Não Perturbe – Bloqueio das Ligações de Telemarketing pela Internet





Novo site lançado pelo governo permite que consumidor possa bloquear ligações de telemarketing.

É quase uma unanimidade, mas o número de pessoas que não gostam de receber ligações das empresas de telemarketing é realmente muito grande. Geralmente essas chamadas são realizadas em horário comercial e quando atendidas ocupam uma grande parte de tempo dos clientes, o que faz com que elas sejam muitas vezes inconvenientes, principalmente pelo fato da insistência da oferta de serviços. Dessa forma, muitas pessoas sonham em uma forma de bloquear essas chamadas, o que até o momento era impossível. Isso mesmo, você não leu errado, era impossível bloquear as chamadas de empresas de telemarketing, agora não é mais. A partir de agora podemos contar com a lista "Não perturbe". Quer saber mais? Continue a ler a sequencia deste artigo e veja como bloquear este tipo de ligação.

No dia 15 deste mês de julho, última segunda-feira, a Anatel comunicou aos brasileiros a implementaçao de uma lista chamada de "não perturbe". Desse modo, a partir da terça-feira, dia 16 de julho, já foi disponibilizado um site para os interessados em fazer o bloqueio cadastrarem o número de suas linhas telefônicas.




O cliente que não desejar mais receber as ligações de ofertas de serviços de empresas como TIM, Claro/Net, Vivo, Oi, Nextel e Sky pode fazer o seu cadastro no site www.naomeperturbe.com.br .

É importante ressaltar que esse sistema não serve para bloquear chamadas feitas por empresas da área de telecomunicações que estejam realizando pesquisas ou ainda de empresas que sejam de outros áreas e que também estejam oferecendo produtos.


Portanto, ao realizar o cadastro solicitando o bloqueio, o consumidor estará protegido somente das chamadas muitas vezes indesejadas que tem a finalidade de oferecer serviços de internet, telefonia ou TV por assinatura.

A Anatel, que é a Agência Nacional de Telecomunicações, determinou no mês de junho passado o prazo total de 30 dias para que as companhias da área de telecomunicações fizessem a implementação do mecanismo, uma vez que são justamente essas empresas associadas a um terço das chamadas de telemarketing que são indesejadas, segundo pesquisas de mercado que contribuíram para que a Anatel tomasse a decisão. Até o mês de maio deste ano, a Anatel fez o registro de cerca de 14 mil reclamações, uma média de 2,8 mil queixas por mês. Considerando que no ano passado a média foi de 2,2 mil reclamações ao mês. O que comprova que a rejeição por estas ligações têm aumentado e por isso uma medida deveria ser adotada, como defesa dos conusmidores.

Já existe uma lista dio Procon para bloqueio das ligações de telemarketing, porém a sua abrangência é limitada. A lista "Não perturbe" da Anatel é bem mais abrangente geograficamente falando. Isso se dá pelo fato de sua validade ser para todo o território nacional, enquanto a do Procon é apenas estadual. A lista da Anatel é única e tem validade nacional. A única vantagem que a lista de bloqueio do Procon tem em relação a da Anatel é que outras empresas podem ser bloqueadas e não somente as ligações realizadas por empresas de telemarketing.

Muitos consumidores se questionam sobre a criação de um sistema de bloqueio para todas as empresas. Diante destes questionamentos, o presidente da Anatel no mês de junho já havia divulgado uma nota dizendo que soluções estavam sendo estudadas em relação à ligações que sejam de outros setores.

As pesquisas apontam que mesmo que o fato de que 90% dos brasileiros receberem estas chamadas indesejadas, a maioria não se interessa em realizar o cadastro para bloqueio. Apenas 36,8% buscaram o bloqueio e apenas 11,2% buscaram por serviços do órgão de proteção ao consumidor, conforme aponta uma pesquisa da Secretaria Nacional do Consumidor.

A partir de agora, com essa abrangência nacional vamos ver se os brasileiros irão solicitar mais o bloqueio.

Sirlene



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *