A integração entre o Instagram e o WhatsApp permitirá o compartilhamento de fotos. Saiba como fazer.

As pessoas que adoram compartilhar fotos, selfies, momentos que marcam e principalmente usam o Instagram para publicá-las, veja que agora será possível compartilhar para seus amigos, familiares e grupos no Whatsapp.

A rede social Instagram, nesta última terça-feira (24), informou que haverá uma integração entre Instagram e o aplicativo de mensagens Whatsapp.

Como ambos os aplicativos pertencem ao Facebook, eles irão trabalhar juntos, ou seja, o compartilhamento de fotos entre eles ficará bem mais acessível. Conforme as informações do Instagram, as fotos e vídeos que forem publicadas em seu feed e que não tenha restrição de público, vão poder ser compartilhados.

O que faz esse compartilhamento ser possível?

Esse compartilhamento será possível graças a uma atualização que será disponibilizada aos usuários do mensageiro (Whatsapp) que possuem o sistema operacional Android em seus aparelhos.

Para quem tem iPhone com sistema iOS ou outro modelo de smartphone com Windows Phone receberão a atualização posteriormente.

Esta nova função é feita por uma API pública do Whatsapp, traduzindo API para o português significa Interface de Programação de Aplicativos.

Como era antes e como será com a atualização?

Antes quando você gostava de uma foto do Instagram e gostaria de compartilhar com seus contatos no Whatsapp, somente era possível copiando a URL do post e depois colar no mensageiro.

Agora ao visualizar uma foto, um vídeo ou um boomerang no Instagram, lembrando que seja de domínio público, os usuários do Whats poderão compartilhar uma miniatura do link do post direto no app.

O que tenho que fazer para conseguir compartilhar direto para o Whatsapp?

Para que você possa conseguir compartilhar seus posts preferidos, será necessário em primeiro lugar atualizar o seu Instagram para uma versão mais atual. Para quem já usa a versão Beta da rede social já possui esta funcionalidade.

Passo-a-Passo:

Para facilitar a vida dos interessados em usar esta novidade acompanhe a seguir alguns passos que serão necessários para que integração seja feita, veja como:

1. Escolha uma foto bem interessante que queira compartilhar;

2. No topo do post existem 3 pontinhos do menu, clique neles;

3. Em seguida, você verá a opção Compartilhar no Whatsapp.

Muito simples e fácil, não requer prática, nem tão pouco habilidade. Lembrando que conforme informações do Instagram para compartilhar as fotos ou vídeos dos posts é necessário que tenha o Whatsapp instalado em seu aparelho.

Tem Instagram? Tem Whatsapp? Compartilhe este post com seus amigos e conhecidos nas redes sociais.

Por Marcio Ferraz

Whatsapp


O Instagram Stories permite aos usuários a publicação de imagens e vídeos que se apagarão 24 horas após sua publicação.

A rede social Instagram de propriedade do Facebook, lançou recentemente o Instagram Stories, que é uma feature que permite aos usuários a publicação de imagens e vídeos que se apagarão 24 horas após sua publicação.

O sucesso crescente de seu concorrente, o Snapchat, foi o que levou o Facebook a criar esta nova função na rede social, mas o que pode se dizer realmente é que tudo isso veio após uma tentativa de compra do Snapchat pelo Facebook no mês de novembro de 2013 por US$3 bilhões segundo relatos, que não se concretizou por conta de seus fundadores considerarem que o valor é muito baixo daquilo que realmente vale esta rede social.

O Instagram possui uma média de acessos diários de cerca de 300 milhões de usuários ativos utilizando a rede social, e também conta com uma quantidade de cerca de 500 milhões de usuários totais na rede. Já o Snapchat possui 10 bilhões de visualizações diárias de vídeos e 100 milhões de usuários ativos por dia.

De todas as postagens feitas por usuários na rede social, cerca de 91% são de imagens e apenas 9% de vídeos. De certa forma parece que a famosa rede social acertou em seu novo empreendimento, pois a maioria dos comentários foi de pessoas que gostaram da novidade. De fato ter mais um app em seu aparelho pode tornar sua vida um pouco mais complicada, pois estes tipos de aplicativos costumam ocupar uma parte significativa da memória de seu dispositivo, vale lembrar as pessoas que utilizam smartphones de 8 e 16 gigabytes sem possibilidade de expansão de suas memórias, se realmente vale a pena tê-lo em seu dispositivo.

Voltando no assunto da tentativa de compra do Snapchat pelo Facebook, isso faz lembrar de pouco tempo atrás onde o Facebook comprou o app Watsapp e o Instagram, será que a empresa de Zuckerberg, não aguenta a concorrência, será que ela tem medo de que aconteça com as redes sociais de sua propriedade o mesmo que anos atrás aconteceu ao Orkut, que caiu em desuso pelos usuários após a ascensão do Facebook?

Fato é que o Facebook vem comprando ou tentando comprar todas as “possíveis ameaças” que se atrevem a entrar em seu caminho, assim formando um verdadeiro império das redes sociais, pois a mesma é proprietária das 2 outras maiores redes sociais do mundo. Outra pergunta que fica é, que até quando o Facebook poderá sustentar este império, será que algum dia alguma outra rede social fará a mesma coisa que teoricamente o Facebook fez com o Orkut?

Por Denisson Soares

Instagram Stories


Novo app tira várias fotos consecutivas e usa as mesmas para criar um vídeo, similar a m GIF.

O Instagram, rede social de fotos destinada aos usuários de Android e iPhone, anunciou o lançamento de mais um app. Este app, que fará parte da plataforma, chama-se Boomerang.

O novo app é capaz de tirar várias fotos consecutivas (dez fotos precisamente) e usa as mesmas fotos tiradas para criar uma sequência cronológica para criar um vídeo, o que é bem similar a um GIF (Graphics Interchange Format ou formato de intercâmbio de gráficos), criados nos anos 80 como uma opção mais leve de formatos curtos de vídeo em cores.

Atualmente, os GIFS estão populares em posts pelo Facebook. Com a opção trazida pelo novo app do Instagram, os pequenos vídeos serão publicados em grande escala também na plataforma do Instagram.

A grande diferença entre os GIFs e os vídeos produzidos pelo Boomerang é que neste a animação é exibida em looping após o usuário clicar para reproduzir o vídeo.

As fotos podem ser tiradas nos modos retrato ou paisagem para criar os vídeos. Logo após, o usuário terá a opção de compartilhar as criações no Instagram. O novo App já está disponível pelos sistemas operacionais Android e iOS.

A família Instagram já disponibilizou outros Apps, como o Hyperlapse, App que produz vídeos em timelapse (em tempo acelerado) e também o App Layout, capaz de realizar montagens com diversas fotos em uma moldura.

Outra evolução trazida pelo Instagram é a melhoria na resolução das fotos. Agora, os usuários poderão tirar fotos com o tamanho 1080 x 1080. Inicialmente, o Instagram disponibilizava o compartilhamento de fotos com resolução de até 640 x 640, o que foi decisivo para a sua popularização, uma vez que a internet móvel da época não disponibilizava uma conexão com a mesma qualidade dos dias de hoje.

Agora os usuários podem desfrutar de vários apps da família Instagram que oferecem a criação e edição de fotos e pequenos vídeos com resolução HD.

Por André César

App Boomerang

Foto: Divulgação


O Bolt é o mais novo aplicativo que o Instagram lançou. O aplicativo chega ao mercado para concorrer com o Snapchat, um dos programas para celular mais bem sucedido dos últimos tempos.

A nova ferramenta, lançada pelo Instagram, é um aplicativo de imagens temporárias, onde o usuário pode enviar fotos para seus contatos sem a preocupação da imagem ficar guardada no celular alheio. A imagem se autodestrói segundos após o envio.

O Snapchat é uma “febre” entre adolescentes, já que a maioria quer compartilhar imagens sem que elas fiquem associadas às suas contas em redes sociais, como Facebook e Instagram.

Especialistas chegaram a apontar isso como uma das principais razões pelas quais o Facebook vem perdendo adeptos entre o público mais jovem.

No ano passado, o próprio Facebook, tentou comprar o Snapchat, por U$$ 3 bilhões, mas não conseguiu. Sendo assim, no mês passado a rede social lançou um programa do gênero, o Sligshot.

Agora chegou a vez do Instagram (que foi comprado pelo Facebook, mas opera como uma empresa separada da rede social), lançar o seu aplicativo para tentar concorrer com a ascensão do Snapchat.

Uma porta-voz do Instagram, anunciou no site The Verge que o aplicativo está disponível apenas em três países: Nova Zelândia, Cingapura e África do Sul.

Mas já adiantou: “Chegaremos a outros países em breve, mas decidimos começar por estes para ter certeza que podemos expandir nossos mercados depois", disse a porta-voz da empresa.

Polêmica no lançamento:

Mesmo fazendo um lançamento discreto, o Instagram não conseguiu impedir que seu novo aplicativo se envolvesse em polêmica.

O nome escolhido para o aplicativo já é usado por outra empresa de tecnologia. Esta empresa tem um aplicativo, também chamado de o Bolt, que permite fazer ligações gratuitas por meio da conexão de dados do celular.

O presidente da empresa, Andrew Benton, fez um apelo ao concorrente Instagram: "Trabalhamos muito em nossa marca e tecnologia. Por favor, não destruam esse esforço", disse Benton.

Por enquanto o Instagram não se pronunciou sobre a proposta de Benton.

Por Ageu da Rocha

Novo app do Instagram

Foto: Divulgação


O Instagram causou polêmica ao criar novas normas de uso dos seus serviços que foram consideradas abusivas e perigosas por muitos usuários.

Esta situação levou a diversos protestos e ao anúncio de cancelamento de contas por personalidades importantes como Justin Bieber e a revista National Geographic que eram contrários à idéia de terem suas fotos vendidas pela rede de compartilhamento de imagens.

Agora, o Instagram divulgou neste último dia 21 de dezembro de 2012 que irá manter as antigas normas de uso do serviço e que as alterações a serem feitas serão menores e terão início a partir de 19 de janeiro de 2012.

Segundo Systrom, co-fundador do Instagram, não houve erros nas alterações feitas, mas sim na forma de divulgar as mesmas e que por isso a empresa irá se esforçar para mostrar de maneira mais adequada as suas intenções.

Com isso, houve a mudança do trecho mais polêmico sobre a possível comercialização de fotos para realizar publicidade; o novo trecho passou a ter a seguinte redação: ''O Instagram não reivindica propriedade de nenhum conteúdo que você posta no serviço. “Em vez disso, você concede ao Instagram uma licença não exclusiva, sem pagamento de direitos autorais, transferível, sublicenciável e global para o uso do conteúdo que você posta no serviço”.

Após toda esta discussão basta aguardar para conhecer no próximo ano as novas mudanças no Instagram e descobrir se seus efeitos serão aceitos ou não pelos mais de 100 milhões de usuários desta rede social.

Por Ana Camila Neves Morais


Uma notícia movimentou a semana nas redes sociais, pois foi veiculada uma informação de que o Instagram – rede de compartilhamento de fotos – iria realizar a s venda de fotos publicadas por seus integrantes.

Segundo o co-fundador do Instagram, Kevin Systrom, esta notícia não procede já que a rede social não possui direitos sobre as fotos presentes em seus arquivos.

Toda esta situação surgiu depois da publicação pela rede social de novas políticas de privacidade e uso dos serviços que causaram confusões e mal-entendidos como esse.

Fonte: Infomoney

Por Ana Camila Neves Morais


O Instagram é o aplicativo do momento, isso ninguém discute. Afinal de contas, muitos usuários estão tendo acesso ao aplicativo pela primeira vez desde que ele foi lançado, por causa do lançamento feito para os dispositivos com Android. Além disso, outros usuários que até o momento não utilizavam o app no iPhone ou iPad resolveram baixar para testar, isso colocou novamente o aplicativo na lista dos mais baixados do iOS, ganhando dos aplicativos de sucesso mais recentes.

Para aqueles que estão começando a usar o Instagram, aqui vão algumas dicas:

Ao entrar no aplicativo, entre no ícone com uma câmera para tirar uma foto.

Assim que o usuário tirar uma foto, é possível brincar com os filtros de imagem antes de publicar ou compartilhar suas fotos com seus amigos. Antes, o usuário terá acesso a uma tela onde será possível fazer uma edição rápida, como um corte ou ainda escrever alguma coisa na imagem.  Na próxima tela, os filtros poderão ser escolhidos, sendo que existem diversos deles para os usuários.

Na última etapa, ainda é possível colocar um nome para a imagem e também colocar a sua geolocalização.


Após os inúmeros rumores, finalmente o Instagram foi disponibilizado para Android. Agora, os usuários do sistema operacional do Google também poderão usufruir do app de fotografia mais famoso do mundo.

O lançamento oficial para o Android foi feito no dia 03 de abril, sendo que o aplicativo já passou a ser disponibilizado na Google Play, loja virtual Android. Se o app já fez um sucesso gigantesco com o iOS, agora sendo lançado para o sistema do Google só tende a aumentar exponencialmente a fama.

O aplicativo já foi baixado por mais de 27 milhões de usuários Apple e foi eleito “o aplicativo do ano” em 2011, devido o seu tamanho sucesso. Após o anúncio durante a SWSX, em março, a expectativa em torno do programa para o Android se tornou muito intensa.

Não foram feitas muitas mudanças no programa na versão para o Android, com relação à versão do iPhone. Para manter a “tradição” do aplicativo, o funcionamento, os filtros e o layout foram mantidos, o que vai proporcionar uma experiência praticamente igual entre os usuários do iOS e do Android. E o sucesso pode ser garantido, pois só na versão brasileira da Google Play o Instagram para Android já foi baixado milhares de vezes pelos usuários.

Por Guilherme Marcon





CONTINUE NAVEGANDO: