O aparelho terá traseira em vidro, segundo os rumores. Na parte frontal, destaca-se um dispositivo com poucas bordas, aumentando o aproveitamento da tela infinita.

Mais um ano chegando, e a Samsung prepara o lançamento de mais uma versão do seu top de linha. O Galaxy S10 ainda não é realidade, mas os rumores apresentados mostram que a gigante sul-coreana busca produzir o melhor smartphone e o mais incrível já apresentado.

Construção

Começando por sua construção: o aparelho terá traseira em vidro, segundo os rumores. Na parte frontal, destaca-se um dispositivo com poucas bordas, aumentando o aproveitamento da "tela infinita". Este display não contará com o onipresente "notch", que a Apple vem usando em seus iPhones, por exemplo. Na traseira, o vidro deve estar presente, facilitando o carregamento sem fio, deixando o Galaxy S10 Plus incrivelmente bonito e elegante.

O aproveitamento da tela deve ser maior no S10 Plus do que no iPhone XS por conta da ausência do "notch", que vem também sendo adotado por outras fabricantes. Este aproveitamento do display deve ser o maior entre toda a Linha Galaxy, já que estes displays poderão ter fabricação em massa, sendo encontrados primeiramente no S10 Plus.

Specs

Os rumores apontam grandes melhorias de desempenho e armazenamento. No Galaxy S10 Plus, a Samsung poderá equipar este "pequeno monstro", com 12 GB de memória RAM e até 1 TB de armazenamento interno. Esta é, basicamente, uma das especificações mais poderosas já vistas em um smartphone. Este também deve ser o primeiro aparelho da Samsung a suportar os novos padrões de conectividade, mais conhecido como 5G, uma evolução considerável do 4G e que atualmente recebe testes em diversos países, sendo comercialmente adotado em poucos anos.

Processamento e desempenho

Assim como em edições anteriores, o S10 Plus virá embarcado com um processador de fabricação própria da Samsung, o Exynos 9820, com fabricação de 9 nanômetros. Segundo rumores baseados nos resultados do Antutu (famoso app de benchmark), a pontuação chegada por este processador, supera os 300 mil pontos. A conclusão veio após capturas de tela serem compartilhadas no Twitter, mostrando os testes deste processador, em um aparelho com 6 GB de RAM e 128 Gb de storage.

Versões

Outro forte rumor aponta que o S10 Plus terá três variantes. Esta foi obtida através de certificação dos órgãos russos. A primeira é de um aparelho com suporte a dois chips de operadora, algo bastante comum no mercado. Ela deve seguir a tendência, possibilitando o uso das duas operadoras simultaneamente, aproveitando bem o recurso para dois mensageiros, presente no software modificado pela Samsung.

A segunda e terceira variantes serão os aparelhos com o processador Exynos, de fabricação da própria Samsung, e outra com processador Snapdragon.

Outros rumores

Na série de rumores sobre o aparelho, o consumidor poderá optar por um gama mais tradicional de cores: preto, branco, amarelo e verde, sendo estas duas últimas, novidades entre o top de linha. Apesar que estes não serão os nomes oficiais para estas cores, algo típico de diversas outras empresas, que preferem renomear suas opções de cores com nomes impactantes e diferentes.

Outro recurso que deve passar por mudança é o sensor biométrico. Por aqui, ele não será removido, porém, não haverá mais um botão, e sim a biometria sendo aplicada diretamente sobre a tela, possibilitando, assim, que o display reconheça a digital apenas cadastrada. Para quem precisa de mais segurança, o desbloqueio por íris também permanecerá.

A versão S10 Plus deverá contar com 4.000 mAh para suportar o tamanho do display, entre outros recursos, contando com carregamento rápido, assim como seus irmãos anteriores. Especula-se que a apresentação acontecerá no primeiro trimestre de 2019, com lançamento ainda sem data definida. Este é o momento em que a Samsung apresenta sua principal linha, que, ao lado do Galaxy Note, ditam as tendências do mundo Android para os aparelhos de gama superior.

Por Leandrinho de Souza

Samsung Galaxy S10 - rumores


Whatsapp recebe novas atualizações e passa a indicar mensagens que foram encaminhadas pelo aplicativo.

Depois da invenção do celular, um dos meios de comunicação mais geniais já criados, de modo eficaz, é o chamado aplicativo de WhatsApp, o qual permite comunicação via internet em grandes grupos. Trata-se de um dos dispositivos digitais mais utilizados pelos usuários na atualidade.

Recentemente o WhatsApp foi aperfeiçoado com uma grande novidade, que certamente vai deixar muita gente satisfeita. O WhatsApp operante em Android e em iPhone, de tipo iOS, passou fazer indicação, a partir da tarde desta última terça-feira, dia 10 de julho de 2018, de quais mensagens foram encaminhadas pelo aplicativo. Esta novidade faz parte da atualização realizada sobre a função de mensageiro, depois de o mesmo entrar na fase experimental no interior do chamado: programa Beta. Assim, os usuários já poderão baixar o aplicativo com a nova versão, no sentido de obter acesso ao recurso, o qual permanece ativado por meio de padrão.

Portanto, o funcionamento desta atualização ocorre do seguinte modo: seu rótulo de “Encaminhada” será sempre exibido desde o início do balão de diálogos, em conjunto com uma seta indicando o mesmo. Desta maneira, o próprio receptor de mensagens reconhece e indica que uma pessoa com quem o usuário está conversando não digitou originalmente o material lançado.

Assim, este WhatsApp dito mais esperto pode auxiliar na utilização de respostas automáticas. Concedendo exclusivamente ao site de especialistas da TechTudo, os líderes encarregados da estrutura funcional do WhatsApp emitiram um dado oficial sobre este aplicativo atualizado, em que a indicação extra poderá tornar todas as conversas individuais, ou em grupos, muito mais fáceis de serem seguidas na tela. Este aplicativo está evoluindo de modo impressionante, tornando a comunicação cada vez mais efetiva, e, desta feita, proporcionando uma democratização de acesso a diversos meios de modo mais rápido, eficiente e barato.

Esta novidade também vai encorajar os usuários a meditar com mais cuidado, antes de repassarem as suas mensagens. Há uma informação adicional que diz o seguinte: todo usuário deve lembrar-se de que há possibilidade de se bloquear ou mesmo denunciar algum contato como se fosse um spam. Tudo isso chega aos consumidores para facilitar a comunicação.

Há pouco tempo o mesmo mensageiro pôde chamar para si a responsabilidade de participar no combate à disseminação de conteúdos falsificados e, por conseguinte, perigosos. Alguns pesquisadores foram convidados a participarem de uma espécie de programa que concederá prêmios no valor de até US$ 50 mil, com a meta principal de financiar diversas pesquisas por meio de diferentes pilares, ou bases, dentre eles até as próximas eleições.

A potência e a eficiência deste aplicativo estão cada vez maiores e mais úteis em todos os setores da sociedade. Todos os engenheiros responsáveis pelo dispositivo do WhatsApp, no Estado da Califórnia, também estão trabalhando em um tipo de ferramenta que produza alertas aos usuários a respeito de links maliciosos e perigosos.

O objetivo deste tipo de recurso tem por meta ajudar a evitar que os todos os adeptos da função de mensageiro abram as páginas destinadas a dar golpes, que por engano venham a acessar ou por acidente. Todo esse novo aparato já é parte do esquema de funcionamento, que, por ser abstrato em sua estrutura, pode receber mais funções facilmente, porém, a empresa ainda não soltou, oficialmente, nenhuma notificação a mais sobre esse tema do porvir.

Assim, o aplicativo WhatsApp está mais seguro, permitindo comunicação mais intensa, com mais opções de conexão com grupos variados e evolui a cada dia no sentido de abranger mais recursos.

Por Paulo Henrique dos Santos

Whatsapp


Modelo estará disponível no Brasil a partir do dia 21 de outubro.

Os brasileiros conheceram enfim o novo smartphone de alto desempenho da Samsung. Após o lançamento do Galaxy S8 e S8 Plus tanto no exterior quanto no Brasil, agora é a vez do Galaxy Note 8 desembarcar em terras brasileiras. Ele já havia sido apresentado no mercado internacional em agosto e desembarca por aqui três meses após seu lançamento.

A Samsung escolheu comercializar novamente uma versão com processador Exynos com oito núcleos que é fabricado por ela mesmo. Existem três opções de armazenamento (64 GB, 128 GB e 256 GB). Completam o pacote um total de 6 GB de memória RAM, o que é mais poderoso do que muito notebook comercializado no país. Para equipar o aparelho, a Samsung escolheu uma tela d 6,3 polegadas, tecnologia Super AMOLED e com resolução 1440×2960 pixels sendo ela uma tela “infinita”, ou seja, com o mínimo de bordas possível, assim como aconteceu nos modelos S8 e S8 Plus. A capacidade da bateria ficou em 3300 mAh com o modo de gerenciamento e economia de energia fornecidos pela Samsung.

Ganha destaque a câmera dupla traseira, sendo este o primeiro smartphone top de linha da Samsung a receber duas lentes na parte de trás. Ambas contam com 12 MP de resolução seguindo a mesma premissa. A primeira como principal e a segunda com ângulo de visão aumentado sendo que ambas tem estabilização óptica. A Samsung destacou os modos de edição via software e modos de fotografia como o modo retrato que faz algo semelhante ao que a Apple colocou no iPhone. Ela cria um desfoque no fundo para fotos profissionais, a lá câmeras DSLR. Já a câmera frontal é de 8MP com lente pensado para o modo de selfies. Lembrando que a câmera traseira também filma em 4K assim como os seus concorrentes principais.

O aparelho já vem equipado com o Android 7.1.1 em seu software contando com a famosa touchwiz que é a modificação do Android por parte da Samsung. A interface que já foi criticada por muitos deve estar mais leve neste aparelho. Além das melhorias na interface, a assistente BixBy está presente rivalizando com Google Now, Siri e Alexa, as assistentes pessoais da Google, Apple e Amazon, respectivamente. Um ponto ruim é que ela não está disponível em nosso idioma, porém está lá caso você queira brincar um pouco.

Os preços definidos pela Samsung são: 4.399 reais pela versão com 64 GB e 4.799 reais pela versão de 128 GB. A versão de 256 GB supostamente não será lançada aqui, pois não teve seu preço nem disponibilidade divulgada. Os consumidores poderão adquirir este aparelho a partir do dia 21 de outubro.

Galaxy Note

A Linha Galaxy Note reúne fãs ao redor do mundo pelo desempenho e qualidade. Muitos consideram este o aparelho que introduziu os conceitos de tela grande, sendo chamado de phabet (uma mistura de smartphone e tablet) lá no ano de 2011. Sua primeira versão tinha 5,3 polegadas assustando o mercado que estava acostumado com telas menores como os iPhones 4 e 4s com suas 3.5 polegadas de resolução.

Outra renovação na época e continua presente até hoje (inclusive na versão 8) é a sua canetinha, batizada de S-PEN. Ela traz diversas funções como captura de tela, desenho e escrita sendo aperfeiçoada ao longo dos anos. Como tradição é lançado todos os anos após os modelos da linha S com revisões da mesma e melhorias no hardware.

Mesmo com o fracasso do Note 7 lançado no ano passado e que teve problemas em sua bateria, com relatos de explosão em números consideráveis e um recall do mesmo, com as novas unidades apresentando os mesmos defeitos, muitos acreditavam que a linha havia acabado, mas a fabricante não iria abrir mão do aparelho sucesso de vendas e de público. Relançou a versão 7, batizada de FE corrigindo os problemas e apresentando ao mundo a versão 8 que deve ser novamente sucesso de vendas.

Por Leandrinho de Souza

Samsung Galaxy Note 8


A Sharp foi a encarregada de fabricar celulares inspirados na série Star Wars.

Há décadas que tudo o que diz respeito à saga criada por George Lucas rende muito (dinheiro e atenção), e se transforma instantaneamente em item obrigatório. Quer seja um simples ticket para assistir a qualquer filme da série, quer na compra de um item de colecionador que apresente qualquer relação com os personagens da saga espacial famosa.

E agora em dezembro teremos uma série de smartphones especialmente criados levando em conta as luzes, personagens, zumbidos estelares de Star Wars.

A Sharp foi encarregada de fabricar celulares que muito bem poderiam ser utilizados pelos personagens dos filmes de Lucas. Os smartphones serão produzidos para a operadora japonesa (sim, apenas no Japão) SoftBank, aproveitando a proximidade da estreia do novo filme Rogue One: Uma História Star Wars.

Os aparelhos virão em duas versões: Light e Dark Side. Os aparelhos são poderosos, como vemos nas especificações técnicas a seguir:

. Tela de 5.3 polegadas, resolução de 1080p, IGZO;

. Processador Snapdragon 820;

. Câmera de 22.6 megapixels;

. Bateria 3,000mAh;

. Receptor de TV;

. 3GB de RAM;

. 32GB de armazenamento (além de slot microSD);

. 7.6mm de espessura, pesando 155g.

E como não se bastasse essas características superatraentes, os aparelhos também contarão com:

. Papéis de parede “vivos”, que farão o celular ter a aparência do cockpit de um X-Wing ou TIE Fighter;

. Temas exclusivos de skins para Android 6.0 tanto para a série Light quanto Dark Side;

. Cinco figurinos metálicos exclusivos tirados do filme Rogue One;

. O aplicativo Star Wars Movie Player que possibilitará ao usuário assistir O Despertar da Força até 2020;

. Game card pré-carregado com Star Wars: Force Collection com código para gold game card;

. Aplicativo com os temas de Star Wars para o alarme;

. Emojis Star Wars;

. Ringtones Star Wars.

A venda dos aparelhos está prevista para 2 de dezembro no Japão e a pré-venda começou dia 25 de novembro.

Como percebemos, a saga estelar criada por George Lucas ainda tem muito que render, principalmente para o imaginário do fã de Star Wars, que aguarda com ansiedade a chegada de dezembro, 16, quando o novo filme terá estreia mundial.

Por Dan Dias

Celuar Star Wars


O Instagram Stories permite aos usuários a publicação de imagens e vídeos que se apagarão 24 horas após sua publicação.

A rede social Instagram de propriedade do Facebook, lançou recentemente o Instagram Stories, que é uma feature que permite aos usuários a publicação de imagens e vídeos que se apagarão 24 horas após sua publicação.

O sucesso crescente de seu concorrente, o Snapchat, foi o que levou o Facebook a criar esta nova função na rede social, mas o que pode se dizer realmente é que tudo isso veio após uma tentativa de compra do Snapchat pelo Facebook no mês de novembro de 2013 por US$3 bilhões segundo relatos, que não se concretizou por conta de seus fundadores considerarem que o valor é muito baixo daquilo que realmente vale esta rede social.

O Instagram possui uma média de acessos diários de cerca de 300 milhões de usuários ativos utilizando a rede social, e também conta com uma quantidade de cerca de 500 milhões de usuários totais na rede. Já o Snapchat possui 10 bilhões de visualizações diárias de vídeos e 100 milhões de usuários ativos por dia.

De todas as postagens feitas por usuários na rede social, cerca de 91% são de imagens e apenas 9% de vídeos. De certa forma parece que a famosa rede social acertou em seu novo empreendimento, pois a maioria dos comentários foi de pessoas que gostaram da novidade. De fato ter mais um app em seu aparelho pode tornar sua vida um pouco mais complicada, pois estes tipos de aplicativos costumam ocupar uma parte significativa da memória de seu dispositivo, vale lembrar as pessoas que utilizam smartphones de 8 e 16 gigabytes sem possibilidade de expansão de suas memórias, se realmente vale a pena tê-lo em seu dispositivo.

Voltando no assunto da tentativa de compra do Snapchat pelo Facebook, isso faz lembrar de pouco tempo atrás onde o Facebook comprou o app Watsapp e o Instagram, será que a empresa de Zuckerberg, não aguenta a concorrência, será que ela tem medo de que aconteça com as redes sociais de sua propriedade o mesmo que anos atrás aconteceu ao Orkut, que caiu em desuso pelos usuários após a ascensão do Facebook?

Fato é que o Facebook vem comprando ou tentando comprar todas as “possíveis ameaças” que se atrevem a entrar em seu caminho, assim formando um verdadeiro império das redes sociais, pois a mesma é proprietária das 2 outras maiores redes sociais do mundo. Outra pergunta que fica é, que até quando o Facebook poderá sustentar este império, será que algum dia alguma outra rede social fará a mesma coisa que teoricamente o Facebook fez com o Orkut?

Por Denisson Soares

Instagram Stories


Facebook pretende adicionar uma série de novas reações e emoções para os usuários nas publicações, como sentimentos e estados de espírito.

O Facebook está cada vez mais perto de sair do bom, ou nem tanto, e velho, conservadorismo quanto a mudanças mais profundas na rede social. Além das novidades que os apps (Facebook & Messenger), devem receber, como uma integração com serviços como a UBER, pequenas mudanças no visual do Messenger, entre outras, a própria rede social, também já deve receber, nas próximas semanas, novidades.

Há muito tempo o Facebook não passa por grandes mudanças. A rede social já ensaiou por diversas vezes, mudar o visual, mas sempre acabou voltando atrás por medo de desagradar os usuários e perder público. Mas agora, além dos apps a própria rede social irá receber novidades, no caso, trata-se de novas formas de expressar o que você sente, com as postagens, indo além do famoso ''Like'' (Curtir).

Não se sabe exatamente como a empresa pretende dar início às mudanças , uma das mais especuladas, desde o início da rede social, seria a opção de criar um botão ''não gostei'', mas não se sabe se seria essa, uma mudança com possibilidades reais de acontecer, já que criaria de certa forma, algo negativo na rede social e que, poderia acabar por prejudicar, por exemplo, diversas páginas famosas em ataques.

A possibilidade mais próxima de se tornar realidade, é a empresa adicionar uma série de novas reações e emoções para os usuários nas publicações, como sentimentos e estados de espírito. Até mesmo porque essa função já foi liberada, há algum tempo, para alguns países do nosso globo.

Isso porque Chris Cox, desenvolvedor da rede social, disse em uma entrevista que o Facebook pretende efetuar tais mudanças já nas próximas semanas, não só para os Estados Unidos, mas logo também para outros países. Também afirmou que, as possíveis classificações seriam raiva, tristeza, wow, haha, e amor.
Sabe-se que a possibilidade é que os usuários devem poder utilizar as reações por meio de um ícone expansível, mas não se sabe como seria feita a classificação nas postagens, como hoje é feito no rodapé, com o ''Like''.

Por Isis Genari

Facebook


Número 9 foi acrescentado antes de todos os números de celulares dos estados da Bahia, Minas Gerais e Sergipe.

A partir do último domingo, dia 11,  todos os números de aparelhos celulares dos estados da Bahia, Minas Gerais e Sergipe ganharam mais um dígito. O número 9 foi acrescentado antes de todos os números, vale lembrar que a mudança também vale para SMS, mensagem de texto.  

A medida é uma decisão da Anatel – de acordo com a Resolução nº 553 – que teve sua publicação em 14 de dezembro de 2010. Desta maneira, os telefones celulares da Bahia, Minas Gerais e Sergipe passam a ter o seguinte formato: 9XXXX-XXXX.

Por questões de adaptação, quem fizer as ligações sem adicionar o número 9 conseguirá falar normalmente até o dia 20 de outubro, após essa data, as ligações não serão completadas e as pessoas ouvirão uma gravação que explicará como os usuários devem proceder para que a chamada seja efetuada. A gravação ficará ativa até o dia 18 de janeiro de 2016, passado esse período, não haverá mais a mensagem de voz. Em relação às mensagens de texto, o envio sem o acréscimo do nono dígito será aceito até o dia 19 de novembro.

De acordo com a Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, o aumento contínuo do uso de celulares é o principal motivo da mudança. Com a diminuição de linhas fixas e popularização de smartphones e celulares em geral a mudança se tornou fundamental para que a agência consiga suprir a demanda por novos números. Vários estados brasileiros já aderiram à nova numeração e a pretensão é de que até dezembro de 2016 todo o Brasil já tenha o nono dígito incluso nos aparelhos celulares.

Vale ressaltar que a mudança não interfere em créditos de celulares pré-pagos, validade dos mesmos ou outras contratações de serviços. Os usuários deverão atualizar suas agendas telefônicas incluindo o número 9 na frente de números celulares para que não haja problemas ao realizar ligações no futuro.

Por Beatriz 

Celular

Foto: Divulgação


Segundo rumores, novo smartphone da Samsung poderá dobrar para caber no bolso.

A tecnologia de telas curvas ou dobráveis já existe há algum tempo. Em feiras de tecnologia, por exemplo, a Samsung já mostrou protótipos de telas dobráveis, no entanto, não passavam de algo demonstrativo. Mesmo assim, ainda não há nenhum dispositivo com esta tecnologia para os consumidores finais. Mas parece que finalmente a empresa sul-coreana está tentando implementar a tecnologia em um produto.  

Rumores indicam que a Samsung pode apresentar um smartphone capaz de tela grande capaz de dobrar para caber no bolso. Esse produto seria apresentado em janeiro de 2016. A informação sobre o lançamento no início do ano vem do blog SamMobile, especializado em produtos da Samsung.   

De acordo com os rumores levantados no site, uma fonte chinesa que está ligada diretamente à produção revelou que o smartphone de tela dobrável contaria com excelentes configurações. Ele teria 3 GB de memória RAM, bateria não removível e um slot para expansão da memória via cartão microSD. A Samsung estaria trabalhando em dois modelos, um com processador Qualcomm Snapdragon 820 e outro com Snapdragon 620.   

Os detalhes sobre o aparelho acabam aí, no entanto, fontes também indicam que ele não tem nada a ver com a próxima geração da linha Galaxy, o Galaxy S7. Especulações afirmam que o modelo seria apresentado possivelmente na CES, que acontece no mês de janeiro. Já o Galaxy S7 seria lançado apenas na Mobile World Congress (MWC), no mês de março.   

Esta pode ser uma ótima maneira da Samsung tentar inovar, visto que o mercado de smartphones está saturado em quase todo mundo. No entanto, apesar do otimismo em um modelo dobrável, é provável que a Samsung restrinja o produto apenas para a Coreia do Sul, como já feito pela companhia com outros modelos experimentais.   

Há um vídeo conceitual que mostra como um smartphone poderia se transformar em um tablet utilizando a tecnologia de tela dobrável. Por enquanto, o que temos é apenas uma especulação. Teremos que aguardar até a CES 2016 para ver se os rumores são verdadeiros.

Por William Nascimento

Celular com tela dobrável da Samsung

Foto: Divulgação


Motorola lança 2ª geração do modelo Moto E. Smartphone ganha melhorias na tela e conexão 4G.

A segunda geração do famoso Moto E da Motorola chegou ao mercado com mudanças bastante significativas para se tornar o smartphone de entrada da empresa. As principais e mais significativas mudanças que a empresa fez no Moto E ficaram por conta da melhoria da tela e agora com a presença da conexão 4G. Estes são atrativos excelentes para quem deseja entrar no mundo dos smartphones com uma opção de aparelho que tenha um valor um pouco mais em conta.

Apesar dessas mudanças realizadas, o Moto E é um aparelho para aquelas pessoas que desejam ter um smartphone para utilização de aplicativos mais simples (como Whatsapp), contudo, que não abrem mão de ter muito luxo, pois o aparelho tem apenas 1,23 cm de espessura.

O Moto E ficou um tanto quanto gordinho se comparado aos aparelhos mais modernos, apesar disso, ele conta com um ótimo acabamento em plástico emborrachado. Um fator negativo é o fato de a câmera traseira do aparelho não possuir flash, além de que na versão que possui televisão a antena ficou mais parecida com um rabicho, o que deixou o aparelho com um design meio deselegante.

Agora uma vantagem que muitos consumidores irão gostar é os preços das versões deste telefone, haja vista que as versões 3G ou 4G com 8 GB de armazenamento poderão ser adquiridas por R$ 699,00. A outra opção disponível é a versão com TV Digital, que sai com a configuração 4G e com 16 GB de armazenamento, que custa R$ 729,00.

O processador utilizado neste aparelho pela Motorola foi o quad-core de 1,2 GHz, o qual permite rodar aplicações mais pesadas, no entanto, para os usuários que gostam de usar o telefone para jogar, vale ressaltar que o aparelho em todas as versões possui apenas 1 GB de memória RAM.

Portanto, o aparelho ficou bom devido ao custo benefício e ainda trás consigo funções interessantes, tais como o acionamento da câmera que pode ser feito por meio de movimentos e a Moto Tela, que permite com que o usuário cheque notificações de algumas aplicações sem que seja necessário fazer o desbloqueio do aparelho.

Sobre o Motorola Moto E:

O Moto E é um smartphone que foi apresentado pela Motorola no ano passado, logo após o lançamento do famoso Moto G. Ele foi produzido para o mercado emergente e tinha como objetivo oferecer aos consumidores um aparelho elegante, moderno e que não custasse tão caro. Os primeiros países a receber o smartphone foram os Estados Unidos e a Índia. Na Índia, por sinal, o aparelho fez um tremendo sucesso e teve uma procura semelhante ao do Moto G. Para conhecer um pouco mais sobre o aparelho, acesse o site www.motorola.com.br.

Por Adriano Oliveira


Há dois anos atrás, o CEO da Huawei, Richard Yu, informou que a parte dos fornecedores da China iriam terminar em um período de até cinco anos, e que a companhia passaria a ser líder de mercado com facilidade. No futuro, a principal disputa será com companhias ocidentais, ao invés das chinesas, para ele. Neste momento, a companhia dará um início com grande estilo nos Estados Unidos, e irá ocasionar que seus aparelhos sejam vendidos no território americano.

A estratégia de marketing com outdoors, patrocínios em eventos esportivos e outros, estarão ligados às comercializações diretas e parcerias com operadoras de telefonia.

O Honor 6 Plus e Ascend Mate 7, que são os modelos principais da Huawei, são aguardados para agradarem o público americano. Os valores têm um custo de um terço (ou menos) em relação aos principais aparelhos da Apple ou Samsung, o que poderá ser de bom agrado para uma grande parte do público.

No último ano, a comercialização de smartphones da Huawei cresceu de forma considerável em 54%, alcançando a grande marca de 74 milhões de unidades comercializadas. Apenas no último ano a Huawei conquistou 5,7% do mercado de smartphones, passando a ser o terceiro maior vendedor, estando atrás somente da Samsung e Apple.

A Huawei divulgou recentemente o MediaPad X2, um híbrido entre celular e tablet. O dispositivo possui display de sete polegadas com resolução pouco superior à Full HD (1080p) e potencial para fazer e receber chamadas telefônicas.

O modelo é recebido com especificações potentes, como o processador Kirin 930 de 2 GHz, possuindo oito núcleos de processamento e arquitetura 64 bits. O dispositivo tem duas versões, sendo uma com 2 GB e 16 GB de armazenamento interno e outra de 3 GB e 32 GB de armazenamento interno. Elas possuem conexão 4G e entrada para dois chips de operadoras. A câmera traseira tem 13 megapixels.

Por Felipe Couto de Oliveira


O telefone celular deixou de ser um objeto de luxo nos últimos anos e se tornou um aparelho que consegue resolver a maior parte dos nossos problemas durante o dia-a-dia, pois, através de uma ligação, podemos resolver assuntos que demorariam um tempo enorme para serem realizados.

Outro termo que não pode ser esquecido é a famosa Internet, pois quem nunca utilizou os seus serviços para baixar um arquivo, uma música, ler um email ou até mesmo acessar o seu perfil em uma das redes sociais espalhados por aí, como Facebook, Twitter, LinkedIn, Tumblr, Instagram, Youtube e tantas outras?

Juntando o celular com a Internet, temos uma combinação perfeita, pois, principalmente para os mais jovens, o acesso dessa forma fica bem mais fácil.

Conforme dados da Mobile Marketing Association (MMA) essa combinação é um sucesso tão grande que 36% dos entrevistados no Brasil fazem a opção de acessar a Internet pelo seu aparelho de celular.

Por incrível que pareça, essa pesquisa não se refere ao acesso da Internet no celular quando estamos longe de casa, pelo contrário, esse levantamento se refere a acessar a Internet no celular justamente quando estamos em casa.

Outros meios também foram analisados e, com isso, descobrimos ainda que o notebook teve 32%, o desktop 25% e o tablet apenas 6% de acessos.

O que indica esses resultados?

Provavelmente pelo fato da correria durante todo o dia e também à noite, o celular virou um companheiro ideal para a maioria dos brasileiros e também para cidadãos de outras nacionalidades poderem ler os seus emails e realizarem outras infinitas tarefas de uma forma mais rápida e prática.

Outro ponto que não podemos esquecer é o fato que as empresas Vivo, TIM, Claro, OI, Nextel e demais outras apresentam vários pacotes interessantes que combinam minutos e velocidades que visam manter antigos clientes e também conquistar novos clientes.

Segundo essa mesma pesquisa 51,4 milhões de brasileiros utilizam os smartphones para acessar a Internet e, dessa fatia, 81% utiliza o aparelho para se conectar em uma das redes sociais descritas no começo desse texto.

Com isso, podemos notar que a Internet acessível via celular no Brasil vai ser uma das formas mais presentes ainda nos próximos anos.

Por Fernanda de Godoi

Foto: divulgação


Em uma conferência realizada em janeiro de 2015, a Microsoft anunciou seu novo sistema operacional, o Windows 10. Essa versão promete revolucionar o modo como o Windows é distribuído em todos os aparelhos em que está instalado.

Para smartphones e tablets, uma única versão será lançada, e fontes ligadas à Nokia afirmam que a versão de dispositivos móveis para testes do sistema operacional já ficará disponível para download logo nesta primeira semana de fevereiro.

Para quem quiser conferir a novidade, terá que baixar o programa Windows Insider, que trata-se de uma atualização do conhecido Phone Insider. Por meio desse app, o usuário fará um cadastro e receberá a versão beta mais recente do sistema operacional.

Por ser beta, o intuito da distribuição antes do lançamento oficial é o de identificar erros e dificuldades sofridas pelos usuários, de forma a disponibilizar um sistema operacional com a melhor experiência possível.

Vale lembrar que a informação não é oficial da própria Microsoft, então pode acontecer de ainda demorar um pouco para a versão teste chegar até os dispositivos móveis.

Dentre as novidades da nova versão do S.O., estão os melhoramentos feitos na Cortana, assistente virtual do Windows, baseada na personagem homônima da série de jogos Halo, pertencente à própria Microsoft.

Os usuários do Windows 10 também verão uma maior integração entre os apps disponíveis para desktop e smartphones ou tablets, já que eles serão disponíveis em versões únicas para os dispositivos, permitindo que o trabalho iniciado em um dispositivo seja terminado em outro, sem problemas de compatibilidade.

Quanto aos aparelhos que já rodam versões anteriores do Windows Phone, a Microsoft disse que pretende abranger o maior número de smartphones com Windows 8 e 8.1 com a versão 10, porém, alguns modelos possuem limitação de hardware que não permitirão que a atualização funcione.

Em relação aos desktops, os usuários dos Windows 7, 8 e 8.1 que tiverem capacidade de hardware para o Windows 10 terão o prazo de um ano para atualizaram gratuitamente para a nova versão. Esse processo ficará mais parecido ao que a Apple faz quando lança um novo S.O., por exemplo.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: divulgação


As pessoas desejam estar cada vez mais conectadas umas com as outras, e a forma mais prática de conseguir isso, com a correria do dia-a-dia, pode ser encontrada em diversos aplicativos, entre eles, o WhatsApp, um dos mais baixados no Brasil e no mundo.

Através do WhatsApp, as pessoas podem trocar mensagens instantâneas sem pagar nenhuma tarifação no primeiro ano. Para mandar mensagens é necessário estar conectado à internet com o Wi-Fi ou com o 3G da operadora de celular.

Com a ajuda das ferramentas disponibilizadas pelo WhatsApp, as pessoas podem conversar no modo privado , ou através de grupos que podem ser criados a qualquer momento.

Os grupos são ideais para a troca de ideias de um grupo escolar, empresarial, de amigos, entre outros do mesmo gênero.

Para melhorar ainda mais na utilização desse aplicativo, o WhatsApp cria versão para Web, ou seja, o programa que poderá ser utilizado pelo computador, onde as mensagens poderão ser trocadas da mesma maneira.

Esses dados foram divulgados oficialmente no Blog WhatsApp (www.whatsapp.com), porém, usuários interessados deverão utilizar o Google Chrome para fazer a instalação, e alguns detalhes devem ficar claros antes de realizar o procedimento.

A primeira observação que foi feita pela CEO da Companhia menciona que os aparelhos da Apple, sistema iOS, não poderão acessar ainda esse lançamento.

É necessário ter aparelhos no sistema Android compatível, como, por exemplo, Nokia S60 e o Windows Phone Black Barry. Caso você tenha um dos modelos, acesse o site https://web.whatsapp.com/ pelo Google Chrome e siga os demais procedimentos.

Depois de acessar a página, é necessário encontrar o logotipo da empresa com o QR Code que deverá ser escaneado.

A empresa ainda relata que o recurso funciona somente na versão mais atual do aplicativo, porém, está sendo trabalhado formas para que o programa possa ser disponibilizado aos usuários iOS.

Para mais informações, indicamos que leia o blog da empresa conforme descrito acima.

Por Yasmin Fernandes Robles

Foto: divulgação


A Polaroid é uma companhia que ganhou fama no mercado de fotografias, e hoje procura se reinventar. Agora, no CES 2015 ela apresentou sua nova aposta nos dispositivos com Android. São tablets e smartphones que não inovam, mas, pelo preço acessível, podem ser uma boa entrada da marca no mundo dos aparelhos mobile. Porém, um destes lançamentos pode causar dores de cabeça em uma batalha judicial.

Começando pelos tablets, a Polaroid demonstrou a L Series evoltos em mistério. A série conta com a presença de dois aparelhos: o L7 e o L10, que possuem respectivamente 7 e 10 polegadas, rodam o Android Lollipop, possuem câmeras frontal e traseira e contam com processadores quad-core.

Não possui conectividade 3G ou 4G, e a única forma de acesso à internet é via Wi-Fi. Os dispositivos terão auto-falantes localizados no lado frontal, proporcionando uma melhor imersão no áudio.

No mais, nada foi revelado até o momento. Eles devem chegar às lojas dos Estados Unidos em março e custarão respectivamente US$ 100 e US$ 150.

Mas o que realmente chamou a atenção foi a Polaroid Selfie, tanto pela novidade quanto por lembrar demais o Oppo N3.

Esse smartphone com Android Lollipop traz a promessa de capturar selfies com excelência, e para isso traz uma câmera de 13 megapixels que pode funcionar tanto como câmera traseira quanto frontal. Isso certamente representa uma boa economia, além de possibilitar utilizar a qualidade da câmera nas duas funções, já que geralmente a frontal é de qualidade inferior.

O problema é que a Oppo se irritou com as semelhanças entre o Polaroid Selfie e o N3, e afirmou que irá recorrer aos tribunais caso necessário. A única diferença entre as câmeras dos dois aparelhos, é que no caso da Polaroid é necessário remover manualmente para trocar de função.

No mais, a Polaroid Selfie tem uma tela HD de 5,5 polegadas e o seu processador é um Octa-Core. Outros detalhes, assim como os tablets, não foram revelados e não há previsão para lançamento ou preços anunciados.

Por Daniel Cavalcante

Foto: Engadget


A CES 2015, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, acontecerá em janeiro de 2015, e já se especula bastante sobre as novidades tecnológicas que estão por vir.

A Consumer Electronics Show (CES) acontecerá em Las Vegas, Estados Unidos. Inovações em tablets, computadores, robôs, carros e TVs, por exemplo, são comumente esperadas para esse aguardado evento anual. Grandes nomes de fabricantes já confirmaram presença, para a CES 2015: SamsungLGSony e HTC.

São diversos os rumores sobre as novidades para 2015, entre eles, o lançamento de novos smartwatches. A LG, provavelmente, irá apresentar uma versão mais atualizada do  LG G Assista R, e também, possivelmente, já deve estar trabalhando em um novo G Assista variante, que contenha bateria e display flexíveis.  

A empresa acredita que a vida da bateria é um quesito importante a ser estudado, e que esse será um “campo de batalha” para os smartwatches, em 2015.

A Lenovo vai apresentar seu primeiro Smartwatch na CES 2015, e promete um dispositivo de alta qualidade. A Apple também tem lançamento de smartwatch previsto para o início de 2015, podendo ou não ser visto na CES, mas com destaque esperado, dentre os lançamentos da categoria.

Em relação à Sony, as maiores expectativas apontam para o lançamento do Xperia Z4, que possivelmente virá com uma gama de funcionalidades, como, por exemplo, o sensor de imagem CMOS, o qual rastreia objetos mesmo em movimentos rápidos. A fabricante deve manter as outras especificações do modelo anterior (setembro 2014).

Foto: divulgação

O Z4 pode chegar ao Brasil em menos de dois meses, após o lançamento anual, como aconteceu com o modelo anterior, lançado esse ano. Já é esperado também o anúncio de uma versão maior do Xperia Z4, o Xperia Z4 Ultra, com 5,9 polegadas, 0,5 a mais que o Z4.

A Samsung provavelmente trará novas versões em notebooks, câmeras e dos tablets Galaxy Tab Pro e Note Pro, além de sua nova linha de TV com tecnologia 4K.

No campo mobile, a LG apresentará a segunda geração do LG G Flex, possivelmente um pouco menor que o original, mas com tela de resolução maior. O LG G4 talvez apareça no evento, e deve possuir tela com resolução QHD, processador 64-bit e ter 3 ou 4 GB de RAM.

São muitos os rumores e expectativas sobre as inovações tecnológicas da CES 2015, que lançará tendências para o próximo ano, e será realizado em breve, entre os dias 6 e 9 de janeiro.

Por Helem Franco


A novidade da empresa russa Yota é o lançamento de um smartphone com um diferencial para aqueles que gostam de apreciar uma boa leitura. O YotaPhone 2 possui duas telas, sendo uma delas utilizando a tecnologia e-ink, funcionando assim como um e-reader. O aparelho foi apresentado na última quarta-feira (3), em Londres.

Seu visual é agradável e tem um acabamento com bordas mais curvadas que sua versão anterior e 74% do aparelho é composto por telas sensíveis ao toque. S

uas duas telas são protegidas com Gorilla Glass 3. A principal é uma AMOLED Full HD e apresenta 5 polegadas. Já a traseira, tem 4,7 polegadas, e o seu objetivo é servir para leitura de documentos e livros digitais.

A tecnologia e-ink é a mesma utilizada pelos leitores Kindle, da Amazon., Esse tipo de tela é muito econômica em termos de bateria, pois não emite iluminação. No caso do YotaPhone, a bateria de bateria de 2.500 mAh pode durar até cinco dias com a tela traseira em modo leitura. Ela também pode ser usada para navegar na internet, sem problema algum, embora todo o conteúdo exibido seja em preto e branco.

O restante do hardware do YotaPhone também não deixa a desejar. Conta com um processador Qualcomm Snapdragon 800 de 2,3 GHz, 2 GB de memória RAM, 32 GB de armazenamento interno, câmera principal de 8 megapixels com flash de LED e frontal de 2,1 megapixels.

Quanto a conectividade, o aparelho tem conta com Bluetooth 4.0, Wi-Fi, 4G e NFC. O sistema operacional é o Android KitKat 4.4.3, e há pretenção por parte dos russos de atualizar para o Android 5.0 Lollipop.

O YotaPhone custa £ 555 (equivalente a US$ 872) e está à venda em Londres para os Europeus. A expectativa é que ele chegue aos Estados Unidos nos EUA em 2015, e a empresa afirma que ele chegará a outros mercados. Vamos torcer para que chegue ao Brasil.

Por Daniel Cavalcante

Foto: divulgação


O mundo da tecnologia está extremamente presente em nosso cotidiano. Um ótimo exemplo disso são os aparelhos portáteis como o smartphone, por exemplo. Esse aparelho pode realizar uma grande quantidade de tarefas através das suas funcionalidades e o grande número de ferramentas que o mesmo suporta.

E se você é desses que não larga o seu smartphone para nada, saiba que você pode usar o mesmo para melhorar a sua saúde. Um grande exemplo disso é o aplicativo para Android Sleep Better with Runtastic.

O grande objetivo desse aplicativo é melhorar a qualidade do seu sono, pois o mesmo é capaz de monitorar a duração do seu sono, os ciclos, bem como a eficiência do seu repouso. E, como todos bem sabem, dormir é algo imprescindível para nossa saúde, por esse e outros motivos o app Sleep Better é bastante indicado.

Outro detalhe muito interessante é que o aplicativo também funciona como despertador. Isso é possível graças ao recurso “Smart Alarm” que seleciona as melhores “janelas” para lhe acordar. Além disso, o aplicativo também possibilita o usuário rastrear seu consumo de álcool e cafeína para saber se tais substâncias estão interferindo de forma negativa em seu sono.

Ao acordar, o usuário pode definir como está o seu humor naquele exato momento, também é disponibilizada a opção para que você informe se seu sono foi bom, ruim, normal e etc.

Todas essas informações são armazenadas em gráficos que podem ser consultados a qualquer momento pelo usuário. O aplicativo levou meses para ser desenvolvido e teve colaboração de médicos, especialistas e pesquisadores quando o assunto é o sono.

Se você gostou das informações aqui divulgadas e deseja testar esse aplicativo, saiba que o mesmo é disponibilizado de forma gratuita. Para fazer o download do mesmo, é preciso acessar o site oficial Baixaki. O app é compatível com Android 4.1 ou superior.

Para usufruir dos serviços oferecidos pelo app é preciso clicar em “Start” e deixar seu aparelho próximo ao seu travesseiro. Segundo os desenvolvedores do aplicativo, é recomendável manter a bateria conectada e o aparelho em modo avião.

Por Bruno Henrique

Foto: divulgação


Antes só falávamos pelo celular. Depois conseguimos mandar mensagens de texto. Depois imagens, vídeos cada vez mais nítidos. Vídeos tão reais que parece que estamos dentro do aparelho. Agora uma novidade que pode chegar a qualquer momento e causar uma nova revolução no mundo da tecnologia: sentir cheiros através dos aparelhos. Parece maluquice, mas o assunto já vem sendo estudado, e há algum tempo.

Já pensou num namoro pelo celular você puder sentir o perfume de seu amado (a)? O aroma daquele jantar que ele(a) disse estar preparando para você? Isso será muito possível em breve. Gigantes como Google e Microsoft já pesquisam o tema. Além de muitos pesquisadores solitários que já estão fazendo suas experiências.

Os primeiros testes deram origem a engenhocas parecidas com impressoras, onde dentro contêm cartuchos de espuma. Estes cartuchos já vêm pré-carregados com diferentes tipos de aroma, que são ativados através de pulsos elétricos. Dentro dos cartuchos são colocados cheiros básicos que podem ser misturados e originar diversos tipos de cheiros, dos agradáveis aos desagradáveis. O problema desse projeto é a confecção do hardware e armazenamento dos fluidos de cheiros. Ficaria caro, inacessível a muitos e, principalmente, armazenaria poucos tipos de cheiro. Foi pensado também armazenamento em chips, porém o problema neste projeto seria um software de administração desses aromas. O que importa é que já está sendo testada e que caso tenha sucesso uma das últimas barreiras que torna a ficção um pouco distante da realidade pode estar sendo quebrada e que, se isso for um sucesso, aí que muitas pessoas não sairão mais de casa e pouco desgrudarão de seus apetrechos tecnológicos, pois se eu vejo, ouço e sinto o cheiro, o que eu quero mais? Alguns dirão o toque, mas isso também já está sendo testado. Softwares que transmitem o toque através de outros equipamentos de hardware. Assim fica completo.

Mesmo que isso tudo funcione, tudo pode ser manipulado, desde uma mão calejada ou o chulé do outro lado da tela.

Por Luciana Viturino

Cheiros pelo celular

Cheiros pelo celular

Fotos: Divulgação


A Samsung aposta em tela curva para celulares para recuperar sua liderança de mercado. Ao amargar o pior prejuízo anual em 3 anos e pressionada por concorrentes chineses, a empresa quer recuperar sua liderança com a aposta em aparelhos sofisticados com telas curvas e novos recursos.

A empresa coreana quer produtos diferenciados, e lançou o Galaxy Note Edge, aparelho que possui tela curva, que passa a se diferenciar dos seus rivais de tela plana. Mas para se tornar viável comercialmente, a Samsung terá de fabricá-lo a custo competitivo, e contar que seus fornecedores desenvolvam novos aplicativos para esse novo formato.

A Samsung toma essa iniciativa, por estar experimentando seu pior lucro anual em 3 anos, pressionada por rivais chineses como Lenovo e Xiaomi, que produzem aparelhos com tela do tipo "touchscreen" com vários recursos, porém com preços mais em conta, característica típica de produtos "Made in China". Apenas a Apple tem se mantido em posição de destaque nesse mercado.

A tendência de se produzir aparelhos com telas cada vez maiores torna difícil a adoção de modelos padronizados, segundo Kim Nam-su, projetista sênior da Samsung e responsável pelo modelo Note Edge. Ele ainda acrescenta que uma mudança de plataforma traz novas implicações e que isso pode superar os desafios vividos pela Samsung.

O Note Edge, entretanto, não é o primeiro celular que utiliza tela curva, mas introduz uma nova característica que é sua borda curvada e projetada, que oferece atalhos para aplicativos e outros recursos. A LG oficialmente lançou o LG G Flex, em outubro de 2013, que chamou de "o primeiro celular realmente curvado no mundo", ignorando o Galaxy Round da própria Samsung, que havia  sido lançado dias antes. Esse aparelho, no entanto, não chegou a empolar o mercado, devido às suas fracas vendas.

Não há consenso se existe de fato alguma vantagem do uso da tela curva ao invés da tela plana. O pessoal da CES 2014 (Consumer Electronic Show) realizou testes com celulares de tela curva, e concluiu que são poucas as vantagens desse tipo de plataforma, além do aspecto estético, em favor deles.

As vendas do Galaxy Edge Note iniciaram na Coreia do Sul, com preço em torno de US$ 1.000,00, com lançamento previsto nos Estados Unidos para breve. Não há previsão, por enquanto, do lançamento no Brasil.

Por Russel Hernandes

Fotos: Divulgação


O Google reformulou seu aplicativo de calendário, o “Google Calendar”, para ser lançado no dia 3 de novembro, mesmo dia de lançamento dos dois novos modelos da linha Nexus: os novos celular Nexus 6 e tablet Nexus 9. Ambos os dispositivos serão vendidos já com a última versão do Android rodando, o Lollipop 5.0, porém o novo aplicativo é compatível com todas as versões anteriores do sistema operacional.

A versão antiga do aplicativo era basicamente para adicionar e listar lembretes. Era preciso correr pelas listas em ordem cronológica, fazer buscas exatas com a data, nome do evento, pessoas envolvidas ou endereço do evento. A nova versão inclui três novas melhorias essenciais: a primeira é a sugestão de eventos de acordo com o que você está digitando na busca, assim que você começa a escrever. A segunda é a nova visualização da agenda, que permite ver um mapa com a localização do evento (com opções de visualização de fotos, visão periférica e ilustrações do local). Funcionalidades que irão “trazer mais beleza ao seu dia”, de acordo com o Google.

A terceira melhoria na verdade é uma novidade intuitiva, que tenta adivinhar e sugere detalhes para adicionar a um evento, baseando-se na interação do usuário com o aparelho. Por exemplo, se você pratica corrida todo dia em algum parque com um determinado amigo, o Google Calendar vai sugerir o local, horário e contato para o evento a partir do momento que você escrever a palavra “correr”.

A essência do aplicativo é, claro, os eventos gravados nele, porém agora ele junta informações do e-mail para tentar adivinhar e sugerir o que você vai fazer (ou pelo menos adicionar em sua agenda). Por exemplo, caso você receba um e-mail de uma companhia aérea confirmando um voo, o app irá adicionar automaticamente em sua agenda a data, horário e companhia, bem como atualizá-la em caso de atrasos.

O aplicativo, por enquanto, não está disponível para iOS, mas de acordo com o Google, seus desenvolvedores estão “trabalhando nisso”. Enquanto isso, apenas os usuários do Android podem experimentar as novidades.

Por Felipe Foureaux Freitas

Google Calendar

Foto: Divulgação


Os aparelhos celulares têm ficado cada vez maiores. Apesar de sempre receberem críticas quando são lançados, como aconteceu com o iPhone 6 Plus e todos da linha Note da Samsung à medida que eram anunciados, com o passar do tempo os usuários acabam demonstrando interesse em poder acessar aplicativos, jogos e internet em telas maiores. Um dos motivos das críticas seria a dificuldade em falar ao celular sendo ele tão grande (e parecer ridículo usando o dispositivo), mas convenhamos, cada vez menos os smartphones são utilizados para se fazer ligações.

Um dos pensamentos mais recorrentes nos usuários que gostam de grandes telas é a falta de aproveitamento do espaço da, digamos, moldura do telefone. Quem nunca imaginou algo do tipo “Como seria bom se a tela fosse realmente do tamanho do celular”, imaginando a diferença que 1cm de moldura em torno da tela fariam se fizessem parte da mesma. Ignorando por um segundo que esse espaço “extra” ao redor da tela não tenha uma função importante (sim, tem: como segurar o telefone sem interferir no aplicativo aberto se a tela fosse totalmente touch?) e imaginar como seria. Mas espere, não precisamos mais imaginar.

A LG fabricou uma tela touch de 5,3 polegadas e resolução de 1080p com um total de 0,7 mm de moldura ao seu redor. Parece loucura, beirando aqueles protótipos, elaborados pelos mais fanáticos, que tendem a aparecer na internet como possíveis novas versões dos iPhones quando a Apple anuncia que divulgará novos modelos do aparelho, com uma lista sem fim de características e funcionalidades que parecem sair de um filme de ficção.

A melhor notícia fica mesmo no fato de que parece que a LG tem mesmo a intenção de fabricar o componente em massa ao invés de usá-lo apenas como um protótipo das proezas high-tech que vem elaborando em seus laboratórios. Porém, a notícia ruim fica por conta de que a fabricante anunciou que a novidade estará disponível apenas para o mercado Chinês num primeiro momento, o que para nós, no Brasil, significa que aparelhos com o componente provavelmente ainda serão lançados nos Estados Unidos antes de chegarem às prateleiras tupiniquins.

Por Felipe Foureaux Freitas

Nova tela da LG

Nova tela da LG

Fotos: Divulgação


O Google lançou o Inbox by Gmail, um aplicativo para o Chrome, Android e também o iOS que oferece ao usuário uma interface bem mais intuitiva, com um visual inovador para a caixa de entrada e funciona exclusivamente para o Gmail.

Quando o Google lançou o Gmail, há 10 anos atrás, foi realmente uma grande revolução e agora o Google quer novamente revolucionar e por isto está investindo pesado no Inbox by Gmail, onde a leitura das mensagens é feita de forma diferente do que estamos acostumados. Na web, o Inbox by Gmail funciona somente no browser Chrome, mas como aplicativo, pode ser baixado tanto para o sistema operacional Android como também no iPhone.

Apesar de estar chegando ao mercado agora e mesmo passando por fase de avaliação, o Inbox by Gmail funciona sem falhas, causando uma excelente impressão. É claro que o processo às vezes falha, por exemplo, todas as mensagens relacionadas a um assunto do trabalho vão sendo relacionadas em um grupo. Mas o usuário poderá criar seus próprios grupos e acrescentar a este grupo as mensagens que desejar, de forma manual.

O aplicativo permite que o usuário consiga organizar de forma prática os seus e-mails e também as tarefas para o seu dia a dia, mas o aplicativo por enquanto, está disponível apenas para quem receber o convite.

E há 2 formas de você receber o convite para o novo Inbox by Gmail: você pode enviar um e-mail para inbox@google.com solicitando que a empresa lhe envie este convite, mas como são muitos pedidos, dificilmente você será atendido. Ou você pode solicitar este convite para um amigo que já esteja usando o Inbox.

Assim que você receber o convite, seja do Google ou de seu amigo, você deverá efetuar o download do aplicativo. O download deverá ser feito em seu smartphone e o acesso se dá, utilizando a conta cadastrada.

O próximo passo é ativar o serviço e assim poderá acessar o Inbox também pela web, através do site inbox.google.com.

Por Russel

Inbox by Gmail

Foto: Divulgação


O novo sistema operacional do Google, o Android LolliPop é o principal assunto do momento. Um dos sistemas operacionais mais utilizados no mundo, em tablets e smartphones já começa a ser disponibilizado em alguns novos aparelhos e os usuários já estão podendo conferir as novidades que a empresa preparou.

E uma destas novidades é o Ambient Display, que na verdade é bem similar a um outro recurso já muito conhecido, o "Active Display".

O Active Display está presente em vários smartphones da Motorola e oferece a seguinte facilidade: quando o smartphone recebe uma notificação, a tela imediatamente é ativada, assim o usuário poderá conferir uma "prévia" e então optar se desbloqueia o aparelho para ler na íntegra ou se pode deixar para depois. Esse recurso vinha em alguns aparelhos da Motorola, mas agora estará disponível em quase todos os aparelhos que utilizarem o novo Android.

O Google mudou o nome do recurso para Ambient Display que realiza praticamente a mesma função, de ativar automaticamente a tela do aparelho sempre que uma nova notificação é recebida. Mas o Ambiente Display também será ativado automaticamente quando o aparelho é acionado, por exemplo, quando a pessoa retirar o smartphone do bolso.

Para muitos, este recurso a mais no aparelho poderia ser um problema, por aumentar o consumo de bateria, mas o Google já pensou nisso e os usuários podem ficar tranquilos, pois o novo Android LolliPop já vem equipado com o ProjectVolta, um sistema inteligente para ajudar na economia de bateria. Desta forma, os usuários dificilmente irão perceber algum gasto a mais no uso do Ambiente Display.

Este recurso não estará presente em todos os aparelhos, mas o Google não anunciou quais irão ter ou não o Ambiente Display.

Aos poucos, o Android LolliPop vai revelando suas novidades e pelo jeito, muitas ainda estão por vir. A questão é que nem todos os aparelhos que já estão disponíveis no mercado poderão ter o sistema operacional atualizado para o novo Android, ou seja, o usuário terá que se contentar com seu aparelho, ou comprar um novo só para experimentar o Android LolliPop.

Por Russel

Android LolliPop

Foto: Divulgação


O Google tem um novo lançamento na sua linha de tablets Nexus. A novidade maior não fica por conta da tela de 9 polegadas em si, mas pela fabricante do componente: a HTC. Vista como uma escolha incomum dada a ampla variedade de fornecedores de OEMs (sigla em inglês para fabricante de equipamentos originais) disponíveis.

A fábrica de componentes de Taiwan deixou o mercado de tablets há alguns anos atrás, mas reaparece com um Nexus de 9 polegadas que mais parece uma versão super dimensionada do Nexus 5, embora tenha o exterior bem diferente deste: aço escovado no lugar da carcaça emborrachada do 5.

O Nexus 9 tem um display de 8.9 polegadas, com 2048 x 1440 pixels de resolução (longe do iPad Mini em relação à densidade de pixels), visualização 4:3 (ao contrário do widescreen do Nexus 7), e tem apenas 8 milímetros de espessura – um fio de cabelo mais grosso que o iPad Mini. Reforçado com um chip Nvidia Tegra K1 (192 núcleos, quad-core, 2,3gHz,) e 2GB de RAM, vem em duas opções de armazenamento, 16 e 32GB. A câmera traseira conta com 8 megapixels de resolução, enquanto a câmera frontal tem 1.6.

A pré-venda nos Estados Unidos do Nexus 9 começou na última sexta-feira, 17 de outubro, e os produtos tem previsão de chegar às prateleiras daquele país no próximo dia 3 de novembro. Os preços vão variar de US$ 400 para o modelo de 16GB, US$ 480 o de 32GB e um modelo de 32GB compatível com a rede 4G por US$ 600.

O tablet já vem com a última versão do Android instalada de fábrica, a Lollipop. Com poucas mudanças visuais, o novo sistema operacional continua com a tela inicial nos mesmos moldes, mudando pouca coisa nos aplicativos, como o Chrome, por exemplo, que tem as abas separadas como se fossem apps próprios. O gerenciador de bateria agora conta com previsão de quanto tempo ainda resta de utilização, e é esperado que venha com o novo kernel 3.10, que promete uma boa economia da bateria.

Por Felipe Foureaux Freitas

Nexus 9

Nexus 9

Fotos: Divulgação


Uma das grandes vantagens de se ter um smartphone é justamente a quantidade de ferramentas e programas de todos os tipos que este aparelho pode abrigar. Dessa forma, é possível dispor de uma quantidade imensa de softwares em seu smartphone. Os games para smartphones, por exemplo, são extremamente procurados. É possível encontrar uma enorme quantidade de jogos que vão desde aos mais clássicos até os mais recentes.

E se você é fã do futebol, um dos esportes mais populares do mundo, saiba que a grande indicação de um jogo que não pode faltar em seu smartphone é o FIFA 15 Ultimate Team. O novo jogo da EA SPORTS vem acompanhado de muita emoção, os melhores jogadores do planeta, um grande número de clubes e muitos desafios para aqueles que curtem um bom jogo de futebol.

O FIFA 15 Ultimate Team vem recheado de novidades como, por exemplo, os gráficos que sofreram novas modificações visando deixar o game ainda mais real. Através desse jogo você poderá montar o seu time com seus craques preferidos, aprimorar suas habilidades com os treinamentos e vários outros tipos de mudança para chegar ao topo do futebol mundial. É importante destacar que os resultados nos jogos vão depender de dois fatores importantíssimos: sua capacidade de gerenciamento e a habilidade com a bola.

O game conta com nada menos que mais de 10 mil jogadores distribuídos em mais de 500 times devidamente licenciados. Além disso, FIFA 15 Ultimate Team dispõe de 30 ligas e entre elas: Premier League, La Liga, Bundesliga, Série A TIM dentre outras ligas.

O jogo é bastante indicado devido as suas qualidades gráficas, isso mesmo, o visual do jogo é de última geração. Além disso, ainda possui uma mecânica extremamente realista, comandos intuitivos que irão lhe ajudar a se adaptar rapidamente ao jogo. Outro detalhe muito importante é que o jogo foi totalmente traduzido.

FIFA 15 Ultimate Team pode ser baixado através do site oficial Baixaki de forma gratuita. O mesmo é compatível com Android 2.3.3 ou superior.

Por Bruno Henrique

FIFA 15 Ultimate Team

Foto: Divulgação


O Bolt é o mais novo aplicativo que o Instagram lançou. O aplicativo chega ao mercado para concorrer com o Snapchat, um dos programas para celular mais bem sucedido dos últimos tempos.

A nova ferramenta, lançada pelo Instagram, é um aplicativo de imagens temporárias, onde o usuário pode enviar fotos para seus contatos sem a preocupação da imagem ficar guardada no celular alheio. A imagem se autodestrói segundos após o envio.

O Snapchat é uma “febre” entre adolescentes, já que a maioria quer compartilhar imagens sem que elas fiquem associadas às suas contas em redes sociais, como Facebook e Instagram.

Especialistas chegaram a apontar isso como uma das principais razões pelas quais o Facebook vem perdendo adeptos entre o público mais jovem.

No ano passado, o próprio Facebook, tentou comprar o Snapchat, por U$$ 3 bilhões, mas não conseguiu. Sendo assim, no mês passado a rede social lançou um programa do gênero, o Sligshot.

Agora chegou a vez do Instagram (que foi comprado pelo Facebook, mas opera como uma empresa separada da rede social), lançar o seu aplicativo para tentar concorrer com a ascensão do Snapchat.

Uma porta-voz do Instagram, anunciou no site The Verge que o aplicativo está disponível apenas em três países: Nova Zelândia, Cingapura e África do Sul.

Mas já adiantou: “Chegaremos a outros países em breve, mas decidimos começar por estes para ter certeza que podemos expandir nossos mercados depois", disse a porta-voz da empresa.

Polêmica no lançamento:

Mesmo fazendo um lançamento discreto, o Instagram não conseguiu impedir que seu novo aplicativo se envolvesse em polêmica.

O nome escolhido para o aplicativo já é usado por outra empresa de tecnologia. Esta empresa tem um aplicativo, também chamado de o Bolt, que permite fazer ligações gratuitas por meio da conexão de dados do celular.

O presidente da empresa, Andrew Benton, fez um apelo ao concorrente Instagram: "Trabalhamos muito em nossa marca e tecnologia. Por favor, não destruam esse esforço", disse Benton.

Por enquanto o Instagram não se pronunciou sobre a proposta de Benton.

Por Ageu da Rocha

Novo app do Instagram

Foto: Divulgação


Na corrida pela preferência e pelo o numero de vendas, empresas de todos os segmentos travam uma verdadeira batalha. E nesse vale tudo, estratégias e planos são elaborados com o intuito de abocanhar cada vez mais a preferência e o bolso dos consumidores.

Porém, com a mudança dos ventos nos negócios, grandes companhias se atentaram para um fato bem relevante atualmente, o de que o consumidor está atento ao que compra e o que vale na verdade é a qualidade do que se é apresentado.

Desta forma, muitas empresas fazem parcerias unindo elementos de ambas e provam do sabor do sucesso.

A união da Samsung com a concorrente da Amazon:

A gigante Samsung anunciou recentemente o seu mais novo tablet, o Galaxy Tab 4 Nook em parceria com a principal concorrente da Amazon, a Barnes & Noble. O dispositivo é uma união das linhas Galaxy Tab com a Nook, livraria digital. Vale lembrar que esse é o primeiro acordo do tipo feito pela Samsung.

O aparelho tem previsão para chegar às prateleiras em agosto, mas a informação é de que inicialmente virá primeiro aos Estados Unidos. O Galaxy Tab 4 Nook é similar ao Galaxy Tab 4 7.0, porém a diferença é que o lançamento terá um software customizado do Nook que facilitará o acesso às bibliotecas digitais da Barnes & Noble.

A parceria entre as duas empresas proporcionou, segundo o CEO da Barnes & Noble, Michael P. Huseby, um encontro onde ambos possam criar aparelhos customizados com experiência nas particularidades de cada um.

Com isso, ganha as fabricantes, pois agrega consumidores de outras marcas e ganha também o consumidor, que fica com a vantagem de ter em um único produto funções com mais facilidade de serem acessadas.

Ainda não foi informado o valor para comercialização, porém estima se que não seja tão diferente do Galaxy Tab 4 7.0.

Quem disse que concorrente não pode se aliar para alavancar as vendas de seus produtos? Essa parceria fica de exemplo para outras fabricantes identificarem oportunidades e atender uma demanda em ascensão no mercado de tecnologia; consumidores exigentes, que buscam qualidade, acessibilidade e bom preço tudo junto.

Por Juliana Alves de Souza

Samsung Galaxy Tab 4 Nook

Foto: Divulgação


Na corrida pela a preferência, fabricantes de aparelhos eletrônicos buscam sempre se reinventar no mercado, cada vez mais competitivo. E a Amazon, conhecida inicialmente por ser uma loja virtual de variados, entra agora de cabeça no universo da tecnologia e lança seu primeiro smartphone.

Lançado neste mês, o Fire Phone, top de linha da marca chegou com tudo e promete dar trabalho aos concorrentes.

A princípio ele pode ser visto como mais um da categoria, pois possui componentes e funcionalidades simples, como tela HD IPS de 4,7 polegadas, processador quad-core 2,2 GHz, 2GB de RAM e um diferencial em sua capacidade de produzir perspectiva 3D.

E as novidades não param por aí.

O Fire Phone chama a atenção por contar com múltiplas câmeras frontais, que são capazes de criar imagens 3D, com uma função chamada “perspectiva dinâmica”, além de câmera traseira de 13 megapixels. Outro fator que pode fazer a diferença, já que detalhes são sempre relevantes, é que o display do smartphone muda de cor conforme sua posição e movimentação.

Outra vantagem deste recurso é a possibilidade de ler jornais online e livros, sendo necessário apenas inclinar o telefone para o lado.

O sistema operacional do aparelho é um Fire OS 3.5 baseado no Android, com diversas funções exclusivas da Amazon, que presenteou o consumidor com acesso ilimitado na nuvem para guardar fotos, e também, por meio da ferramenta FireFly, a capacidade de armazenar filmes e dados localizados na internet.

O Fire Phone foi anunciado em Seatlle, e de acordo com os responsáveis pelo o seu lançamento, ele deverá chegar primeiramente ao mercado americano no mês que vem, por um valor sugerido em US$ 199. Não há ainda informações sobre quando chegará em terras brasileiras, mas vale a pena aguardar.

Tecnologia 3D cada vez mais comum:

A tecnologia 3D está cada vez mais presente nos novos produtos eletrônicos, e pelo andar das coisas, futuramente será mais comum do que imaginávamos. E não são apenas as produções cinematográficas que apostam nisso. Muitas empresas de segmentos diversos já utilizam os serviços em 3D que os auxiliam na construção de maquetes, protótipos, projetos dentre outros objetos que já são possíveis serem fabricados apenas com uma máquina, dispensando a mão de obra. 

Por Juliana Alves de Souza

Amazon Fire Phone

Foto: Divulgação


A modernidade sempre esteve associada à compactação da tecnologia, ou seja, quanto menor e com uma tecnologia avançada melhor, essa é a lógica que por muitos anos perdurou no mundo tecnológico e agora volta com tudo.

A Samsung fez o lançamento de uma nova família de tablets, a linha Galaxy Tab S, em Nova York neste mês de junho. No momento a novidade se encontra acessível somente aos americanos e conta com modelos de 8.4 polegadas e 10.5 polegadas em cores variadas em branco e bronze titânio. A ideia da fabricante é lançar versões adicionais ainda este ano com a nova tecnologia 4G se propondo em bater de frente como concorrência direta ao iPad.

A nova linha conta com espessura de 6,6 mm contra 7,5 mm do iPad Air. Outras características bastante empolgantes da nova linha da Samsung é a câmera traseira de 8 MP e a frontal de 2.1 MP, processador octa-core, 3 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento podendo alcançar 128 GB por cartões micro SD. O sistema operacional usado na linha é o Android Kitkat 4.4.

Os entusiastas tecnológicos do Brasil já estão com medo de que os valores de lançamento no país sejam exorbitantes, nos EUA a versão de 8.4 polegadas custa a partir de US$ 399, e a de 10.5, a partir de US$ 499, um preço bastante acessível para todas as classes americanas.

Em geral, os diferenciais básicos que a Samsung coloca para comparação ao iPad é mesmo o tamanho. A empresa aponta a facilidade de manuseio e de locomoção, aliados a uma tecnologia de ponta que não deixa a desejar se comparado à tecnologia do iPad. Destaca-se o peso do aparelho que é bastante leve, pois a versão de 8.4 polegadas pesa somente 283 g e a versão de 10.5 polegadas pesa somente 312 g. Agora é esperar pelo lançamento no Brasil e torcer para que os valores não sejam abusivos.

Por Paulo Victor Bragança

Samsung Galaxy Tab S

Foto: Divulgação


Desenvolvido pela Microsoft, em 2010, o Windows Phone é uma versão móvel do Windows e conta com uma das linhas de maior sucesso atualmente, o Lumia. Pertencente a Nokia, empresa que também foi comprada pela Microsoft, o Lumia conta agora com seu primeiro modelo com entrada para dois chips.

O top de linha Lumia 630 chegou ao mercado prometendo estremecer a corrida de vendas contra os concorrentes. Um dos seus componentes de maior potencial é a inclusão de TV Digital no aparelho, fator que o coloca em disputa com o Moto E, da Motorola.

Outro ponto importante a ser destacado é que o 630 é o primeiro da linha a receber o Windows Phone 8.1. O sistema operacional promete trazer melhorias utilizando tecnologia Word Flow, que auxilia em uma central de notificações aprimorada e em uma digitação bem mais rápida. 

O Lumia 630 e sua capacidade de memória:

O celular conta ainda com processador quad-core Snapdragon de 1,2 GHz, tela de 4,5 polegadas com resolução de 854×480 e câmera de 5 megapixels.

A capacidade de memória interna é de 8GB, que pode ser expandida em até 128 GB por meio de cartão SD.

O consumidor que gosta de armazenar grande quantidade de arquivos, dentre eles: fotos, músicas e outros dados, no Lumia 630 está incluso 7 GB para uso gratuito no One Drive.

O dispositivo apresenta ainda uma lista de aplicativos nativos que incluem serviços de mapas gratuitos, o Office e a navegação guiada por voz offline como HERE Maps e Drive.

Segundo especialistas, o Lumia só deve um pouco em relação ao Android e ao iOS, porém ressaltam que ainda há tempo para se estabilizarem, já que estes citados têm tempo de mercado considerável e sistema consolidado, mas nada que abale o Lumia.

Inclusive, a linha é apontada como uma das que mais cresce e oferece chances de bater de frente com as gigantes do segmento.

Para quem gosta de um celular simples, mas com boas opções de navegação, este é um produto que atende a demanda. O Lumia 630 está disponível para vendas em um valor sugerido de R$ 699,00

Por Juliana Alves de Souza

Nokia Lumia 630

Foto: Divulgação


O mercado de smarthphones no Brasil e no mundo, à semelhança dos anos anteriores, continua aquecido. A cada ano as empresas do setor travam uma verdadeira batalha para assumir a liderança em inovação, com lançamentos cada vez mais ousados e recursos cada vez mais úteis e interessantes aos consumidores. E uma das gigantes da tecnologia já mostrou suas cartas este ano. A japonesa Sony lançou a nova versão da linha de smartphones Xperia: o Z2.

Entre as principais novidades do aparelho em relação ao seu antecessor, o Xperia  Z1, está a poderosa câmera de 20,7 megapixels (algumas imagens de fotos tiradas pelo smarthphone podem ser encontradas no site da revista  “Info através do link: info.abril.com.br/reviews; ou também no próprio site da empresa: www.sonymobile.com/br).

Além dessa grande novidade para os entusiastas da fotografia, o equipamento é capaz de filmar em 4K, resolução quatro vezes maior que a FullHD, da mesma maneira que os seus concorrentes diretos, o Galaxy S5 e o Galaxy Note 3, da Samsung. Para ter uma noção melhor da eficiência desse recurso, é recomendável testá-lo em uma TV que tenha suporte à resolução 4K.

O design é um dos elementos que pouco receberam modificações em relação ao Z1. Continua em formato retangular e feito em alumínio externo para proporcionar maior resistência a impactos casuais. Porém, a tela do Xperia aumentou de 5,0 polegadas para 5,2 polegadas, o que o deixa como um intermediário entre smarthphone e tablet – o “phabet”. Quem possui mãos pequenas talvez sinta um pouco de dificuldade em manusear e segurar o aparelho.

No quesito configurações e sistema, o equipamento está à altura de seus rivais. A versão 4.4 KitKat do Android está presente, além do processador gráfico Adreno 330 para os “gamers” de plantão. Um elemento pouco comum aos smarthphones premiun faz parte do Xperia Z: a TV digital. Embora funcione bem, ainda não é possível assistir às programações na resolução máxima devido ao padrão chamado “-1 seg”. Mas esta limitação é compensada com outras funções bem interessantes como  o painel IPS, que permite um aumento no ângulo de visão do espectador.

O preço do Xperia Z2 no Brasil não é baixo. Ele sai por R$ 2.499,00 e, embora eficiente, ainda não está no nível de seus concorrentes. É uma opção viável para quem se interessa por monitoramento de sua rotina, pois junto ao smarthphone está presente uma pulseira que pode medir o nível de sono, batimentos cardíacos e outras atividades – conhecida como fitness SmartBand. Mas até mesmo esse recurso perde para a vasta gama de sensores dos aparelhos da Samsung, por exemplo.

Por Matheus Martins

Sony Xperia Z2

Foto: Divulgação


Os dispositivos ”vestíveis”, como ficaram conhecidos, sem dúvidas tomaram conta dos projetos das grandes fabricantes no setor de tecnologia.

Dentre as companhias que mais têm investido nesse meio, a Samsung obteve um destaque considerável com o Galaxy Gear, um relógio inteligente que não apenas trabalha em conjunto com smartphones da companhia, mas também possui um design bonito e combina bastante com o estilo fitness.

Sem dúvida as vantagens oferecidas por esse tipo de aparelho são enormes. Com o Gear, atualmente é possível receber as notificações do aparelho no relógio, atender a chamadas, medir frequências cardíacas, tirar fotos e muito mais. Apesar de ser um gadget bastante útil e de agregar um certo estilo ao usuário, o Galaxy Gear ainda sofre certa rejeição do público devido ao fato de funcionar apenas quando pareado ao aparelho celular. Dessa forma, ele funciona mais como um acessório da linha Galaxy e não como um relógio inteligente capaz ser autossuficiente.

A Samsung sabe dessa fraqueza e pretende mudar completamente a visão de smartwatches do mercado. Segundo o Wall Street Journal, a companhia sul-coreana já está testando um relógio capaz de receber diretamente o sinal de telefonia. Dessa forma, os gadgets não ficariam mais presos ao smartphone e sua utilização poderia ser bastante próxima daquela que vemos em filmes de ficção e espionagem.

Embora o Google tenha um sistema operacional Android exclusivo para relógios, a Samsung preferiu utilizar o Tizen, um sistema próprio da companhia. Ainda de acordo com o jornal, o lançamento deve ocorrer entre junho e julho deste ano.

A Samsung realmente não quer perder o mercado dos dispositivos vestíveis, já que é uma das poucas companhias que de fato possuem um aparelho que foi capaz de conquistar o consumidor. Sua principal concorrente, a Apple, ainda trabalha no seu próprio modelo de relógio mas ainda não se pronunciou oficialmente sobre o lançamento. 

Por Ebenezer Carvalho

Samsung Galaxy Gear

Foto: Divulgação


Hodiernamente, é muito comum encontrarmos pessoas que não se adaptam a um mundo sem tecnologia. Isso se dá devido ao aumento nos últimos anos e avanço dos aparelhos tecnológicos. Desta forma, vamos abordar neste artigo algumas novidades do novo HTC One M8.

O aparelho inovou nas cores e oferecerá mais três nas próximas versões, quais sejam: vermelho, o qual tem aparecido em alguns lugares; novo flagship da fabricante taiwanesa HTC que virá nos tons azul e rosa. Até agora podemos totalizar seis cores disponíveis ao cliente. Além disso, as próximas versões virão ainda mais baratas e com preços super atrativos para o consumidor.

O tom azul do HTC One é muito bonito, porém não é tão incomum devido ao novo gadget da mesma marca e com nomes parecidos, pouco comuns nos smartphones. Todavia, a principal característica ficará com o celular na cor rosa, uma vez que não é tão comum entre smartphones, excluindo o Huawi Ascend P6, o qual veio para o Brasil em tom rosa claro.

Com isso, a HTC não passou mais informações e nem revelou em quais mercados as novas cores serão enviadas. Ressalte-se que, o vermelho é uma cor exclusiva da operadora americana Verizon.

No Brasil, provavelmente não haverá os smartphones, haja vista ter deixado de vendê-los há um tempo. Caso se interesse pelo aparelho, o melhor a se fazer é importar o produto e arcar com os custos da falta de garantia, pois não há possibilidade de a HTC trazê-los ao País.

Entretanto, é importante salientar que o aparelho é um excelente produto e aqueles que adquirirem certamente não irão se arrepender, pois tem vários aplicativos e alta durabilidade.

É comum nos dias de hoje encontrarmos pessoas que possuem mais de um aparelho com chips de diversas operadoras. Isso proporciona a vantagem de ter algumas promoções no próprio celular, além de poder se conectar com os amigos em diversos lugares do mundo sem falhas no sistema.

Por Luciana Viturino

Foto: divulgação


Surgido no mercado como o smartphone top de linha da marca chinesa Huawei, o Ascend P6 tem processador da mesma marca, que mesmo não sendo tão poderoso quanto a maioria, executa com qualidade o sistema operacional Android Jelly Bean 4.2.2.

Hardware:
O Huawei Ascend P6 vem equipado com uma boa configuração. O processador feito pela própria marca é um K3V2, o qual possui 4 núcleos Cortex A9, com clock de 1,5GHz. Tem 2GB de memoria RAM e 8GB de HD. Um ponto negativo disso é que apenas 4,32GB do total de 8GB, é o espaço livre para o uso. Contudo, ele vem com suporte a cartão de memória, que pode render ao aparelho uma memória extra de até 32GB.

O processador não é tão forte quanto o A7 do iPhone 5S ou mesmo o Snapdragon 800, que é o processador mais usado na maioria do smartphones top de linha com sistema operacional Android. Contudo, se for analisado o seu antecessor, o Huawei Ascend G510, a evolução é enorme.

Design:
Conhecido como um dos smartphones mais finos do mundo, apresenta a espessura de 6,18mm. O Huawei Ascend P6 ganha esse ponto em exclusividade, além de não chamar a atenção de ninguém quando se está com ele no bolso, sem contar o fácil manuseio do aparelho, utilizando apenas uma das mãos.
O design do produto é muito semelhando aos iPhones 5S e 5, tendo o mesmo formato retangular do queridinho da Apple, com a diferença da capa traseira, que possui o formato arredondado. Os botões físicos ficam do lado direito do aparelho, sendo eles o botão de captura da câmera e o de volume. Além dessas diferenças, o Ascend P6 disponibiliza saídas para cartões de memória.
Um dos pontos negativos deste modelo é a saída de som apresentada pelo smartphone, que se localiza na parte traseira do aparelho. Este fator dificulta a visualização de vídeos ou reprodução de músicas enquanto o telefone está sendo segurado.

Bateria:
O Ascend P6 tem a bateria com capacidade de 200 mAh. No teste de reprodução de vídeo, o P6 passou 5h54 com carga, enquanto o Wi-Fi e o Bluetooth estavam ligados. Já no teste de ligação, teve a autonomia próxima a 11h.

Por Fábio G. Santos

Huawei Ascend P6

Foto: Divulgação


Há alguns anos a LG era um concorrente pequeno no mercado de celulares, mas com o lançamento do ano passado, o LG G2, a empresa mostrou que poderia competir com os grandes do mercado da tecnologia em smartphones. Motivado com o sucesso do lançamento, a marca já falava sobre o LG G3, um aparelho ainda mais emocionante, capaz de competir com a multidão de aparelhos Android, como o Samsung Galaxy S5.

Enquanto os outros fabricantes de smartphones tendem a não revelar as datas de lançamento de seu produto, a LG é toda orgulho ao falar do seu novo produto e já vem o fazendo desde o 30 de abril. Foi nesta data que a marca iniciou o envio dos convites oficiais para o evento de lançamento que tinha data marcada para o dia 27 de maio de 2014.

Simultaneamente serão realizados outros eventos tecnológicos em Londres, Nova York e San Francisco, com os eventos de acompanhamento em Seul, Cingapura e Instabul, no dia 28 de maio.

As  principais especificações divulgadas para o smartphone é que  mesmo virá com Qualcomm Snapdragon 801 CPU, com pelo menos 2GB de RAM, 16GB de armazenamento integrado, câmera de 13 megapixels com estabilização óptica de imagem (OIS).

A característica principal é a tela QHD com uma resolução de 2.460×1. Esta resolução será valorizada por uma tela de 5,5 polegadas, com uma impressionante densidade de pixels de 538PPI. Também é provável que o aparelho venha com um sensor de impressão digital, como o iPhone 5S e Samsung Galaxy S5.

Algumas especulações sobre o software apontam que o telefone será lançado com PayPal, McAfee Mobile e outras aplicações relacionadas à segurança. É sabido que o Galaxy S5 também possui PayPal, com impressão digital-pronta.

Não há dúvida de que este é um telefone para surpreender e parece corresponder as expectativas em torno de seu desenvolvimento. Na internet já foram vistos vídeos que mostravam  um corpo em metal o que dar ar mais sofisticado ao aparelho.

Por Jaime Pargan

LG G3

Foto: Divulgação


Depois de ser vendida para a Lenovo, a CCE buscou ampliar sua linha de produtos e é atualmente a maior fabricante de eletrônicos de origem brasileira. Os mais recentes lançamentos da empresa, na linha de dispositivos móveis, são o smartphone Motion Plus SC452TV e o tablet Motion Tab TR72 TV, com uma proposta voltada para a Copa do Mundo. Os dois aparelhos possuem TV digital, ideal para quem gosta de TV e quer estar sempre ligado aos seus programas favoritos. Da tela dos dispositivos é possível assistir programas, séries, filmes e em breve, os eventos esportivos do mundial de futebol. Uma boa opção para quem vai estar longe da TV durante a transmissão dos jogos e não quer perder as partidas mais importantes.

Primeiro o SC452TV, um smartphone com tela de 4,5 polegadas, com processador Dual Core 1,2 GHz, 512MB de RAM. O aparelho vem equipado com Android 4.2, apresentando uma memória interna de 4GB. O lançamento possui capacidade para dois chips, além de conexão Wi-Fi, Bluetooth, rádio FM e ainda vem com um cartão microSD de 4GB.

A câmera traseira é de 5MP e a frontal de 1 MP para videochamadas. Disponível na cor preta, o smartphone possui um acabamento soft-touch, que permite uma aderência maior ao segurá-lo. O preço do lançamento é de R$ 509 (sugerido pelo fabricante).

O tablet Motion.Tab TR72 TV foi desenvolvido pensando nos momento de lazer do usuário, principalmente pela função TV, em que o usuário pode assistir os programas com a tela de alta resolução de 7 polegadas. Também equipado com Android 4.2 Jelly Bean, o modelo possui um processador A20 Dual Core de 1.2 GHz, além de 1GB de RAM, 8GB de memória interna. O aparelho conta com uma câmera traseira de 2MP e uma frontal VGA. A conectividade fica por conta do Wi-Fi. O preço do modelo é de R$ 409 (sugerido pelo fabricante).

Quem quiser saber mais informações a respeito desses e de outros lançamentos, basta acessar o site da empresa, que oferece sempre novidades www.cce.com.br.

Por Robson Quirino de Moraes

CCE Motion Plus SC452TV

Foto: Divulgação


Que tal um celular descolado e com uma tela de 6 polegadas? O Nokia Lumia 1320 tem um design fashion, impactante, moderno e alia as melhores funcionalidades e tecnologias do mercado para você aproveitar. A tela grande e espaçosa – 6 polegadas – é ideal para quem gosta de jogar games com mais emoção, visualizar e-mails, arquivos pessoais, tirar fotos, entre outras atividades que é fácil fazer com o Lumia 1320, da Nokia.

Além disso, a tela do Lumia 1320 é compatível com conexão 4G LTE e ainda conta com acabamento brilhante. Outro detalhe deste aparelho é o design que se sobressai e ganha destaque. Aproveite para trocar as capas traseiras e deixar o telefone com seu estilo. Há várias capinhas coloridas, para você criar um visual descolado e cheio de vida. Os tons variam entre amarelo, branco, entre outros.

Devido à tela ampla do aparelho, você vai conseguir ter uma perspectiva maior nos seus jogos favoritos, visualizar filmes ou clipes, curtir seus aplicativos, entre outras funções que quiser. Por meio do Nokia Lumia 1320 vai ser fácil tirar excelentes fotos e criar efeitos incríveis e originais. Ficou curioso? Você pode usar o modo inteligente para fazer uma sequência de movimento, colocar efeitos divertidos ou até mesmo fazer efeitos de desfoque com movimentos, por exemplo. Ou se preferir faça efeitos nas suas fotos, editando-as. Assim,  é fácil criar essas modificações por meio do Estúdio Criativo e Cinemagrafia.

O Nokia Lumia 1320 armazena seus arquivos pessoais e você pode acessá-los quando quiser, por meio do OneDrive, em que você pode por seus vídeos, anotações, e o que quiser. Além disso, você pode sincronizar os arquivos e tê-los quando quiser. Desta forma, você não perde documentos pessoais importantes.

Curta o Nokia Lumia 1320 que tem câmera de 5MP, flash em LED e foco automático com tecla de captura em dois estágios. Assim, este aparelho é ideal para quem quer um celular criativo e diferente. 

Por Babi

Nokia Lumia 1320

Foto: Divulgação


 “Designed for Humans” (Projetado para Seres Humanos). Com tal slogan, a Samsung faz sucesso no mercado mundial ao comercializar o Galaxy S III. Aparelho celular inteligente com recursos para aumentar o nível de organização das atividades diárias.

Existem recursos que auxiliam como lembretes, já outros trabalham para melhorar a qualidade das atividades no cotidiano, caso da ferramenta para selecionar a melhor foto, por exemplo. Tecnologia de ponta faz com que o momento inesquecível seja registrado com qualidade de primeiro mundo.

Sistema de foto trabalha para diagnosticar melhores ângulos a retirar uma sequência de imagens e assim não perder nenhum sorriso das pessoas especiais que pousaram ao retrato. A tecnologia ajuda para que ninguém fique com os olhos fechados no momento do clique.

Usuários não precisam disparar de forma constante o dedo para tirar diversos retratos da imagem. Há um recurso no qual basta fazer um clique para obter uma série de oito fotos contínuas. Na sequência, o sistema faz a seleção de imagens.

Deletou uma imagem e se arrependeu da escolha? Não tem problema. Existe a recuperação de arquivos que permite recuperar também as fotos que foram recém-apagadas do Galaxy S III da Samsung.

A diversão continua ao compartilhar arquivos com agilidade, ou seja, basta colocar dois aparelhos Galaxy S III próximos para conseguir enviar ou receber qualquer tipo de arquivo. A bateria dura por maior tempo ao ligar e desligar a tela conforme usuários olham ou não para o monitor.

No Galaxy S III tem o prestigiado sistema Android 4.0, conhecido por ser um dos melhores do mundo quando o assunto é smartphone. A qualidade de cores também tem destaque positivo por causa dos 16 M. Tal aparelho não acarreta tamanho além de cinco polegadas, o que se equivale a dizer que cabe sem problemas em bolsos grandes.

Para conhecer mais sobre o Galaxy III acesse a página da Samsung (clique aqui).

Por Renato Duarte Plantier

Galaxy S III

Foto: Divulgação


O Samsung Galaxy S4 4G é um aparelho diferente, criativo e que está sempre te acompanhando. O design dele é elegante, sofisticado e pode ser encontrado nas cores branco e preto. Ele conta com as tecnologias de ponta do mercado como, por exemplo, permitir que você o controle sem tocá-lo. Já pensou em comandar o seu celular, sem tocar nele? Com o Galaxy S4 4 G é fácil fazer isso.

Por meio da tela de 5 Full HD Super AMOLED você vai ter uma experiência incrível em navegação na internet, visualizar seus e-mails pessoais e profissionais, jogar seus games favoritos, acessar as redes sociais para não perder nenhuma novidade dos seus amigos, ou seja, fazer tudo o que você gosta em uma tela ampla e cheia de cores vivas e nítidas.

Que tal aproveitar a câmera de 13 MP do seu aparelho? Ela é inovadora e divertida e, além disso, tem novas funcionalidades, tais como a Dual Shot e o Modo de Ação. Outro detalhe bem legal é a presença do Group Play que permite o compartilhamento de músicas entre os mais diversos S4.

Já pensou em tirar fotos usando a câmera frontal e a de trás ao mesmo tempo? Parece uma boa e divertida ideia, não é? Este celular da Samsung conta com a função dual shot em que você pode aproveitar as duas câmeras de forma simultânea. Assim, as suas fotografias vão ficar muito mais criativas e diferentes. Depois é só publicar nas redes sociais e compartilhar com os seus amigos.

Que tal colocar música nas suas fotos? O Samsung Galaxy S4 4G tem o modo de disparo “fotos com som” que ao clicar no botão da câmera você vai poder gravar um trecho de áudio juntamente com a sua foto.

Para acessar os aplicativos e os jogos favoritos, o sistema operacional é o Android e para conversar com os seus amigos use chat on, que além de bater papo é possível traduzir a conversa.   

Por Babi

Samsung Galaxy S4 4G

Foto: Divulgação


“Intenso como a vida”. Com esse slogan a Samsung apresenta o Omnia M, celular Premium que conta com design diferenciado e características de hardware que permite o trabalho por longas horas sem se preocupar com problemas em consequência da velocidade.        

Tal aparelho traz sistema Windows Phone 7.5 e tela com brilho intenso que realça os traços presentes nas informações do monitor com quatro polegadas. Opiniões de usuários do aparelho, presentes em fóruns de notícia especialistas em smartphone, dizem que o Samsung Omnia M está integrado às redes sociais por conta do People Hub, aplicativo exclusivo da marca japonesa.

O aparelho conta como ponto principal com a qualidade presente nos traços do monitor com tecnologia que oferece visibilidade máxima para navegar na internet. Qualidade alta presente no layout. É possível trabalhar com diferentes tipos de aplicativos sem se preocupar com travamentos. Usuários também assistem vídeos de forma qualitativa, conforme a velocidade da internet.

Não se pode ignorar o fato da empresa fazer propaganda na qual vinte por cento da energia do aparelho pode ser economizada em consequência da tecnologia que foi inventada por engenheiros que trabalham de forma ativa para a Samsung.

Entre os diferentes recursos vale destacar os aplicativos que servem para aumentar o nível de agitação na vida, ao mobilizar com facilidade os familiares e amigos. No Chat On, outro aplicativo exclusivo da Samsung, usuários podem não apenas compartilhar e criar como também armazenar conteúdos das pessoas mais amadas e importantes da vida.

Usuários de smartphone nos dias de hoje se encontram exigentes e desejam ter qualidade inclusive em termos de estética. Para atender ao público diferenciado foi aplicado no Samsung Omnia M design sofisticado e fino. Tal aparelho proporciona manuseio agradável e simples.

Clique no link, acesse o site da marca japonesa e conheça mais informações do Samsung Omnia M.

Por Renato Duarte Plantier

Samsung Omnia M

Foto: Divulgação


Uma empresa especializada em estudos e pesquisas sobre sistemas operacionais, principalmente com programas para aparelhos móveis, divulgou uma pesquisa com o iOS 7 e o Android KitKat no quesito de adoção desses sistemas operacionais pelos usuários e, o resultado foi uma distorção entre um e outro. O iOS 7 teve adesão de quase todos os usuários Apple, enquanto o Android KitKat está bem abaixo do esperado na utilização de seu gadget.

As plataformas analisadas demonstraram que a taxa de adoção e utilização do iOS 7 está entre 88% e 90%, que é um número que a marca Apple trabalha para atingir quando lança uma atualização de seu sistema. Já o Android KitKat está surpreendendo, só que de forma negativa. O KitKat, que tem versão 4.4 ou superior não consegue passar dos 8% de adoção, um número bem inferior ao trabalhado pelas marcas que utilizam o sistema.

A pesquisa divulgada ajuda os desenvolvedores das marcas a projetar novos aplicativos para seus sistemas e desempenhar novas atualizações para agradarem seus clientes. Os usuários da Apple demonstram ser mais determinados e fiéis, sempre experimentando novas ideias que a marca oferece. E vale lembrar que, quando os números são iguais aos alcançados pelo KitKat, é um grande desanimador para seus criadores, já que desenvolver um aplicativo para um sistema atualizado é totalmente diferente que criar um para a versão anterior, ou seja, é como se todo o trabalho do sistema lançado fosse por água abaixo e, criar um novo para agradar os usuários, são meses de testes e desenvolvimento, fora os gastos que muitas vezes são altos.

Contudo uma parcela dessa baixa de adoção do sistema Android também vem de desabilidade da própria marca. Isso porque muitos usuários querem fazer as atualizações, contudo, nem sempre o novo sistema está disponível para o dispositivo de todos os consumidores. O Android é uma plataforma que varia de modelo para modelo, o que dificulta a todos os usuários terem acesso as atualizações. Às vezes eles conseguem ter possibilidades para isso, mas bem depois de vários outros usuários que também usam Android.

O iOS 7.1 foi lançado no dia 10 de março, há pouco mais de duas semanas, e já está agradando a maioria de seus usuários Apple. Enquanto o Android KitKat tenta nadar contra essa infeliz surpresa.

Android KitKat

Foto: Divulgação

 


O local encarregado de receber pedidos de patentes dos Estados Unidos recebeu hoje uma solicitação de registro da Apple. O produto da vez a ser patenteado é um "sensor de perigo". O mesmo pode salvar a vida do usuário, detectando de forma muito precisa quando ele está correndo riscos.

O nome do aplicativo é "Sensor para emergência móvel com detecção à prova de falhas". O aparelho poderá ficar 24 horas por dia alerta a situações de emergência. Esse sistema usará sensores que vão medir os níveis de adrenalina do usuário. Se o nível subir excessivamente caracterizando um possível ataque ao proprietário do celular, o sistema realizará uma chamada automática para o serviço de emergência ou ainda poderá enviar uma mensagem.

O primeiro passo do sistema é gerar uma lista de números de emergência a partir da agenda do usuário, se ele não tiver nenhum número de emergência, o aplicativo acessará uma lista (previamente preenchida pelo usuário) com os seus números de emergência. Nesta lista poderão ainda conter números de parentes, amigos e familiares, além dos serviços oficiais, como Bombeiros, Polícia, Pronto-Socorro, entre outros.

O aplicativo também pode usar a sua funcionalidade GPS para atualizar constantemente o banco de dados. Caso o proprietário saia do país, o telefone irá ligar para o serviço local de emergência, facilitando tudo e tornando o serviço mais preciso.

Caso o proprietário não possa se mover ou se comunicar, o telefone usará o acelerômetro para detectar situações de risco. Ao sentir algum movimento brusco, o aparelho ativará o microfone e monitorará o que está acontecendo através da intensidade do som recebido. As chamadas de emergência serão realizadas após alguns minutos a partir do primeiro alerta. Isso evitaria muitas chamadas desnecessárias para o serviço de ajuda ao cidadão.

Após estabelecido o contato com o socorrista, o aparelho utilizará o viva-voz e o proprietário poderá receber ajuda por telefone até que a equipe de socorro chegue ao local. Não se sabe a partir de qual aparelho Apple o serviço estará disponível, mas seria uma função muitíssimo útil que poderia salvar vidas.

Por Jaime Pargan


Foi anunciada na última terça-feira, dia 11, a chegada dos phablets da Nokia ao mercado brasileiro. Os aparelhos Lumia 1320 e Lumia 1520 começam a ser vendidos nas lojas físicas e online da marca, além das principais redes varejistas.

O Lumia 1320 custará R$ 1,4 mil, enquanto o seu irmão Lumia 1520 será vendido a R$ 2,6 mil, um aumento em relação ao valor anunciado inicialmente em fevereiro, quando o Lumia 1520 havia sido anunciado pelo valor de R$ 2,4 mil. Ambos os aparelhos vêm com Windows Phone 8 atualizado para o Lumia Black e têm conexão 4G.

O Lumia 1520 tem processador quad-core Qualcomm Snapdragon 800 de 2.2 GHz, possui 2 GB de RAM e tem 32 GB de memória interna, que pode ser expandida a 64 GB com cartão microSD. O usuário ainda leva 7 GB no SkyDrive. A tela é Full HD feita de Gorilla Glass 2 e a câmera principal tem 20 megapixels com tecnologia PureView. Já a câmera secundária tem resolução de 1.2 megapixels e grava em HD. Sua bateria é de 3.400 mAh e o aparelho se conecta via LTE, NFC, USB e Bluetooth 4.0.

O Lumia 1320 já é mais modesto, possuindo processador dual-core Snapdragon 400 de 1.7 GHz, 1 GB de RAM e apenas 8 GB de memória interna, mas também pode ser expandida a 64 GB com cartão microSD. Este aparelho também leva 7 GB no SkyDrive. A tela, feita de Gorilla Glass 3, é HD e sua câmera principal tem 5 megapixels. Já a câmera frontal é VGA. Sua bateria também é de 3.400 mAh e as conexões incluem os mesmos LTE, USB e Bluetooth 4.0.

Resta agora segurarmos nossa ansiedade para ver mais essa novidade no mercado.

Por Jaime Pargan


A Nokia espera vender ao menos 16 milhões de unidades do Nokia X em 2014, segundo informações da empresa Strategy Analytics divulgadas nesta semana. O número representa cerca de 4 milhões de unidades por trimestre, o que significa um volume correspondente a 50% das vendas de modelos com Windows Phone.

De acordo com Scott Bicheno, analista da Strategy Analytics, ainda é cedo para imaginar qual será o impacto do novo aparelho nas vendas de dispositivos com Windows Phone. Entretanto, segundo ele, nas áreas dominadas pelo Android a presença da marca Nokia, associada diretamente ao Windows Phone, não é vista com bons olhos.

O foco das vendas do Nokia X, ao menos em um primeiro momento, deve recair sobre os países do sudeste asiático. Entretanto, lojas da Espanha já disponibilizam o smartphone em pré-venda pelo preço sugerido de 119 euros (o equivalente a R$ 383, sem impostos).

Foi revelado que a empresa irá disponibilizar o aparelho com o sistema Android, uma versão leve e não funcionalmente completa, e o sistema, já disponível, Windows. O uso do sistema operacional do Google é uma surpresa se lembrarmos que a companhia finlandesa Nokia foi adquirida recentemente pela Microsoft e até então vinha investindo em gadgets com o Windows Phone.

Com isso, os primeiros testes no aparelho começaram a surgir na web e dois deles o colocam em uma posição não muito confortável.

Em testes realizados no Browsermark, o Nokia X obteve 1.898,06 pontos e ficou na 169ª posição, quatro abaixo de outro dispositivo da Nokia, o Lumia 1520 (1921,38 pontos), em um total de 293 aparelhos, ou seja, ambos no mesmo nível conforme a análise.

No ranking do Benchmark OS, o Nokia X ocupa a 237ª posição entre 283 outros smartphones, com 154,08 pontos. Nesse teste, o portátil teve como melhor componente o sistema, elevando a nota, enquanto os resultados das avaliações gráficas deixaram a desejar. A colocação final do Nokia X no Benchmark OS o deixa uma posição acima do HTC Desire 600, lançado em junho de 2013.

Se os aparelhos X irão alcançar a projeção orçada pela Nokia ainda é um ponto questionável, mas vale ficar no aguardo. Quem sabe o smartphone não vira febre entre os asiáticos?

Por Jaime Pargan

Nokia X

Foto: Divulgação


Com pouco tempo de lançamento, a atualização do Android 4.4 “KitKat” parece não estar dando as implicações esperadas pela marca Samsung. Os smartphones da linha Galaxy estão oferecendo resultados nos softwares de testes de desempenho bem abaixo do esperado. Segundo o site de tecnologia Ars Technica, há rumores de que a Samsung retirou o componente do software que trapaceava esse tipo de comparativo.

Os resultados do Galaxy S4 com o Android 4.4 demonstram ser menores em comparação com o mesmo Galaxy S4 só que com o Android 4.3. Além disso, os modelos são levemente superiores se comparado com os modelos que possuem o Android 4.2.2.

Não há como duvidar dos testes, pois estes foram feitos em programas famosos como Geekbench, AnTuTu, Vellamo, Basemark X e 3DMark, que mostraram números bem mais realistas. No programa Geekbench, por exemplo, o smartphone conseguiu a meta de 2.114 pontos no teste multi-núcleo com “Jelly Bean”, passando então para 1.913 pontos após o update para o recém-lançado “KitKat”.

Esses resultados dos testes feitos, no entanto, tecnicamente não significa que ocorreu uma diminuição na atuação do programa da Samsung compreendido pelo usuário. Porém, especialistas indicam que a atualização para o “KitKat” significa uma mudança no Android da Samsung. A explicação entendida é que os resultados dos benchmarks eram disfarçados por um procedimento atípico do processador dos dispositivos Galaxy. Isso era levado em conta em relação ao seu desempenho máximo quando um aplicativo de comparação era usado no sistema.

A Samsung não confirma esses procedimentos e nega veementemente as acusações de artimanhas nos testes. Todavia, ficou claro para todos que a mudança no novo software elimina o processo "com.sec.android.app.twdvfs", elemento do software que sugeria a tal ‘trapaça’.

Por Carolina Miranda


O Motorola XT621 Ferrari é um celular diferente que se destaca, principalmente, pelo design imponente e diferenciado. O aparelho conta com contrastes de cores distintas e o logo da Ferrari, que faz o diferencial. Além disso, o celular conta com recursos e aplicativos que facilitam e organizam o dia a dia pessoal.

Dentre alguns recursos que fazem parte do Motorola XT621 destacam-se a memória RAM 1 GB, a memória interna de 1GB e a memória expansível que cabe até 32 GB. Assim, o usuário vai poder armazenar músicas, filmes, jogos e vários aplicativos, sem ficar se preocupando em ter que apagar um arquivo para caber outro.

Devido ao processador 1.2 GHZ o usuário vai poder navegar na internet, ouvir música e acessar as funções do aparelho com facilidade e agilidade, ou seja, sem correr o risco de um aplicativo travar, por exemplo.

As festas, passeios e baladas com os amigos vão poder ser registrados devido à presença da câmera de 5MB, que está situada na parte traseira do aparelho. Outra novidade da Motorola, é que a câmera acompanha flash LED que faz vídeo em HD. Ou seja, além de fotografar, o usuário vai poder filmar os melhores momentos com nitidez.

Para ficar por dentro das últimas novidades e conectar a internet a qualquer momento do dia, o Motorola XT621 Ferrari conta com conectividade por meio de Wi-Fi e, além disso, possui roteador Wi-Fi, em que o usuário pode compartilhar a conexão da internet com até cinco dispositivos.

O sistema operacional deste aparelho da Motorola é o Android 4.0, em que o usuário vai poder acessar vários aplicativos e recursos diferenciados. Além disso, o Motorola XT 621 conta com uma boa capacidade de bateria, porque ela possui utilização combinada de até 24 horas, sendo 1860 mAh.

Este aparelho da Motorola é leve, fino e pesa, aproximadamente, 135 g e tem o display de 4.0. O Motorola XT621 ainda contempla fibra de Kevlar na tampa traseira da bateria, que deixa o aparelho mais resistente e durável. 

Por Babi

Motorola XT621 Ferrari

Foto: Divulgação


Existem smartphones  que não precisam de apresentações. O Acer Liquid S2, no entanto, não é um deles, e até agora parece que o dispositivo premier phablet da empresa de Taiwan não tem conseguido deslanchar no mercado. Mas isso não deve desanimá-lo de analisar o S2 Liquid quando estiver à procura de um phablet em algum momento no futuro próximo.

Os itens que acompanham o aparelho na caixa são:

  • Carregador de parede;
  • MicroUSB para carregador USB;
  • Fones de ouvido.

Tal como acontece com qualquer outro phablet de respeito lá fora, a primeira coisa que atrai a atenção do consumidor em relação ao design  é o tamanho do dispositivo. O Acer Liquid S2 é gigante, mesmo para os padrões phablet, e é um dos maiores de 6 inchers lá fora. O que é ainda maior, em 8,15 onças (231 g).  Não conseguimos encontrar um smartphone mais pesado nesta classe. O volume rocker  e botão de energia são ambos conservadores quanto a quantidade de feedback fornecidos. 

O  aspecto mais importante, que seriam as teclas de navegação capacitivas, não ajudam em nada – eles são empurrados na parte inferior do dispositivo. Tudo isso se traduz em  pobreza de praticidade. Deixando o tamanho e conforto de lado, o S2 Liquid é na verdade um dispositivo atraente, especialmente com a variante vermelha que temos em mãos. O design de moda, no entanto, é diminuído pelas inúmeras abas, portos e enfeites de estilo. A parte da frente – o seu olhar típico Android – é separado pela assinatura ‘’fone Acer’’  e uma grade de cor vermelha. Na parte de trás, nós instintivamente focamos o módulo da câmera bastante singular, com flash quad – uma característica distintiva da S2.

 Abaixo fica o logotipo da Acer, magistralmente gravado no próprio reservatório de plástico, seguido por um pronunciado crachá Dolby Digital Plus. A Acer também colocou uma dupla de alto-falantes do lado esquerdo do dispositivo, que deve  proporcionar uma experiência de áudio estéreo adequada, agregando qualidade e valor ao áudio produzido pelo dispositivo.

Por Jaime Pargan

Acer Liquid S2

Foto: Divulgação


Depois de comprar o Instagram, Mark Zuckerberg anunciou que o aplicativo WhatsApp agora também é do Facebook. O anuncio foi divulgado quarta-feira, 19 de fevereiro e se tornou a maior aquisição de Zuckerberg.

“Serviços que atingem a casa do milhar são incrivelmente valiosos”, elogiou o fundador da rede social ao comprar o app que tem mais de 450 milhões de usuários.

A compra envolveu um total de US$ 16 bilhões, sendo a mais alta transação já paga por um aplicativo para smartphones. A realização do pagamento será feita por meio de US$ 12 bilhões em ações do Facebook e US$ 4 bilhões em dinheiro. Isto ainda terá um acréscimo de US$ 3 bilhões, pagos aos fundadores e funcionários do WhatsApp caso eles permaneçam trabalhando para a rede social nos próximos quatro anos.

Segundo o presidente-executivo, Mark Zuckerberg divulgou em sua página na rede social, que o Facebook continuará independente e agora tem com principal objetivo fazer o WhatsApp aumentar o número de usuários e que a nova aquisição venha a somar para a acessibilidade de todos.

“Nós esperamos que o WhatsApp nos ajude em nossos esforços no Internet.org, para tornar serviços básicos de internet acessíveis para todos", disse o CEO.

São 450 milhões de pessoas ao mês que usam o WhatsApp. O poder de engajamento de aplicativo e surpreendente: 70% dos que têm o app instalado em seus celulares o manuseiam ao menos uma vez por dia. Diariamente são 1 milhão de novos usuários.

O CEO do WhatsApp, Jan Koum, afirmou estar entusiasmado com a parceria entre as marcas. “O engajamento extremamente elevado do usuário do WhatsApp e rápido crescimento são impulsionados pelos recursos de mensagens simples, poderosos e instantâneos que prestamos. Nós estamos entusiasmados e honrados de nos tornarmos parceiros de Mark e do Facebook para continuarmos a trazer nossos produtos a mais pessoas ao redor do mundo”, afirmou Koum.

Vale lembrar que a aquisição ainda está sujeita a aprovação, mas deve ser aprovada e concluída até o fim de 2014.

Por Ageu da Rocha

WhatsApp e Facebook

Foto: Divulgação


O assunto da vez é o novo modelo da Samsung: o Galaxy S5. Além disso, alguns rumores apontam que o novo aparelho poderá ter uma proteção contra água e também poeira.

Em outubro do ano passado, o jornal sul-coreano ET News informou que o próximo modelo terá uma inédita proteção contra água e poeira, e será produzido com as melhores matérias primas garantindo que sua base tenha alumínio. 

A Samsung, por sua vez, não havia comentado sobre os rumores, porém não desmentiu qualquer possibilidade de ultraproteção aquática que vem circulando pelo mundo já a alguns meses. A fabricante teria mesmo adotado  uma  estratégia singular que a Sony realizou no Xperia Z1 entregando um  modelo com a devida proteção no ano passado.

Indiscutivelmente, o seu novo design será inovador e ao que tudo indica será produzido com materiais metálicos de alta qualidade. As configurações também serão mais robustas e vai oferecer um processador Exynos 5430 de 64 bits Octa-Core com 3 GB de memória RAM, e uma  câmera com  16 megapixels que vai garantir melhorias na performance em ambientes com baixa luminosidade. O estabilizador ótico de imagem apresentado recentemente pela companhia, também será usado no 5S. Os rumores anteriores eram de que a Samsung anteciparia o lançamento de seu próximo Galaxy  por conta do baixo volume de vendas do Galaxy S4, porém essas informações são muito vagas.

Os últimos dois modelos mais vendidos da Samsung foram revelados em períodos antecipados: o S3 em maio de 2012 e o S4 em março do ano passado em um espaço de apenas dez meses o que já havia deixado previsto de que seu novo lançamento (no caso, o Galaxy S5) também seria apresentado em menos de um ano. 

Fato é que muitos consumidores estão ansiosos pela chegada do próximo dia 24, data oficial de apresentação do mais novo top de linha da fabricante.

Por Luciana Ávila

Release Samsung Galaxy S5

Foto: Divulgação


Galaxy Trend Lite Duos traz tonalidade preta e branca que corresponde de forma direta ao público unissex e não faz distinção de estilo entre homens e mulheres. Conta com o sistema Android, conhecido por parte da crítica por ser o melhor do mundo quando o assunto é smartphone.

O processador de 1ghz tem velocidade em nível médio. De modo positivo, de acordo com parte das opiniões do público consumidor registrada nos fóruns de notícias, o aparelho tem a capacidade para sustentar dois chips, o que ajuda no sentido de ter mais do que uma operadora e por consequência possibilita maiores chances de economia nas ligações telefônicas.

A tela tem tamanho de quatro polegadas, valor que pode ser considerado pequeno ao levar em conta outras produções presentes no mercado. Porém, a perspectiva pode ser positiva, visto que o preço do aparelho é barato quando se compara com o valor da média no mercado entre os principais smartphones que estão à venda. A empresa garante que usuários possuem experiência de qualidade ao produzir ou visualizar vídeos, fotografias e páginas da web.

O sistema Android 4.2 conta com visual trabalhado no sentido de melhorar a qualidade das funcionalidades, desde os acessos simples até aos avançados. De acordo com a Samsung, o aparelho possibilita que usuários tenham navegação não apenas suave como também rápida. O smartphone trabalha com tecnologia 3G. A interface funciona no sentido de até mesmo usuários sem experiência conseguirem acessar recursos com linha avançada.

Não se pode ignorar o fato de que a marca japonesa indica a possibilidade de usuários poderem trabalhar com o aparelho o dia inteiro sem a necessidade de recarregar de forma constante. Ou seja, representa celular inteligente ideal para fazer trabalhos com confiança.

Leia mais informações ao clicar aqui e acessar o site oficial da Samsung.

Por Renato Duarte Plantier

Samsung Galaxy Trend Lite Duos

Foto: Divulgação

 


Hoje em dia ter um smartphone é algo simplesmente normal, isso mesmo, além de ser um aparelho bastante fácil de ser usado, prático e muito popular ainda possui preço acessível o que faz do mesmo um grande sucesso no mercado brasileiro. Vale ressaltar que são várias as marcas multinacionais que atuam no Brasil, dessa forma, o consumidor brasileiro encontra uma variedade enorme de smartphones à sua disposição.

Uma das marcas de maior sucesso e respeito no Brasil é a Nokia, que por sinal também fabrica excelentes smartphones. Se você está em busca de um aparelho extremamente moderno, com boas configurações, design arrojado, qualidade e resistência então a dica é mesmo adquirir um smartphone da Nokia.

Para aqueles que estão em busca de um bom lançamento a dica fica por conta do Nokia Lumia 1520. Este dispõe de muitos destaques, é o primeiro modelo da Nokia equipado com uma tela de 6 polegadas e ainda dispõe de resolução Full HD, dessa forma, é um dos melhores em sua categoria e um top de linha. O modelo ainda possui o excelente sistema Windows Phone 8.

As configurações do Nokia Lumia 1520 chamam bastante a atenção daqueles que sempre optam por aparelho poderoso e que rode facilmente. O Lumia 1520 dispõe de processador Quad-Core Qualcomm Snapdragon 800 de nada menos que 2,3 GHz, 2 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno que pode ser expandido para 64 GB com auxílio do cartão microSD além de câmera de 20 megapixels. A bateria do Lumia 1520 é muito potente, visando rodar todas as configurações e não perder a carga rapidamente, sendo uma bateria de 3.400 mAh.

Para quem está interessado em adquirir o lançamento da Nokia, saiba que o mesmo já se encontra no mercado brasileiro através de lojas físicas, shoppings e principalmente as lojas virtuais. O preço inicial sugerido do smartphone é de R$ 2.500,00.

Por Bruno Henrique

Nokia Lumia 1520

Foto: Divulgação


Um dos assuntos que mais gera polêmica no universo da tecnologia é a briga de patentes que acontece frequentemente ente grandes empresas. O assunto controverso gera opiniões bastante dispersas: muitos acham que as empresas estão inteiramente corretas ao proteger suas invenções, em contrapartida, muitos acreditam que esse tipo de medida pode prejudicar o avanço da tecnologia de forma indireta.

Um episódio que ocorreu esta semana e, como já era de se esperar, gerou caminhões de comentários favoráveis e contrários, foi que a King, empresa responsável pelo desenvolvimento do famoso jogo para celulares Candy Crush Saga, conseguiu a aprovação para manter o nome “Candy” como sua propriedade privada.

Há pouco tempo atrás, a empresa já havia feito o registro da palavra “Saga” como sua propriedade. A palavra está presente em boa parte dos jogos da King e por esse motivo acaba sendo estranho encontrar a palavra em algum outro jogo que não seja desenvolvido pela empresa. Foi o que aconteceu com a Konami, que recebeu notificações por causa do uso da palavra no título “Animal Saga”.

Teoricamente, o novo registro faz com que a King seja a única empresa desenvolvedora de games a utilizar a palavra “Candy” no título de seus jogos. A notícia é, de certa forma, extremamente preocupante para desenvolvedores independente, que se sentem sem alternativas ao se dispor a brigar pelo uso da palavra.

Segundo a King, a estratégia é apenas uma maneira de proteger os usuários para que não sejam enganados ao baixar algum jogo ou app que possa ser associado à empresa, mesmo não sendo.

O fato é que o registro da palavra é uma medida muito polêmica, visto que a palavra “Candy” em inglês significa “Doce” em português. Para muitos a palavra é algo muito comum, e por isso não deveria ser registrada como propriedade da King. Uma demonstração do que está acontecendo, foi o que ocorreu com um desenvolvedor independente responsável pelo jogo Candy Casino Slots – Jewels Craze Connect: Big Blast Mania Land, que após receber ameaças da empresa, teve de trocar o ícone e remover a palavra Candy, já que para a empresa, o nome é muito parecido com Candy Crush Saga.

Mesmo que a maioria tenha Candy Crush Saga instalado em seus celulares com Android ou iOS, na opinião do povo, “Candy” (doce) não é uma palavra que tem dono, e por isso não é justo que seja de uso exclusivo da King.

Por Júnior Beluzzo

Candy Crush Saga

Foto: Divulgação


O mercado de smartphones não para de crescer, e paralelamente a disputa por uma grande fatia neste mercado milionário está sempre incluída nos planos estratégicos de empresas do segmento.

Em 2013, vimos uma grande disputa entre a Samsung e a Apple por este promissor mercado, a Samsung teve um ano repleto de novos lançamentos que em sua maioria ganharam o gosto do público, a Apple também veio trabalhando para se manter mesmo com a ausência de Jobs, com alguns exemplos de insucesso como no caso do C5, mas ainda assim a empresa terminou o ano, mantendo sua soberania no mercado.

O ano de 2013 se passou e as estratégias de sentar no trono da soberania do mercado de smartphones continuaram e Samsung e Apple mais uma vez se veem lado a lado nesta disputa.

Segundo um estudo apresentado pela NPD Group, as empresas ampliaram o domínio de suas marcas no mercado de smartphones nos Estados Unidos que passam a representar 68% do mercado.

Neste cenário a vantagem permanecendo sendo da Apple que conseguiu alcançar 42% no último trimestre de 2013, o que apresenta um crescimento de 7% se comparado ao mesmo período de 2012. A Coreana Samsung por sua vez teve representatividade de 26%, um aumento de 0,4 p.p se comparados ao mesmo período em 2012.

Os dados também mostram que nem todo mundo consegue regozijar do sucesso das fabricantes, a BlackBerry, por exemplo, teve queda drástica em sua participação de mercado  e teve redução de até dois terços, outras empresas que apresentaram queda foram a Motorola e HTC, entre as concorrentes da Apple e Samsung, a única que obteve algum crescimento foi a LG que atingiu 10% de participação.

O estudo apresentado pela NPD Group também apresentou aumento no uso de dados que passou de 5,5GB mensais para 6,6GB, conforme registrado no  último trimestre de 2012. 

 

Samsung e Apple

Foto: Divulgação


Quem se importa em querer distinguir um cheiro no aparelho celular? Para quem se importar ou simplesmente ficar curioso pode se alegrar ao saber que estudantes da Universidade de Harvard em parceria com pesquisadores franceses estão desenvolvendo um acessório chamado Ophone.

Esse acessório terá como proposta reproduzir cheiro nos smartphones reconhecendo-os quase que imediatamente.

O projeto segue em parceria com o laboratório francês Le Laboratoire e o procedimento para o uso será tão simples quanto atender a um chamado  ou enviar uma mensagem, por exemplo. Esse acessório será capaz de emitir diversos tipos de cheiros conforme comandos recebidos diretamente em um aplicativo com a ideia de criar uma nova linguagem para o setor.

Estratégia de marketing ou não (conforme já especulado pela mídia americana), o fundador do Le Laboratoire, David Edwards, garante que a real intenção será encontrar uma forma para reproduzir cheiros variados e associá-los nas imagens correspondentes. Segundo ele, as imagens também estarão disponíveis na tela do dispositivo Android, não é nada de "outro mundo".

Ao contrário do que podemos imaginar inicialmente, o Ophone tem o formato cilíndrico com a função Bluetooth que faria o papel da emissão dos aromas que podem ser baseados em café ou qualquer outro como caramelos, uísques, entre outros 230 odores diferentes que o acessório pode reconhecer.

Em breve, os idealizadores do acessório prometem expandir o reconhecimento dos cheiros para até mil opções.

O Ophone foi apresentado em um evento de Londres que é conhecido como Wired e surpreendeu muitos dos que estavam presentes.

Sem data prevista para chegar ao Brasil, o Ophone já está sendo muito comentado nos Estados Unidos e segundo os seus idealizadores, a ideia da transmissão de cheiros e reconhecimento dos mesmos a partir de um dispositivo não é nova, já que por lá o método já foi utilizado em TV´s, luminárias, entre outros.

Por Luciana Ávila

Ophone

Foto: Divulgação


No ano de 2010, a Apple assinou um contrato com a Liquidmetal Technologies, empresa responsável pela fabricação do metal líquido. Porém, ele ainda não tinha sido utilizado em nenhum dos seus aparelhos até agora. Essa tecnologia deixará os dispositivos móveis mais leves, finos e resistentes. Alguns sites internacionais afirmam que o novo IPhone 6 poderá ser construído com esse metal.

O Mac Rumors expôs 17 patentes registradas pela Apple semanas atrás em sua página na internet, segundo o site BRG. No conteúdo destas estão reveladas as possíveis incorporações do metal líquido nos novos lançamentos da empresa, como sensores de toque nos displays, novas estruturas que unem os componentes dentro do dispositivo móvel e sensores de pressão incorporados no botão Home.

Segundo o site Mac Rumors, “os inventores listados nessas patentes são funcionários da Apple que já haviam, em algum momento passado, sido associados com o trabalho da companhia usando metal líquido”. Este possui em sua fórmula o titânio, zircônio e níquel, resultando em um IPhone resistente, mais leve, fino e com uma vida útil maior. Não foi citado se ele será utilizado em outros aparelhos da companhia, como em MacBooks e iPads.

A Apple começará a fabricar os componentes do novo iPhone no segundo trimestre deste ano. Segundo a empresa DigiTimes, responsável pela fabricação dos sensores de digitais Touch ID do IPhone 5S, já iniciou-se a fabricação destes para os próximos aparelhos da companhia. Rumores indicam também o lançamento de um foblet ainda em 2014, mas estas informações ainda não foram confirmadas pelos representantes da empresa.

Além da sua estrutura moderna, sua tela de retina terá uma resolução maior e seu processador terá 20 nanômetros, mas o preço ainda não foi divulgado. Após anos de estudos e unindo todos esses recursos, a Apple promete encantar até os consumidores mais exigentes, lançando no mercado uma tecnologia jamais implantada em dispositivos móveis.

Por Danilo Gonçalves

Metal líquido pode ser usado para a fabricação do iPhone 6

Foto: Divulgação


Procurando esquecer o quase fracasso que foi o Xperia Z1, a fabricante Sony vem preparando seu mais novo aparelho de maneira bem sigilosa, o qual há rumores que o mesmo pode vir a ser um dos grandes lançamentos de celulares do ano, o recém-criado Sony Xperia Sirius.

Confirmando especulações de que este novo aparelho estava para ser lançado, o XperiaBlog confirmou a vinda desta nova tecnologia com a qual terá uma tela de 5,2 polegadas, processador Quad-Core Snapdragon 800 possuindo clock com 2,3GHz, resolução de 1080 pixels, GPU Adreno 330, 3 GB de memória RAM, uma eficiente câmera traseira de 20,7 megapixels e uma pouco achada lente frontal de 2,1.

O lançamento do novo Xperia está previsto para o próximo Mobile World Congress, em 2014, que ocorrerá na cidade de Barcelona, Espanha, dos dias 24 a 27 de fevereiro. Estima-se que o novo modelo estará custando valores aproximados de R$ 2.300, sendo, provavelmente, à prova de acúmulo de poeira e não permitirá a entrada de líquidos, o que sempre encarece o produto.

O novo dispositivo contará também com um chip MSM8974-AB e densidade de 480 dpi, o que o tornará além de fino, leve.

Ultimamente, a Sony vem inovando nos designs de seus aparelhos, além de sempre impermeabilizá-los  e diminuindo suas estaturas. Tem sido uma boa opção para aqueles que gostam de praticidade, agilidade e estar com o controle de tudo na palma da sua mão.

O sistema Android vem, a cada dia que passa, sendo adquirido pela população pois, além de ser prático, celulares que possuem tal modelo de processador acabam saindo mais baratos do que os da concorrente Apple, em que seus celulares possuem, na maioria das vezes, as mesmas funções, porém, as demais alternativas acabam sendo mais fáceis para a aquisição das demais camadas sociais.

Por Danilo Lacalle

Sony Xperia Sirius

Foto: Divulgação


Dia 15 de janeiro de 2014 foi uma data épica para os amantes da série de jogos Final Fantasy – uma das mais marcantes da categoria RPG para Super Nintendo.

Nesse dia, o jogo Final Fantasy VI, foi relançado para a plataforma mobile Android. O visual do jogo foi totalmente refeito, para dar uma aparência mais moderna e atual ao jogo. Para supervisionar cada detalhe, Kazuko Shibuya, um dos artistas originais da série, esteve presente na equipe de desenvolvimento do game.

O principal objetivo da remodelação dos menus e da interface, além da modernização, foi melhorar a experiência dos jogadores em telas com comando de toque (as famosas touchscreens).

O título é para a maioria dos fãs, o mais importante de todos os jogos da série Final Fantasy, e acompanha a história de uma menina com poderes mágicos lutando contra um império em um universo pós-guerra.

Logo que foi lançado, o Final Fantasy VI ganhou destaque pela quantidade de personagens (14 ao todo) e pela capacidade de aprender um novo tipo de magia de acordo com o item que a personagem estava equipada.

No momento, a sexta versão do Final Fantasy para Android apenas está disponível para download na loja de aplicativos oficial na Europa.

Aos felizardos que moram em algum país da Europa e desejam desfrutar desse clássico do mundo dos jogos, pode adquiri-lo na Google Play Store por 15 euros (mais ou menos 35 reais).

A notícia triste para quem vive no Brasil e gostaria de jogar Final Fantasy VI em seu dispositivo móvel com Android, é que a Square Enix, empresa japonesa dedicada à publicação de videogames, não anunciou nem sequer uma data estimada de lançamento para a adaptação no jogo em países fora da Europa.

Assim como o anúncio do jogo, também não existe nenhuma previsão para o lançamento do jogo para a plataforma móvel iOS.

Jogo Final Fantasy VI

Foto: Divulgação


Quem sonhou um dia ter um dispositivo móvel com um processador de desktop? Essa nova tecnologia foi apresentada pela Nvidia, na Consumer Electronics Show (CES) 2014. A empresa desenvolveu o primeiro processador com 192 núcleos CUDA, o Tegra K1. Este é uma espécie de ponte entre os chips Tegra Mobile e as placas de desktop Lepler. As empresas desenvolvedoras de jogos de consoles poderão se beneficiar muito desse novo processador, por causa do benefício das imagens impressionantes e realistas. A Epic Games já está adaptando a Unreal Engine 4, uma das novas engines nos videogames atuais, para o Tegra K1.

A nova tecnologia permite um suporte a OpenGl 4.4 e DirectX 11, além de imagens com novos sistemas de iluminação, efeitos de partículas, simulações de física e imagens renderizadas. O novo processador ganhou uma posição bastante significativa em um ranking de consoles da atual geração, deixando para trás o Xbox 360 e o PS3. O Tegra K1 será incorporado nas CPUs Denver da Nvidia e terá suporte aos sistemas de 32-bits e 64-bits.

Mas a ideia principal é implantar o processador nos dispositivos móveis. Já pensou em jogar um game de console no celular ou no tablet? Agora isso é possível. Além da ótima qualidade de imagem e da velocidade de processamento de dados, ele consome apenas 5W de potência, enquanto que os outros costumam consumir 100W.

Sites internacionais afirmam que o novo sistema de processamento não será um fracasso na indústria de tecnologia. Ainda não foi divulgado o custo do novo console, quando será lançado e quais dispositivos ele será incorporado. Quanto ao preço, podemos concluir de início que deve ser um pouco caro ter um smartphone com gráficos de alta qualidade. A Nvidia está contando com o apoio das empresas Unreal Engine 4 e da Epic Games para o lançamento do projeto.

Por Danilo Gonçalves

Nvidia Tegra K1

Foto: Divulgação


Em primeira mão no mercado mobile da Samsung, a empresa resolveu divulgar oficialmente informações sobre o seu maior lançamento em tecnologia móvel, o smartphone Galaxy S5.

O vice-presidente da área de tecnologia móvel da Samsung, Lee Young Hee, esclareceu em uma entrevista com o Bloomberg na CES 2014 alguns tópicos em que havia apenas os rumores. O novo smartphone top de linha da Samsung será lançado no cronograma tradicional da série, entre os meses de março e abril. Isso leva aos vários rumores sobre o aparelho ainda no início do ano.  

“Nós temos lançado nosso primeiro top de linha sempre na primeira metade do ano, entre março e abril, e nós ainda estamos mirando o lançamento para esse período”, declarou Lee Young Hee.  

Durante a entrevista, Lee admitiu que os usuários dos produtos da Samsung ficaram um pouco decepcionados com o design do modelo, que teve poucas mudanças comparado com o Galaxy S3. Por isso, ele explicou que a companhia está voltando a fabricação de aparelhos com design básico. Então, podemos esperar um smartphone com design mais simples, mais básico, pobre em detalhes.

Consideramos o fato da Samsung se importar com a receptividade dos produtos mais caros, a possibilidade de inserir um leitor de íris continua de pé. “Muita gente é fanática pela tecnologia de reconhecimento de íris. Nós estamos estudando essa possibilidade”, comentou.  

Com a informação de que a Samsung está voltando ao básico, vamos pensar que esse "básico" pode ser, também, referente à interface de navegação. Foi cogitada a possibilidade de um novo TouchWiz que pode acompanhar o lançamento.  

Existem rumores sobre a série “F” do Galaxy S5. Essa linha do modelo é conhecida por ter aparelhos de design mais chamativo e com qualidade superior aos modelos tradicionais, com isso, pensamos que essa versão do S5 virá com "corpo de metal", não em todo o aparelho, pois terá partes em plástico.

Lee não falou sobre as especificações técnicas do novo Galaxy S5, podemos acreditar que o modelo terá tela com resolução de 2560×1440 de 5 polegadas, câmera traseira de 16 MP ISOCELL, CPU de 64 bits e 4 GB de memória RAM (são apenas boatos, nada foi confirmado pela empresa).

Por André Barbosa

Samsung Galaxy S5

Foto: Divulgação


A empresa Samsung confirma o lançamento do Samsung Galaxy S5, que deve acontecer em fevereiro, em torno do evento Mobile World Congress, realizado em Barcelona, Espanha (MWC 2014).

De acordo com boatos da mídia sul-coreana, a Samsung Electronics, o seu  vice-presidente de Design e Equipe Dong-hoon Chang encontrou-se com a imprensa  em um evento que foi realizado no Hotel Shilla em Seul, em ocasião do Ano Novo. Chang aparentemente disse que o especulado MWC 2014 para o lançamento do Samsung Galaxy S5 pode estar certo.

Chang aparentemente também confirmou que a empresa estava usando um novo material para a construção do Galaxy S5, e disse que a possibilidade de uma tela flexível estava "sob revisão".

Outro relatório anterior sugeriu que a fabricante sul-coreana planejava lançar duas versões do suposto Galaxy S5. Conforme haveria duas variantes do Galaxy S5: uma Premium, ostentando um chassi de metal e um OLED flexível; e uma variante que viria com o corpo de plástico de costume, como os encontrados em outros smartphones Galaxy.

O modelo Premium pode ser nomeado como Samsung Galaxy F e vai ter um corpo de metal. Também tem sido relatado que a Samsung não vai lançar ambos os dispositivos juntos. Primeiro, o Samsung Galaxy S5 será lançado em 2014, com posterior, após a suposta versão premium Samsung Galaxy F.

Em dezembro de 2013 uma lista GFXBench tinha revelado um dispositivo de nome Samsung esportivo SM-G900S e uma resolução de tela de 1440×2560 pixels (2K). Foi acreditado  que o dispositivo era para ser o Samsung Galaxy S5, que deverá vir com um display de 5.0 ou 5.2 polegadas, tornando a densidade de pixels de 560ppi incrível, referindo-se à resolução do aparelho.

Até o presente momento, outras especificações e rumores do suposto Galaxy S5 incluem um 64-bit Exynos chipset ou um chipset Snapdragon, 3GB de RAM, uma câmera de 16 megapixels, uma bateria de 4000mAh e Android 4.4 KitKat com TouchWiz UI em cima.

Por Luís Filipe Dias

Samsung Galaxy S5

Foto: Divulgação


Além dos esforços com o Windows 8, a Microsoft tenta viabilizar o Windows Phone, seu sistema para smartphones. Aproveitando-se desse sistema, a empresa de Redmond vai tentando um lugar ao sol, hoje polarizado pela guerra Android x iOS. Poucas empresas tentaram embarcar o sistema de Bill Gates nos smarts.

Mas o cenário está prestes a mudar. De acordo com informações, a Sony, empresa que fabrica smarts com Android, estaria viabilizando a implantação de Windows Phone em lançamentos futuros. Isto significaria uma entrada em um mundo, onde Windows Phone é sinônimo de Nokia.

Lembrando que, mesmo não existindo ainda um acordo entre Sony e Microsoft, isto é uma cartada de mestre para os dois lados. Pra a Sony seria um novo mercado, muito mais promissor. Popularizar a boa plataforma da Microsoft seria ótimo para a empresa que tem lançado apenas smartphones com o sistema da Google. Neste caso, a iniciativa tomada pela Sony é meio que uma resposta "camuflada" contra o monopólio da Sul Coreana Samsung.

Pra Microsoft é mais aparelhos rodando o seu sistema, e, consequentemente, mais desenvolvedores olhando com bons olhos a plataforma, que carece de aplicativos como outras plataformas – mesmo já tendo o instagram por exemplo. Já que o aplicativo é multiplataforma, a dependência, tanto pelo sistema da Maça, quanto pelo da Google, diminuíram, dando lugar ao Windows Phone.

No que se diz a preços, acredito que a Sony colocaria aparelhos mais baratos e com mais variedades, já que rumores apontam que este sistema móbile seria de graça, para popularizar ainda mais. Tanto ele, quanto o Windows RT seriam de graça. Lembrando que o Android também é um sistema gratuito, porém a Google lucra na questão de publicidade.

A Sony precisa rumar para outro lagos e essa mudança de sistema agrada a todos. Aos atuais usuários, aos antigos, que agora tem motivos para tentar voltar para a plataforma, e para os futuros, que terão novas opções.

Por Leandro de Souza

Foto: Divulgação


Compras frenéticas, férias, e CES 2014. É assim que nós estamos nos dividindo nas próximas semanas, enquanto nos preparamos para um turbilhão de festas, e  embrulho de presentes, o mundo tecnológico continua sendo o  mais quente do planeta.

De olho nesses dias loucos em janeiro, estamos nos preparando para um excesso de telefones, tablets, notebooks, tecnologia de jogos, TVs, wearables, geladeiras e tudo o que outras empresas de eletrodomésticos podem disponibilizar no mercado para o próximo ano.

De 7 janeiro a 10 janeiro a CES 2014 vai invadir o Centro de Convenções de costume Las Vegas, e estamos a preparados para ver de tudo. Há o dia usual de palestras e eventos de imprensa em 6 de janeiro, além de vários pré-shows no dia 5 de janeiro de 2014.

Abaixo você encontrará algumas das novidades que poderão ser apresentadas no evento:

– Samsung mostrará novos telefones  da incrível Série Galaxy:

A Samsung dificilmente perde a chance de chamar a atenção para si mesma, e sua presença na CES 2013 não foi diferente. Vimos Youm, a sua exibição de uma tecnologia desenvolvida para um protótipo flexível. Para 2014, estamos concentrados em dois modelos de tecnologia de consumo, em especial o Galaxy Round  e o Galaxy S5.

– Tablets e TVs 4K curvo:

Há uma boa chance de que veremos em algum tablet de tecnologia Samsung. Alguns rumores indicam que a empresa está preparando um Galaxy Note 12.2.

– As Ambições da  ZTE:

O Grande S II virá com uma tela ainda maior de 5,5 polegadas 1920 x 1080. Apesar do pequeno ele permanecerá relativamente fino em 154 x 77 x 7,9 milímetros e Snapdragon 600 chipset da Qualcomm com 2GB de RAM.

Os que amam as novidades tecnológicas aguardam ver logo todas essas possibilidades de novos aparelhos disponíveis no mercado para compra, no entanto deveremos segurar um pouco nossa ansiedade até a chegado da CES 2014 para termos de fato a confirmação das empresas quanto aos seus projetos tecnológicos para o próximo ano.

Por Jaime Pargan

CES 2014

Foto: Divulgação


Aproveite a vida da bateria enquanto durar. A Samsung anunciou que displays AMOLED para smartphones com resolução 2560 x 1440 – 560 PPI de 5,2 polegadas – chegarão em seus aparelhos em 2014.

Isso é quase o dobro do número de pixels encontrados em smartphones atuais, 1080p como o Nexus Galaxy 5 ou S4. Como se isso não fosse suficiente, a Samsung ainda diz que os compradores podem se preparar para Ultra HD 3840 × 2160 de smartphones que será exibida ainda em 2015, e provavelmente chegará com monitores dobráveis ​​em 2016. Muita novidade, não é mesmo?

A  Samsung também diz que está trabalhando em seu próprio núcleo de CPU de 64 bits. Temos poucos detalhes neste momento, mas provavelmente estamos falando de algo semelhante a Krait da Qualcomm ou Swift da Apple  que são baseados em ARM, mas com muitas modificações nas Áreas de trabalho. Com esta criação a Samsung deve passar à capacidade de competir com a Apple e Qualcomm em termos de desempenho, recursos e vida útil da bateria.

Mas de volta aos monitores de alta resolução: Será realmente benéfico aumentar os pixels dos dispositivos?

Devemos lembrar que quanto maior o número de pixels, mais energia o display consome. Considerando-se os nossos olhos ainda não se habituaram à diferença entre 200 e 300 PPI, muito menos 441 (e exemplo dos atuais smartphones de 5 polegadas, por esse lado parece um pouco contra intuitivo reduzir intencionalmente a vida da bateria para o ganhos insignificantes. 

Mesmo assim, a Samsung e seus usuários começam a se apresentar com dispositivos enormes na cara da oposição, como a Apple.

Há um resultado destes avanços tecnológicos, no entanto parece que 2014 será finalmente o ano em termos de alta resolução em desktops, o que pode ser motivo de entusiasmo para os apaixonados pela tecnologia, a Samsung por vez, desempenhou um papel de destaque quando falamos em novidades e inovações no ano de 2013, vamos agora ver o que nos aguarda em 2014.

Por Jaime Pargan

Samsung Ultra HD Amoled

Foto: Divulgação


Todo mundo se lembra de quando a Samsung anunciou o Exynos 5 Octa para o Galaxy S4. Na época muita dúvida pairava em torno do processador se ele seria mesmo ou não um Octa-Core. O chip de fato possui oito núcleos de processamento. Entretanto, esbarra na questão de que eles não trabalham todos juntos ao mesmo tempo.

De par da situação a MediaTek há algum tempo já tinha divulgado a informação de que estava trabalhando no primeiro processador que, em tese, teria o poder de processamento de oito núcleos. Na última quarta-feira, dia 20, a empresa apresentou o primeiro modelo do novo chip: o MT6592, onde cada um dos oito núcleos Cortex-A7 trabalham ao mesmo tempo em dispositivos móveis como os smartphnes e tablets.

De acordo com algumas informações divulgadas no site Engadget,  os núcleos do MT6592, funcionam em uma frequência de 1,7 GHz ou de 2 GHz. O dispositivo vem equipado com a GPU Mail-450 MP o que garante o dobro de desempenho apresentado em comparação com o modelo anterior, a Mail-400 MP.

Além disso, o componente também traz suporte para vídeos com resolução 4k em H.264, codecs H.265 e VP9, telas com resolução de até 1920×1080 e câmeras de 16 megapixels.

De acordo com as informações dadas pela fabricante do Cortex-A7 o componente permite 40% do consumo de energia do aparelho, isso claro devido à quantidade de tarefas que se pode fazer quando se tem um processador que realmente funcione com os oito núcleos simultaneamente. A empresa também criou um algoritmo para a monitoração da temperatura e utilização do chip durante o tempo todo para garantir que o mesmo não corra o risco de ser danificado. No mais o Cortex-A7 possibilitará ao usuário uma experiência bem melhor em diversas tarefas como, por exemplo, a reprodução de vídeo, recursos de múltiplas janelas e acesso a mapas.

A MediaTek prevê que os primeiros modelos do MT6592 cheguem ao mercado até o fim deste ano incluindo os aparelhos que funcionam com o Jelly Bean do Android. Já os tablets e smartphones equipados com o Andorid KitKat deverão receber o novo chip até o início de 2014.

Por Denisson Soares

MediaTek  MT6592

Foto: Divulgação


A Motorola realizou recentemente em São Paulo um evento destinado ao lançamento de seu mais recente smartphone, o Moto G. O aparelho possui foco no público que deseja um produto de qualidade com um preço mais em conta.

A Motorola parece estar bem confiante a respeito do sucesso do aparelho, principalmente em mercados emergentes tais como o nosso. Isso até parece que foi comprovado pela companhia com a decisão de realizar o principal evento de lançamento por aqui e daí transmiti-lo em escala global. No referido evento, até o CEO da empresa, Dennis Woodside, fez-se presente.

Com relação à parte técnica do Moto G, vamos encontrar um dispositivo com uma tela de 4,5 polegadas, contando com uma resolução de 720p LCD TFT. O processador é um Snapdragon 400 quad-core de 1,2 GHz. Já para o armazenamento o aparelho traz 8 ou 16 GB. A bateria, que suporta até 14 horas de conversação (em 3G), é uma de 2.070 mAh.

Falando em termos de design, o Moto G é bastante parecido com o Moto X. O smartphone apresenta um formato curvo e de certa maneira até elegante. Devido ao tamanho relativamente pequeno da tela, o usuário poderá usá-la de maneira confortável apenas com uma das mãos. Nesse ponto vale destacar que mesmo levando em consideração o tamanho da tela, a mesma não deixa a desejar no que diz respeito a visualização, principalmente em termos de navegação na web.

O Moto G também oferece aos compradores uma maior variedade de cores, entre elas estão o branco, preto, vermelho e amarelo. Lembrando que quando o Moto X estreou por aqui foi apenas nas cores branco e preto. Outro detalhe interessante é a parte traseira, que é removível e possibilita a personalização do aparelho.

Além disso, para as vendas do aparelho também será disponibilizado aos compradores um pacote chamado “Moto G Music Edition”, no qual o próprio smartphone virá acompanhado por um fone de ouvido chamado Air Tracks. A título de curiosidade, o Air Tracks oferece um alcance de cerca de 150 metros no caso de ser utilizado sem fio. Entretanto, caso esteja sem bateria, nada impede que o usuário possa fazer uso dos fios.

Em relação aos preços do Moto G, as informações são as seguintes: A versão de 8 GB será vendida por R$ 649, Já a versão com 16 GB custará R$ 799. Quem optar pela versão Music Edition terá que desembolsar R$ 999.

Por Denisson Soares


Quebrar o celular é sempre algo desagradável, ainda mais quando se trata de uma simples peça que poderia ser trocada facilmente.

Pensando nesses pequenos transtornos que os consumidores passam todos os dias, um designer holandês teve uma ideia bem interessante e criou um projeto de telefone celular em módulos: o Phonebloks. Nele, o aparelho teria itens como bateria, receptor de chip, teclado e câmera “descartáveis”. Ou seja, teria peças que podem ser substituídas ou trocadas como se fossem “Legos”.

A ideia surgiu após Dave Hakkens ter visto sua câmera fotográfica completamente desmontada. Ao avistar aquelas pequenas peças, ele notou que apenas um item evitava o seu funcionamento. Mesmo depois de procurar um fabricante para o seu conserto, Dave foi aconselhado se livrar da velha e obter outra. Foi aí que o designer pensou em desmontá-la e trocar apenas a peça defeituosa. Ao término da experiência, ele se deu conta de que poderia surgir daí um novo conceito de aparelho eletrônico.

Até o momento, a ideia ainda não foi comprada e muito menos fabricada, mas o designer tem um vídeo na internet falando sobre o assunto. Lá, ele explica melhor sobre o que é e para que serve o Phonebloks. Para divulgar o seu projeto, Dave utilizou o Thunderclap, uma plataforma que comanda suas páginas do Twitter, do Tumblr e do Facebook. O vídeo já fez tanto sucesso, que teve 7 milhões de visualizações em apenas três dias. Além disso, 950 mil usuários já apóiam a ideia no Thunderclap.

Dave esclarece que a novidade não só substituiria partes defeituosas, como pode melhorar ainda mais o desempenho do aparelho como um todo, uma vez que cada item pode ser substituído por uma peça de melhor performance. 

É  o mercado de dispositivos móveis buscando atrair cada vez mais seu público exigente tanto por design quanto por desempenho.

Por Jaime Pargan

Phonebloks

Foto: Divulgação

 


Como já percebemos, a Nokia está investindo pesado no assunto fotografia para seus novos modelos de smartphones.

Desde o ano passado com a chegada do modelo Pureview 808 (que possui altíssima resolução de 41 MP e lente Carl Zeiss com a tecnologia PureView – imagem e vídeo em Full HD), a fabricante anunciou na semana passada uma nova evolução para o modelo Lumia, que já é um dos mais cobiçados da categoria.

O avanço sobre a tecnologia das fotos capturadas não serão apenas armazenadas em JPEG mas também terão a opção do formato RAW que aumenta visivelmente a qualidade das fotos, inclusive as feitas com pouca luz. Isso, porque a tecnologia não sofre perda de compressão e permite que os arquivos fotográficos sejam editados ou modificados de forma mais simples.

O formato RAW é também o mais utilizado por profissionais da área fotográfica, o que exalta ainda mais o novo benefício que os consumidores poderão encontrar para os novos modelos 1020 1520 anunciados durante a Nokia World 2013 (em Abu Dhabi) no último dia 22.

Nokia Lumia 1520

Foto: Divulgação

Para o modelo 1020, a Loja Online da fabricante ainda mantém o anúncio com a opção JPEG que em breve deverá ser substituído por RAW. Já sobre o modelo 1520, os detalhes mais relevantes quanto ao modelo e demais informações parecem permanecer um mistério. Houve um possível vazamento de informações onde a tela deve ter 6 polegadas com resolução 1080p ou 1920X1080 pixels. Segundo o site chinês Tmall (que pertence à fabricante), O processador do novo phablet será o Quad-Core Snapdragon 800 e o valor para a aquisição deverá ultrapassar R$ 1.800 aqui no Brasil.

O peso estipulado é de aproximadamente até 170g (no máximo) e a bateria conta com 3.400 miliamperes hora que terá um  carregador sem fio.

Obviamente que a Nokia deve ter uma "carta na manga" onde pretende surpreender ainda mais em seu lançamento oficial cuja data ainda não foi estipulada.  

Por Luciana Ávila


Buscando a interação entre o videogame e demais aparelhos como o smartphone ou tablet, a Sony lançou algo novo para o Playstation 4. Trata-se de um aplicativo que expande as funções do console para a tela dos dispositivos. A própria Sony anunciou o recurso, que estará disponível na América do Norte a partir de 13 de novembro e na Europa, no dia 22 de novembro de 2013.

Com o aplicativo será possível adicionar mais ferramentas ao PS4, bem como sua interface e rede, podendo “ligar” ao celular ou tablet por meio de conexão Wi-Fi. A partir daí o usuário poderá trocar mensagens com amigos, verificar algumas informações quanto aos jogos, ranking com os melhores jogadores, assistir ao game play de outros usuários, além de poder comprar o conteúdo da Playstation Store (jogos, novas fases, personagens, entre outros). Contudo o principal recurso é o de controlar o PS4 usando o Wi-Fi, aumentar os recursos, tal qual um teclado mais dinâmico e rápido.

Também será possível jogar usando o aparelho como segunda tela. Um exemplo é o Playroom em que o usuário pode desenhar imagens na tela do smartphone ou tablet e essas aparecem em 3D dentro do jogo, dessa forma é possível até mesmo desenvolver personagens para determinados jogos do videogame.

PS4

Foto: Divulgação

A Sony segue a linha de suas concorrentes, como a Microsoft com o Xbox e a Nintendo com o Wii – U. No Xbox há o aplicativo chamado de Xbox SmartGlass em que o usuário pode complementar o conteúdo do jogo nos aparelhos listados e o Wii – U com seu controle que mais parece um tablet, que permite usos diferentes e experiências novas.

Vale ressaltar que o Brasil ficou de fora e não há uma data específica para o lançamento do recurso. O PS4 começará ser vendido na América Latina em 29 de novembro e no Brasil o preço será bem salgado.  O console foi anunciado por pouco menos de R$ 4 mil.

Por Robson Quirino de Moraes


Muitos mistérios estão rondando os lançamentos do Google, tanto para a nova versão do Android, quanto para o Nexus 5, aparelho desenvolvido em parceria com a LG que trará a versão pura do sistema operacional mais usado no mundo, que agora terá a versão KitKat, que leva o nome do chocolate da Nestlé.

Poucas informações precisas foram disponibilizadas sobre o SO, contudo o Google já lançou algumas dicas quanto ao lançamento de ambos os produtos.

As dicas foram feitas por meio do Twitter do Google e dão a entender que o lançamento será feito no dia 28 de outubro deste ano. Na última semana, a companhia postou uma imagem no Twitter com a frase “Everybody dance now!” (todo mundo dançando agora), que faz referência à música do grupo C+C Music Factory, conhecida anteriormente como 28th Street Crew. Outra imagem foi postada com a frase “This is it”, referindo-se ao filme do Michael Jackson, lançado em 28 de outubro de 2009.

LG Nexus 5

Foto: Divulgação

Nenhuma informação oficial mais precisa foi divulgada, entretanto já é possível prever as configurações do Nexus 5. Ele será baseado no LG G2, equipado com uma tela de 4,9 polegadas IPS True Full HD, além de processador Snapdragon 800, memória RAM de 2 GB e câmera de 8 MP com estabilizador ótico.

Já do Android 4.4 KitKat é possível saber que ele consumirá menos memória que seu antecessor, isso por conta do kernel, além dos novos recursos de edição de imagem e visual mais atraente. Novas pistas devem surgir nos próximos dias. 

Por Robson Quirino de Moraes


Os amantes do iPhone cada dia recebem mais novidades sobre o queridinho da Apple. Dessa vez, a conta @evleaks do Twitter divulgou mais algumas imagens sobre um novo dispositivo para o aparelho: um controle para encaixar no smartphone.

De acordo com a conta, pode ser um futuro controle Logitech para jogos no celular, apontando os indícios de que a Apple estaria investindo também em transformar a Apple TV em um console de jogos.

Para os fãs, a novidade pode ser bem interessante. Isso porque uma Apple TV com uma plataforma de jogos seriam uma nova empreitada da marca. Até este ano, não havia uma API padronizada para joysticks; agora ela vale tanto para o iOS quanto para o OS X. É uma forma de integrar jogos ao ecossistema da Apple, e a Apple TV parece uma ótima candidata para tanto.

Joystick para iPhone

Foto: Divulgação

As imagens divulgadas parecem mostrar um controle padrão de Super NES: direcional na esquerda, botões ABXY na direita. Na parte superior, os botões L e R – também vistos no design de referência. O orifício para a câmera na parte traseira deixou dúvidas em relação à sua funcionalidade.

Se este dispositivo for real, certamente o veremos em breve. Mas, a legitimidade da informação pode ter vindo após a conferência internacional da marca, quando foi apresentado um suposto controle com design idêntico ao da documentação do iOS 7 para desenvolvedores.

Por Jaime Pargan


Apesar das más notícias envolvendo os ganhos da empresa, o grupo BlackBerry anunciou que está desenvolvendo um sistema de gerenciamento em nuvem integrado para o SO da empresa, Android e iOS. O anúncio foi feito durante o Gartner Symposium, evento realizado de tecnologia que ocorreu entre 6 a 10 de outubro em Orlando, nos Estados Unidos.

O novo sistema ainda não tem nome nem mesmo data de lançamento, contudo a empresa informou que não será preciso instalar qualquer software e o recurso será habilitado por meio de registro e um pagamento mensal que custa pouco menos que uma xícara de café, segundo a empresa.

Um serviço que seja compatível com todas as plataformas ajuda não somente o usuário como também a desenvolvedores, que terão uma maneira mais prática de armazenamento, usando um sistema baseado em linguagem da web. O sistema terá uma fácil usabilidade, para que não seja necessário conhecer muito sobre tecnologia para usufruir suas possibilidades.

Quando o recurso estiver ativo, os desenvolvedores poderão criar e gerenciar catálogos de aplicativos públicos na Google Play, App Store e BlackBerry World, sendo capaz de mensurar o número de pessoas que estão usando os aplicativos. Os usuários comuns poderão gerenciar tarefas comuns sem ter de recorrer ao administrador, além de poder alterar senhas de acesso de outro dispositivo.

Por Robson Quirino de Moraes


Quem estava curioso com os rumores sobre os novos smartphones de tela curva, agora terão mais detalhes do que pode vir por aí.

No início da semana, algumas imagens vazaram na internet com o possível lançamento da sul-coreana Samsung. Ainda não há um nome para o novo aparelho, mas dizem que ele chegará no mês de novembro.

O que deixou todos ansiosos em relação à publicação é que ela mostra um celular com a tela datada para o dia 10 de outubro. Isso parece, aos curiosos pelo assunto, que a marca poderia revelar algo ainda na primeira quinzena deste mês. Para quem não sabe, a Samsung revelou ter protótipos do modelo em janeiro deste ano. A conta que divulgou as imagens foi a @evleaks do Twitter. As fotos mostram um aparelho com tela curvada e aplicativos coreanos.

E parece que a LG também está chamando a atenção do público para ela. A fabricante, que ainda não divulgou informações sobre o seu aparelho com tela curva, teve seus relatórios publicados por um site chamado CNET com detalhes do novo celular. Com o nome de G Flex, ele terá uma tela OLED de 6 polegadas.

Por enquanto não passa de mera especulação, enquanto o público aguardava o lançamento do atual modelo S4 da Samsung algumas imagens também vazaram nas redes sociais  e muitas delas não faziam jus ao real modelo.

Smartphone de tela curva da Samsung

Por Jaime Pargan


A tecnologia no controle remoto de dispositivos tem avançado de maneira espetacular nos últimos anos. Enquanto a Samsung lança um relógio capaz de atender a chamadas no smartphone, agora surge o protótipo de uma pulseira capaz de controlar algumas funções do aparelho como o controle de volume, o despertador ou o desbloqueio apenas com o movimento dos pulsos.

O projeto surgiu esta semana no site de crowdfunding Kickstarter e utiliza a tecnologia NFC – Near Field Communication ou Comunicação por Proximidade de Campo, que se comunica com smartphones Android através de sinais enviados da pulseira para o aparelho.

Segundo o idealizador do projeto, basta que o usuário tenha o aplicativo 13:56 rodando no dispositivo para que a pulseira funcione. Assim, para desligar o despertador do aparelho basta fazer um movimento do braço, caso o aplicativo designado para isso esteja funcionando no momento. O mesmo pode ser feito para mudar as músicas ou ajustar o volume dos fones de ouvido.

Embora a tecnologia não seja bem uma novidade, já que outros aparelhos como os da linha Xperia da Sony também podem usar as “tags” para desbloquear ou adicionar informações aos aparelhos, ela é vista com bons olhos por ser um projeto independente e diferente de outros dispositivos oferecidos atualmente.

Por Ebenézer Carvalho


Samsung Galaxy Star ProMais um membro modesto da linha Galaxy chegou sem fazer muito barulho. O novo Galaxy Star Pro estreou no mercado indiano por um preço razoável de US$ 111, equivalente a R$ 240, aproximadamente.

O aparelho possui capacidade de utilização de 2 chips, processador Cortex A5 de 1GHz e 512 de memória RAM. Além disso, uma câmera traseira de modestos 2 megapixel e 4GB de memória interna expansível via microSD complementam o aparelho.

Embora seja de entrada e possua um preço bastante justo, o aparelho roda o SO Android 4.1 Jelly Bean, possui Bluetooth e conectividade Wi-Fi, mas carece de 3G. No entanto, isso não deve ser considerado um grande problema, já que o smartphone é um avanço e tanto em relação ao modelo de entrada antecessor, Galaxy Y, que roda o Android 2.6 e possui capacidade de armazenamento interno de apenas 256MB e processamento muito inferior.

O lançamento ocorre no mesmo período em que o Galaxy Note 3 chega ao mercado mundial. Talvez esse seja o motivo pelo qual um smartphone de entrada com características tão interessantes tenha passado quase desapercebido. De fato, seria um verdadeiro tiro no pé se a Samsung direcionasse os holofotes para outra linha que não fosse seu híbrido de smartphone e tablet.

Por Ebenézer Carvalho


Vertu ConstellationQuem tem gosto refinado por gadgets acima da média dos preços praticados no mercado mundial, certamente deverá gostar da nova linha Constellation, da empresa inglesa Vertu.

O móvel custa nada menos do que aproximadamente US$ 6,6 mil (ou 4,9 mil euros) e garante ter todas as funcionalidades que o luxo high tech pode proporcionar, embora haja controvérsias.

A tela é de somente 4,3 polegadas, embora com uma resolução até atraente de 1280 x 720 pixels. O processador é Dual-Core Snapdragon S4 de 1,7 GHz, e o acesso à rede se dá por Wi-Fi, NFC, microUSB,  3G e Bluetooth. O smartphone também tem as seguintes especificações: câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 1,3 megapixel; capacidade de armazenamento interno de 32 GB; e bateria de 1.800 mAh.

Trata-se, portanto, de um bom celular Android na versão 4.2, com requintes de detalhes que podem causar inveja aos artefatos de revestimento mais usuais de hoje: em sua confecção foram usados um pedaço de vidro de safira de 5,1 polegadas (à prova de riscos) e couro de bezerro, tudo envolvido em um corpo em titânio grau 5, podendo ser vendido em cores diferenciadas, tais como marrom escuro, laranja, preto, marrom e cereja.

Para complementar a lista de atrativos, o Constellation vem com uma oferta de acesso global por Wi-Fi ilimitado e uma versão da linha de segurança da Kaspersky.

Por Michelle de Oliveira


Omate TrueSmart A Samsung é pioneira no lançamento dos dispositivos “vestíveis”, que são tendência para a nova geração de gadgets. Além dela, a Apple também já trabalha em um relógio inteligente para concorrer com a coreana. No entanto, um dos maiores problemas é o fato de que o Galaxy Gear não funciona caso não esteja conectado a um smartphone da linha Galaxy, o que pode decepcionar aqueles que buscam por liberdade na utilização do aparelho.

O grande diferencial do Omate TrueSmart é que ele consegue conversar com outros celulares no maior estilo James Bond  e ainda manda mensagens SMS, além de ser à prova d’água e de arranhões. Sua interface roda o SO Android 4.2 e os ícones são bastante grandes e fáceis de tocar. Talvez uma das maiores dificuldades na aceitação do produto seja o tamanho e design do visor que não agradam muito para os padrões da atualidade.

Uma unidade do aparelho foi posta à exposição na Glazed Conference, em San Francisco, EUA, e em breve já deve estar disponível à venda por lá.

O mercado de dispositivos vestíveis vem ganhando algum destaque não só com o lançamento do Galaxy Gear, mas também com as campanhas que o Google vem fazendo para divulgar o Glass, que ainda está em versão de testes, mas já impressiona pela liberdade que proporciona ao usuário.

Por Ebenézer Carvalho


A geração multi-toque, como é conhecida, veio para modificar completamente a forma como as fabricantes projetam e desenvolvem seus produtos. Há dez anos atrás, os jovens estavam começando a conhecer um pouco mais sobre mídias sociais e a internet não era da forma como a conhecemos hoje. Os celulares pesavam meio quilo e funcionavam muito bem somente para realizar ligações. Os aparelhos top de linha daquela época permitiam jogar tetris e snake e tinham até um teclado legalzinho. No entanto, isso tudo mudou e até mesmo a utilização de botões atualmente é algo obsoleto, a não ser que eles tenham um leitor biométrico altamente sensível.

Em um estudo recente realizado, adolescentes americanos foram questionados se abandonariam seus smartphones high-tech por um carro. Incrivelmente, 65% dos estudantes disseram que não, o que mostra a importância e o valor que o dispositivo tem para esse público em especial. Somente para termos de comparação, nos anos 80 e 90, se um jovem americano tivesse o seu próprio carro, ele era considerado mais “cool” entre os colegas.

Assim como a geração passada, essa nova turma também serve como um reflexo do futuro dos aparelhos eletrônicos. As mídias sociais são as grandes responsáveis pelo sucesso dos smartphones, já que além de serem bonitinhos, eles também são sinais de status entre os amigos, assim como os carros de antigamente. Sabendo disso, as empresas apostam em aparelhos cada vez mais simples por fora e altamente funcionais. Além disso, jamais deixam de consultar os jovens de hoje, que são a principal engrenagem que dita as regras dessa indústria.

Ebenézer Carvalho


Quem já ficou encantado com o lançamento da Apple no mês de setembro, agora tem mais essa notícia que pode deixá-los ainda mais curioso com as novidades da marca. A companhia pode estar estudando como será o próximo iPhone. Há rumores de que existiam protótipos do próximo lançamento desde 2012 e que a marca estaria verificando a possibilidade de trazer mudanças não só na tecnologia, mas principalmente em seu visual.

A aposta da Apple dessa vez seria um design ultrafino e uma tela maior – de aproximadamente 4,8 polegadas. Além do display de retina de alta resolução e a alteração na localização do botão Home. Especialistas da área dizem que no próximo ano, o novo iPhone finalmente virá com tela grande “edge-to-edge”, combinada com corpo revestido em metal fino. Mas, por enquanto ainda não há confirmação da empresa sobre essas informações.

O que se sabe é que esse aumento no tamanho pode ser uma estratégia da empresa Cupertino para competir na Ásia, que é onde disputa o mercado com produtos da coreana Samsung, como o tradicional Galaxy S4 e Galaxy Note. Também há indícios de que a marca deixará o hábito de denominar os seus aparelhos com letras, ficando apenas os números.

Por Jaime Pargan


Imagens sobre a atualização do Windows Phone 8.1 foram divulgadas por uma conta do Twitter. O responsável pelas informações foi um usuário de nome @qxerro.

Todos sabem que a Microsoft comprou a Nokia e pode ser que a gigante já tenha mostrado que pretende inserir algumas características da empresa comprada em suas criações. Isso porque o usuário mostra a inicialização do sistema, que aparece o nome Lumia. Sendo um sinal de que a companhia pode adotar o título da mesma forma que faz com os seus tablets Surface.

A novidade ainda não foi oficialmente anunciada pela empresa, mas espera-se que o lançamento ocorra no início de 2014. A nova versão ainda está sendo estudada e deverá receber uma pequena atualização GDR 3, que dará suporte às telas Full HD e aos processadores Quad-Core.

Algumas alterações foram feitas e ícones novos podem chegar com a atualização. O horário de alarme está com uma nova opção de programação nas notificações da tela de bloqueio. O indicador da bateria ganhou uma opção de exibir a porcentagem restante. Outra mudança é que o relógio mudou de lugar e agora aparece no canto superior direito.

Desde que chegou ao mercado o WP (Windows Phone) tem atingido um nome crescente de vendas e sido muito bem aceito e aprovado por usuários.

Por Jaime Pargan


Samsung Galaxy S4 douradoSeguindo a mesma proposta da Apple de lançar o S5 de cor champagne, a Samsung fez a mesma coisa, e anunciou o lançamento do Galaxy S4 em uma edição exclusiva. Serão duas versões: uma marrom dourado e outra rosa dourado. As imagens das novidades foram disponibilizadas pela Samsung nas contas oficiais do Facebook e Twitter dos Emirados Árabes.

A empresa sul-coreana não informou os valores e nem a data em que serão lançados. Também não há informações se o modelo chegará oficialmente ao Brasil, nem se as configurações permanecerão as mesmas que a versão já apresentada do Samsung Galaxy S4.

O aparelho apresentado em março chegou às lojas em abril deste ano. O aparelho possui tela touch de 5 polegadas, câmera de 13 megapixels inteligente e é mais fino e leve que o S3 (versão anterior do smartphone). Ele apresenta uma gama de novidades, como o Air Gesture, que permite realizar algumas funções com o movimento das mãos e dedos sem a necessidade de tocar na tela.

O Galaxy S4 apresenta duas opções de processadores: 1,6 de GHz com quatro núcleos, e 1,9 GHz com oito núcleos. 

A Samsung afirmou que mais de 20 milhões de unidades do aparelho já foram vendidas em todo o mundo em apenas 2 meses após o lançamento.

Por Robson Quirino de Moraes


Phone Strap 2Depois dos mais variados modelos de celulares que inclui além da tecnologia, o design e a sofisticação, o japonês Phone Strap 2 é considerado atualmente o menor celular do mundo.

Embora seja compacto e atraente, o celular não suporta demais recursos apresentados nos modelos atuais. Sua função é simples e está disponível em três opções de cores: rosa, branco e preto.

Pesando apenas 32 gramas com tela de 1 polegada, sua autonomia permite apenas duas horas de conversação ou trezentas horas em modo stand by. 

O pequeno modelito é vendido somente no Japão, mas é curioso se perguntar quem nos dias hoje compraria um aparelho tão pequeno e simples. Suas teclas mal comportam um dedo e sua semelhança com um celular de brinquedo chega a ser no mínimo  engraçado. 

A Willcom visa ampliar o marketing da marca e mesmo desacreditado por alguns, o micro celular tende a atingir um considerável número de vendas. Segundo a fabricante o aparelho apesar de simples possibilita a checagem de e-mails. Para os japoneses que não possuem cansaço nas vistas, até que pode ser uma boa ideia experimentar a novidade.  

Por Luciana Ávila


Entre os dias 27 e 29 de outubro de 2013, a Samsung estará promovendo a realização de sua primeira conferência anual voltada completamente para os desenvolvedores. O evento está marcado para ocorrer no Hotel Westin St. Francis, localizado na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. Os profissionais da área que quiserem participar já podem realizar as inscrições no site oficial. O valor da taxa de participação para a Samsung Developers Conference será de US$ 299,00, algo em torno de R$ 711,00.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, a previsão é de que Samsung faça uma conferência contando com cerca de 40 sessões. Além disso, ainda há a expectativa de que a empresa apresente no decorrer do evento as novas SDKs (Software Development Kit) e também outras ferramentas que deverão trazer algumas novidades aos dispositivos produzidos pela companhia.

Segundo as palavras do presidente da Samsung Media Solution, a empresa está bastante animada com a possibilidade de disponibilizar aos profissionais da área um único ambiente onde possam aprimorar seus conhecimentos tanto no desenvolvimento quanto na comercialização de aplicações e serviços voltados para o mercado de tablets, smartphones e televisores.

Para saber mais sobre esse evento, acesse o site www.samsungdevcon.com.

Por Denisson Soares


O novo sistema operacional integra-se ao mercado de celulares no próximo ano. O sistema OS de código aberto já conhecido por alguns consumidores no ramo da informática, agora ganha uma versão para smartphones. A responsável pela novidade é a empresa Canonical, conhecida pela produção do Linux, e desde 2012 trabalha no sistema Ubuntu para Android.

A novidade é que a Canonical disponibilizará um sistema otimizado com processador de 1Ghz, memória RAM de 512MB e armazenamento interno de 1GB para celulares. Contando com uma interface moderna e interativa, o Ubuntu dá prioridade ao conteúdo e prioriza a navegação, como princípios básicos. Será como folhear um livro, podendo ir e voltar pelos links laterais sem ter que fechar todas as caixas para abri-las de novo. A tela inicial tem um design bonito e bem personalizado com as informações já conhecidas e mais utilizadas pelos usuários, como as atualizações de suas redes sociais, chamadas e demais necessidades. Ele também conta com um sistema de armazenamento online, podendo acessar os arquivos em outros dispositivos desejados.

Apesar do nome inicialmente estranho, o sistema operacional Ubuntu para smartphones aparenta ser um sistema simples e acessível para quem não prioriza muitos requintes e quer rapidez e eficiência. Atende às necessidades básicas, com uma aparência leve e livre de exageros, prometendo ser um concorrente forte no mercado.

Por Fábio G. Santos


Moto XApesar de já não ser mais um grande segredo, finalmente o Google e a Motorola lançaram o seu primeiro smartphone criado em conjunto: o Moto X.

No dia 1º de agosto, o novo Moto X foi apresentado oficialmente como um gadget de configurações razoáveis para o usuário regular, que não tem necessidade de um aparelho muito poderoso.

Um dos principais destaques do primeiro gadget Google-Motorola é o seu sistema X8 Mobile, que traz um conjunto de dois processadores que interpretam computação contextual somados a um processador Snapdragon S4 Pro com dois núcleos e 1.7 GHz. A capacidade de armazenamento interno é de 16 GB ou 32 GB e a placa gráfica permite a execução de vídeos Full HD, pois é a mais potente do mercado – a Adreno 320 com quatro núcleos.

O display do Moto X possui 4.7 polegadas e tecnologia AMOLED, junto da resolução HD, além de memória RAM de 2 GB, compatibilidade com 4G (superior a do S3), câmera na parte de trás com 10 MP, bateria de 2200 mAh, câmera na frete com 2 MP, conectividade Wi-Fi, NFC, Bluetooth 4.0, junto de GPS e entrada USB 2.0.

O sistema operacional do novo smartphone é o Android 4.2.2, sendo que uma versão será vendida como Google Edition, ou seja, com Android puro.

O Moto X chega aos Estados Unidos já neste mês custando a partir de US$ 199 (mais ou menos R$ 430) e na América Latina a previsão é que chegue no mês que vem.

Por Guilherme Marcon


A Samsung sempre lança novos smartphones que se tornam grande sucesso de vendas, pois os aparelhos possuem um lindo design e aplicativos de última geração.

Um grande exemplo disso é o Galaxy 070 YP-GI2, o novo aparelho da marca, que é um smartphone ou somente um reprodutor multimídia que deve ser lançado no mercado sul-coreano.

Existem alguns boatos divulgados na internet que dizem que esse aparelho será um concorrente do iPod Touch, da Apple. O último dispositivo lançado pela Samsung desse mesmo tipo foi o Galaxy Player 5.8, apresentado na metade do ano passado e que foi um grande sucesso entre os fãs de aparelhos de alta tecnologia.

No site Sammy Hub, foi mencionado que o Galaxy 070 YP-GI2 pode trazer um conceito diferenciado, sendo vendido como um “home phone”, porém, todas as informações corretas, características e definições do novo aparelho poderão ser conferidas no seu lançamento oficial, que está previsto para acontecer no mês de setembro, durante a IFA 2013.

Enquanto o aparelho não é lançado, é possível já adiantar ele vai funcionar com base na versão 4.1 do Android Jelly Bean. Além disso, o aparelho terá display WVGA, duas câmeras (traseira e frontal) e um processador de 1,2 GHz.

Por Josiane Fernandes de Jesus


As novas tecnologias para celulares, smartphones e dispositivos móveis realmente vieram para mudar o cotidiano das pessoas. Sendo assim, para quem curte uma malhação, há um aplicativo que promete ajudar as pessoas que fazem academia a ter ganhos mais rápidos e saudáveis.

Trata-se, por assim dizer, do AcaDroid, um app para Android que busca auxiliar todos os que querem ficar com um corpo mais atlético. Uma curiosidade sobre essa dica, no entanto, é que este programa foi desenvolvido pelos brasileiros Braian Diógenes e Marcos Dias.

Ao acionar o aplicativo, o usuário escolhe qual é o seu objetivo: ganhar massa muscular, emagrecer, manter o físico atual, entre outras funções. Assim, na tela do seu smartphone irá aparecer dicas de atividades físicas e aparelhos de musculação que vão auxiliá-lo em seu processo de malhar. Os mais experientes ainda possuem a opção de criar uma agenda, detalhe que facilita os treinos e os ganhos obtidos. 

Por fim, apesar das qualidades, não esqueça que nada substitui o valor humano, de forma que esse app serve apenas como uma ferramenta para ter uma vida com mais saúde.

Por Madson Lima de Oliveira


MixBit Recentemente os fundadores do Youtube Chad Hurley e Steve Chen anunciaram o lançamento de um novo aplicativo que chega ao mercado com a  missão de ser um concorrente do Instragram e do Vine.

O aplicativo batizado de MixBit é gratuito e foi projetado basicamente com foco no compartilhamento de vídeos curtos. O app já pode ser encontrado na iTunes App Store. Também há uma previsão de que nas próximas semanas ainda surja uma versão do app para aparelhos com Android.

Uma das principais características do MixBit é a possibilidade de ampliação social em termos de apps para compartilhamento de vídeos. Isso se dá pelo fato de que o MixBit permite que os usuários possam reunir seus vídeos curtos com vídeos criados por outros usuários produzindo assim filmes relativamente maiores. Os usuários do app também terão a possibilidade de gravar, fazer edições e publicação de vídeos com uma duração variável de um minuto a uma hora. E claro, usando para isso seu dispositivo móvel.

Em termos gerais cada vídeo produzido pelo usuário do MixBit poderá ter no máximo 16 segundos. Mas como dito anteriormente poderão ser reunidos com outros clipes que neste caso poderão ser 256 no total. No mais é só usar a criatividade, editar, mover e apagar. Os vídeos produzidos no aplicativo poderão ser publicados no site MixBit.

Por Denisson Soares


Tela mais fina do mundo da LGNa segunda semana de julho, a LG apresentou uma grande novidade para o mercado de smartphones. É um novo display que tem apenas 2,2 milímetros de espessura – considerado o mais fino do mundo.

Com o novo lançamento, a LG busca inovar o mercado mundial de smartphones e outros dispositivos móveis, pois com uma tela mais fina é possível reduzir a espessura do aparelho como um todo. O display apresentado tem 5.2 polegadas e resolução Full HD, além de ter a tecnologia Advanced-One-Glass Solution, que permite que sejam aplicados circuitos flexíveis na tela, localizados entre o vidro e a superfície de toque, fazendo com que ocorra uma diminuição do número de linhas no painel.

Além da menor espessura do mundo, a tela apresentada pela LG emite 535 nits de brilho, que é praticamente o dobro do que emite a tela do Samsung Galaxy S4 – considerado, até então, um dos melhores gadgets em questão de tela.

A LG ainda não divulgou quando os primeiros smartphones com a nova tela chegarão ao mercado, mas espera-se que isso aconteça muito em breve, talvez no lançamento de um próximo gadget top de linha.

Por Guilherme Marcon


Logo MicrosoftO Windows Phone 8 está mostrando que realmente é um iniciativa bem sucedida da Microsoft.

A plataforma chegou ao mercado meio tarde, mas foi mostrando o seu valor aos poucos e já conquistou um espaço pequeno, firmando-se até como a terceira maior força entre os sistemas operacionais móveis. Se as vendas não estão tão boas quanto a companhia esperava, os números e as perspectivas são bastante animadores.

Os consumidores estão cobrando novidades para que a Microsoft não perca mais tempo, pois não querem que a empresa fique para trás da concorrência. As respostas da companhia prometem que virão ainda este ano, pois a expectativa é que ela anuncie seus primeiros produtos que contarão com processador de quatro núcleos.

Os novos chips, que deverão ser Snapdragon 600 e Snapdragon 800, surgirão primeiramente em aparelhos que possuam telas de 5 e 6 polegadas, os conhecidos phablets, que contam com suporte para resolução 1.080p. Quando isso deverá acontecer? Ninguém sabe ainda, mas o mais provável é no início do ano que vem.

Para este período a companhia pretende lançar a atualização do Windows Phone 8, que deverá trazer recursos como um multitarefa aprimorado e uma central de notificações no sistema operacional, além de contar com novos aplicativos pré-instalados.

Até o momento, a Microsoft não confirmou os rumores, mas fontes ligadas a ela afirmam que tudo já está mais que certo.

Por Felipe Santos Bonfim


Motorola Razr Ultra - Nova linhaO site Evleaks, famoso por revelar grandes lançamentos, informou que a Motorola deverá anunciar em agosto novos integrantes da linha Razr. O modelo top de linha, Razr Ultra, fará parte dos lançamentos e chegará para substituir o Razr HD, com processador Snapdragon de 1,7 GHz e uma câmera com 10 megapixels, provavelmente com o mesmo sensor do futuro Motorola X, o Clear Pixel, uma tecnologia da Kodak.

O Razr Ultra ainda contará com tela Super Amoled HD de 4,7 polegadas com Gorilla Glass 2, bateria de 2.500 mAh e, ao contrário da linha atual, possuirá o corpo todo revestido com kevlar. Ainda de acordo com o site Evleaks, o smartphone contará com bateria de 4.000 mAh, maior do que a presente no modelo atual que possui 3.300 mAh.

Outro modelo revelado, foi o sucessor do Razr i, que ainda não possui seu nome revelado, mas deverá trazer processador Intel atualizado e assim como o Ultra também será revestido com kevlar.

Segundo informações os novos aparelhos da Motorola sairão de fábrica com a versão nova do Google Now, presente também no futuro Android 4.3. Até o momento, a companhia não se pronunciou a respeito do vazamento das informações.

Por Felipe Santos Bonfim


Na última quinta-feira, dia 11 de julho, a Nokia apresentou em Nova Iorque seu mais novo smartphone top de linha com Windows Phone 8, o Lumia 1020.

Com o lançamento do aparelho, finalmente a Nokia fez o que a maior parte dos fãs esperava: trazer o famoso sensor 808 PureView para a linha de smartphones Lumia, pois o novo gadget conta com uma câmera de 41 MP.

Mantendo o policarboneto na sua estrutura, tal qual o Lumia 920, 925 e 928, o novo Lumia 1020 possui câmera traseira com seis lentes do tipo Zeiss, conta com câmera na parte da frente com 1.2 MP, possui 2 GB de memória RAM, tem processador com dois núcleos Snapdragon S4 com 1.5 GHz, possui capacidade de armazenamento de 32 GB (além dos 7 GB a mais via SkyDrive), tem display de 4.5 polegadas (com resolução HD), conta com vidro Gorilla Glass 3 e possui tecnologia ClearBlack.

A data de lançamento oficial do Lumia 1020 é o dia 26 de julho. De início, o aparelho será lançado somente nos EUA, mas deve chegar ao mercado brasileiro até o final deste ano.

O preço do novo smartphone é US$ 299 dólares, com plano de telefonia da AT&T.

Além disso, há rumores sobre o suposto lançamento de outra versão do Lumia 1020, com armazenamento interno de 64 GB.

Por Guilherme Marcon


O próximo top de linha Android da LG, o G2, apareceu em algumas imagens capturadas de um possível comercial de televisão sul-coreano. As fotografias revelam que o aparelho contará com um corpo compacto e ultrafino, com botões para aumentar o volume na parte traseira do aparelho, abaixo da câmera fotográfica, e separados por um sensor de impressões digitais, algo totalmente inédito neste tipo de aparelho.

As imagens confirmam vários boatos, que diziam que o aparelho traria inovações suficientes para fazer ele concorrer em pé de igualdade com os top de linha do mercado atualmente, como o Xperia Z, HTC One e Galaxy S4. Além disso, o modelo não carrega o nome Optimus, presente no atual top de linha da companhia, e deverá se chamar apenas G2. Até agora, a única informação concreta que foi revelada é que o modelo contará com tela de 5 polegadas Full HD sem bordas laterais, conexão LTE-Advanced e processador Snapdragon 800.

Para completar, o G2 trará uma câmera fotográfica de 13 megapixels e memória RAM de 2 GB. O aparelho deverá ser lançado dia 7 de agosto durante um evento agendado pela LG que acontecerá em Nova York.

Por Felipe Santos Bonfim


Novas informações acerca da próxima versão do sistema operacional móvel da Apple estão surgindo. Dessa vez, o site 9to5Mac divulgou que o iOS 7 será compatível com movimentos da cabeça dos usuários.

Apesar de até então a nova tecnologia estar em fase de testes, com certeza isso seria uma grande novidade para os gadgets do mundo todo, pois permite que pessoas com deficiência física possam usam os aparelhos mais facilmente.

Segundo o 9to5Mac a tecnologia foi criada já na versão beta do sistema operacional e ela se chama Switch Control. Com ela, o usuário poderá iniciar a Siri, abrir apps, acessar a central de notificações, controlar o volume e retornar para a home do gadget.

Alguns desenvolvedores já efetuaram o teste da nova tecnologia e segundo eles a precisão do Switch Control é incrível, sendo capaz de detectar inclusive movimentos rápidos.

Um vídeo foi postado no YouTube falando sobre essa tecnologia e quem disponibilizou o mesmo foi o próprio 9to5Mac.

É bem interessante saber que a Apple está preocupada em tornar possível e cada vez mais natural a utilização de dispositivos móveis por parte de pessoas com deficiência física.

Por Guilherme Marcon


O projeto PLC 54/2012 foi aprovado pela CCT (Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática), e irá para a sanção presidencial, caso não ocorra recurso para votação no plenário.

O projeto pretende autorizar as operadoras de telefonia celular a alugar suas redes, para que sejam usadas em razão de serviços de busca por pessoas desaparecidas.

Essas buscas serão possíveis utilizando o GPS (Sistema de Posicionamento Global) de celulares. Dessa maneira as pessoas que se cadastrarem poderão ter seus celulares rastreados em casos de desaparecimento. O processo será possível utilizando o acesso à internet ou mensagens.

O projeto foi idealizado por Valdir Colatto, e o que o motivou foram os grandes números de desaparecimento de pessoas nas cidades do Brasil.

O rastreamento via GPS, já é um processo que vem sendo utilizado na busca por automóveis e cargas em casos de roubo, e inclusive o Denatran (Departamento Nacional de Transito) tem estudado a implantação de chips de identificação em toda a frota de veículos do Brasil, o que facilitará e muito a busca por automóveis roubados, que trazem números impressionantes no Brasil.

Por Fernando de Souza


Novo Nexus 4 brancoDepois de milhares de boatos sobre o lançamento de uma nova versão do smartphone com Android puro, o Nexus 4, parece que ele finalmente apareceu oficialmente.

Uma nota publicada pela própria LG (fabricante do aparelho em parceria com o Google) anunciou oficialmente  o lançamento do produto, que possui o mesmo hardware da versão de cor preta:

 – Display True HD IPS Plus com resolução de 1280×768 e 320ppi;

– Processador Qualconn Snapdragomm S4 Pro;

– Memória RAM com 2GB;

– Android 4.2 Jelly Bean sem nenhuma modificação feita pela fabricante.

Infelizmente, o modelo branco do aparelho chegará apenas para algumas regiões do mundo, são elas: Ásia, América do Norte, Europa e Oriente Médio. Por esse motivo o Nexus 4 branco não deve aparecer oficialmente em terras brasileiras.

Segundo especialistas, essa escolha específica de territórios para o lançamento não passa de questões mercadológicas, já que principalmente na Ásia e América do Norte, muitas outras fabricantes estão lançando aparelhos top de linha e o Nexus 4 branco pode ser um produto que dará uma certa vantagem para a LG se manter entre as maiores fabricantes, principalmente com um produto exclusivo como esse.

Por Henrique Nicolau


A Jolla, empresa finlandesa desenvolvida por programadores que saíram da Nokia, divulgou recentemente que irá lançar seu primeiro smartphone até o fim do ano. O modelo, ainda sem nome definido, custará entre 400 e 515 euros.

O novo aparelho da Jolla estará disponível primeiramente na Europa e depois será exportado para outras partes do mundo e possivelmente pode chegar ao Brasil.

A própria Jolla desenvolveu o sistema operacional, o Sailfish, que possui compatibilidade com os aplicativos desenvolvidos para Android.

O modelo terá um processador dual-core, possuirá memória interna de 16 GB (podendo ser expandida com cartão de memória) e terá compatibilidade com as redes 3G e 4G. A câmera traseira de 8 MP garante boas fotos sem dever em qualidade para as grandes fabricantes.

Com tela touchscreen de 4,5 polegadas, o modelo apresenta um design agradável, possibilitando que o usuário possa modificar a cor da parte traseira com diferentes capas.

O aparelho utiliza o conceito "Other Half", que possibilita a troca de capas e a integração da tampa com ao sistema operacional, o que permite a adição de recursos e ícones de fácil acesso.

Por Robson Quirino de Moraes


O Opera é um dos mais antigos navegadores para internet e um dos únicos que havia mantido sua ética de não possuir um código fonte aberto, como o que acontece para os principais softwares dessa categoria. Porém essa realidade parece mudar com um anúncio feito recentemente pela empresa, que agora passa a ter o aplicativo rodando no motor Webkit, abandonando de vez o motor proprietário que utilizava.

Com essa mudança o Opera lançou há alguns meses uma versão Beta de seu novo aplicativo, para conseguir corrigir erros e bugs que poderiam ser achados dentro do app. Porém, agora chegou a versão oficial e “terminada” do aplicativo, sendo a primeira considerada realmente estável para dispositivos móveis que operam com o sistema operacional Android.

A versão atual do Opera, realiza a navegação na internet de maneira bastante similar com o que já vemos em navegadores como Google Chrome e Mozilla Firefox, porém possui alguns recursos exclusivos como o Speed Dial e o modo Off-Road que são funções que gerenciam melhor os dados, visando diminuir o excesso em consumo nas redes móveis, principalmente para aqueles usuários que tenham um tráfego de dados limitado.

Por Henrique Nicolau


A Google já está acostumada em fazer parcerias com outras empresas para criar os modelos de sua linha de smartphone Nexus. Dessa vez, a empresa escolhida foi a LG, que conseguiu fazer muito bem feito o serviço.

O recém-chegado Nexus 4 conta com um design extremamente fluido e elegante, como já é a marca registrada da marca. O destaque da vez foi a parte frontal do aparelho, que não conta com nenhum tipo de botão físico, apenas é possível encontrar esses botões na lateral e na parte superior do aparelho. Outro destaque fica por conta de seu incrível design na tampa traseira, que traz uma  ilustração que reage a luz.

O smartphone ainda conta com uma incrível tela de 4,7 polegadas, que traz uma incrível qualidade de imagem. A tela também é protegida pela tecnologia Gorilla Glass, que protege contra tombos e arranhões. Na parte de captura de imagens, a câmera traseira consegue tirar boas imagens, principalmente com um novo “estilo” de software para captura de imagens.

O processador do aparelho consegue aguentar até as mais pesadas aplicações. Combinado ainda com os 2 GB de memória, o Nexus 4 consegue executar várias ações sem nenhum problema.

O preço do aparelho é de aproximadamente R$ 1.690,00.

Por Henrique Nicolau


A Apple até agora sempre esteve disposta a manter o visual e a navegação de seus sistemas operacionais para dispositivos móveis quase os mesmos, porém isso pode mudar no seu próximo lançamento.

Conforme a data de lançamento do novo iOS se aproxima, os “boatos” sobre uma mudança significativa em seu visual estão cada vez mais fortes. Isso se dá ao fato de que várias pessoas ligadas à própria Apple estão geralmente divulgando várias informações sobre a mudança.

Todo esses boatos se devem principalmente ao Designer de Interface Jonathan Ive, que vem fazendo grandes mudanças dentro da empresa, a principal delas é a interação entre setores, um exemplo disso são os dois principais setores da empresa, o Hardware e Software que agora têm uma boa comunicação e é como não trabalhassem totalmente separados, como era feito durante a era Jobs.

Além das mudanças, alguns aplicativos do iOS 7 devem ter seu lançamento adiado, como o aplicativo de e-mail e calendário. Segundo a Apple esse adiamento se deve ao fato da empresa querer garantir o nível de qualidade que já era visto em sistemas anteriores.

O novo iOS 7 tem previsão para lançamento em setembro.

Por Henrique Nicolau


A autonomia das baterias fabricadas com os materiais disponíveis no mercado sempre foi a pedra no sapato dos desenvolvedores de dispositivos móveis, como tablets, smartphones de notebooks.

A tecnologia evoluiu muito rápido nos últimos anos e as baterias não conseguiram acompanhar essa evolução, não é raro de se ver celulares de última tecnologia com grande capacidade de processamento estarem equipados com baterias que duram menos de 1 dia, tornando-se a necessidade de carregar o tempo todo um transtorno para os usuários.

No entanto, na última semana surgiu uma luz que pode colocar um fim no dilema das baterias. A universidade de Ilinóis nos Estados Unidos está em estágio avançado no desenvolvimento de minibaterias que serão muito mais potentes e com maior autonomia que as atuais.

Através de um novo arranjo no posicionamento dos catódos no interior da bateria, pode-se aumentar sua capacidade de armazenamento em até 30 vezes e reduzir seu tempo de recarga para uma fração do tempo.

A tecnologia ainda não está disponível para os consumidores, mas a necessidade do mercado e o interesse econômico envolvido nessa evolução podem fazer esse caminho ser percorrido mais rápido que o normal.

Por Bruno Hardt





CONTINUE NAVEGANDO: