App Store – Apple bloqueou aplicativos que coletavam informações pessoais dos usuários





A Apple tornou oficial esta semana uma medida que está sendo tomada desde o final do mês de março e que muitos desenvolvedores já estavam percebendo. A grande maioria dos aplicativos que estão sendo lançados, tanto para o iPhone quanto para o iPad, que acessam as UDIDs (sequências alfanuméricas de 40 dígitos usadas como identificadoras de cada dispositivo) dos smartphones estavam sendo excluídas ou rejeitas da App Store.

O grande objetivo da medida da Apple é combater os aplicativos maliciosos que estavam sendo lançados apenas para coletar informações pessoais dos usuários. Um relatório foi lançado no ano passado e apontava que mais da metade dos aplicativos mais baixados na AppStore acessavam estas informações dos usuários. A maioria dos desenvolvedores usava este sistema para coletar informações sobre o comportamento e também sobre a utilização dos aplicativos pelos usuários.




Além disso, a Apple também está sofrendo ações na justiça porque estaria transmitindo os dados dos usuários dos smartphones a diversas agências de publicidade e propaganda. Mas apesar desta iniciativa, os desenvolvedores já estão encontrando outras formas de conseguir as informações pessoais dos usuários.




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *