O Opera é um dos mais antigos navegadores para internet e um dos únicos que havia mantido sua ética de não possuir um código fonte aberto, como o que acontece para os principais softwares dessa categoria. Porém essa realidade parece mudar com um anúncio feito recentemente pela empresa, que agora passa a ter o aplicativo rodando no motor Webkit, abandonando de vez o motor proprietário que utilizava.

Com essa mudança o Opera lançou há alguns meses uma versão Beta de seu novo aplicativo, para conseguir corrigir erros e bugs que poderiam ser achados dentro do app. Porém, agora chegou a versão oficial e “terminada” do aplicativo, sendo a primeira considerada realmente estável para dispositivos móveis que operam com o sistema operacional Android.

A versão atual do Opera, realiza a navegação na internet de maneira bastante similar com o que já vemos em navegadores como Google Chrome e Mozilla Firefox, porém possui alguns recursos exclusivos como o Speed Dial e o modo Off-Road que são funções que gerenciam melhor os dados, visando diminuir o excesso em consumo nas redes móveis, principalmente para aqueles usuários que tenham um tráfego de dados limitado.

Por Henrique Nicolau





CONTINUE NAVEGANDO: