A HTC já havia garantido que teria uma conferência em 1º de março durante a MWC 2015 em Barcelona. Entretanto, a companhia não informou as novidades que iria divulgar neste evento, embora já seja conhecido do que verdadeiramente será o encontro com a mídia. Para finalizar as pequenas incertezas que faltavam, a HTC decidiu postar em seu perfil britânico no Twitter que o “novo HTC One” será recebido.

De forma negativa, a denominação definitiva do dispositivo não foi garantida, entretanto, é possível imaginar que haverá um One M9 para trocar o recente One M8, que trocou o One M7 antes.

Existe a possibilidade da empresa divulgar também uma versão “Plus” do One M9, entretanto, não existem detalhes muito específicos a respeito do provável dispositivo.

Por meio de uma postagem no Twitter, a sede da empresa no Reino Unido confirmou as previsões em um banner, com um slogan bem chamativo. Let them stare, ou “deixe-os olhar” em tradução direta, é a frase de impacto usada pela equipe de marketing da companhia com o objetivo de divulgar o One M9. Com referência aos rivais, a propaganda é um possível indício de que o futuro lançamento será tão qualificado que as corporações concorrentes estarão verificando com o objetivo de extrair características atrativas para os consumidores.

O aparelho poderá ter tela IPS de 5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), 3 GB de memória RAM, Chipset Qualcomm Snapdragon 810 com processador de oito núcleos, Adreno 430 para os gráficos, sua câmera principal poderá ter 20.7 megapixels com flash LED duplo, enquanto sua câmera frontal poderá possuir 4 MP UltraPixel. A bateria poderá ser de 2;840 mAh e poderá ter o Android 5.0.2 Lollipop com a interface Sense 7.0.

É contraditório colocar 3 GB para estar com o chipset mais avançado da Qualcomm, uma vez que uma das funcionalidades mais imprescindíveis no Snapdragon 810 é o suporte ao componente de 4 GB.

Por Felipe Couto de Oliveira

HTC One M9

HTC One M9

HTC One M9

Fotos: Divulgação


A HTC está tendo várias notícias com previsões recentemente. Para aumentar a espera à respeito do sucessor do One M8, fornecedores industriais postaram uma imagem do provável One M9, também chamado de Hima.

O aparelho poderá ter o sensor da câmera posicionado em uma saída quadrada, no lugar da circular, presente em dispositivos anteriores da série. Embora a desenvolvedora de cases ter “garantido” este visual, uma nova probabilidade apareceu por meio de outra fonte.

Segundo um perfil de notícias de previsões no Twitter, @leaksfly, as fotos relatam a possível variação premium do novato aparelho da empresa. O dispositivo é mostrado de forma mais clara com aspectos antes rejeitados pelas origens.

Através de um sensor de tamanho exagerado na parte posterior da estrutura, verifica-se a possibilidade do Ultrapixel (“duo câmera”) ser seguido pela companhia. Entretanto, o detalhe mais atrativo é o leitor de impressões biométricas na parte inferior.

Semelhante ao sensor biométrico existente em pertencentes da linha Samsung Galaxy, a estrutura poderia possibilitar a validação em curto tempo dos proprietários do aparelho.

O “HTC One M9 (Hima) Plus” apareceu de forma pioneira na internet, ainda que informalmente. Como a denominação indica, o dispositivo será uma versão mais potente do sucessor da linha One, resultado em uma lista de configurações técnicas mais sintetizadas.

O aparelho poderá ter tela de 5.5 polegadas com resolução Qhad HD (2560 x 1440 pixels), memória RAM de 3 GB, chipset Qualcomm Snapdragon 810 com CPU em oito núcleos (quatro funcionando a 2 GHz e os outros a 1.5 GHz), sua câmera principal poderá ser de 20,7 megapixels (provavelmente com um sensor adicional para captação de pronfundidade de campo), enquanto a câmera frontal poderá ser de 13 megapíxels (ou 4 ultrapixels).

Ele poderá ter ainda conectividade LTE, áudio digital Dolby 5.1 e o Android 5.0 Lollipop com interface Sense UI 7.0.

O One M9 (Hima) poderá ser divulgado na Mobile World Congress (MWC 2015), com início previsto para o começo de março.

Por Felipe Couto de Oliveira

Foto: divulgação


A HTC é uma empresa que não atua oficialmente no mercado brasileiro, mas que, mesmo assim, atrai os fãs da tecnologia, devido a qualidade de seus produtos. E com o Desire 826, o smartphone apresentado no CES 2015 pela companhia taiwanesa, não é diferente, trazendo boas configurações e a garantia da excelência habitual da marca com a qual estamos acostumados.

O Desire 826 não é muito diferente do Desire EYE. Possui as especificações de um smartphone intermediário, mas com algumas vantagens que podem agradar aos usuários e colocá-lo como favorito deste segmento.

Um das versões deste modelo séra uma grande atração entre os adeptos das selfies. Sua câmera traseira conta com 13 megapixels, mas a principal novidade é a tecnologia de Ultrapixel encontrada na câmera traseira, que proporciona uma qualidade muito superior para as selfies em ambientes pouco iluminados.

A outra versão, para quem não tem tanto interesse nesse quesito, ainda traz 13 megapixels em ambas câmeras.

Quanto às demais especificações, o Desire 826 também não deixa a desejar. Possui tela Full HD de 5,5 polegadas e um processador Qualcomm Snapdragon 615 octa-core com processos de 64 bits, rodando a 1,7 GHz.

A memória RAM é de 2GB e a sua capacidade de armazenamento interno é de 16 GB, expansível via microSD. A bateria tem 2.600 mAh e a conectividade traz suporte ao 4G.

Outra vantagem sobre muitos lançamentos que ainda trazem como sistema operacional o Android KitKat, o Desire 826 vem com o Android Lollipop, portanto, os usuários não terão que esperar pela atualização. Aliás, este é o primeiro aparelho móvel da HTC com o Lollipop de origem.

A companhia de Taiwan ainda não divulgou a data para comercialização dos novos smartphones, mas espera-se que em pouco tempo seja comercializado, primeiramente na China, e depois partindo para outros mercados. Também não há informações sobre os valores.

Para os brasileiros fãs da marca, restará a opção de importação.

Por Daniel Cavalcante

Foto: divulgação


O Google tem um novo lançamento na sua linha de tablets Nexus. A novidade maior não fica por conta da tela de 9 polegadas em si, mas pela fabricante do componente: a HTC. Vista como uma escolha incomum dada a ampla variedade de fornecedores de OEMs (sigla em inglês para fabricante de equipamentos originais) disponíveis.

A fábrica de componentes de Taiwan deixou o mercado de tablets há alguns anos atrás, mas reaparece com um Nexus de 9 polegadas que mais parece uma versão super dimensionada do Nexus 5, embora tenha o exterior bem diferente deste: aço escovado no lugar da carcaça emborrachada do 5.

O Nexus 9 tem um display de 8.9 polegadas, com 2048 x 1440 pixels de resolução (longe do iPad Mini em relação à densidade de pixels), visualização 4:3 (ao contrário do widescreen do Nexus 7), e tem apenas 8 milímetros de espessura – um fio de cabelo mais grosso que o iPad Mini. Reforçado com um chip Nvidia Tegra K1 (192 núcleos, quad-core, 2,3gHz,) e 2GB de RAM, vem em duas opções de armazenamento, 16 e 32GB. A câmera traseira conta com 8 megapixels de resolução, enquanto a câmera frontal tem 1.6.

A pré-venda nos Estados Unidos do Nexus 9 começou na última sexta-feira, 17 de outubro, e os produtos tem previsão de chegar às prateleiras daquele país no próximo dia 3 de novembro. Os preços vão variar de US$ 400 para o modelo de 16GB, US$ 480 o de 32GB e um modelo de 32GB compatível com a rede 4G por US$ 600.

O tablet já vem com a última versão do Android instalada de fábrica, a Lollipop. Com poucas mudanças visuais, o novo sistema operacional continua com a tela inicial nos mesmos moldes, mudando pouca coisa nos aplicativos, como o Chrome, por exemplo, que tem as abas separadas como se fossem apps próprios. O gerenciador de bateria agora conta com previsão de quanto tempo ainda resta de utilização, e é esperado que venha com o novo kernel 3.10, que promete uma boa economia da bateria.

Por Felipe Foureaux Freitas

Nexus 9

Nexus 9

Fotos: Divulgação


Está chegando mais um aparelho de telefone celular do tipo sartphone que vai oferecer excelentes recursos e com um ótimo preço no mercado.

A HTC Corporation é uma empresa chinesa, que trabalha na fabricação de equipamentos modernos como tablets e smathphones, e agora está com o objetivo de lançar mais um modelo de smartphone conhecido como HTC Desire 310.

Esse produto vai oferecer aplicativos e recursos modernos e eficientes como todo Smart oferece, porém a intenção é que tenha principalmente um baixo custo, e considera-se que vai logo ser popularizado e adquirido por muitas pessoas apaixonadas por este tipo de aparelho.

O HTC Desire 310 vai atrair muito a atenção de todos, mas é importante relatar que o produto tem a configuração simples, porém é suficiente para atender em todas as atividades cotidianas. 

O smartphone HTC Desire 310 oferece um sistema operacional Android, e não deixa de apresentar tudo de moderno e sofisticado em equipamento que todo aparelho deste porte tem, pois a HTC sempre teve o objetivo de apresentar seus produtos com um design moderno e muito original.

Conheça um pouco mais sobre o aparelho de celular:

O HTC Desire caracteriza-se por ter uma tela de 4.5 polegadas com uma resolução de 854 x 480 pixels; além de ser compacto e com espessura de 11.3 milímetros, também dispõe de uma boa transferência de dados com excelente memória com modelo HSPA, é isso que proporciona uma boa navegação virtual através dos recursos de internet disponível conforme o ambiente que a pessoa estiver.

O produto ainda tem conexão Wi-Fi e GPS, um moderno leitor multimídia, acessórios importantes como rádio, videoconferência, Bluetooth de alta tecnologia com espaço maior de memória para proporcionar um serviço melhor. Vale comentar que o parelho não contém flash, mas apresenta 5 megapixels para poder tirar fotos com resolução de 2592 x 1944 pixels, além da gravação de vídeo ser 1920 x 1980 pixels.  

Portanto, parece que a partir do mês de abril, a empresa fabricante do HTC Desire 310 vai disponibilizar o produto no comércio de Taiwan. E em breve em outras partes do mundo, inclusive no Brasil.

Vamos aguardar com bastante expectativa!

Por Jaqueline Mendes

HTC Desire 310

Foto: Divulgação


Com o lançamento do Facebook Home Android, a HTC aproveitou para anunciar HTC First, um smartphone que será o primeiro a contar com o recurso já instalado no sistema operacional e promete aquecer um pouco mais a briga pelo mercado mundial de smartphones.

O HTC First conta com uma tela de 4,3 polegadas que proporciona uma resolução de até 720p. O processador deste modelo é o Dual-Core Qualmcomm Sanpdragon 400, que apresenta bom desempenho. Outras características são a câmera traseira de 5 MP e a dianteira com 1.6 MP e memória RAM de 1 GB.

Disponível nas cores preta, azul, branca e vermelha, o HTC First está disponível somente para o mercado americano até o momento. Ele será vendido exclusivamente no plano da operadora AT&T com uma fidelidade de 2 anos. O valor deste modelo é de US$ 99,00, algo em torno de R$ 200,00, muito em conta em relação aos concorrentes.

A HTC é uma empresa chinesa considerada umas das mais inovadoras dos últimos tempos. Ela atua em mais de 20 países, inclusive o Brasil, mas o modelo HTC First ainda não tem previsão para lançamento aqui.

Por Robson Quirino de Moraes


Em uma investigação realizada em Taiwan, descobriu-se que a Samsung tem pago alunos para postarem comentários negativos sobre telefones feitos pela rival HTC, acentuando muito os pontos fracos dos aparelhos.

Um dos comentários, era sobre o “Samsung Galaxy S3 ter superado os gráficos e a duração de bateria em relação ao HTC One X”.

A Samsung admitiu o feito, comentando que este "lamentável incidente vai contra os princípios fundamentais da empresa".

A coreana é ameaçada de ser multada por propaganda enganosa, podendo chegar a UK£ 547,000 (aproximadamente R$ 1.665,433).

Um site local havia publicado os documentos que mostram que a Samsung tinha recrutado estudantes para criticar a HTC e falar bem da mesma anonimamente, relatou PC Advisor.

"O recente incidente foi lamentável, e ocorreu devido à compreensão insuficiente desses princípios fundamentais", afirmou, acrescentando que ele estava planejando treinamento para funcionários para garantir que eventos como este não se repetissem.

A HTC, no entanto, disse que não descarta a possibilidade de “tomar as medidas adequadas” para proteger a empresa e seus consumidores. Taiwan é o mercado doméstico da HTC.

No início de 2013, a Samsung foi multada pelas autoridades de Taiwan sobre um anúncio que enganou consumidores sobre a câmera do Galaxy Y Duo.

Por Atila Felipe


Para firmar seu posicionamento de lançar aparelhos de grande qualidade, a HTC anunciou o seu novo smartphone One no final de fevereiro.

Dotado de um hardware poderoso e com algumas reformulações em seu software, o HTC One veio para ser uma ótima opção de gadget Android no mercado.

Em questão de software, a fabricante taiwanesa fez uma reformulação no Sense, que é a interface exclusiva da empresa. As mudanças incluíram o BlinkFeed, que atua como os Live Tiles existentes no Windows 8, organizando os atalhos do usuário. Além disso, outras reformulações são o HTC Zoe (para criação de vídeos), o Boom Sound (que potencializa a execução de áudio e vídeo) e a câmera ultrapixel (que consegue capturar até 300% a mais de luz do que as câmeras comuns).

Já no quesito hardware, o novo HTC One vem com processador de quatro núcleos de 1.7 GHz. Além disso, o aparelho possui display de 4.7 polegadas, tem capacidade de armazenamento interno de 32 GB ou 64 GB, possui 2 GB de memória RAM em DDR2, tem compatibilidade com 3G e 4G e possui conectividade com Wi-Fi, Bluetooth, DLNA e NFC.

O valor de venda do novo smartphone da HTC ainda não foi revelado, nem quais mercados o receberão primeiro.

Por Guilherme Marcon


Depois de muitos boatos sobre o possível lançamento de um smartphone da HTC com sistema operacional Windows Phone 8, finalmente foi feito um anúncio oficial pela fabricante. A empresa apresentou seu novo HTC 8X em um evento para a imprensa.

O aparelho contemplou diversas das características propostas pelos rumores, incluindo a tela com 4.3 polegadas e resolução de 1280 x 720 pixels. Outra novidade que os boatos já haviam especulado é a presença do software Beats, direcionado para quem ouve música no smartphone com muita frequência.

O HTC 8X é bastante semelhante ao HTC One X, que até o momento é o principal dispositivo da companhia. Em comparação ao recém-anunciado Nokia Lumia 920, o HTC 8X é mais leve, pois pesa apenas 130 gramas, em comparação as 184 gramas do aparelho da finlandesa.

O novo aparelho com WP8 da HTC conta com processador Snapdragon S4 da Qualcomm com dois núcleos e 1.5 GHz, 1 GB de memória RAM, compatibilidade com 3G, 4G, Wi-Fi e Bluetooth, entrada USB, câmera na parte de trás com 8 MP capaz de gravar vídeos em 1080p, câmera na parte da frente com 2.1 MP com a mesma capacidade de gravação de vídeos, bateria de 1800 mAh e será vendido em três opções de cores: azul, vermelho e preto.

Por Guilherme Marcon


Recentemente, a HTC anunciou que desistiu de desenvolver um smartphone com grande capacidade de bateria, que iria competir com o RAZR Maxx da Motorola. Essa decisão se concretizou com a afirmação do vice-presidente da companhia de que o objetivo atual é produzir aparelhos cada vez mais finos, e se fosse produzido um aparelho com bateria de 3300 mAh ou mais, ele teria uma espessura muito grande.

Sendo assim, a ideia é deixar os aparelhos da HTC mais finos, ainda menores do que o recente One X, que possui apenas 8,9 mm de espessura (0,4 mm mais fino que a última versão do iPhone). E agora, todos os esforços da fabricante estão voltados para a produção de um aparelho que chegue aos seis milímetros de espessura, uma marca nunca alcançada por fabricante algum de Android. A dificuldade está em desenvolver um aparelho com tecnologias superiores, como 4G, de pouca espessura, pois as tecnologias mais avançadas exigem um número maior de componentes.

A primeira etapa para diminuir a espessura dos aparelhos, conforme a HTC, é reduzir a capacidade das baterias, para que elas sejam mais finas, ou então desenvolver novas tecnologias para que as baterias sejam mais compactas.

Portanto, agora o que os consumidores podem esperar dos futuros aparelhos da HTC é que serão dispositivos que não poderão ficar um longo período longe da tomada, a menos que a empresa resolva desenvolver uma nova tecnologia para baterias.

Por Guilherme Marcon


Os novos smartphones da HTC, One S e One X, que foram demonstrados durante o Mobile World Congress 2012, em Barcelona, recentemente foram homologados pela Anatel e devem ser lançados em breve no mercado brasileiro.

Estes aparelhos da linha One eram os últimos que faltavam para serem aprovados no Brasil para venda. E, conforme o site Tecnoblog, a aprovação foi divulgada ainda no final de março.

O principal dos dois é o HTC One X, pois possui processador Nvidia Tegra 3, câmera traseira com oito megapixels, câmera frontal com 1.3 megapixels, tela de 4.7 polegadas Gorilla Glass com resolução de 1280 x 720 pixels. Ainda, sua capacidade de armazenamento é de 32 GB e o aparelho possui suporte para o Beats Audio, otimizador de som.

Enquanto que o HTC One S é um pouco mais singelo, pois possui processador dual-core de 1.5 GHz Qualcomm Snapdragon, tela de 4.3 polegadas com resolução de 960 x 540 pixels, câmera traseira de oito megapixels, que faz vídeos de até 1080p, e 16 GB de capacidade interna.

Os dois aparelhos serão lançados no nosso país com a versão Ice Cream Sandwich do Android (4.0), que certamente será uma vantagem sobre os concorrentes no Brasil que utilizam versões anteriores do sistema operacional. 

Por Guilherme Marcon


A HTC anunciou neste mês de setembro o lançamento do modelo Raider 4G. O aparelho é capaz de suportar as redes 3G e LTE, atingindo velocidades de até 50 MB para upload e 100 MB para upload.

O smartphone apresenta sistema operacional Android 2.3, processador dual-core de 1.5 GHZ, tela de 4.5 polegadas ( resolução de 540×960 pixels), Memória RAM de 1 GB, Memória Interna de 16 GB, Câmera de 8 Megapixels (com Flash LED), câmera frontal de 1.3 Megapixels e conexões Wi-Fi e Bluetooth.

O HTC Raider 4G deve ser lançado primeiramente no mercado coreano, depois deve chegar a Europa. Com relação ao seu lançamento no Brasil, ele não deve acontecer muito cedo, isso porque o país ainda não possui a rede 4G.

O seu preço ainda não foi estipulado pela fabricante.

Confira no vídeo o aparelho em funcionamento:


A HTC, fabricante de smartphone de Taiwan, anunciou no dia 15 de fevereiro, dois modelos de celular com ênfase em redes sociais, com foco no acesso ao Facebook. A marca também apresentou seu primeiro modelo de tablet.

A quinta maior fabricante mundial de smartphones também apresentou novas versões para seus modelos de sucesso: Desire, Wildfire e Incredible. Todos esses dispositivos vão executar o Android, terminando com o reinado de 10 anos de sistema Symbian.

A utilização do sistema operacional da Google tem ajudado a aumentar a quota da HTC no mercado, contra rivais gigantes como Nokia e Samsung Electronics. A HTC encerrou o trimestre de 2010 com 9% do mercado mundial de smartphones.

Por A. Garcia

Fonte: Reuters


Os novos modelos de smartphones da HTC têm surpreendido muita gente pelo mundo afora. Por mais que alguns gadgets, como o HTC Gratia, jamais sejam lançados no Brasil, vale a pena observar a beleza destes novos aparelhos.

A preocupação com as bordas arredondadas, cores diferentes e valorização da tela tem acrescentado um valor todo especial aos aparelhos da HTC.

Até agora, a empresa já lançou dois HTC Desire, cinco modelos do Windows Phone 7 e o próprio HTC Gratia. Todos eles são incríveis e a semelhança com o modelo do iPhone fica cada vez maior.

Apesar de manter sua identidade visual com o botão central logo abaixo da tela, é impossível não associar este tipo de design com o “jeitão” do iPhone.

Por Luísa Barwinski


O primeiro smartphone a ser lançado com o novo sistema operacional da Microsoft, o Windows Phone 7 deve ser fabricado pela HTC. A empresa com matriz em Taiwan saiu na frente e fechou acordo com a empresa de Bill Gates antes das concorrentes. O fato surpreende porque outras empresas, maiores e com mais força foram sobrepujadas pela HTC.

A meta é por os aparelhos trazendo o novo SO da Microsoft cheguem ao mercado no segundo semestre, muito antes do previsto pelos analistas. Por enquanto ainda não há notícias sobre outras fabricantes também estarem preparando o lançamento de seus smartphones com sistema operacional Windows Phone.

O que chama atenção, nesse caso, é que a HTC é forte aliada do Google, sendo responsável pela fabricação do smartphone da empresa de buscas. O anúncio poderia sinalizar o fim do acordo entre Google e HTC, já que as vendas do Google Phone, o Nexus One foram apenas razoáveis. Mas isso é apenas especulação da minha parte.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Folha Online


Quem busca um Smartphone completo e de fácil manuseio, o HTC Touch T2223 parece ser uma ótima escolha.

O aparelho, touchscreen, conta com um de seus principais pontos fortes a eficácia para navegar na internet (pelo Navegador Opera instalado), além disso, o celular conta ainda com atalhos para o YouTube, pacote Windows Mobile instalado, MSN Messenger e Office.

Entre as conexões do aparelho estão possibilidade de conexão Wi-Fi, Bluetooth  e USB.

A sua câmera não é das melhores, apenas 2.0 Megapixels, apesar disso, para fotos básicas funciona perfeitamente. Quanto a gravação de vídeos, aí sim o aparelho deixa a desejar. Os vídeos gravados com a câmera fica pixelados e vivem travando.

Confira mais detalhes no vídeo:





CONTINUE NAVEGANDO: