Recurso permitirá que usuários possam ampliar a tela do sistema.

O Android N, o qual já escutávamos diversos rumores nos últimos tempos, finalmente parece estar em um estágio avançado de desenvolvimento, já que o sistema foi disponibilizado para testes entre os desenvolvedores, o que acabou abrindo a possibilidade para outros usuários poderem também testar o sistema da Google. Entre as novidades apresentadas até então, uma deve agradar diversos usuários, que é a possibilidade de se poder alterar o zoom na tela do seu smartphone Android.

O Android N, próxima versão do sistema mobile, acabou vazando no dia 9, quarta e entre as novidades presentes no sistema, temos a possibilidade do usuário alterar o nível do zoom na tela do dispositivo, algo que já era pedido a tempos pelos usuários, função conhecida como DPI e apenas com root no dispositivo era possível realizar uma alteração no nível de zoom da tela do aparelho. A novidade irá permitir aos usuários escolher o tamanho dos ícones e temais informações presentes na tela.

Vale ressaltar, porém, que o usuário não irá possuir liberdade total quanto a escolha no nível de zoom, existindo até o momento apenas cinco opções para os usuários, sendo: pequeno, padrão, grande, maior e imenso. Ou seja, você escolher uma opção e o própria sistema faz um ajuste no zoom da tela, o que não é uma má notícia já que os perfis disponíveis já devem agradar os usuários.

Esse nivelamento varia de 0,85x a 1,5x e não irá alterar somente o tamanho da fonte, mas sim de todos os ícones da tela, o que deverá fazer com que os desenvolvedores tenham de fazer uma adaptação em seus apps para que seja possível utilizar o zoom de maneira adequada nos aplicativos. O tamanho necessário para que as demais mudanças sejam feitas pelo sistema, porém, já é compatível com boa parte dos aplicativos, se tornando um problema a menos para muitos desenvolvedores.

A mudança deve fazer com que aqueles aplicativos que podem até possuir uma determinada base de dados mas há tempos não possuem atualizações, acabem perdendo ainda mais usuários ou, ao menos o público daqueles que pretendem estar com a função sempre ligada em seu smartphone, não abram mão disso.

Por João Trajano


Dicas de aplicativos que facilitam a vida dos usuários do Android.

Alguns aplicativos desenvolvidos para smartphones que possuem o sistema Android são uma ótima escolha para simplificar algumas tarefas do dia a dia. Por exemplo, você sabia que é possível dispor de bússolas, tradutor offline, calculadoras científicas e até mesmo contadores de calorias?

Pois é, confira agora uma lista de 6 apps que dão um show no quesito facilidade e podem ser baixados na Google Play:

TripAdvisor–  O aplicativo é uma mão na roda para turistas, mochileiros e viajantes. Ele possibilita a consulta de centenas de restaurantes, bares, pontos turísticos, e hotéis através de avaliações, comentários e fotos. Com isso, as chances de cair numa furada são muito pequenas e os visitantes encontram lugares próximos que valem a experiência.

Google Goggles– Parece mentira mas não é. Por meio da captura de uma imagem, o app fornece informações detalhadas sobre o produto. Como assim? É simples, basta tirar uma foto de um quadro, monumento histórico, QR ou código de barras com seu Android e caso o Google encontre informações a respeito, estas serão disponibilizadas na tela de seu celular.

Google Tradutor Off-line– Muita gente já utilizou os serviços online do Google tradutor. O diferencial agora é a possibilidade de baixar pacotes que podem ser utilizados em momentos de falta de sinal. Muita gente tem problemas com 3G e 4G quando estão em outros países, estados ou locais mais afastados e, portanto, dispor dessa ajuda é muito satisfatório.

MalMath– Quem trabalha com números ou está estudando matemática em busca de algum objetivo e precisa realizar operações complexas, esse aplicativo é uma solução simples. A MalMath é uma calculadora científica com design atraente e super fácil de usar, o app é capaz de resolver equações, logaritmos e possui a opção de exibir o passo a passo da resolução dos problemas.

Smart Tools– Como o próprio nome já diz, o sistema conta com funcionalidades inteligentes que costumam tomar nosso tempo em algumas tarefas. Ele oferece lanterna, espelho, medidores de distâncias e até bússola. Muito interessante, não é mesmo?

FatSecret– O contador de calorias FatSecret oferece informações nutricionais sobre tudo o que comemos, de maneira bem simples é possível inclusive manter um diário alimentar que auxilia no planejamento das refeições. Há também o controlador de peso que é indispensável para quem está fazendo dieta ou  impossibilitado de comer alguns alimentos.

Por Beatriz 

Android


Empresas esperam que o celular substitua os cartões de crédito e de débito por meio de um sistema de pagamento que consiste em aproximar o celular ao aparelho que é fornecido pela loja para que transação seja efetuada.

Utilizar o celular para efetuar pagamento não é nenhuma novidade, já faz alguns tempos que as empresas de tecnologia tentam obter sucesso nesta área, mas só agora este sistema está realmente alcançando os resultados esperados, já que os celulares estão presentes no dia a dia de quase todas as pessoas e a tecnologia atual já permite esta possibilidade.

A Apple e também o Google já estão trabalhando há algum tempo na tentativa de oferecer este serviço e estão conseguindo os primeiros resultados satisfatórios. A intenção é fazer com que o celular substitua os cartões de crédito e também de débito.

O Google, através do seu sistema operacional Android já oferece um sistema de pagamento para compras em mais de 700 mil lojas espalhadas pelos Estados Unidos e em breve este sistema poderá estar sendo oferecido também para os usuários brasileiros.

O Android Pay, que é o novo sistema de pagamento do Google, utilizando o celular, consiste em chegar o aparelho próximo ao aparelho que é fornecido pela loja para que transação seja efetuada. Para isso, o lojista já deverá ter instalado um terminal que conta com a tecnologia NFC – transmissão de dados entre dispositivos próximos.

Já o sistema da Apple, o Apple Pay, funciona da seguinte forma: o usuário posiciona o dedo no "touch ID" para que seja feita a leitura das digitais e então é só aproximar o celular do aparelho fornecido pelo lojista.

Tanto a Apple quanto o Google utilizam a tecnologia NFC, onde o usuário precisa aproximar seu celular do aparelho fornecido pelo lojista, dispensando, assim, o uso do cartão de crédito ou débito para efetuar pagamentos.
Mas é importante ressaltar que o cartão de crédito ou débito é dispensado para efetuar o pagamento, mas o usuário deverá ter um destes cartões, pois é preciso que as informações do cartão já tenham sido armazenadas, por exemplo, em sua conta no Google. No caso do Google, a autorização é feita mediante a digitação da senha ou pela leitura da digital do usuário, quando aparelho fornecer esta opção.

Luiz Henrique Didier, que é diretor da Cielo na parte de Inovação, informou que o Brasil já conta com a tecnologia NFC na maior parte de suas máquinas, mas o sistema que começou a ser implantado nos Estados Unidos deverá ser levado primeiramente ao Canadá e Europa Ocidental, não tendo previsão para quando chegará ao Brasil.

Por Russel

Pagamento por meio de tecnologia NFC

Foto: Divulgação


Sistema operacional traz novidades e melhorias, como o gerenciamento da energia gasta com muito mais inteligência.

Na última quinta-feira (28), o Google lançou a mais nova versão de seu sistema operacional, foi durante o Google I/O 2015 onde foram mostradas todas as novidades do Android M, que chega como o mais novo e moderno sistema operacional do Google.

No ano passado, o Google não divulgou o novo do novo sistema operacional, que era Lollipop, na época ficou conhecido apenas pela letra L. Desta vez foi a mesma coisa, o nome definitivo não foi definido e por enquanto é divulgado apenas como Android M.

O Android M está na fase "Developer Preview", mas com muitas novidades, por exemplo, o novo Android M será muito mais claro em relação às permissões dadas para cada aplicativo instalado, ficará muito mais fácil para o usuário manter este controle.

E como a grande maioria dos usuários utiliza o smartphone para acessar a internet, o Android M está muito melhor estruturado para esta função, garantindo uma boa melhora na experiência do usuário ao acessar a web e a maior de todas as melhorias neste sentido é o Chrome Custom Tabs, onde será possível ter maior interação entre os aplicativos e as abas do browser.

Outra novidade é o Android Pay, que assim como o Apple Pay, permitirá que o usuário faça pagamentos de suas contas utilizando o seu smartphone, pois o Android Play oferece uma grande integração entre os emuladores de cartões, oferecendo maior simplicidade e muito mais segurança nas transações. Tudo que o usuário precisa fazer é aproximar seu smartphone dos leitores e realizar a transferência que desejar.

Outra novidade do Android M é o reconhecimento biométrico, que já está presente em alguns smartphones, mas isso só para alguns fabricantes, como a Motorola e a Samsung, mas o Android M terá este recurso nativo, sendo integrado aos aplicativos de terceiros.

E o Android M vai gerenciar a energia gasta com muito mais inteligência, garantindo maior autonomia das baterias.

O Android M também oferecerá suporte aos novos conectores USB Type-C, desta forma é possível que os usuários possam utilizar seus smartphones ou seus tablets como se fosse uma bateria externa, conseguindo fazer com que seu aparelho forneça energia para um outro dispositivo.

O Google ainda divulgou que seu novo sistema operacional terá novas otimizações, correções de bugs e estará pronto até para o Nexus 5, 6, 9 e também o Nexus Player.

No terceiro semestre deste ano, a versão final já estará disponível para todos os usuários.

Por Russel

Android M


Lançamentos poderão ocorrer com a parceria entre o Google e as empresas LG e Huawei. Smartphone da LG poderá se chamar Nexus Bullhead e da Huawei, Nexus Angler.

Depois de uma parceria com a Motorola, o Google passou a procurar uma nova empresa parceira para produzir o Nexus. Muitos rumores de que a empresa escolhida seria a LG enquanto outros falavam sobre a possibilidade da chinesa Huawei assumir o projeto. Mas uma nova informação acaba deixando as duas hipóteses de lado, ou as unindo. Isso mesmo, porque ao que tudo indica o gigante Google fará parceria com as duas empresas e lançará, ainda este ano, dois smartphones diferentes.

Apontadas com confiança pelo Android Police, site com informações sobre o mundo da plataforma Android, informações sobre o nome e alguns detalhes dos smartphones já existem. Ao que tudo indica, o Nexus da LG se chamará Bullhead e contará com tela de 5,2 polegadas, bem parecida com o Nexus 5, de 2013, que também foi produzido pela marca. Além disso, também se fala que o processador que a LG tem em mente é o Snap Dragon 808, hexa-core e também usado nos celulares de ponta da coreana, como o LG G4. A Huawei, por sua vez, terá o Nexus Angler e deverá apresentar uma dela de 5,7 polegadas e contará com um processador Snapdragon 810.

Os detalhes divulgados sobre os modelos e os processadores podem sofrer alterações até o dia de lançamento dos novos smartphones, no caso do Nexus, o lançamento ocorre normalmente em outubro.

Mesmo com a curiosidade voltada para esses dois novos aparelhos, os fãs não esqueceram da questão do tablet Nexus. Infelizmente, o Android Police diz que o mais provável é que essa questão não seja respondida tão cedo, já que as atenções estarão totalmente voltadas aos novos smartphones.

Como já dito, as informações passadas pelo site americano Android Police não são dados oficiais, o que significa que ainda podem sofrer alterações, tanto pela Google, quanto pela LG e Huawei. Resta-nos esperar até outubro para saciarmos nossa curiosidade!

Por Tom Vitor de Freitas

Novo Nexus

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: