Quando lançou o iPad a Apple foi categórica e afirmou que o seu tablet não teria ao Flash. E continuará sendo assim, daqui para frente, indiferente aos apelos dos consumidores e especialistas. E as altas vendas do iPad contribuíram para que a empresa de Steve Jobs continue a manter essa postura.

Em resposta à Apple, a Adobe revelou essa semana que abandonará completamente seus esforços em portar o Flash para o iPhone. A Adobe acusou a Apple de dificultar as coisas, não permitindo o desenvolvimento de aplicativos multi-plataforma. Em sua defesa, a Apple afirmou que oferece suporte a todas a plataformas abertas, e que o problema com o Flash é que a ferramenta da Adobe é um sistema fechado e proprietário.

Como as duas empresas não se entendem mais a Adobe deve voltar sua atenção ao smartphones que utilizam a plataforma Android. Em breve deverá ser liberado a primeira versão do Flash para o sistema. Já para o iPhone e o iPad, a saída parece ser a adoção do HTML5 como forma de oferecer conteúdo multimídia para a Internet.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra





CONTINUE NAVEGANDO: