A NVidia trouxe a público mais um aparelho da linha Shield, o Tablet Shield, um tablet com o chip Tegra K1, atualmente, o mais rápido e potente da empresa. O modelo é compatível com um controle especial, similar ao do Xbox 360, da Microsoft. O lançamento é um tablet de 8 polegadas que suporta imagens em 1080p e tem uma gama de funcionalidades, como uma saída mini-HDMI para ver o jogo na TV. Além disso, é possível usar o tablet para rodar jogos executados no computador via streaming pela rede local, basta ter uma placa de vídeo compatível com a tecnologia.

O design do tablet é simples, até parecido com outros modelos da marca, como o Tegra Note, lançado pela Gradiente. A diferença do modelo é que o lançamento é um pouco maior e apresentam alto falantes frontais, que oferecem um som melhor. A NVidia informou que o Shield é capaz de suportar conteúdo em 4K, entretanto em uma resolução de 1920×1200, mas isso não faz muita diferença em relação à qualidade.

O modelo vem equipado com Android quase puro, com poucas adições e uma interface bem simples. De fábrica, o modelo vem com aplicativos como o Netflix, Hulu Plus e Evernote. Ele também é compatível com o NVidia Grid, um serviço ainda em desenvolvimento que permite rodar jogos diretamente da nuvem. Dessa forma é possível aproveitar jogos de PC com uma ótima qualidade gráfica, sem engasgos de hardware e demais limitações de plataforma móvel.

O Tablet Shield chegará primeiro a países como Estados Unidos e Canadá, contudo a empresa informa que o lançamento é mundial. Dois modelos chegarão ao público, sendo o primeiro mais básico, no valor de US$ 300, com conexão Wi-Fi e 16 GB de armazenamento. O mais equipado possui capacidade de conexão 4G e 32 GB de espaço interno, no valor de US$ 400.

Não há informações de quando o modelo chegará ao Brasil. 

Por Robson Quirino de Moraes

Tablet Shield

Foto: Divulgação


Quem sonhou um dia ter um dispositivo móvel com um processador de desktop? Essa nova tecnologia foi apresentada pela Nvidia, na Consumer Electronics Show (CES) 2014. A empresa desenvolveu o primeiro processador com 192 núcleos CUDA, o Tegra K1. Este é uma espécie de ponte entre os chips Tegra Mobile e as placas de desktop Lepler. As empresas desenvolvedoras de jogos de consoles poderão se beneficiar muito desse novo processador, por causa do benefício das imagens impressionantes e realistas. A Epic Games já está adaptando a Unreal Engine 4, uma das novas engines nos videogames atuais, para o Tegra K1.

A nova tecnologia permite um suporte a OpenGl 4.4 e DirectX 11, além de imagens com novos sistemas de iluminação, efeitos de partículas, simulações de física e imagens renderizadas. O novo processador ganhou uma posição bastante significativa em um ranking de consoles da atual geração, deixando para trás o Xbox 360 e o PS3. O Tegra K1 será incorporado nas CPUs Denver da Nvidia e terá suporte aos sistemas de 32-bits e 64-bits.

Mas a ideia principal é implantar o processador nos dispositivos móveis. Já pensou em jogar um game de console no celular ou no tablet? Agora isso é possível. Além da ótima qualidade de imagem e da velocidade de processamento de dados, ele consome apenas 5W de potência, enquanto que os outros costumam consumir 100W.

Sites internacionais afirmam que o novo sistema de processamento não será um fracasso na indústria de tecnologia. Ainda não foi divulgado o custo do novo console, quando será lançado e quais dispositivos ele será incorporado. Quanto ao preço, podemos concluir de início que deve ser um pouco caro ter um smartphone com gráficos de alta qualidade. A Nvidia está contando com o apoio das empresas Unreal Engine 4 e da Epic Games para o lançamento do projeto.

Por Danilo Gonçalves

Nvidia Tegra K1

Foto: Divulgação


Recentemente a NVIDIA anunciou que haverá um grande aumento dos dispositivos equipados com o Tegra 3 e a previsão para que isso aconteça é para até o final de 2012. A ideia da fabricante é deixar disponível 28 novos aparelhos com a tecnologia ainda este ano, que serão somados ao HTC One X e ao LG Optimus 4x, que já contam com o Tegra 3.

De acordo com o site Slashgear, a previsão do lançamento destes aparelhos é para o final deste ano e todos eles já contarão com a tecnologia 4G LTE. A notícia é bem parecida com a que a empresa anunciou na época em que lançou o Tegra 2, o que mostra como a fabricante está determinada a se consolidar no mercado de processadores para aparelhos móveis.

Dos 28 aparelhos que serão lançados com o Tegra 3, 18 deles serão direcionados para o mercado chinês e custarão menos de US$ 300.

Os novos chips quad-core são considerados muito poderosos, mas mesmo assim eles consomem uma quantidade de energia bem menor do que a versão anterior do hardware produzido pela empresa, o que atrai os consumidores que estão interessados em adquirir os novos produtos.

Por Guilherme Marcon


A conhecida fabricante de placas de vídeo nVidia, anunciou o lançamento de um novo processador para dispositivos móveis chamado Tegra 2. Cerca de 50 novos smartphones equipados com o processador estarão no mercado até o final do ano. Antes, mais ou menos no meio deste ano, alguns tablets devem sair de fábrica com o processador embutido.

O Tegra 2, como o próprio nome já diz, é a segunda geração dessa linha de processadores. E é 4 vezes mais potente que a versão anterior. Embora não tenha fornecido especificações, nVidia informou que esse processador tem alto desempenho e baixo consumo de energia, o que deve melhorar muito a autonomia das baterias dos smartphones.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: PC World





CONTINUE NAVEGANDO: