Vale a pena comprar iPhone usado? O que preciso verificar?

Confira dicas de compra para um iPhone usado. O que você deve checar e o que deve considerar para uma boa compra.

Se você já pensou em comprar um iPhone antigo, precisa ler este artigo para conhecer todos os critérios mais importantes para não cair em furada. Assim, ao longo dele serão listadas as principais vantagens e desvantagens de adquirir um celular da Apple que foi previamente usado, visto que pode não ser uma boa alternativa mesmo para quem quer ter um iPhone, mas possui um orçamento mais limitado.

Portanto, veja a seguir o que precisa ser levado em consideração para fazer um bom negócio!

Considere o ciclo de atualização do iOS

A cada nova atualização do iOS, aparelhos antigos deixam de ser suportados. No momento, neste link estão os aparelhos suportados. Só são suportados os iPhone 6 ou superiores.

As atualizações continuam ocorrendo em aparelhos até, aproximadamente, seis anos de sua data de lançamento. Ou seja, se você comprar um iPhone muito perto do fim da vida, pode ser que você deixe de ter atualizações em breve.

No momento, iPhone 6 e 7 estão muito próximos e já podem não valer a pena.

Estado de conservação

O primeiro ponto que precisa ser observado é o estado de conservação do aparelho. Como ele é usado, é comum que apresente algumas marcas, como manchas, rachaduras e arranhões. Assim, é muito importante que o iPhone esteja bem cuidado e preservado para que a compra valha a pena e se você verificar o excesso de qualquer avaria, deve evitar.

Tenha atenção aos detalhes e observe aspectos como as laterais do aparelho, a entrada do chip e a do fone de ouvido. Portanto, evite comprar celulares que viu somente pela internet e através de fotos. Peça para fazer uma avaliação ao vivo.

Observe os preços com atenção

O preço do iPhone é o que motiva muitas pessoas a comprarem versões de segunda mão. Entretanto, é preciso estar alerta para ter certeza de que o valor praticado pelo vendedor é condizente com o produto que ele se propõe a entregar. Por vezes, o iPhone mais barato pode pertencer a uma geração muito anterior, de modo que ele deixará de receber atualizações do iOS em breve.

Além dos fatos destacados, é importante observar que após o lançamento de uma geração de iPhones, a anterior tem o seu preço reduzido de forma significativa. Desse modo, é interessante observar estes descontos e comparar com o valor dos usados para ter certeza de que está fazendo um bom negócio.

Tenha atenção especial à bateria

É natural que a bateria dos celulares passe por um desgaste com o tempo de uso e tenha a sua duração reduzida. Dessa maneira, ter atenção à saúde da bateria do iPhone usado é crucial antes de fazer a compra. Ela precisa estar acima dos 80% da sua capacidade para que o negócio possa ser considerado produtivo para ambas as partes.

Para verificar essa questão é possível olhar pelo próprio telefone seguindo pelo seguinte caminho: Ajustes > Geral > Bateria > Saúde da Bateria. Este espaço indicará dados exatos de como está esse componente.

Considere os danos que foram sofridos pelo iPhone

É preciso se questionar se o aparelho usado que você deseja adquirir já passou por um tipo de dano e determinar exatamente qual é este tipo. Se são quedas, trincos ou mesmo de outra natureza. Isso acontece porque embora pareça algo puramente estético, na verdade, pode ter influência direta na performance do aparelho e prejudicar as suas funções básicas, como a sensibilidade ao toque.

Então, outra dica bastante importante é questionar o vendedor sobre as peças do iPhone. Procure se certificar de que todas elas são originais ou foram substituídas por versões originais.

Procure verificar o código de serviço do aparelho

Ainda que pouca gente saiba sobre isso, todos os smartphones possuem um código de serviço. Ele serve para permitir a testagem de uma série de aspectos, como o touchscreen, a vibração, as câmeras e os autofalantes do celular.

Desse modo, todos eles precisam ser testados. No caso do iPhone, este código é #0*#. Ele é o mesmo para outros sistemas operacionais.

Procure verificar o histórico do telefone

Por fim, é muito importante ter certeza da procedência do iPhone que você está comprando e verificar se ele foi ou não roubado. Se o valor estiver muito abaixo da média, isso já pode ser um ponto de desconfiança; além disso, também serve para fazer com que você desconfie e verifique se se trata mesmo de um aparelho original.

E lembre-se de que um iPhone roubado pode ser bloqueado remotamente, pela própria iCloud, da Apple. Certifique-se de que está comprando do próprio dono e que ele realizou todos os procedimentos para a transferência do aparelho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.