Morar perto de antenas de celular pode causar câncer




Uma pesquisa realizada pela engenheira Adilza Condessa Dode, em sua tese de doutorado (defendida em março na Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG), mostrou que pessoas que residem próximas a alguma antena de celular estão propensas a contraírem carcinomas. A investigação corroborou estudos similares feitos anteriormente em Israel e na Alemanha.

A pesquisa, que foi desempenhada com a população da cidade de Belo Horizonte (MG), evidenciou que 80% das pessoas que faleceram de câncer (resultante da radiação eletromagnética) moravam pelo menos a 500 metros de proximidade de uma antena de celular.


Ainda não há conhecimento dos níveis seguros de radiação ao qual uma pessoa possa se submeter, sem que haja risco para sua saúde, mas de acordo com Adilza Dode, algumas medidas preventivas devem ser tomadas pelo governo, tais como: a fixação das antenas bem longe de hospitais, escolas, creches, residências e casas de repouso, e também a proibição da utilização de celulares por adolescentes e crianças, entre outras.

Por Rachel Bressan

Fonte: Isaúde.net




Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *