Visando atrair o público que procura smartphones com baterias de alta capacidade de duração, a Gionee, fabricante chinesa, anunciou o lançamento do Marathon M3, um aparelho cuja principal característica é exatamente essa: bateria de duração prolongada. Esse tipo de produto tem alta demanda, e a empresa deve chamar a atenção com este lançamento.

Recentemente a Motorola anunciou no Brasil o Moto Maxx, que surpreende com uma bateria de 3,900mAh, que garante duração de 40 horas. Quem já conferiu esse lançamento sabe que esse não é o único atrativo do Moto Maxx, mas pelo menos é essa a característica que a Gionee tenta fazer concorrência.

Para os usuários dispostos a abrir mão de desempenho, capacidade e resistência, características essas que fazem do Moto Maxx figurar entre os top de linha, em troca de uma ótima autonomia de bateria e preço acessível, o Marathon M3 pode ser uma boa pedida: a Gionne traz neste smartphone uma bateria de 5,000Mah, e já foi lançado na Índia por 12.999 rúpias (210 dólares ou 500 reais).

O Marathon M3 não se destaca por ser um aparelho dos mais finos. As dimensões que comportam a invejável bateria são de 10.4 mm de espessura, por 144.5 de altura e 71.45 de largura. A tela apresenta 5 polegadas com resolução FullHD. O aparelho pesa 180 gramas.

O hardware, que não é tão atrativo como a bateria, conta com processador MediaTek quad-core de 1.3 GHz, 1GB de memória RAM, memória interna de armazenamento com 8 GB de espaço, que pode ser expandida com cartão de memória de até 128GB. Possui uma câmera de 8 megapixels e outra câmera frontal de 2 megapixels. Tem suporte dual-SIM e roda Android 4.4 KitKat.

Trata-se de um smartphone de médio porte, e esse é um dos motivos que potencializam a autonomia da bateria, afinal os componentes internos não são top de linha, logo, consomem menos energia.

Por Daniel Cavalcante

Foto: divulgação


A fabricante chinesa de celulares THL, acaba de anunciar uma novidade de interesse de muitos consumidores asiáticos, mas também do mundo inteiro; Um novo modelo de smartphone chamado THL 5000 que surge no mercado com uma bateria de 5000mAh – (mAh é a abreviatura padrão para miliampere-hora, usada para identificar a transferência de carga elétrica por meio de uma corrente estável de um ampere ao longo de uma hora), o que representa um dos maiores níveis do mercado atualmente.

O fabricante informa que a bateria é capaz de oferecer maior autonomia, flexibilidade e tranquilidade aos seus consumidores, já que não é mais necessário ficar observando a quantidade de bateria que ainda resta no aparelho celular, uma prática normal dos atuais consumidores do mercado de telefonia móvel, já que até o momento, nenhum fabricante disponibiliza uma bateria de longa duração, seja nos aparelhos mais sofisticados, ou nos mais simples.

A promessa é de que essa bateria seja capaz de oferecer mil horas do celular ligado em stand-by, ou seja, mil horas de bateria sem utilizar o aparelho; 47 horas de ligação; 11 horas de navegação por Wi-FI, 125 horas de reprodução de músicas e 11,6 horas de reprodução de vídeos.

O aparelho virá com o sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean; tela de 5 polegadas, câmera de 13 megapixels, conectividade: 3g, Wi-fi e Bluetooth, 32 GB de memória de armazenamento, 2 GB de memoria RAM, e com uma espessura de 0,89 centímetros.

Infelizmente, ainda não existe previsão de quando essa nova tecnologia chegará no mercado ocidental, aparantemente a empresa está querendo concorrer com as grandes marcas do mercado interno da china, como por exemplo a ZTE e LENOVO.

O preço do aparelho na China será de US$ 299,00, o equivalente a R$ 598,00, ainda espera-se para saber se o produto chegará ao Brasil.

Por Igor Lima

Foto: divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: