones já desbloqueados está em vigor já faz algum tempo. Apesar disso, ainda tem muita gente que ainda possui um aparelho bloqueado e não sabe ou não teve tempo para desbloqueá-lo.

Algumas operadoras como a Vivo e Oi, por exemplo, possui uma página dedicada ao desbloqueio em seus sites, que funciona com a maioria dos aparelhos, incluindo os smartphones mais modernos como o iPhone.

Falando nisso, quem apresenta uma solução fácil para os donos de iPhone, é a TIM. O desbloqueio é realizado automaticamente para quem instala o novo sistema operacional iOS 4. O detalhe é que se trata de um desbloqueio oficial, isto é, feito pela própria Apple.

Por Maximiliano da Rosa


Se por um lado a Nokia e Apple tentam se aproximar do território dominado pela RIM, o mercado corporativo, esta segue caminho oposto. Uma das provas é o anúncio do BlackBerry Storm 3, um smartphone claramente dirigido aos jovens.

A previsão é que o aparelho chegue ao mercado por volta do quarto trimestre deste ano trazendo consigo a versão 6 do sistema operacional BlackBerry. Equipado com recursos multimídia e jogos, mas sem esquecer de aplicativos úteis como GPS, câmera e realidade aumentada, ele tem tudo para atingir seu objetivo e brigar com o iPhone, por exemplo.

Não há muitos detalhes sobre o Storm 3, mas rumores falam em uma parceira da RIM com a EA para oferecê-lo com o jogo The Sims. Se isso for verdade, fica claro que o mercado corporativo pode não ser mais o foco exclusivo da empresa.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Pop News


Depois que seis funcionários cometeram suicídio, sem falar nos que tentaram e não conseguiram, uma fábrica chinesa resolveu chamar monges budistas para uma espécie de ritual de purificação e permitir que as almas dos mortos possam sair do purgatório.

O que chama a atenção nesse caso é que a fábrica em questão é uma filial da Foxconn, com sede em Taiwan e considerada a maior produtora de eletrônicos do mundo. A empresa é responsável pela fabricação de vários produtos, entre eles o iPhone, o Xbox, o Nintendo, e até o leitor digital da Amazon, o Kindle.

Um dos casos de maior repercussão mundial foi o de um rapaz que se matou após ter sido acusado do sumiço de um protótipo do iPhone. O último aconteceu esta semana, quando uma moça de apenas 24 anos se atirou da janela do seu apartamento.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


A tecnologia payWave da Visa promete ser uma revolução. Com ela, o cliente usa uma espécie de chaveiro no lugar do cartão de crédito. Ao efetuar compras numa loja, ao invés de sacar o cartão e digitar uma senha, só é preciso e aproximar o chaveirinho de um leitor compatível com a tecnologia e pronto, o pagamento é efetuado sem grandes complicações.

A tecnologia já é utilizada nos Estados Unidos, e para compras até 25 dólares dispensa senha ou assinatura.

E é com base nesse serviço que a empresa quer transformar o iPhone num cartão de crédito virtual. Isso possibilitaria fazer transações pela plataforma móvel de maneira muito mais prática que através do serviço da PayPal, por exemplo. Para funcionar seria necessário apenas um aplicativo para se comunicar com o case payWave conectado ao smartphone da Apple.

Os testes devem começar ainda este ano.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: MacWorld


A MTV, canal de TV voltado ao público jovem e descolado, acaba de lançar o primeiro aplicativo ao iPhone e iPad que permite às pessoas assistirem sua programação na íntegra e ao vivo. A assessoria de imprensa revela que esse ato tem feito o aplicativo ser o mais baixado entre os gratuitos disponíveis na Apple Store brasileira.

Batizado de “MTV ao Vivo”, o software possibilita que os usuários se conectem a outras ferramentas de informações por meio da opção Notícias. Nesse local, os cidadãos têm a possibilidades conferir os principais acontecimentos vigentes no mundo da música e outras atualidades.

A partir de 5 de maio, a Nokia também permitirá que seus usuários assistam a MTV na palma das mãos. Para baixar o aplicativo é necessário procurar por MTV AO VIVO na loja da Apple no iTunes, ou na loja de softwares da Nokia, em www.ovistore.com.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Quem nunca jogou o famoso jogo da cobrinha, o Snake que atire a primeira pedra. Clássico no PC e depois nos celulares da Nokia, o joguinho acabou virando uma verdadeira febre, com fãs espalhados pelo mundo todo, entre adultos e crianças.

Agora o jogo foi recriado para iPhones e iPods por um brasileiro e está disponível para download por 1 dólar na Apple Store. Disponível em várias opções de cores, o joguinho pesa apenas 1,1 MB. Para fazê-lo rodar é preciso o firmware 3.1.2 ou superior. Há poucos dias uma nova atualização trouxe três novos modos de jogo além do clássico.

Apesar de existirem outras opções, como o Snake XT, com recursos 3D e tudo, o jogo não é fiel ao original.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Zumo


Quando lançou o iPad a Apple foi categórica e afirmou que o seu tablet não teria ao Flash. E continuará sendo assim, daqui para frente, indiferente aos apelos dos consumidores e especialistas. E as altas vendas do iPad contribuíram para que a empresa de Steve Jobs continue a manter essa postura.

Em resposta à Apple, a Adobe revelou essa semana que abandonará completamente seus esforços em portar o Flash para o iPhone. A Adobe acusou a Apple de dificultar as coisas, não permitindo o desenvolvimento de aplicativos multi-plataforma. Em sua defesa, a Apple afirmou que oferece suporte a todas a plataformas abertas, e que o problema com o Flash é que a ferramenta da Adobe é um sistema fechado e proprietário.

Como as duas empresas não se entendem mais a Adobe deve voltar sua atenção ao smartphones que utilizam a plataforma Android. Em breve deverá ser liberado a primeira versão do Flash para o sistema. Já para o iPhone e o iPad, a saída parece ser a adoção do HTML5 como forma de oferecer conteúdo multimídia para a Internet.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


Não dá para negar que o universo feminino, às vezes, é tão ou mais complexo que a física quântica. TPM, enxaqueca, ciclo menstrual… São tantas coisas para lembrar, e saber. Pensando em dar uma ajudinha básica aos homens que amam suas mulheres e não querem pisar na bola, foi lançado um aplicativo na Apple Store, cuja finalidade é bem simples: monitorar o ciclo menstrual.

Baseado em dados fornecidos pelo usuários, como o dia das três últimas menstruações, o Code Red, funciona como um lembrete para o homem, avisando-o quando a esposa ou namorada estiver para ficar naqueles dias.

Além disso, através de um calendário, o programa dá dicas bem humoradas, informando como a mulher pode estar se sentindo em determinado dia, baseado no tempo que falta para o período crítico. O download do aplicativo pode ser feito aqui.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Folha Online


A banda norte-americana de rock Linkin Park está desenvolvendo um aplicativo para os aparelhos Iphone, Ipad e Ipod Touch, da Apple. Será um jogo chamado “8-Bit Rebellion”.

O jogo se passa num ambiente de baixa resolução, parecido com os jogos dos anos 80. A grande novidade é que os jogadores que conseguirem terminar o jogo terão acesso a uma música exclusiva da banda, chamada “Blackbirds“.

A venda do jogo começa no dia 30 de abril de 2010. A banda continua em estúdio trabalhando no sucessor de seu mais recente disco – “Minutes to Midnight”, lançado em 2007. O novo disco deve sair ainda em 2010.

Por Thiago Martins


Uma das revistas mais importantes do gênero, o Guia 4 Rodas, não faz feio no ambiente portátil. A prova disso é um aplicativo para iPhone desenvolvido pela editora Abril, o “Restaurantes SP”.

Seguindo a linha da revista, e aproveitando-se das possibilidades criadas pela tecnologia, o programa traz um guia sobre todos os restaurantes de São Paulo. É possível ver através do mapa, no estilo de um GPS, a localização exata do estabelecimento.

E não se trata de apenas uma lista. O aplicativo traz informações úteis sobre a localização, estacionamento, cardápio, carta de vinhos, se possui conexão wi-fi, e muito mais. Todos os restaurantes que aparecem no mapa foram checados pelos editores, assim como acontece com as informações que são publicadas no Guia de papel.

E o melhor de tudo: o aplicativo pode ser baixado gratuitamente.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: