A empresa está trabalhando em um sistema para o reconhecimento de voz dos usuários offline, sem a necessidade de conexão com a internet.

A Google vem investindo no serviço de reconhecimento de voz e agora, para expandir ainda mais os serviços, a empresa estadunidense está trabalhando em um sistema para o reconhecimento de voz dos usuários offline, sem a necessidade de conexão com a internet.

O objetivo é criar algo que seja leve e rápido para os usuários e se encontra em testes no Nexus 5, permitindo que o usuário pudesse fazer uso do reconhecimento de voz sem nenhum tipo de conexão. A informação é proveniente de documentos liberados pela empresa.

Para se ter uma ideia, o aplicativo necessário para que o serviço pudesse funcionar, deve ter cerca de apenas 20.3MB, sendo que até o momento, lembrando que a função ainda está em fase de testes, o índice de erros nas palavras ditas pelos usuários, é de 13,5%, um número relativamente baixo para um serviço que está em testes e funciona sem conexão com a internet.

Para que o serviço seja possível, a empresa trabalhou nos serviços LSTM (Memória de Curto e Longo Prazo) e RNN (Rede Neural Recorrente), o que foi feito e ainda possibilitou um modelo acústico comprimido, menor que seu tamanho original, sendo o primeiro grande avanço nos testes realizados pela empresa.

O processo foi realizado com o recolhimento de mais de três milhões de interações dos usuários com o reconhecimento de voz da Google, algo em torno de mais de 2 mil horas de gravações, sendo que os desenvolvedores ainda utilizaram clipes de áudio do Youtube para poder aprimorar o serviço offline.

Ainda é necessário que a empresa consiga integrar a lista de contatos do usuário, ao aplicativo para reconhecimento de voz offline, já que alguns comandos irão necessitar de informações que vão do número ao nome de um determinado contato, bem como algumas informações. Por enquanto, ainda é possível fazer apenas tarefas simples com o aplicativo, como agendar uma tarefa.

A notícia é muito boa, visto que nem sempre os usuário possuem conexão com a internet para poder realizar algumas tarefas simples de imediato, por meio do reconhecimento de voz, embora, é verdade, nem todos os usuários fazem uso desse serviço atualmente, mas uma opção offline pode elevar o número de usuários que utilizam o recurso.

Por Paulo Henrique

 

Reconhecimento de voz

Foto: Divulgação

 


Facebook pretende adicionar uma série de novas reações e emoções para os usuários nas publicações, como sentimentos e estados de espírito.

O Facebook está cada vez mais perto de sair do bom, ou nem tanto, e velho, conservadorismo quanto a mudanças mais profundas na rede social. Além das novidades que os apps (Facebook & Messenger), devem receber, como uma integração com serviços como a UBER, pequenas mudanças no visual do Messenger, entre outras, a própria rede social, também já deve receber, nas próximas semanas, novidades.

Há muito tempo o Facebook não passa por grandes mudanças. A rede social já ensaiou por diversas vezes, mudar o visual, mas sempre acabou voltando atrás por medo de desagradar os usuários e perder público. Mas agora, além dos apps a própria rede social irá receber novidades, no caso, trata-se de novas formas de expressar o que você sente, com as postagens, indo além do famoso ''Like'' (Curtir).

Não se sabe exatamente como a empresa pretende dar início às mudanças , uma das mais especuladas, desde o início da rede social, seria a opção de criar um botão ''não gostei'', mas não se sabe se seria essa, uma mudança com possibilidades reais de acontecer, já que criaria de certa forma, algo negativo na rede social e que, poderia acabar por prejudicar, por exemplo, diversas páginas famosas em ataques.

A possibilidade mais próxima de se tornar realidade, é a empresa adicionar uma série de novas reações e emoções para os usuários nas publicações, como sentimentos e estados de espírito. Até mesmo porque essa função já foi liberada, há algum tempo, para alguns países do nosso globo.

Isso porque Chris Cox, desenvolvedor da rede social, disse em uma entrevista que o Facebook pretende efetuar tais mudanças já nas próximas semanas, não só para os Estados Unidos, mas logo também para outros países. Também afirmou que, as possíveis classificações seriam raiva, tristeza, wow, haha, e amor.
Sabe-se que a possibilidade é que os usuários devem poder utilizar as reações por meio de um ícone expansível, mas não se sabe como seria feita a classificação nas postagens, como hoje é feito no rodapé, com o ''Like''.

Por Isis Genari

Facebook





CONTINUE NAVEGANDO: