Positivo lançou 2 novos modelos para o mercado brasileiro, o Quantum MUV e Quantum MUV PRO.

A Quantum, marca de smartphones pertencente ao grupo Positivo, anunciou na metade do mês de julho a sua mais nova linha de dispositivos para o mercado brasileiro. Para sermos mais exatos esse, na verdade, é o primeiro lançamento feito pela Positivo desde que criou a marca, coisa que aconteceu em setembro de 2015.

Para 2016 temos o chamado Quantum MÜV. De acordo com as informações divulgadas até o momento o celular inteligente da marca paranaense será colocado à disposição dos consumidores em dois modelos distintos. Teremos o Quantum MUV e o Quantum MUV PRO. A pré-venda do aparelho foi iniciada no final do mês de julho.

Entre os dois aparelhos anunciados vamos encontrar algumas diferenças, mas ainda assim nos dois casos existe um certo compartilhamento de características. Entre elas está o fato de que ambos rodam o Android 6.0 e possuem uma tela HD com resolução de 1280 por 720 pixels. São 5,5 polegadas neste caso. Os aparelhos ainda trazem suporte dual-SIM, 16 GB de espaço para o armazenamento interno sendo que há a possibilidade de expansão para 128 GB com o uso de cartões microSD. A bateria tem 2.800 mAh.

Agora vamos aos pontos de diferença entre os dois smartphones para ver se elas justificam ou não a diferença de R$150,00 entre eles.

O mais completo e com preço inicial sugerido de 950 reais temos o PRO. Ele traz um processador octa-core de 1,3GHz da MediaTek (MT6753). A câmera frontal tem 8 MP e a traseira 16 MP. A RAM conta com 2GB.

No caso do Quantum MUV que será mais acessível por 800 reais teremos um processador 1GHz da MediaTek (MT6735). Aqui as câmeras ficam com 13MP na traseira e 8MP na frontal. 1 GB para a RAM.

Como é possível perceber não há muito o que falar das “meias-diferenças” que se apresentam entre eles.

De qualquer forma a Quantum está disponibilizando os aparelhos em três opções de cores (Mirage Gold, Cherry Blossom e Midnight Blue). Os novos aparelhos da marca serão vendidos inicialmente por meio da loja online da Quantum. Mas também será possível encontrar os dispositivos em pontos de venda da marca e em redes de varejo.

Por Denisson Soares

Quantum MUV

Quantum MUV

Fotos: Divulgação


O primeiro passo para deixar um pouco o vício no smartphone de lado é de fato reconhecer que tem algum problema.

Checar de formar obsessiva os smartphones em qualquer situação, numa reunião com os amigos, no trabalho, no lazer, andando e até dirigindo pode ser sinal de um problema meio sério. Muita gente acaba viciando em seus smartphones e praticamente se desesperam quando ficam algum período sem acesso aos seus dispositivos. É comum a maioria afirmar que não deveria ser tão “ligada” ao aparelho, mas mais comum ainda é o número de pessoas que afirmam que não conseguem evitar. De qualquer forma, o primeiro passo para deixar um pouco o vício no smartphone de lado é de fato reconhecer que tem algum problema.

Abaixo trazemos para você algumas atitudes simples que poderão te ajudar a se desconectar um pouco. Confira:

– Sem smartphone na cama

Diversos estudos apontam que usar o aparelho na cama não é nada bom. Para início de conversa a luz da tela altera o comportamento dos hormônios do sono. Por isso tem muita gente reclamando de madrugada nas redes sociais que não conseguem dormir!

– Compre um despertador

É meio que um hábito pegar o smartphone como a primeira ação do dia, ainda mais quando é ele que desperta. Comprar um despertador comum é uma boa saída para quem quer começar o dia um pouco menos conectado.

– Faça sua refeição e esqueça o smartphone

O hábito de levar o smartphone para qualquer lugar é uma coisa terrível. Muita gente já se viu perdida por acidentes com o aparelho no banheiro. Mas o mais importante é tentar manter-se longe do aparelho quando estiver fazendo uma refeição ou em um simples encontro com amigos. É difícil superar isso, alguém comenta que viu algo e a pessoa já pega o aparelho para ver também. Tentar ficar sem o aparelho por um certo período de tempo nesses encontros e ir aumentando é uma boa ideia.

– Sem notificações

Isso é bem óbvio. Se não tem notificação toda hora não será necessário ficar checando o aparelho de minuto em minuto. Ao menos na teoria.

– Exclua os apps

Essa parte pode parecer meio difícil para os mais apegados. Mas é necessário. Excluir as várias contas de e-mail, as redes sociais e por aí vai é uma boa saída. Para se motivar imagine como seu dia seria mais produtivo e com mais tempo se não ficasse checando tudo isso de hora em hora.

Então é isso. Esquecer um pouco do smartphone e começar a ter mais relações humanas não faz mal para ninguém.

Por Denisson Soares

Usar menos o smartphone


Modelo terá 2 versões, uma com 4 GB de memória RAM e outra com 6GB.

A fabricante chinesa ZTE anunciou o lançamento de seu mais novo dispositivo para o mercado. Trata-se do Axon 7, um smartphone Android com configurações robustas. O objetivo da empresa é competir de igual com os principais aparelhos do mercado, vendidos por empresas tradicionais como Samsung, Apple, Lenovo, LG, entre outras.

Rumores apontavam que o ZTE Axon 7 viria com um Snapdragon 820 e 6 GB de RAM, mas a companhia decidiu reduzir um pouco o poder de fogo do aparelho. O Axon 7 com 4 GB de memória RAM chega ao mercado norte-americano por apenas US$ 399 – preço bastante competitivo para suas especificações. Ele deverá concorrer de igual com o OnePlus 3.

O aparelho da ZTE conta como uma tela de 5,5 polegadas com tecnologia AMOLED e resolução 2560 x 1440 pixels, com 538 pixels por polegada. O processador que equipa o aparelho é o Qualcomm Snapdragon 820, rodando a 2,2 GHz. O Axon 7 também conta com uma GPU Adreno 530, suficiente para executar praticamente todos os jogos disponíveis para Android da atualidade.

Também haverá uma versão com 6 GB de RAM, armazenamento de 64 GB ou 128 GB. A câmera traseira é de 20 megapixels, enquanto a frontal é de 8 megapixels. A bateria do aparelho deve ser suficiente para aguentar um dia completo de autonomia, visto que tem capacidade de 3.140 mAh. O ZTE Axon 7 também conta com uma espessura de 8,7 mm e pesa 185 gramas. O sistema que irá equipar o ZTE Axon 7 é o Android Marshmallow, na versão 6.0.1. Com isso, é bem provável que o modelo receberá no futuro na versão Nougat do Android (7.0).

O design do dispositivo lembra bastante alguns modelos da empresa asiática HTC. Ainda não há qualquer previsão de lançamento do Axon 7 no mercado brasileiro. Os interessados em adquirir o modelo deverão fazer isso por meio de importação, ou em viagens internacionais. Certamente, pelo preço e pelas ótimas configurações apresentadas, o lançamento deverá impulsionar a boa concorrência entre as empresas do setor, que deverão oferecer o máximo pelo menor preço. Caso o aparelho chegue ao mercado nacional, podemos esperar preços acima dos R$ 2 mil.

Por William Nascimento

ZTE Axon 7

ZTE Axon 7

Fotos: Divulgação


Modelo foi projetado com uma tela de 9,7 polegadas.

Em um evento realizado nesta última segunda-feira, dia 21 de março de 2016, a Apple, seis meses após ter feito o lançamento o maior iPad da sua história, lançou um outro dispositivo batizado com o nome de iPad Pro, o qual foi projetado com uma tela de 9,7 polegadas.

De forma distinta do iPad Air 2, o iPad Pro possui compatibilidade com um teclado novo chamado Smart Keyboard, bem como com o Apple Pencil que será comercializado como um acessório do iPad Pro maior.

Inicialmente este novo iPad da Apple com capacidade de memória de 32 GB será comercializado por US$ 599, a versão com 128 GB será vendida a partir de US$ 749, já a versão de 256 GB será comercializada a partir de US$ 899.

Um dos grandes atrativos deste novo iPad é o fato dele possuir uma tela que dá menos reflexo e com maior quantidade de brilho.  

A partir do dia 24 de março, quarta-feira, este novo tablet poderá ser encomendado, contudo o aparelho só será enviado pela fabricante aos consumidores no dia 31 de março. A chegada desse novo iPad irá contribuir para que os preços do iPad Air 2 deem uma caída, uma vez que a fabricante já anunciou que o valor inicial do iPad Air 2 passará de US$ 499 para US$ 399.

O dispositivo será vendido em quatro cores, sendo estas: cinza espacial, dourado, prata e rosa dourado. Com relação às configurações o iPad pro ele cvirá ao mercado equipado com um processador do modelo A9x, uma câmera de 12 megapixels. Outra novidade é a presença de suporte ao Live Photos.

Ao que tudo indica neste lançamento, a Apple está buscando agradar a uma parcela significativa de consumidores que clamavam por um aparelho que tivesse dimensões menores e por este motivo a fabricante fez mais esta aposta, em contrapartida do modelo lançado anteriormente, o iPad Air 2, que possui uma tela de nada mais nada menos que 12,9 polegadas.

Agora é esperar a resposta dos consumidores, porém em se tratando de um produto da gigante empresa da maçã sabemos que sem sombra de dúvida a qualidade dispensa comentários.

Por Adriano Oliveira

iPad Pro

iPad Pro


X Cam possui um maior destaque para as câmeras fotográficas e X Screen possui uma tela que nunca desliga.

O LG G5, é um dos smartphones mais aguardados para este ano de 2016, tratando-se do dispositivo high-end da sul-coreana LG, que será revelado e apresentado oficialmente na MWC (Mobile World Congress) 2016, mas enquanto o smartphone não é apresentado e lançado, a LG continua trabalhando em outros smartphones, e anunciou no dia 15 os novos dispositivos intermediários da empresa para este ano.

O anúncio foi direcionado ao X Cam, que como o próprio nome diz, possui uma dedicação maior às câmeras, sendo duas traseiras, e o X Screen, que possui uma tela que nunca desliga, exibindo algumas notificações e o horário do local onde o usuário se encontra, sem a necessidade de desbloquear a tela. Ambos os novos smartphones fazem parte da linha da LG que traz especificações intermediárias com recursos especializados em alguns pontos, como a câmera e a tela, nesses dois casos, a linha ''Specialist''.

O LG X Cam, vem com duas câmeras traseiras, sendo uma de 13 megapixels e outra de 5 megapixels, além de uma câmera frontal de 8 megapixels para as selfies. O smartphone ainda conta com uma bateria de 2.520 mAh, que não garante muita autonomia ao usuário, infelizmente, além de um processador octa-core que conta com 1.14 GHz, 2GB de RAM, 16GB de armazenamento interno expansível por cartões microSD, e uma tela de 5,2 polegadas.

O outro smartphone anunciado pela empresa, o LG X Screen, que conta com foco na tela e sua função ''Always On'', que mantém uma tela secundária sempre ligada para exibir a hora e algumas notificações, conta com uma câmera traseira de 13 megapixels e outra frontal de 8 megapixels, 2GB de RAM, processador quad-core com 1,2 GHz, tela de 4,93 polegadas com resolução HD, além de uma tela secundária sobreposta com 1,76 polegadas para a função citada, além de armazenamento interno de 16GB expansível por cartão microSD.

Ambos os modelos já chegarão ao mercado contando com o Android Marshmallow 6.0, e será lançado na Ásia, Europa e América Latina já no próximo mês, Março, embora não haja qualquer informação a respeito do preço de lançamento ou demais informações para o mercado brasileiro.

Por Isis Genari

LG X Cam

LG X Screen

Fotos: Divulgação


Após ser lançada a última atualização do Firefox OS, 2.6, a Mozilla não dará mais suporte e continuidade ao sistema operacional.

Foi bom, ou nem tanto, enquanto durou. No dia 4 de fevereiro, a Mozilla anunciou oficialmente que irá descontinuar o Firefox OS, tendo sua morte decretada pela empresa. O sistema operacional Mobile deverá receber sua última atualização, 2.6, em breve, e após isso, a empresa não dará mais suporte e continuidade ao sistema, que foi uma tentativa de competir com o Android, o iOS e o Windows.

Não deu certo. Pouquíssimos aparelhos com o sistema operacional foram lançados no mercado e, mesmo esses, acabaram não recebendo atenção alguma, tanto por parte dos usuários, como por parte da mídia que ''boicotou'' os aparelhos.

Um dos motivos do fracasso do OS, além do fato de não ter oferecido uma experiência razoável para seus usuários, é o grande número de dispositivos de entrada lançados com Android, visto que a estratégia da Mozilla para entrar e ganhar espaço no mercado, seria a aposta em um OS mais barato para as fabricantes. Porém, não é apenas a grande quantidade de opções de smartphones de entrada do Android, que acabou por derrubar o projeto da Mozilla.

Recentemente, a Google anunciou o ''Android One'', versão mais simplificada do Android, para smartphones que são fabricados em parceria com a Google e possuem um preço bem abaixo do normal para o mercado, mesmo para dispositivos simples e tem como grande foco, mercados como o da Índia.

Além da forte concorrência do Android, o Firefox OS sofreu até mesmo com o Windows, que por não ser um sistema ainda tão popular e que possa ser devidamente comparado com o iOS e o Android, acaba por ter diversos aparelhos de baixo custo para os usuários.

Porém, a notícia não significa a retirada da Mozilla do mercado Mobile ou de sistemas operacionais Mobiles, visto que, no e-mail enviado à imprensa, segundo o site The Next Web, a Mozilla afirma que vem testando novas formas de inovar no mercado Mobile.

Já a Marketplace, loja de apps do OS, continuará no ar até o dia 29 de março, sendo desativada completamente, após a data.

Vale lembrar que, em dezembro do ano passado, a Mozilla já havia anunciado que a produção de smartphones com seu sistema operacional próprio, estava cancelada.

Por Isis Genari

Firefox OS

Foto: Divulgação


Google pretende fabricar sozinho sua linha de smartphones Nexus.

Há certo tempo atrás, ainda em 2015, começaram a surgir os primeiros rumores de que o Google gostaria de fabricar seu próprio Nexus, sem a interferência de outras empresas, como acontece hoje. Atualmente, o Google cuida apenas do Android nesses aparelhos, para ter a garantia de que o mesmo será puro (sem grandes alterações) e receba atualizações rapidamente, pelo fato de não precisar de tantas adaptações, por se tratar de um sistema puro.

Agora, esses rumores voltam a ganhar força na mídia, e dessa vez, as informações são do site The Information, que garante que o Google pretende cuidar sozinha da linha de smartphones Nexus, para ter maior autonomia no desenvolvimento do dispositivo e fazer os investimentos necessários para que, em pouco tempo, o seu smartphone esteja batendo de frente em vendas no mercado com o iPhone, da Apple, grande rival do Google e dos smartphones Android nesse mercado.

Ainda não há a certeza de que isso deva acontecer em breve, visto que, recentemente, também foi noticiado o interesse do Google em trabalhar em parceria com a HTC para lançar os smartphones Nexus no mercado, mas essa notícia parece mudar um pouco o cenário, e mostra que a empresa realmente está disposta a investir pesado e crescer ainda mais nesse mercado.

Outro fato que leva o gigante Google a pensar na decisão de produzir sozinho o Nexus, é a possibilidade de fazer parcerias com operadoras e varejistas para facilitar a venda do aparelho ao redor do mundo e conseguir maior custo benefício para seus possíveis usuários. A ideia seria aliada com outro projeto da empresa, o Projeto Fi, que é a operadora ''própria'' do Nexus, feita em parceria com outras operadoras.

Um rumor um tanto preocupante, é o de que o Google poderia optar por não lançar seu Nexus no Brasil, que como pode ser visto, não possui tantos usuários do smartphones exatamente pelo fato da distribuição em solo brasileiro não ser boa ou simplesmente não ser o foco. A Huawei prometeu lançar sua última versão do Nexus no Brasil, mas pensando no caso do Google, se a empresa realmente quer dominar totalmente o mercado internacional de smartphones com o Nexus, é possível que tal fato não passe de um rumor.

Por Isis Genari

Google Nexus

Foto: Divulgação


Lojas alternativas do Android estão mais infestadas com vírus do que a Play Store.

Muitos usuários estão habituados a baixar aplicativos por meio de lojas alternativas a do Android, a Play Store. Isso se deve ao fato de que a Play Store não só elimina apps que são maliciosos (evidentemente que vez ou outro, um app malicioso ''escapa''), como também acaba por eliminar apps que infrinjam de certa forma algum código ou lei, caso dos aplicativos de ''gato'' em TV por Assinatura, que disponibilizam todos os canais, de graça.

Porém, se você atualmente faz parte desse grupo de usuários, é melhor ficar atento, uma pesquisa divulgada pela chinesa Cheetah Mobile, mostrou que as lojas alternativas do Android estão mais infestadas com vírus do que a Play Store. E consideravelmente mais infestadas.

A princípio, você pode achar o número irrelevante, mas se analisar com cuidado, vai perceber que a chance de você acabar infectando seu smartphone com um vírus, ou até mesmo vários, em uma loja alternativa, é muito maior do que na Play Store.

Isso se deve ao fato de que, na Play Store, aproximadamente 0,005% dos apps disponíveis para download pelos usuários, estão infectados com um, ou mais malwares. Enquanto isso, nas lojas alternativas, esse índice sobe para cerca de 0,16%, bem maior, embora ainda a primeira vista, pequeno, do que na Play Store.

O que devemos ressaltar é que muitos dos apps infectados recebem milhares ou até mesmo milhões de downloads, o que faz com que, mesmo a porcentagem sendo pequena, a propagação seja enorme e em escala mundial.

Importante alertar que, no topo das lojas alternativas mais infectadas se encontram a Nineapps e a Getjar.

A pesquisa também mostrou quais os tipos de malwares mais comuns nos apps, sendo Adware com 37,5%, o líder, seguido por Trojans root com cerca de 25%, empatado com o Roubo de informações pessoais 25%, Fraudes com conteúdos pornográficos com ''apenas'' 5%, Cobrança de SMS premium com 4,17%, fechando com o controle remoto do dispositivo com cerca de 3,3%.

Por Isis Genari

Malwares no Android


Facebook pretende adicionar uma série de novas reações e emoções para os usuários nas publicações, como sentimentos e estados de espírito.

O Facebook está cada vez mais perto de sair do bom, ou nem tanto, e velho, conservadorismo quanto a mudanças mais profundas na rede social. Além das novidades que os apps (Facebook & Messenger), devem receber, como uma integração com serviços como a UBER, pequenas mudanças no visual do Messenger, entre outras, a própria rede social, também já deve receber, nas próximas semanas, novidades.

Há muito tempo o Facebook não passa por grandes mudanças. A rede social já ensaiou por diversas vezes, mudar o visual, mas sempre acabou voltando atrás por medo de desagradar os usuários e perder público. Mas agora, além dos apps a própria rede social irá receber novidades, no caso, trata-se de novas formas de expressar o que você sente, com as postagens, indo além do famoso ''Like'' (Curtir).

Não se sabe exatamente como a empresa pretende dar início às mudanças , uma das mais especuladas, desde o início da rede social, seria a opção de criar um botão ''não gostei'', mas não se sabe se seria essa, uma mudança com possibilidades reais de acontecer, já que criaria de certa forma, algo negativo na rede social e que, poderia acabar por prejudicar, por exemplo, diversas páginas famosas em ataques.

A possibilidade mais próxima de se tornar realidade, é a empresa adicionar uma série de novas reações e emoções para os usuários nas publicações, como sentimentos e estados de espírito. Até mesmo porque essa função já foi liberada, há algum tempo, para alguns países do nosso globo.

Isso porque Chris Cox, desenvolvedor da rede social, disse em uma entrevista que o Facebook pretende efetuar tais mudanças já nas próximas semanas, não só para os Estados Unidos, mas logo também para outros países. Também afirmou que, as possíveis classificações seriam raiva, tristeza, wow, haha, e amor.
Sabe-se que a possibilidade é que os usuários devem poder utilizar as reações por meio de um ícone expansível, mas não se sabe como seria feita a classificação nas postagens, como hoje é feito no rodapé, com o ''Like''.

Por Isis Genari

Facebook


Microsoft irá terminar com a linha Lumia de smartphones e rumores indicam que a linha Surface irá surgir com novos modelos.

Os rumores do fim da linha de smartphones da Microsoft, Lumia, vêm crescendo cada vez mais. A empresa norte-americana tem a ideia de terminar com a linha Lumia desde que comprou o setor de smartphones da Nokia, e agora isso parece estar cada vez mais próximo de acontecer.

O substituto da linha Lumia, deve ser a nova linha Surface. E para aumentar as expectativas, um usuário do Reddit, descobriu um site com o nome da possível nova linha, com domínio da Microsoft (www.surfacephone.com). Ao acessar o site, você é redirecionado para a página da Microsoft sobre a linha Surface, mas não para smartphones, o que pode ser um indício de que num futuro bem próximo, os smartphones Surface se tornem realidade.

Por outro lado, para não criar falsas expectativas nos fãs da empresa, a Microsoft possui o domínio de diversos termos relacionados ao Surface, para que ninguém acabe por registrar um domínio com esse nome em coincidência com os produtos dessa linha da Microsoft e acabe por prejudicar a empresa. Mas com o crescimento dos rumores da chegada da linha Surface, não deixa de ser algo, no mínimo, curioso.

Recentemente, um jornalista russo, também afirmou ter obtido a informação, junto à equipe russa da Microsoft, em um evento no país, de que o Surface Phone, poderia ser lançado no máximo, até setembro ainda deste ano, o que é mais um chamativo para um possível lançamento do dispositivo.

Por enquanto, a Microsoft ainda não se pronunciou sobre os rumores, e a tendência, é que isso não aconteça. Portanto, não podemos afirmar que tais informações realmente sejam verídicas. Mas com os rumores de um Surface Phone em alta, não seria surpresa se muito em breve, vazamentos de imagens e hardware, acabem acontecendo, se a tendência for realmente lançar o novo smartphone ainda neste ano ou no próximo.

Por Isis Genari

Surface Phone

Foto: Divulgação


Samsung estaria interessada em levar seus acessórios e aplicativos para o iOS, sendo o Smart Camera o primeiro a ser disponibilizado.

A Samsung vem lançando nos últimos tempos cada vez mais acessórios compatíveis com seus smartphones da Linha Galaxy, como o conhecido S Health. O pensamento da empresa sul-coreana é não ficar presa somente ao Android e aos seus smartphones, produzindo também, outros aparelhos, mesmo que para os mesmos.

Agora, para buscar expandir seu mercado, a Samsung parece estar interessada em levar seus acessórios e aplicativos para o iOS, da Maçã. A questão é que a marca se preocupa em ficar muito presa ao Android, tornando-se dependente do sistema, tanto é que, a empresa vem investindo mais no seu próprio sistema operacional para dispositivos móveis, o Tizen, e existe até mesmo a possibilidade do lançamento de um novo high-end com o sistema em breve.

O primeiro passo foi dado, quando a empresa anunciou que seu relógio inteligente, o smartwatch Gear S2, seria compatível com os smartphones iOS, no Brasil, ele custa quase R$ 2.000.

A Samsung realmente está interessada em disponibilizar cada vez mais, seus serviços para os usuários do iOS, as informações são do site SamMobile. Um dos primeiros a desembarcar no iOS com essa tendência, deve ser o Smart Camera, que deve receber um upgrade com novidades em breve. A empresa deve manter também o suporte para os aplicativos que já estão disponíveis atualmente para o iOS.

Um dos grandes focos da sul-coreana estaria, principalmente, nos aplicativos que garantem a sincronização dos Galaxys, com o sistema operacional iOS, sendo que a empresa já possui um app com essa função hoje.

Entretanto, as informações ainda não são oficiais, mas a tendência é que se concretizem. A grande dúvida fica para se Samsung realmente entrará com força nos dispositivos com iOS, ou manterá vantagens para os usuários do Android, já que se trata do SO presente em seus Smartphones, ou garantirá a mesma quantidade de opções para ambos os sistemas.

Por Isis Genari

Acessórios da Samsung para iOS

Foto: Divulgação


Um suposto email teria vazado e explicado que o atraso do lançamento do Windows 10 Mobile seria devido a Microsoft não estar satisfeita com o desempenho dos aparelhos mais antigos com a nova versão do sistema operacional.

Não é novidade para ninguém que acompanha com frequência, as novidades do mundo mobile e principalmente as notícias do Windows Phone, que a nova versão do sistema operacional, o Windows 10 Mobile, vem passando por diversos atrasos e longos períodos de teste, o que vem irritando cada vez mais os usuários e levantando dúvidas sobre a estabilidade do sistema da Microsoft, já que o lançamento estava previsto entre novembro e dezembro do ano passado.

Agora, porém, ao que parece um suposto email interno da Microsoft, explica os motivos de tanto atraso no lançamento do sistema e revela uma suposta data final de lançamento para o Windows 10 Mobile.

Segundo o suposto email, o motivo para tanto atraso no lançamento definitivo da nova versão do Windows, seria pelo fato da empresa norte-americana não estar nem um pouco satisfeita com o desempenho dos aparelhos mais antigos, como o Lumia X20 e X30, com a nova versão do sistema operacional, o que estaria fazendo a empresa retardar o lançamento para estabilizar o Windows, nesses dispositivos.

Confirmando os rumores recentes, o email também confirmaria o lançamento definitivo já no final do próximo mês, fevereiro, já que a empresa parece estar satisfeita com o desempenho desses smartphones na última build do Windows 10 Mobile lançada, embora ainda enxergue a necessidade de alguns ajustes, como na questão dos bugs presentes.

Sendo assim, cada aparelho irá receber uma atualização específica para que se possa tirar o máximo de desempenho de cada um. Já os smartphones mais recentes e high-ends, devem receber uma atualização cumulativa fazendo com que todos os aparelhos fiquem na mesma build.

Tais informações, porém, não possuem cunho oficial e, ainda não há a certeza de que as mesmas venham a se confirmar. Porém, muitos acreditam que o fato de tal email ter sido ''vazado'', pode ter sido uma ideia da própria Microsoft para acalmar o ânimo dos usuários que anseiam pelo lançamento da nova versão do Windows Mobile.

Por Isis Genari

Windows 10 Mobile

Foto: Divulgação


Foram realizados testes que comprovaram que o Lumia 950 XL não possui sistema especial de resfriamento interno líquido.

A notícia de que a Microsoft iria utilizar no seu novo Lumia 950 XL um sistema especial de resfriamento interno líquido, certamente deixou diversos usuários extremamente felizes com a novidade, já que diminuiria, e muito, os riscos de superaquecimento do smartphone, que já vinha sofrendo críticas graças ao seu chipset Snapdragon 810, que apresentou exatamente problemas com superaquecimento.

Porém, a felicidade durou pouco. Muito pouco. Testes foram realizados no novo phablet da norte-americana e foi comprovado, que, embora um sistema interessante de redução de calor tenha sido implementado no aparelho, o sistema líquido prometido na apresentação do aparelho, de fato, não aconteceu.

O fato foi descoberto e comprovado por Jerry Rig, especialista em Mobiles e que possui um canal no YouTube, que explorou completamente tudo o que envolve o phablet, em seus vídeos. Jerry abriu o aparelho por completo para poder explorar o 950 XL. Ao fazer isso, Jerry encontra a haste que é responsável por dissipar o calor do chipset Snapdragon 810, que já como citado, apresentou problemas de superaquecimento em smartphones Android, vale ressaltar. Mas a descoberta vem ao abrir o componente que é responsável por prevenir esse tipo de problema: Não existe qualquer sistema líquido presente no phablet, como prometido.

O especialista Jerru Rig chegou a entrar em contato com o suporte da empresa, que respondeu que o Lumia 950 XL conta com uma solução apenas baseada em tubo líquido tradicional. Mostrando que a Microsoft, infelizmente, usou nada mais do que um jogo de palavras, para garantir um pouco mais de destaque para seu dispositivo.

Por outro lado, existem também notícias boas a respeito do phablet, que também passou por testes de resistência, e se saiu extremamente bem. Na tela, chegou-se a utilizar um isqueiro com fogo acesso, para tentar danificar a tela do dispositivo, porém sem sucesso. Normalmente  a tela fica esbranquiçada em definitivo, ou escurecem seus pixels. Apenas as partes em policarbonato, não apresentaram resultados satisfatórios, assim como, surpreendentemente, o logotipo da marca na traseira.

O Lumia 950 XL ainda não está disponível no Brasil e não existe uma previsão de lançamento, com a justificativa de que a crise financeira que o país enfrenta, esteja atrasando o lançamento do dispositivo.

Por Isis Genari


Android Marshmallow já pode ser instalado nos aparelhos Moto E de primeira geração.

Mesmo com a notícia recente de que as linhas E e G, da Motorola (que possui como dona, a Lenovo), podem chegar ao fim em breve, nem só notícias ruins existem para os usuários dos aparelhos. Já é possível instalar a nova versão do Android no Moto E de primeira geração.

O trabalho se deve aos desenvolvedores da versão alternativa do Android, CyanogenMod. As ROMs foram disponibilizadas pelos desenvolvedores na terça-feira, 12 de janeiro. O Marshmallow chega, também, com o CyanogenMod 13 nightly para os donos de outro smartphone, mas esse, não da Motorola, o HTC One A9.

Esse último, já havia recebido a atualização oficial da HTC, porém, muitos usuários preferem a atualização personalizada, sem a interface gráfica do Android da Motorola.

Para aqueles que são novatos em ROMs personalizadas e estão nos seus primeiros dias ou pretendem ainda, ao menos experimentar uma dessas atualizações em seu smartphone, vale lembrar que é necessário baixar o gapps, que é um pacote de aplicativos disponibilizados pelo Google para o CyanogenMod 13, ROMs personalizada mais famosa.

Porém, essa atualização ainda não é estável, por isso, é recomendável que todos os usuários que pretendam atualizar seu aparelhos para o Android Marshamallow 6.0 pelo CyanogenMod, façam um backup dos seus arquivos pessoais mais importantes ou até mesmo, o máximo possível, já que pode haver perda de dados e problemas durante e depois da instalação. Até mesmo por isso, os usuários devem concordar que são responsáveis por possíveis problemas em seus smartphones.

A ROM CyanogenMod, é bem conhecida no mercado e utilizada por diversos usuários, muitos, por não estarem satisfeitos com seu Android modificado pelas empresas, como a Samsung, uma das que mais recebem reclamações graças a lentidão de seus aparelhos, causada pelo ''peso'' das modificações feitas no Android.

Além da CyanogenMod, existem outras opções de ROMs alternativas no mercado, para aqueles que não andam muito satisfeitos com seus Androids atualmente.

Por Isis Genari

Moto E

Foto: Divulgação


Serviço de pagamento móvel da Samsung estará disponível no Brasil ainda neste ano, porém, data oficial de lançamento ainda não foi revelada.

No dia 05/01, a Samsung anunciou durante a feira Consumer Electronics Show (CES) 2016, que está sendo realizada em Las Vegas, a chegada do Samsung Pay no território tupiniquim.

O Samsung Pay é o serviço de pagamento móvel da Samsung, e estará disponível no Brasil ainda em 2016, segundo a empresa. O serviço deve chegar ao Brasil, caso não ocorra nenhum problema, nas próximas semanas, assim como no Reino Unido, China, Austrália e Singapura, que também não tinham o serviço e agora poderão desfrutar de suas funcionalidades.

Entretanto, a empresa ainda não revelou a data oficial de lançamento nesses países, podendo ocorrer tanto, realmente nas próximas semanas, como nos próximos meses. A Samsung também ainda não revelou quais marcas de Cartão de Crédito, serão aceitas no serviço. Porém, é provável que as marcas mais consagradas do mercado estejam presentes no serviço sem maiores imbróglios.

O lançamento do Samsung Pay no Brasil, já era aguardado e esperado desde o lançamento do Galaxy S6 Edge Plus junto do Galaxy Note 5, já que na época, a empresa sul-coreana já havia falado sobre o interesse em trazer o serviço para o país o mais rápido possível.

Atualmente, apenas os modelos mais avançados e recentes da empresa, possuem o serviço. Como o Note 5, S6, S6 Edge, S6 Edge Plus e S6 Active. Esse último, ainda não se encontra à venda nos varejistas do Brasil. Ainda não há uma perspectiva do serviço chegar também aos smartphones mais simples ou, ao menos, intermediários da Samsung, não havendo qualquer menção a isso, durante a feira.

Com o lançamento do Samsung Pay no Brasil, a sul-coreana sai na frente da sua maior concorrente, Apple, que também possui um serviço de pagamento móvel semelhante, mas ainda não trouxe o serviço para o Brasil. Não há qualquer previsão de que isso aconteça em breve, deixando o iPhone, em desvantagem em relação à linha de smartphones tops da Samsung.

Por Isis Genari

Samsung Pay

Foto: Divulgação


Versão lançada é uma atualização cumulativa da versão anterior.

A Microsoft lançou recentemente uma versão atualizada do OS Windows 10 Mobile. Chamada de 10586.29, a empresa explicou que a nova edição do sistema operacional para smartphones é na verdade uma “atualização cumulativa” da versão anterior, a 10586. Criativos, não?!

A versão veio como uma surpresa para os usuários, no início da noite da última sexta-feira, e antes de entrarmos em detalhes sobre o que mudou, é bom lembrar que a empresa já anunciou que os seus dois novos modelos de smartphones, o Lumia 950 e o Lumia 950 XL, já virão de fábrica com a nova versão instalada assim que forem lançados, provavelmente na próxima semana, nos Estados Unidos.

Então, o que o modelo “29” tem de diferença do anterior, afinal? A Microsoft informou que melhorou o desempenho de seu novo aplicativo para navegação na internet, o Edge, que irá eventualmente substituir o Internet Explorer.

Seguindo em frente, a nova versão do sistema promete auxiliar os usuários a atualizarem seus smartphones com mais facilidade, com uma funcionalidade que a Microsoft nomeou simplesmente de “aplicativo de compatibilidade para o Silverlight do Windows Phone 8.1”. Um nome bastante extenso para uma funcionalidade que poucos vão saber o que é ou quando é utilizada, da mesma forma que poucos devem se lembrar do Silverlight.

A atualização não traz muitas mudanças nem recursos novos ao sistema operacional, mas no mesmo anúncio da atualização, a Microsoft prometeu, ainda nas últimas semanas deste ano e durante o próximo ano, continuar atualizando o Windows 10 Mobile, se baseando, principalmente, nos feedbacks dos usuários que comprarem os novos modelos de smartphones e também daqueles com modelos mais antigos que atualizarem seus aparelhos através do Windows Update.

Resta esperar para ver o desempenho do novo Sistema Operacional, bem como se o novo navegador será mais eficiente que o Internet Explorer (difícil não ser), e torcer para os usuários darem feedbacks construtivos para a Microsoft, pedindo, por exemplo, a possibilidade de alterar manualmente o IP do aparelho em redes Wi-Fi corporativas.

Por Felipe Foureaux Freitas

Windows 10

Foto: Divulgação


Vendas no Brasil iniciarão no final de dezembro pelo valor de R$ 2.599.

O novo smartphone da Sony, Xperia M5, começará a ser vendido no final de dezembro no Brasil. O preço do aparelho será de R$ 2.599. No país, o modelo terá entrada para dois chips, quadriband e televisão digital.

O maior destaque do lançamento, além de ser à prova d'água, são as duas câmeras. A traseira tem incríveis 21,5 megapixels com 5248×3936 pixels e a dianteira, não menos extraordinários, tem 13 megapixels. A câmera traseira grava em resolução 4K e possui a tecnologia chamada pela marca de Clear Image Zoom – zoom de cinco vezes sem grande perda de qualidade na imagem. O foco automático ajusta-se em apenas 0,15 segundo.

A tela, também impressiona com suas cinco polegadas e, como as capturas, alta resolução – full HD de 1080×1920 pixels. O LCD possui proteção scratch-resistant glass e 16 milhões de núcleos de exibição.

O smartphone não deixa a desejar em suas configurações principais. A memória RAM é de 3GB e o processador é um octa-core Helio X 10 de 2 GHZ. A memória interna de armazenamento tem capacidade de 16 GB com expansão para até 200 GB via cartão SD. O sistema operacional é o Android Lollipop, com atualização próxima para o Marshmallow.

Segundo a Sony, a bateria suporta dois dias inteiros de uso. Para stand by, a duração é de 627 horas. E, em conversação, a durabilidade estimada da carga total é de 11,5 horas.

A traseira do M5 é toda em vidro e as laterais, em aço inoxidável. As dimensões são 14,5×7,2 centímetros. A espessura é de 0,7 centímetro e o peso, de 142 gramas. As cores disponíveis são prata, dourada e preta.

O browser tem recurso HTML 5 para a abertura de páginas.

O novo Xperia terá mudanças apenas na compra pela Claro, que venderá o produto sem a possibilidade de dual chip e sem televisão digital. Será a única operadora, além do varejo em geral, que comercializará o smartphone.

Por Bruno Klein

Sony Xperia M5

Sony Xperia M5

Fotos: Divulgação


Rumores indicam que a empresa pretende lançar em 2016 um smartphone flexível ou dobrável.

A Samsung, conhecida por projetos inovadores, possivelmente irá lançar, segundo informações vazadas, obtidas pelo site SamMobile – conhecido por transmitir informações antecipadas da empresa, um smartphone flexível ou dobrável no início do ano que vem.

Os rumores a respeito do lançamento começaram em março de 2015, quando um representante da divisão de display da empresa declarou que a Samsung estava produzindo um aparelho com tal característica. O “Project Valley” ou “Project V”, como é conhecido, remete à ideia de que o smartphone poderá ter duas partes que formam um “V”, resultando em uma estrutura dobrável. Um aparelho com inúmeras funções, tecnologia avançada, dimensões maiores, e que pode reduzir de tamanho, para facilitar quando não estiver em uso, representa uma significativa inovação, além de proporcionar uma maior praticidade aos usuários.

Algumas ilustrações do projeto foram divulgadas por uma patente da sul-coreana. Os desenhos sugerem um mecanismo simples e mostram como o aparelho deve funcionar. Para isso, é indispensável uma tela flexível, além de haver uma dobradiça, a qual irá permitir que parte da tela se dobre sobre o restante do aparelho, o qual possuirá tela touchscreen. Relata-se que o dispositivo do “Project Valley” atualmente está em fase de testes e que a empresa pode estar testando o mesmo em duas configurações de Hardware, um com o processador Snapdragon 620 e outro com um Snapdragon 820. Possivelmente terá 3GB de RAM, um slot para cartão micros e uma bateria não-removível.

Segundo o site SamMobile, o “Project V” deverá ser lançado no início do ano que vem, em diversos países: Reino Unido, Irlanda, Alemanha, Itália, Polônia, França, Coreia do Sul e “Países nórdicos” (provavelmente Noruega, Suécia, Finlândia e Dinamarca). Não será lançado inicialmente em nenhum país da América. Isso pode ocorrer devido ao caráter experimental do projeto. Caso apresente bom desempenho comercial, deverá ser lançado em outros países.

Por Helem Franco

Samsung com tela dobrável

Foto: Divulgação


Novo app tira várias fotos consecutivas e usa as mesmas para criar um vídeo, similar a m GIF.

O Instagram, rede social de fotos destinada aos usuários de Android e iPhone, anunciou o lançamento de mais um app. Este app, que fará parte da plataforma, chama-se Boomerang.

O novo app é capaz de tirar várias fotos consecutivas (dez fotos precisamente) e usa as mesmas fotos tiradas para criar uma sequência cronológica para criar um vídeo, o que é bem similar a um GIF (Graphics Interchange Format ou formato de intercâmbio de gráficos), criados nos anos 80 como uma opção mais leve de formatos curtos de vídeo em cores.

Atualmente, os GIFS estão populares em posts pelo Facebook. Com a opção trazida pelo novo app do Instagram, os pequenos vídeos serão publicados em grande escala também na plataforma do Instagram.

A grande diferença entre os GIFs e os vídeos produzidos pelo Boomerang é que neste a animação é exibida em looping após o usuário clicar para reproduzir o vídeo.

As fotos podem ser tiradas nos modos retrato ou paisagem para criar os vídeos. Logo após, o usuário terá a opção de compartilhar as criações no Instagram. O novo App já está disponível pelos sistemas operacionais Android e iOS.

A família Instagram já disponibilizou outros Apps, como o Hyperlapse, App que produz vídeos em timelapse (em tempo acelerado) e também o App Layout, capaz de realizar montagens com diversas fotos em uma moldura.

Outra evolução trazida pelo Instagram é a melhoria na resolução das fotos. Agora, os usuários poderão tirar fotos com o tamanho 1080 x 1080. Inicialmente, o Instagram disponibilizava o compartilhamento de fotos com resolução de até 640 x 640, o que foi decisivo para a sua popularização, uma vez que a internet móvel da época não disponibilizava uma conexão com a mesma qualidade dos dias de hoje.

Agora os usuários podem desfrutar de vários apps da família Instagram que oferecem a criação e edição de fotos e pequenos vídeos com resolução HD.

Por André César

App Boomerang

Foto: Divulgação


LG G4, LG G4c, LG G4 Stylus e LG G3 são os possíveis modelos que contarão o Android Marshmallow.

No último dia 29 de setembro o Google comunicou em evento o lançamento do Android Marshmallow. Desde então a expectativa é grande para a chegada desta novidade. Longe de chegar ao Brasil, no entanto a LG ainda que vagamente, anunciou neste dia 15 uma previsão para lançamento dos novos modelos com Android Marshmallow nos seus smartphones. Nos países da Europa, da Ásia e das Américas eles estarão disponibilizados em breve.

Ao que indica, a LG será a 1ª parceira do Google a disponibilizar Android 6.0 Marshmallow em seus dispositivos.

Apesar de a LG ainda não ter divulgado oficialmente, sabe-se que os modelos a serem contemplados serão LG G4, LG G4c, LG G4 Stylus e LG G3, levando-se em conta as atualizações passadas que já contemplavam estes.

O modelo G4 já irá disponibilizar a atualização esta semana, será o primeiro smartphone no mundo a receber a atualização, mas somente para quem fez a compra na Polônia, pois somente os consumidores de lá têm a programação exata desta atualização.

A LG informa que foram definidos pelo Google os seis aspectos principais que o Marshmallow irá focar: navegação na web, permissões e ligações entre aplicativos, gestão de bateria e o Android Pay, que está disponível na nova versão do sistema operacional.

O novo Android terá novidades como permitir ao usuário acessar informações aos apps de forma mais simples, modo silencioso e personalizado, e um desabilitador de apps em segundo plano, o “Doze Mode”, que poderá ser acessado quando o celular não estiver em uso, para economizar bateria. O novo gerenciador de energia não precisará ser ativado por nenhum lugar, pois o sistema irá detectar se o dispositivo está sem fazer nada e ativará o Doze, que irá colocar o seu celular para dormir. Quando o Doze estiver atuando, o acesso à rede será desativado, assim como a sincronização de aplicativos e Wi-Fi.

Por Lilian de Oliveira

LG G4 com Android Marshmallow

LG G4 Stylus com Android Marshmallow

Fotos: Divulgação


Microsoft pretende modificar seu posicionamento no mercado de smartphones com o lançamento de seus novos Lumias, com a intenção de integrar PCs e dispositivos móveis.

Microsoft deve mudar seu posicionamento no mercado de smartphones. Isso deverá ocorrer com o lançamento de novos Lumias. O fato é que a Microsoft vem perdendo espaço no mercado de smartphones nos últimos anos. As vendas, por sua vez, estão cada vez mais baixas, pois a empresa está perdendo espaço para vários de seus concorrentes nesse nicho de atuação. Sendo assim, a Microsoft, para continuar ‘respirando’ no mercado tecnológico dos telefones irá se posicionar junto ao mercado corporativo.

Pois bem, o lançamento do Lumia 950 e do Lumia 950 XL aconteceu em Nova York, dia 6 de outubro de 2015. E nesse dia, no entanto, já foi possível notar certas mudanças na postura da empresa para assim alavancar, de novo, as vendas de seus smartphones. Uma das estratégias para recuperar o sucesso de outrora será o estabelecimento de novas metas. Antes a Microsoft queria abarcar 15% do mercado de smartphones em quatro anos. Agora eles estão estudando novas visões e metas de mercado.

A grande novidade do Lumia será sua versão móvel do Windows 10, sistema operacional da Microsoft que deve, pela primeira vez, integrar completamente PCs e dispositivos móveis. Esta novidade já mostra um pouco sobre o novo comportamento da Microsoft em sua missão de aumentar a venda de seus aparelhos em todo o mundo.

Aliás, de acordo com o CEO da empresa, Satya Nadella, a empresa agora terá mais foco e será mais eficiente e eficaz em seu modo de trabalhar no mercado de smartphones. Haverá um aprimoramento no portfólio dos smartphones.

Assim, apesar dos números não serem tão animadores, o fato é que os leitores, como o público em geral, deverão esperar para ver o que vai acontecer daqui para frente neste setor. Sem falar que a previsão é que a Microsoft consiga obter apenas 3% do mercado de smartphones.

Por Madson Lima de Oliveira

Microsoft Lumia 950

Foto: Divulgação


Rumores indicam que o novo modelo será um tablet gigante com foco no mercado corporativo.

Nesta quarta-feira (09), a Keynote da Apple anunciará novos produtos da empresa, como os novos iPhones, upgrade no Apple Watch e uma nova versão da Apple TV.

Os rumores também indicam que a empresa americana poderá anunciar novos iPads neste evento ou em outubro. Apesar de não ser oficial, analistas do mundo da tecnologia acreditam que o 'iPad Pro', como está sendo chamado, possa ser lançado com foco no mercado corporativo, onde a Apple fechou grandes parcerias, como Cisco e IBM.   

Como o próprio nome sugere, o tablet gigante traria uma tela maior do que os outros modelos. Diversos sites, incluindo o especializado em produtos da Apple 9to5Mac, estão apostando no novo gadget da companhia.

Em relação à data de apresentação, os rumores encontram-se indefinidos. Alguns sites apostam que o iPad Pro será mostrado para o público neste dia 9 de setembro. No entanto, muitos produtos seriam apresentados ao público de uma única vez, o que poderia ofuscar o principal produto, o iPhone.   Além disso, vale ressaltar que a Apple deverá disponibilizar a versão final do iOS 9 também nesta quarta-feira. Sendo assim, é mais prudente que o novo iPad seja anunciado em um evento em outubro. Especula-se que uma nova versão do iPad Mini também deverá ser apresentada ao público.   

Alguns acreditam que a pré-venda do tablet gigante seria iniciada no mês de outubro e que seria lançado oficialmente no mês de novembro, aproveitando as vendas de Natal.

O mercado espera que o tablet tenha especificações atraentes e potentes o suficiente para o mercado corporativo. A tela deverá ser de 12,9 polegadas, além do aparelho contar com 2 GB de memória RAM.   

O iOS 9 trará o recurso de dividir a tela entre dois apps, algo presente em outros sistemas, como o Windows 10. Tal recurso seria muito bem aproveitado em um tablet com 12,9 polegadas.

Agora só nos resta aguardar para ver o que a Apple tem reservado para os seus clientes do mundo todo.

Por William Nascimento

iPad Pro

iPad Pro

Fotos: Divulgação


Modelo contará com 2 versões, o Gear S2 e o Gear S2 Classic.

Novidade para os amantes da tecnologia, a Samsung apresentou nesta semana o relógio inteligente Gear S2.

O lançamento contará com duas versões, o Gear S2 que possui pulseiras com design mais moderno nas cores preta ou prata e o Gear S2 Classic, que como o nome já diz, remete a um modelo mais clássico e acompanha pulseira de couro preta, as 2 versões possuem designs circulares e são feitas de aço inoxidável resistente que garantem elegância e flexibilidade para diversas ocasiões.

Quem estava apostando que o Gear S2 contaria com o sistema Android se enganou, o sistema operacional presente no relógio inteligente é o Tizen, que foi criado pela Linux em parceria com a Samsung e, portanto, há rumores de que o aparelho será compatível apenas com dispositivos da Samsung.

Dentre os recursos que estarão presentes, encontram-se o reconhecimento de voz, a possibilidade de checar e-mails, notificações e também enviar mensagens, espera-se que o dispositivo contenha aplicativos de fitness e controle de saúde, mas apesar de quase certa, a informação não foi confirmada.

A tela do relógio inteligente Gear S2 tem 1,2 polegada e contará com a resolução de 360×360. Além de ser a prova d’agua, o relógio tem um processador de 1GHz de 2 núcleos e bateria que garantem o uso de 2 a 3 dias.

A Samsung anunciou que o dispositivo funciona como ferramenta de pagamento móvel.

Dennis Miloseski, vice-presidente de design da Samsung America, postou recentemente uma foto no Instagram usando o Gear S2 e arrancou muitos comentários positivos do público que aprovaram o design e acharam a versão moderna e superior à anterior.

Não foram divulgadas informações de quando o produto chegará ao Brasil e nem de qual será seu valor, o jeito é aguardar e torcer para que o novo relógio inteligente Gear S2 chegue ao Brasil o quanto antes e com preço acessível para os brasileiros.

Por Beatriz Duarte

Samsung Gear S2

Samsung Gear S2

Fotos: Divulgação


Rumores indicam que a BlackBerry estaria planejando lançar um novo smartphone com sistema operacional Android e com design que remete a tecnologia Slider.

A BlackBerry está preparando um novo smartphone e as imagens vazaram na internet, deixando à vista as muitas novidades do modelo. As fotos foram divulgadas na última sexta-feira (21) e o novo smartphone da BlackBerry chama a atenção para alguns detalhes, por exemplo, o sistema operacional será o Android e o design do aparelho nos faz lembrar de uma tecnologia já conhecida como Slider.

O Slider fez muito sucesso, principalmente, na década de 90 e até no começo de 2000, mas depois foi deixado de lado aos poucos. Há alguns tempos, vinha tendo uma certa especulação sobre este aparelho, mas a BlackBerry insistia em negar, mas agora as fotos já circulam pela web.

Assim que a imagem vazou na internet, profissionais do setor ficaram desconfiados se a BlackBerry estaria mesmo preparando este smartphone, mas aí, com o "BlackBerry" sendo mostrado em vídeo, ficou quase confirmado que é mesmo uma imagem verdadeira e o smartphone pode ser sim o novo lançamento da BlackBerry, mas a empresa não fez nenhuma confirmação oficial, assim como o Google que continua mantendo o suspense.

Alguns vídeos foram divulgados no Twitter, na conta de @Evleaks, mas são vídeos rápidos, onde não é possível verificar muitos detalhes, porém, pode-se notar uma tela deslizante que sendo levantada, mostra um teclado físico "QWERTY". A novidade pegou muita gente de surpresa e poderia ser uma forma de superar a forte concorrência no setor.

Outro local onde as imagens do novo smartphone da BlackBerry foram divulgadas é no site da CrackBerry, onde é possível conferir diversos detalhes do possível novo smartphone da marca, onde é utilizado o codinome "Venice".

As grandes empresas do setor de smartphone, como Samsung, LG e Apple estão investindo em tecnologia de ponta para garantir boa venda para seus novos aparelhos, enquanto que as demais empresas, principalmente aquelas que não têm tanta tradição neste mercado, precisam inovar para oferecer ao público consumidor, modelos mais baratos, mas que tragam alguma novidade que faça compensar a compra do aparelho.

Esta poderia ser a tática da BlackBerry, mas não se sabe mais nada sobre o novo smartphone da marca, nem sequer as especificações técnicas ou possível data de lançamento.

Por Russel

Smartphone da BlackBerry com Android

Foto: Divulgação


Novos modelos chegarão ao mercado brasileiro em setembro e custarão em torno de R$ 4 mil. As novidades são que o Edge+ ficou maior e o Note 5 terá um design mais moderno.

O Samsung Galaxy Note 5 e o S6 Edge+ chegam ao mercado brasileiro no próximo mês de setembro e deverão custar em torno de R$ 4.000,00. Os modelos foram anunciados na última quinta-feira (13) pela empresa sul-coreana.

Os novos modelos da Samsung vão contar com telas de 5,7" e a linha Note terá um design completamente renovado, porém, se comparado com seus antecessores, as mudanças não serão tão significativas assim.

O Galaxy Note 5 e o S6 Edge+ não tiveram o preço anunciado oficialmente, mas ficarão em torno de R$ 4 mil. O anúncio dos novos modelos foi feito pela Samsung em Nova York, Estados Unidos, e quase todos os rumores que já vinham circulando pela internet foram confirmados.

A principal novidade nos aparelhos é que o Edge+ ficou maior e no Note 5 a novidade está no visual, que traz um design moderno, com leve curva traseira, deixando bem parecido com o S6.

Mas não é só no visual que o Note 5 se destaca, ele também conta com um processador superior, considerado hoje um dos melhores do mercado, tornando o modelo o número 1 entre os top de linha.
A memória é de 4GB, tanto para o Note 5 como para o Edge+ e a venda em vários países terá início no próximo dia 21 de agosto.

Roberto Soboll, diretor de produtos móbiles da Samsung, comparou estes novos lançamentos a um computador portátil, por causa da alta capacidade de processamento. Quanto ao tamanho do smartphone, Soboll disse que no passado as pessoas até se incomodavam com isso, mas atualmente já não ligam e tem uma parcela do público que até prefere os modelos assim, desde que ofereçam um excelente poder de processamento, principalmente para filmes e games.

Em 2011 a Samsung foi muito criticada ao lançar o “Phablet”, um super smartphone com tela de 5,3 polegadas, mas aos poucos o público se acostumou com a ideia e até outros grandes fabricantes começaram a apostar na ideia de telas grandes.

Os dois lançamentos da Samsung contam com bateria de 3.000 mAh que pode ser totalmente carregada em 120 minutos. A tela do S6 Edge+ tem resolução de 2560 x 1440p e conta com tecnologia Super Amoled. O Note 5 passou a ter uma câmera frontal de 5MP e a traseira continua com 16MP.

Por Russel

Samsung Galaxy Note 5

Samsung Galaxy S6 Edge+

Fotos: Divulgação


Novo smartphone foi lançado para as classes B e C e conta com ótimas características.

Os brasileiros com menor poder aquisitivo podem, a partir de meados de agosto, contar com mais um modelo de smartphone, que fará concorrência com os modelos das grandes marcas, com um preço bem mais alto. O Alcatel Onetouch lançará um smartphone que será voltado para as classes B e C, o segmento chamado "midlevel".

O Idol 3 será lançado no país com o intuito de conquistar esse segmento de mercado. A empresa afirmou na última terça-feira, dia 21, em um evento na cidade de São Paulo, que a ideia é utilizar o novo aparelho como forma de consolidar a marca. Para que isso aconteça, a empresa vai investir pesado em propaganda, incluindo meios de comunicação como a TV, internet e veículos impressos.

O novo modelo da marca é um smartphone com sistema Android 5.0 Lolipop (ainda sem previsão para ser atualizado para o Androis 5.1), tela com tamanho de 4,7 polegadas e 720p de resolução, sistema de conectividade 4G e bateria de 2000mAh. O seu processador será um Qualcomm Snapdragon quad-core 1,2 GHz, memória RAM de 1,5GB.

O aparelho contará também com uma memória interna de 16 GB que poderá ser expansível via slot de microSD em até 128 GB.

Com todos esses predicados, o novo telefone da marca Alcatel não perde em quase nada para as outras opções disponíveis no mercado, além de oferecer um bom custo-benefício. O telefone tem algumas funcionalidades interessantes como a interface reversível (o telefone pode ser usado de cabeça para baixo), aplicativos de música como DJ e parceria com a empresa fabricante de áudio JBL que ofereceu o alto-falante frontal do modelo e o fone que acompanha o aparelho.

Para conquistar de vez os consumidores, a Alcatel deseja oferece o modelo a um preço médio de R$ 1.099, preço considerado pela empresa como atrativo para esse público e se encaixa com o seu poder de compra.

Por Patrícia Generoso

Alcatel Onetouch Idol 3

Alcatel Onetouch Idol 3

Fotos: Divulgação


Smartphone terá duas telas, uma na parte frontal e outra na parte interna.

O SM-G9198, novo smartphone da sul-coreana Samsung, chama a atenção por ter duas telas, sendo uma na parte frontal do aparelho e a outra na parte interna, o que é bem incomum entre estes aparelhos.

O novo smartphone da Samsung é do tipo flip, mas nem por isso fica atrás dos concorrentes atuais, pelo contrário, sua configuração é superior a de muitos modelos que hoje fazem sucesso, inclusive alguns top de linha.

A Samsung já providenciou o registro do novo modelo no TENAA que é um órgão na China que tem função semelhante à da Anatel aqui no Brasil, mas ainda não há previsão de lançamento aqui no mercado brasileiro.

As duas telas do SM-G9198 possuem o mesmo tamanho, sendo ambas de 3,91". O display conta com a tecnologia Super Amoled e a imagem é ótima, oferecendo 1280 X 768 pixels, garantindo ótima qualidade até para os vídeos.

Claro que, tendo duas telas, o aparelho teve que ter o seu design modificado, passando a ficar com 16,7 milímetros de altura e seu peso também aumentou um pouco, indo para 191 gramas.

Um detalhe que certamente não vai agradar aos usuários, principalmente os mais jovens, é que o SM-G9198 oferece um teclado alfanumérico e não o QWERTY que é amplamente utilizado nos smartphones modernos.
Mas deixando de lado a questão do teclado, o novo smartphone não deixa nada a desejar para outros modelos, pois conta com um processador Snapdragon 808, o mesmo processador que podemos encontrar no LG G4, além de oferecer 2G de memória e 16GB de espaço interno para armazenamento, podendo ser expandido para 128GB utilizando cartão microSD.

O modelo conta com câmera traseira de 16MP e a frontal é de 5MP. E o novo smartphone é compatível com redes 4G e roda o sistema operacional Android 5.1.1 LolliPop.

Especialistas acham que o SM-G9198 tem as características voltadas para atender ao mercado asiático, por isso deverá ficar restrito àquele mercado, não vindo a ser comercializado, por exemplo, aqui no Brasil. Mas não há previsão da Samsung para lançamento nem no mercado asiático.

Por Russel

Smartphone com flip da Samsung

Smartphone com flip da Samsung

Fotos: Divulgação

 


A Nokia estaria procurando por um parceiro que assumisse a parte de produção, marketing, vendas e suporte aos clientes.

Quem não se lembra dos celulares clássicos da Nokia? Uma das primeiras empresas de telefonia móvel do mundo confirmou na noite de segunda-feira, dia 13, que pretende voltar ao mercado de celulares.

A fabricante tailandesa vendeu o negócio em 2014 para a Microsoft, depois de sucessivas quedas nas vendas. Um dos modelos de smartphone lançado pela parceria é o Nokia Lume, que arrebatou uma multidão de milhares de fãs ao redor do mundo.

Na semana passada a Microsoft acabou por demitir cerca de 7,8 mil funcionários ao redor do mundo. Fontes confirmam que o foco dos funcionários demitidos seriam os ex-funcionários da Nokia que foram incorporados ao corpo de funcionários da Microsoft. As demissões dos funcionários da Nokia seria um dos primeiros indícios de que a parceria Nokia/Microsoft teria chegado ao fim.

Segundo a assessoria de imprensa da Nokia, a empresa estaria procurando por um parceiro que assumisse a parte de produção, marketing, vendas e suporte aos clientes. A previsão da fabricante é que o seu novo modelo de celular chegue ao mercado depois do quarto trimestre do ano de 2016. Logo após a parceria firmada com a Microsoft permitir que a Nokia utilize novamente a sua marca.

Se a Nokia se firmar novamente no ramo de celulares, pode ser uma forte concorrente para as marcas já conhecidas atualmente, pois é uma marca que possui o respeito dos clientes pelos clássicos celulares já conhecidos por sua resistência.

Se os novos celulares da marca aliarem boa resistência e um design inovador com certeza a marca voltará ao mercado com uma excelente aceitação do público, pois uma das maiores reclamações dos usuários de smartphones é a baixa durabilidade ou a fragilidade de seus aparelhos. Como a Nokia tem uma vasta experiência com aparelhos de boa resistência e pode ter absorvido detalhes importantes de design com sua parceria com a Microsoft, fica a pergunta: será que a nova geração de celulares fabricados pela Nokia irá aliar o que há de mais moderno com alta resistência? É isso que os fãs saudosos da marca esperam com esse anúncio da volta da Nokia ao mercado.

Por Patrícia Generoso

Smartphones da Nokia

Foto: Divulgação


Maio de 2015 registrou queda de 16% nas vendas de smartphones no Brasil. Previsões indicam que no trimestre a queda chegue a 12% ou mais.

Desde que os smartphones chegaram ao mercado brasileiro, foram apontados como o principal produto de consumo para os próximos anos e a previsão veio se confirmando ano após ano, com os novos lançamentos chegando ao mercado e os consumidores comprando os aparelhos, garantindo vendas acima da média, em comparação a outros itens, mas pela primeira vez no Brasil, a venda de smartphones apresentou baixa entre os meses de abril e a redução nas vendas para o segundo trimestre do ano pode chegar a 12%.

E a queda na venda dos smartphones não era esperada para o período de abril e maio, pois foi um período que contou com muitas novidades no setor, como o Galaxy S6, o LG G4 e até os novos modelos da Xiaomi que chega ao país trazendo seus aparelhos com valores bem abaixo do mercado. Mas nem isso foi capaz de impedir a queda nas vendas destes aparelhos que estão presentes no dia a dia de milhões de brasileiros.

No mês de abril, a queda nas vendas de smartphone no Brasil ainda foi pequena, ficando em apenas 1%, mas no mês de maio a queda nas vendas chegou a 16% surpreendendo até os mais pessimistas, pois os smartphones continuavam tendo uma boa procura, mesmo diante da crise que o país atravessa. Esta foi a primeira vez que a venda de smartphones no Brasil teve uma queda.

As vendas de smartphone no mês de abril chegaram a 4,86 milhões e em maio despencou para 3,89 milhões, de acordo com pesquisa feita pela IDC, empresa de consultoria que é especializada em tecnologia. A IDC previu que a queda para o trimestre chegue a 12% ou até mais.

A última previsão feita tinha informado um crescimento na venda dos smartphones em uma média de 5%, já que os meses de maio e junho são ótimos para o comércio, devido ao Dia das Mães e o Dia dos Namorados, mas nem estas datas foram capazes de impulsionar a venda dos aparelhos inteligentes.

Ainda de acordo com a IDC, o resultado esperado e a baixa venda confirmada são devido ao momento de crise que o Brasil atravessa. A alta do dólar foi alto fator que favoreceu a queda das vendas de smartphone. E com estes novos números, a IDC já está revendo os números de sua previsão para as vendas neste ano de 2015, que deverá ficar bem abaixo do que tinha sido previsto.

Por Russel

Venda de smartphones


Honor 7, MediaPad M2 e Honor Zero são os novos modelos da Huawei.

A fabricante chinesa de smartphones Huawei, tem se destacado no mercado e promete ser um desafio para as concorrentes. Recentemente a empresa colaborou na criação e aprimoramento da conexão 5G e lançou produtos de peso para o mercado tecnológico. O smartphone Honor 7 e o tablet MediaPad M2 foram revelados durante um evento na terça-feira (30). O que muitos não esperavam é que a empresa estava guardando o melhor para o final de sua apresentação, o smartwatch  Honor Zero.

O relógio inteligente não é a primeira aposta da Huawei no segmento, a empresa já apresentou um modelo similar em março deste ano. Porém, o Honor Zero promete impressionar por ser um dispositivo discreto e com pequenas dimensões. Apesar disso, o modelo possui design elegante e um excelente acabamento.

Durante a conferência da Huawei, a empresa procurou manter a descrição e não entrou em detalhes sobre as especificações técnicas do produto. O que se sabe é que o modelo deverá contar com uma bateria com autonomia de quatro dias, sem que haja a necessidade de carregar o aparelho durante esse período. O modelo também terá proteção contra líquidos e resíduos de poeira, o que tem se tornado cada vez mais comum nos relógios inteligentes.  

O Honor Zero possui um sistema que contabiliza os passos do usuário, assim como, pressão cardíaca e tempo médio do percurso. Além disso, o modelo é capaz de detectar o sono do utilizador do modelo. Ao que tudo indica o sistema utilizado no relógio será o Google Android Wear, que auxilia na economia de bateria.

O relógio inteligente Huawei Honor Zero deverá ser encontrado a venda no mercado Chinês a partir de agosto deste ano. Por enquanto, não existem informações a respeito do preço de lançamento e se outros países deverão contar com o modelo. É provável que esse modelo seja um concorrente de peso para o famoso Apple Watch. 

Por Wendel George Peripato

Huawei Honor 7

Huawei MediaPad M2

Huawei Honor Zero

Fotos: Divulgação


Novo serviço é oferecido aos clientes da operadora que possuem banda larga. Ele é um set top Box e possui diversas atrações.

A TIM anunciou recentemente a chegada de um serviço muito interessante para os seus clientes da barda larga. Trata-se do mais novo projeto da TIM, o Blue Box. Caso ainda não saiba, esse set top Box possui diversas atrações, dentre elas: TV Digital, TV por assinatura, Netflix e Youtube, tudo isso no mesmo aparelho e funcionando apenas com o seu controle remoto. O serviço é muito interessante e possui um custo bastante acessível: R$ 9,90 a mais em sua fatura mensal. Esse é o valor promocional que será válido até o final de 2015.

Esse serviço é muito interessante e de certa forma inovador, pois as demais operadoras oferecem acesso à internet e aplicativos ou os canais digitais abertos e por assinatura. O Blue Box inovou e trouxe os dois tipos de serviços em um único pacote, uma solução bastante agradável para quem busca diversão através de aplicativos, entretenimento e muito mais. O serviço de TV digital é oferecido através de streaming, haja vista a parceria da TIM com a Self TV.

A TIM informou que o objetivo deste serviço é justamente trazer todos os tipos de aplicações e entretenimento que o cliente busca. Além disso, a oferta de um conjunto de programas que é baseado nas preferências do cliente é outro ponto importante do Blue Box. Outro detalhe interessante é que o cliente não precisa zapear os canais, sendo que é possível pausar os programas mesmo sendo transmitido ao vivo.

Outro ponto importante é que o serviço não dispõe de pacotes fixos. Portanto, a TIM irá apenas cobrar a taxa mensal de R$ 9,90 mensais até o final de 2015 para os assinantes da Live TIM plano de 35 MB.

Além disso, saiba que o valor total deverá ser a soma da taxa mensal da TIM juntamente com as taxas referentes à Self TV e a Netflix. Os planos mais básicos da Self TV e da Netflix são de R$ 29,90 e R$ 19,90, respectivamente. O Youtube, por sua vez, é disponibilizado de forma gratuita.

Vale ressaltar que neste momento o serviço Blue Box apenas se encontra disponível na área de cobertura da Live TIM, ou seja, alguns bairros de São Paulo e Rio de Janeiro, além de Duque de Caxias e Nova Iguaçu.

Por Bruno Henrique

Blue Box da TIM

Foto: Divulgação


Sistema operacional traz novidades e melhorias, como o gerenciamento da energia gasta com muito mais inteligência.

Na última quinta-feira (28), o Google lançou a mais nova versão de seu sistema operacional, foi durante o Google I/O 2015 onde foram mostradas todas as novidades do Android M, que chega como o mais novo e moderno sistema operacional do Google.

No ano passado, o Google não divulgou o novo do novo sistema operacional, que era Lollipop, na época ficou conhecido apenas pela letra L. Desta vez foi a mesma coisa, o nome definitivo não foi definido e por enquanto é divulgado apenas como Android M.

O Android M está na fase "Developer Preview", mas com muitas novidades, por exemplo, o novo Android M será muito mais claro em relação às permissões dadas para cada aplicativo instalado, ficará muito mais fácil para o usuário manter este controle.

E como a grande maioria dos usuários utiliza o smartphone para acessar a internet, o Android M está muito melhor estruturado para esta função, garantindo uma boa melhora na experiência do usuário ao acessar a web e a maior de todas as melhorias neste sentido é o Chrome Custom Tabs, onde será possível ter maior interação entre os aplicativos e as abas do browser.

Outra novidade é o Android Pay, que assim como o Apple Pay, permitirá que o usuário faça pagamentos de suas contas utilizando o seu smartphone, pois o Android Play oferece uma grande integração entre os emuladores de cartões, oferecendo maior simplicidade e muito mais segurança nas transações. Tudo que o usuário precisa fazer é aproximar seu smartphone dos leitores e realizar a transferência que desejar.

Outra novidade do Android M é o reconhecimento biométrico, que já está presente em alguns smartphones, mas isso só para alguns fabricantes, como a Motorola e a Samsung, mas o Android M terá este recurso nativo, sendo integrado aos aplicativos de terceiros.

E o Android M vai gerenciar a energia gasta com muito mais inteligência, garantindo maior autonomia das baterias.

O Android M também oferecerá suporte aos novos conectores USB Type-C, desta forma é possível que os usuários possam utilizar seus smartphones ou seus tablets como se fosse uma bateria externa, conseguindo fazer com que seu aparelho forneça energia para um outro dispositivo.

O Google ainda divulgou que seu novo sistema operacional terá novas otimizações, correções de bugs e estará pronto até para o Nexus 5, 6, 9 e também o Nexus Player.

No terceiro semestre deste ano, a versão final já estará disponível para todos os usuários.

Por Russel

Android M


Novo modelo conta com preço mais acessível e traz ótimas características.

Os smartphones tomaram conta da população, e hoje em dia é difícil encontrar uma pessoa que não possua um, ainda que de um modelo simples. Mas agora a LG tornou mais acessível a possibilidade de se ter um aparelho melhor, mas com preço menor.

Isso porque a marca lançou o Volt, que, além de relativamente acessível, possui um design elegante e compacto. O aparelho vem com uma tela que possui 4,7 polegadas e é em HD, tornando a imagem visualizada muito boa.

A LG também pensou bem em um recurso cada vez mais utilizado e visto como primordial para os usuários de smartphones, que é a câmera. O Volt possui uma boa câmera traseira com resolução de 8 MP, além de uma outra, frontal, com 1,3 MP. A função de câmera tem um recurso interessante: se o usuário abrir e fechar a mão na frente da câmera, é possível tirar uma foto. Legal, não é? Assim, não será mais necessário ficar apertando botões que muitas vezes não funcionam ou demoram para bater a foto. Dessa forma, é possível ao usuário tirar uma foto em apenas três segundos.

Para quem está interessado nas configurações mais técnicas, o LG Volt também é bem interessante, contando com um processador de 1,3 GHz quad-core e o último sistema operacional mobile lançado pelo Google, o Android 5.0.

Além disso, o aparelho conta com uma memória interna de 8 GB e a opção de memória em microSD expansível de até 32 GB. O preço não é tão barato, podendo ser considerado intermediário, mas muito bom para suas especificações, com valor sugerido de R$ 680,00. O LG Volt já está sendo comercializado nas lojas brasileiras.

E você, está querendo trocar seu aparelho por esse com boas configurações e com o último Android lançado no mercado? É de se pensar, já que a LG tem melhorado muito seus últimos smartphones.

Por Felipe Villares

LG Volt

Foto: Divulgação


Modelo é destinado a smartphones com dez núcleos. O acréscimo de núcleos irá ajudar a reduzir a pouca durabilidade das baterias.

Foi anunciado pela empresa MediaTek, no dia 12 de maio, o lançamento oficial de um novo processador para smartphones, que foi batizado como nome de Helio X20. Este processador tem como novidade o fato de ser o primeiro modelo de modelo destinado a smartphones com dez núcleos, ou seja, o padrão anteriormente era os octa-core, agora já temos no mercado um novo produto deca-core.

Conforme as informações obtidas da empresa fabricante citada acima, esse aumento de núcleos neste processador em um smartphone não será sinônimo apenas de um aumento no poder de processamento do aparelho, mas, além disso, esse acréscimo de núcleos irá ajudar a reduzir um dos maiores problemas que todos os usuários de smartphones reclamam que é a pouca durabilidade da bateria destes modelos de telefones.

Para se ter uma ideia, a empresa fabricante, para facilitar o entendimento dos consumidores, afirmou que a inserção destes dois núcleos no processador de um smartphone funciona de modo análogo a duas marchas a mais em um veículo automotor.

De acordo com a fabricante, estes dois núcleos acrescidos neste novo processador terão também a função de dar aos smartphones maior eficiência energética, eficiência esta que giraria em torno de uma redução de até 30% a menos da bateria dos aparelhos celulares que forem projetados com este novo processador.

A empresa fabricante ainda revelou que para desenvolver este novo processador foi necessário realizar a separação dos núcleos de processamento em três grupos, sendo que o mais comum é separá-los em apenas dois grupos, sendo que no primeiro é o mais potente de todos e traz consigo outros dois núcleos rodando a uma velocidade de 2,5 GHz, a fim de facilitar a realização de tarefas que exigem maior capacidade de processamento dos aparelhos.

Já os outros dois grupos foram confeccionados com a presença de quatro núcleos cada totalizando os dez, sendo todos estes da marca ARM Cortex.

O Helio X20 vem ao mercado para substituir o Hélio X10, processador este que tem oito núcleos de processamento, que já é utilizado nos smartphones desde março deste ano. A expectativa da empresa é que este novo processador comece a ser inserido nos smartphones top de linha até o final deste ano.

Por Adriano Oliveira

MediaTek Helio X20

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: