App Microsoft Translator recebeu novas atualizações para os sistemas operacionais iOS e Android.

A Microsoft segue com sua proposta de apostar cada vez mais em outros sistemas que não o Windows Phone, bem como outras empresas concorrentes da marca, como a Samsung e até mesmo a Apple, que parecem estar decididas a investir mais em SO rivais, para gerarem mais lucros para as marcas e não ficarem ''presas'' ao seu próprio SO.

Seguindo esse ritmo, a empresa norte-americana Microsoft, anunciou 2 novas funcionalidades para o seu app ''Microsoft Translator'' que receberá novidades no iOS e no Android, porém, cada uma das 2 funções é exclusiva para um único SO.

Para os usuários do app no Android, agora será possível utilizar o app para realizar traduções, mesmo quando não estiver conectado à rede, através do download de um pacote de idiomas, que traz as línguas disponíveis (o português está entre eles) para a nova funcionalidade, e é gratuito. Segundo a Microsoft, a tecnologia Deep Neural Network, a mesma utilizada no Skype para traduzir ligações, a qualidade das traduções offline devem ser parecidas com a das traduções feitas quando seu dispositivo se encontra conectado com a Internet.

A nova funcionalidade também irá garantir que você possa continuar utilizando o app mesmo após ter ultrapassado seu limite mensal de dados, o que também é uma ótima notícia.

Enquanto isso, os usuários do Microsoft Translator no iOS poderão traduzir palavras presentes em cartazes, imagens, anúncios, etc, por meio de sua câmera, através da nova função presente no app chamada de "Optical Character Recognition". A função é extremamente positiva, podendo ser muito útil quando o usuário for viajar para um país diferente e não conhece muito bem a língua do local, ou simplesmente está em dúvida sobre o que diz em um cardápio de restaurante, por exemplo. A funcionalidade está disponível, assim como a das traduções offline, para 20 línguas.

O recurso de traduções através da câmera, já estava disponível para os usuários do Windows Phone há algum tempo.

A Microsoft ainda não se pronunciou a respeito do motivo de estar lançando de forma separada as novas funcionalidades para iOS e Android, mas afirmou que logo em breve, ambas estarão disponíveis para os dois sistemas mobiles.

Por Isis Genari

Facebook Messenger

Foto: Divulgação


Samsung estaria interessada em levar seus acessórios e aplicativos para o iOS, sendo o Smart Camera o primeiro a ser disponibilizado.

A Samsung vem lançando nos últimos tempos cada vez mais acessórios compatíveis com seus smartphones da Linha Galaxy, como o conhecido S Health. O pensamento da empresa sul-coreana é não ficar presa somente ao Android e aos seus smartphones, produzindo também, outros aparelhos, mesmo que para os mesmos.

Agora, para buscar expandir seu mercado, a Samsung parece estar interessada em levar seus acessórios e aplicativos para o iOS, da Maçã. A questão é que a marca se preocupa em ficar muito presa ao Android, tornando-se dependente do sistema, tanto é que, a empresa vem investindo mais no seu próprio sistema operacional para dispositivos móveis, o Tizen, e existe até mesmo a possibilidade do lançamento de um novo high-end com o sistema em breve.

O primeiro passo foi dado, quando a empresa anunciou que seu relógio inteligente, o smartwatch Gear S2, seria compatível com os smartphones iOS, no Brasil, ele custa quase R$ 2.000.

A Samsung realmente está interessada em disponibilizar cada vez mais, seus serviços para os usuários do iOS, as informações são do site SamMobile. Um dos primeiros a desembarcar no iOS com essa tendência, deve ser o Smart Camera, que deve receber um upgrade com novidades em breve. A empresa deve manter também o suporte para os aplicativos que já estão disponíveis atualmente para o iOS.

Um dos grandes focos da sul-coreana estaria, principalmente, nos aplicativos que garantem a sincronização dos Galaxys, com o sistema operacional iOS, sendo que a empresa já possui um app com essa função hoje.

Entretanto, as informações ainda não são oficiais, mas a tendência é que se concretizem. A grande dúvida fica para se Samsung realmente entrará com força nos dispositivos com iOS, ou manterá vantagens para os usuários do Android, já que se trata do SO presente em seus Smartphones, ou garantirá a mesma quantidade de opções para ambos os sistemas.

Por Isis Genari

Acessórios da Samsung para iOS

Foto: Divulgação


Apple vendeu 300 milhões de produtos em 2015. Nona versão do iOS atingiu mais usuários e foi mais bem qualificado que a versão anterior.

A Apple realmente teve um bom 2015, com diversas novidades e crescimento no mercado, mesmo com o preço salgado de seus aparelhos. Principalmente para o iOS, que viu sua nona versão atingir mais usuários e ser mais bem qualificado que a versão anterior, e assim como a marca, cresceu no mercado de móbiles. Ainda veremos em breve, o lançamento da nova versão do sistema operacional da maçã.

Num todo, a Apple conseguiu o feito de superar as vendas de Windows em todo o mundo em 2015, com seu iPhone. A informação é do site Asymco.

Para se ter uma ideia do tamanho do crescimento da maçã no ano anterior, a Apple conseguiu vender 300 milhões de produtos, incluindo todas suas linhas como o iPhone, iPad, Mac, etc. Já sua concorrente também norte-americana, Microsoft, atingiu 25 milhões de vendas a menos, em relação a 2014, e também 25 milhões a menos que o número de produtos que a Apple vendeu, ou seja, 275 milhões de vendas de dispositivos com o Windows instalado.

Por outro lado, o enorme crescimento do iPhone, não se reflete no baixo número de vendas do Mac, que vendeu 10 milhões de unidades. Em outras palavras, foram 290 milhões de vendas de produtos com iOS no ano de 2015, superando o número de produtos com Windows.

Mesmo com o crescimento, o iOS continua atrás em vendas do Android, que ainda é líder, mas este, não possui exclusividade de uma marca, sendo um sistema livre e aberto, o que facilita a popularização do SO, já que permite que qualquer empresa tenha o ''seu Android''.

A Apple também revelou recentemente que o iOS 9 está instalado em 75% de seus dispositivos atualmente, o que é positivo, já que o SO foi lançado apenas em setembro de 2015, popularizando-se rapidamente entre os dispositivos da maçã.

Por Isis Genari

iOS 9


Apple atualizou o assistente virtual do iOS e traz o idioma português

A Apple está disponibilizando uma atualização para o iPhone que traz Siri em português, além de emojis com diversidade que é uma forte tendência do mercado. A versão 8.3 do iOS foi lançada nesta quarta-feira (8), atendendo aos usuários do iPhone, iPad e também do iPod Touch. Mas esta atualização será feita de forma gradativa, chegando aos poucos para os usuários, desta forma, alguns terão acesso às novidades bem antes que outros.

E nesta nova atualização oferecida pela Apple, tem várias opções de idiomas para o Siri, que é o assistente virtual do iOS. Entre os idiomas disponíveis, além do português, estão: russo, alemão, holandês, dinamarquês, sueco, tailandês e também o turco.

Há mais de 4 anos que os usuários esperavam por esta atualização, principalmente aqui no Brasil onde era grande a reclamação pela falta de tradução para o Siri.

Agora os brasileiros, usuários do iOS, terão muito mais facilidade para fazerem solicitações através do comando de voz, podendo ligar e realizar até "FaceTime" com seus contatos, além de abrir um aplicativo, enviar mensagens, solicitar informações sobre como chegar a um determinado destino e até agendar compromissos!

Basta, por exemplo, perguntar onde fica um determinado estabelecimento mais próximo que o assistente virtual irá lhe informar com clareza.

A atualização traz ainda o aplicativo "Apple Watch" que vai interagir com os usuários que já estiverem usando o relógio inteligente da Apple. E a atualização do iOS 8.3 traz ainda o novo teclado Emoji que foi totalmente redesenhado, incluindo agora 300 novos caracteres que oferecem imagens voltadas para a diversidade racial.

Outra novidade que muitos poderão não perceber em um primeiro momento, mas com certeza é um grande avanço, é a melhora no desempenho em regiões como o envio de mensagens, conexão Wi-Fi, inicialização de aplicativos e até no sistema de abas do Safari.

Vários bugs foram corrigidos, garantindo um sistema mais estável e seguro. O tamanho do download dependerá do aparelho, por exemplo, no iPad Air 2 é de 258MG, já no iPhone 6 é de 285MB, tudo vai depender se há ou não correções a serem feitas no aparelho.

Por Russel

Siri em português

Foto: Divulgação


Apesar da Microsoft estar investindo pesado no Windows Phone e outras empresas terem lançado seus sistemas operacionais exclusivos para smartphones, o mercado ainda continua pertencendo ao Android e ao iOS que juntos dominam mais de 96% deste mercado que hoje é um dos mais concorridos e também um dos que mais tem crescido em todo o mundo.

A IDC, empresa que realizou uma pesquisa nesta área, publicou um relatório mostrando que de todos os smartphones comercializados no ano passado, 96,3% tinham o sistema operacional Android do Google ou o iOS da Apple.

Este resultado é interessante porque mostra que os demais sistemas operacionais para dispositivos móveis não estão conseguindo mercado, pois em 2014 o Android e o iOS dominavam 93,8% do mercado e um ano depois os dois sistemas operacionais passaram a dominar 96,3% do mercado, o que mostra que o Google e a Apple continuam crescendo enquanto que os demais sistemas operacionais ainda não conseguiram mostrar poder de crescimento nesta área.

O Google vem buscando alternativas para manter o Android na maioria dos smartphones. Em 2014, como a Samsung teve um baixo crescimento, o Google passou a apostar mais nos pequenos fabricantes e assim conseguiu manter suas vendas em alta.

A pesquisa também forneceu dados sobre a concorrência entre o Android e o iOS. De acordo com os dados colhidos, o Android teve um crescimento no mercado, indo de 78,7% para 81,5% e este crescimento foi em apenas um ano. Já o iOS teve baixa, caindo de 15,1% para 14,8% neste mesmo período de um ano.

A Microsoft continua trabalhando para ampliar sua atuação neste mercado e os resultados, apesar de serem baixos, mostram que a empresa tem conseguido um resultado positivo, apresentando um crescimento de 4,2%. É um crescimento considerado muito baixo, mas a Microsoft sabe que diante da atual realidade, é um número satisfatório, pois conseguir espaço em um mercado dominado pelo Android e o iOS não é nada fácil.

Nos próximos meses, tanto a Apple quanto o Google estarão lançando novidades para continuarem liderando este mercado. A Microsoft prepara o Windows 10 para integrar o sistema operacional em todos os aparelhos. Quanto aos demais sistemas operacionais, não deverão conseguir números significativos para este ano.

Por Russel

Android e iOS


Dentre os melhores games de 2014, Clumsy Ninja é nada menos que um game para AndroidiOS no qual você terá que ajudar um ninja bastante desajeitado a se tornar bem mais habilidoso e forte. O jogo é bastante interessante e possui uma temática bastante divertida. Em Clumsy Ninja você vai ter que realizar vários tipos de atividades diárias para ajudar o seu ninja a evoluir cada vez mais.

Algo bastante interessante é que seu personagem terá à sua disposição um sensei que irá lhe passar as instruções de quais ações devem ser feitas. É por meio da conclusão de tais ações que o ninja irá conseguir pontos de experiência, moedas e cristais. A cada nível superado a faixa do ninja irá mudando de cor, sendo assim, novas ações serão desbloqueadas e novos itens estarão à sua disposição para adquiri-los.

Uma característica muita engraçada desse game é o fato de que o ninja pode ser tocado. Logo, você pode bater em suas mãos, fazer cócegas, pregar balões nos seus pés dentre outras atividades.

Além disso, vale destacar que a cada nível superado, o cenário também irá sofrer mudanças. E com isso o Clumsy Ninja também terá direito a seu próprio pet e partes da história do game vão sendo reveladas aos poucos. Lembre-se que você terá que cuidar diariamente do ninja, isso mesmo, ao estilo de jogos de bichinhos virtuais, nos quais eles precisam de toda sua atenção.

Para quem ainda está em dúvida sobre este game, aqui vai um breve resumo: é um game viciante, possui gráficos de excelente qualidade, conta com muitos efeitos sonoros de grande qualidade, o personagem é muito encantador e carismático, o game conta com movimentos realistas, naturais e fluidos.

Clumsy Ninja é disponibilizado de forma gratuita através do site oficial Google Play em sua página. O game roda em Android 2.3 ou versões superiores. Além de seu iPhone, o game também roda em iPad e iPod Touch.

Por Bruno Henrique

Clumsy Ninja


Existem aplicativos que oferecem grandes possibilidades para a facilitação da vida do usuário. Pode-se citar o InSpy, que possibilita o controle das atividades dos amigos no Instagram.

Outro aplicativo que tem importância é o Air Scanner, que possibilita utilização do aparelho em uma câmera remota, além do Microsoft Xim, que permite o compartilhamento de fotos com os amigos. Veja seguir mais detalhes dos aplicativos.

–  InSpy (gratuito)

Este aplicativo permite o controle no Instagram e acompanhamento de todas as atividades dos amigos nesta rede. Através dele, os usuários têm a possibilidade de visualizarem curtidas e comentários dos seus contatos, podendo ter conhecimento se um amigo der um like ou comentar fotos no aplicativo.

Foto: divulgação

– Air Scanner (U$$ 0.99)

O Air Scanner permite a utilização do aparelho como câmera remota, sem a necessidade de nenhuma instalação no computador. O acesso à câmera é fácil, podendo ser utilizado qualquer navegador. Somado a isto, o aplicativo necessita de nenhuma configuração.

A qualidade da imagem fornecida é de acordo com o dispositivo utilizado. De forma comum, ela é exibida a 720p HD no iPhone 5 e 1080p em novos aparelhos.

– Microsoft XIM (gratuito)

Os usuários que buscam uma forma de compartilhar suas fotos em diversificados lugares têm a possibilidade de alcançar isto utilizando o Microsoft Xim. Através dele, o usuário tem a possibilidade de selecionar até 50 fotos do seu aparelho, Facebook, OndeDrive, Instagram ou do Dropbox, sendo possível que selecione uma ou mais de cada local.

Dessa forma, o aplicativo gera um link com uma apresentação de slides destas imagens para o envio do usuário para seus amigos, através de e-mail ou de número de celular.

– 99Taxis (gratuito)

Este aplicativo permite a alternativa de GPS ativada no celular para achar o táxi mais próximo e chamá-lo até o local do usuário.

Por Felipe Couto de Oliveira


Realmente, o filme de comédia americano lançado em 2006, Uma Noite no Museu, agradou muito ao público e, obviamente, aos bolsos do diretor Shawn Levy e sua produtora. A prova está no anúncio do terceiro filme com o título, que tem lançamento previsto para dia 19 de dezembro nos Estados Unidos, é denominado "Uma Noite no Museu 3: O Segredo da Tumba".

A repercussão é tanta que, recentemente, um jogo gratuito permite que o player controle Larry, o guarda noturno do museu. O game chamado Noite no Museu: Chave Escondida já está disponível para download na Google Play Store (Android) e na App Store (iOS), contudo, ainda não há informações sobre um possível lançamento para Windows Phone.

No game, que por sinal é gratuito, o jogador deve encontrar objetos valiosos escondidos na tela. Para essa grande aventura, Larry passará por diversos cenários no interior das salas do famoso museu: Desde o Antigo Egito, até a China Imperial. Dessa forma, o jogo deixa de ter unicamente caráter de entretenimento, para entrar no ramo educativo, posto que ao jogar o título, é possível entender um pouco da cultura, do local e de sua história.

O jogo Noite no Museu: Chave Escondida permite ao usuário, utilizar ferramentas como lupa, lanterna, fotos, além de dispor de dicas preciosas vindas de personagens do filme que servirão como um “empurrãozinho” para acelerar a jornada de Larry pelo museu.

Nos dispositivos com iOS, este jogo ocupa cerca de 50 MB de armazenamento interno, e necessita da versão iOS 5.0 ou superior para ser corretamente instalado.

Já nos aparelhos com Android, não se pode dizer corretamente o quanto de memória interna o aplicativo irá ocupar, já que a quantidade de megabytes varia de acordo com o dispositivo. Entretanto, sabe-se que o usuário do sistema operacional móvel da Google precisa ter, no mínimo, a versão 2.3.3 instalada em seu dispositivo.

Apesar do jogo ser disponibilizado para download de forma gratuita, os jogadores mais afortunados poderão fazer transações, permitindo upgrades com o objetivo de tornar o personagem principal ainda mais hábil a dar continuidade a sua aventura nas salas do museu.

Por Júnior Beluzzo

Jogo Noite no Museu

Foto: Divulgação


O Microsoft Word é o mais novo “número 1” na lista dos aplicativos gratuitos para iPhone e iPad da App Store, seguido de perto por outros apps do Office, como Excel e PowerPoint.

No iPhone, estes aparecem em 8ª e 10ª posições, respectivamente, enquanto no iPad o Excel é o 2º colocado e o PowerPoint o 7º. Os aplicativos dispararam para o topo da lista depois das mudanças nos preços ocorridas na última semana. Antes, a Microsoft tinha solicitado que os usuários de iPad se inscrevessem no Office 365 para criar novos arquivos, oferecendo um recurso para iPhone por tempo limitado.

A empresa finalmente permitiu que o público pudesse utilizar seus aplicativos gratuitamente, lançando novos aplicativos unificados como parte do pacote Office para iOS. A atualização dos aplicativos inclui a nova parceria da Microsoft com o Dropbox e menos restrições no uso, no intuito de aumentar sua fatia no mercado “iOS”, que já contava com cerca de 40 milhões de downloads do “Office para iPad”. Mas a empresa segurou o lançamento do Office para iOS na esperança de utilizar a posição (considerável) do Office no mercado para atrair usuários e empresas para a plataforma Windows, o que deu aos competidores (leia-se Apple e Google) espaço para estabelecer raízes nos dispositivos móveis com programas que os usuários podem utilizar de graça. Enquanto os apps do Google similares ao Office sempre foram gratuitos, recentemente a Apple anunciava que seus programas de produtividade também passariam a ser gratuitos e já viriam instalados em seus produtos (MAC, iPads e iPhones).

Apesar de alguns acharem que a “iniciativa” da Microsoft demorou demais, os números de downloads no iTunes, bem como as primeiras avaliações dos aplicativos, mostram que os usuários estão satisfeitos com a novidade, seja por insatisfação com produtos similares de outras empresas ou simplesmente por poderem ter disponíveis em seus dispositivos móveis os programas do Office.

Por Felipe Foureaux Freitas

Office para iPad e iPhone

Foto: Divulgação


O Google reformulou seu aplicativo de calendário, o “Google Calendar”, para ser lançado no dia 3 de novembro, mesmo dia de lançamento dos dois novos modelos da linha Nexus: os novos celular Nexus 6 e tablet Nexus 9. Ambos os dispositivos serão vendidos já com a última versão do Android rodando, o Lollipop 5.0, porém o novo aplicativo é compatível com todas as versões anteriores do sistema operacional.

A versão antiga do aplicativo era basicamente para adicionar e listar lembretes. Era preciso correr pelas listas em ordem cronológica, fazer buscas exatas com a data, nome do evento, pessoas envolvidas ou endereço do evento. A nova versão inclui três novas melhorias essenciais: a primeira é a sugestão de eventos de acordo com o que você está digitando na busca, assim que você começa a escrever. A segunda é a nova visualização da agenda, que permite ver um mapa com a localização do evento (com opções de visualização de fotos, visão periférica e ilustrações do local). Funcionalidades que irão “trazer mais beleza ao seu dia”, de acordo com o Google.

A terceira melhoria na verdade é uma novidade intuitiva, que tenta adivinhar e sugere detalhes para adicionar a um evento, baseando-se na interação do usuário com o aparelho. Por exemplo, se você pratica corrida todo dia em algum parque com um determinado amigo, o Google Calendar vai sugerir o local, horário e contato para o evento a partir do momento que você escrever a palavra “correr”.

A essência do aplicativo é, claro, os eventos gravados nele, porém agora ele junta informações do e-mail para tentar adivinhar e sugerir o que você vai fazer (ou pelo menos adicionar em sua agenda). Por exemplo, caso você receba um e-mail de uma companhia aérea confirmando um voo, o app irá adicionar automaticamente em sua agenda a data, horário e companhia, bem como atualizá-la em caso de atrasos.

O aplicativo, por enquanto, não está disponível para iOS, mas de acordo com o Google, seus desenvolvedores estão “trabalhando nisso”. Enquanto isso, apenas os usuários do Android podem experimentar as novidades.

Por Felipe Foureaux Freitas

Google Calendar

Foto: Divulgação


Uma coisa não dá para negar: desde a morte de Steve Jobs, co-fundador da Apple, muitas polêmicas envolvendo a usabilidade do iOS têm surgido. Só a versão mais recente, iOS 8, já passou por duas atualizações a fim de resolver problemas emergenciais, entre eles, uso indevido de dados de internet. Mas enquanto alguns usuários reclamam, outros vão a fundo e esmiuçam o sistema nos mínimos detalhes para conferir o que ele tem de novo a oferecer.  Confira alguns truques e ferramentas “escondidas” no mais recente sistema operacional da empresa da maçã.

– Ocultar fotos:

Sabe aquelas fotos comprometedoras que ninguém pode ver, mas você não quer apagar? Isso deixou de ser problema. No aplicativo Fotos, basta tocar e segurar na imagem que a opção “Esconder foto” irá aparecer. As fotos são encaminhadas para um álbum oculto.

– Copiar textos de SMS:

Agora as conversas via SMS podem ser excluídas uma a uma ou enviadas em conjunto. Basta selecionar um dos trechos que as opções de marcação para outras SMS’s surgirão.

Copiar textos SMS

– Scanner do cartão de crédito:

Ao realizar compras pelo Safari, sempre que tiver que digitar o número do cartão de crédito, a opção “Scan Credit Card” irá aparecer. A câmera do aparelho fará o escaneamento e todo o trabalho de preenchimento de dados para você. 

Scanner do cart?o de cr?dito

– Notificações interativas:

 Você não precisará acessar o aplicativo para responder e-mails, por exemplo. As notificações surgem no topo da tela e lá mesmo, você poderá responder.

– Identidade médica para emergência:

Agora você pode programar o aplicativo Saúde para que exiba informações na sua tela de bloqueio, como o contato de familiares, data de nascimento e outros dados relevantes numa situação de emergência.

Identidade m?dica para emerg?ncia

– Temporizador de fotos:

Esse já estava na hora. Por fim, você pode programar suas fotos com timer de 3 a 10 segundos.

– Lixeira:

O álbum de fotos agora conta com uma lixeira, que guarda arquivos por um período de 30 dias antes de ser excluído definitivamente. Se arrependeu? Vai lá e resgata.

– Uso da bateria:

Além de saber quanto resta da carga da bateria, agora é possível saber quais aplicativos estão consumindo mais energia, possibilitando um controle maior da carga naqueles momentos que você não tem um carregador por perto.

Informa?es sobre a bateria

Fotos: Divulgação

Por Lenivaldo Silva


Como bem sabemos, o Microsoft Office Mobile para iOS e Android agora é livre, mas será que ele é mesmo usual em uma pequena tela sensível ao toque? Será que os usuários podem mesmo trabalhar através de seus smartphones?

Para realmente saber se o Microsoft Office Mobile fornece os recursos necessários para editar, criar ou ler documentos em qualquer lugar, vamos falar um pouco sobre alguns dos recursos disponíveis.

– WORD:

O Word é a função com melhor desempenho do no app, visto que possui um impressionante conjunto de recursos se comparado com o Excel e PowerPoint.  Entres as ações possíveis estão: criação de novo documento, edição de documento existente, além de permitir que sejam inseridos ao logo do texto comentários necessários.

– EXCEL:

Os documentos trabalhados e Excel podem ser criados a partir do zero com o aplicativo, entretanto, grande parte das funcionalidades existentes na ferramenta são faltantes. Para quem já usa o software e conhece bem suas fórmulas pode até parecer fácil, pois a única fórmula inserida é Soma.

Mas mesmo para os que já conhecem as demais fórmulas não há garantia que se inseridas manualmente terão resultados.

Entre as opções de formatação estão: a alteração da cor do texto, realce do texto com mínimas opções de cores. É possível transformar dados em data, moeda, porcentagem, número ou texto padrão. Outras opções incluem congelar células, quebra de texto, inserção de comentário.

Também é possível visualizar documentos enviados em Excel, filtrar ou classificar colunas. Há também a função de transformar dados em gráfico, por meio da seleção de células específicas.

– POWER POINT:

Se comparado com Word e Excel, o PowerPoint é que possui mais limitações de suas funcionalidades. Ele permite a edição de slides, apenas para movê-los, escondê-los, ou mudar o texto.

Também não é permitido criar uma apresentação a partir do zero, devendo estas serem salvas no aplicativo por outra fonte. Logo, o PowerPoint é a ferramenta menos útil do Microsoft Office Mobile, sendo assim os usuários que o necessitam infelizmente podem se decepcionar.  

Por Jaime Pargan

Microsoft Office Mobile

Foto: Divulgação


Uma empresa especializada em estudos e pesquisas sobre sistemas operacionais, principalmente com programas para aparelhos móveis, divulgou uma pesquisa com o iOS 7 e o Android KitKat no quesito de adoção desses sistemas operacionais pelos usuários e, o resultado foi uma distorção entre um e outro. O iOS 7 teve adesão de quase todos os usuários Apple, enquanto o Android KitKat está bem abaixo do esperado na utilização de seu gadget.

As plataformas analisadas demonstraram que a taxa de adoção e utilização do iOS 7 está entre 88% e 90%, que é um número que a marca Apple trabalha para atingir quando lança uma atualização de seu sistema. Já o Android KitKat está surpreendendo, só que de forma negativa. O KitKat, que tem versão 4.4 ou superior não consegue passar dos 8% de adoção, um número bem inferior ao trabalhado pelas marcas que utilizam o sistema.

A pesquisa divulgada ajuda os desenvolvedores das marcas a projetar novos aplicativos para seus sistemas e desempenhar novas atualizações para agradarem seus clientes. Os usuários da Apple demonstram ser mais determinados e fiéis, sempre experimentando novas ideias que a marca oferece. E vale lembrar que, quando os números são iguais aos alcançados pelo KitKat, é um grande desanimador para seus criadores, já que desenvolver um aplicativo para um sistema atualizado é totalmente diferente que criar um para a versão anterior, ou seja, é como se todo o trabalho do sistema lançado fosse por água abaixo e, criar um novo para agradar os usuários, são meses de testes e desenvolvimento, fora os gastos que muitas vezes são altos.

Contudo uma parcela dessa baixa de adoção do sistema Android também vem de desabilidade da própria marca. Isso porque muitos usuários querem fazer as atualizações, contudo, nem sempre o novo sistema está disponível para o dispositivo de todos os consumidores. O Android é uma plataforma que varia de modelo para modelo, o que dificulta a todos os usuários terem acesso as atualizações. Às vezes eles conseguem ter possibilidades para isso, mas bem depois de vários outros usuários que também usam Android.

O iOS 7.1 foi lançado no dia 10 de março, há pouco mais de duas semanas, e já está agradando a maioria de seus usuários Apple. Enquanto o Android KitKat tenta nadar contra essa infeliz surpresa.

Android KitKat

Foto: Divulgação

 


Nesta terça-feira foi lançado um novo aplicativo para iOS chamado Seene. O Seene dá uma impressão real quanto ao objeto fotografado pela parte da frente e movido em direções diferentes.

O app promete a qualidade semelhante a de  uma foto profissional exaltando os detalhes e profundidade, quebrando as barreiras de uma foto comum em ângulo reto. Ele é exclusivo para dispositivos Apple nos iPhones (do 4S em diante) e também nas últimas gerações dos iPads e iPods Toutch.

App Seene

Foto: Divulgação

Além do divertido efeito fotográfico, o Seene também funciona como rede social e compartilha as fotos no Twitter e Facebook assim como o Instagram. O efeito logo é percebido como se estivéssemos olhando diretamente para o objeto, mas é necessário aprender a usar corretamente o aplicativo para causar o resultado próximo ao esperado, já que o aplicativo não é perfeito.

Segundo relatos de pessoas que já o testaram, o Seene, assim como a maioria dos aplicativos, apresenta  uma certa limitação e neste caso ela  se refere ao fundo dos objetos fotografados e também  nas superfícies contrastadas de acordo com o ângulo. Acredito que pela diversão, muitos dos usuários nem vão ligar para este detalhe, pois vai bastar treinar um pouquinho e não esperar por efeitos tão milagrosos assim.  

Por Luciana Ávila  


O IDC recentemente liberou dados que mostram que aparelhos com o sistema operacional Android e iOS estão como sempre isolados na frente na venda de smartphones. Ambos os sistemas somam 92,3% das vendas totais de aparelhos.

Dentro dessa estatística, vale lembra que a Apple perdeu muito ultimamente. Mesmo tendo vendido 37,4 milhões de iPhones a empresa conta com apenas 17,3% das vendas. Já a sua principal plataforma concorrente domina cerca de 75%.

O Windows Phone também surpreendeu a pesquisa, já  que informações anteriores do IDC, o WP8 estava perdendo por 0,6% para a marca canadense BlackBerry. Mas recentemente conseguiu passar até 0,3% à frente da empresa. O sistema da Microsoft hoje em dia conta com 3,2% das vendas totais de smartphones.

Em relação ao sistema Android que é o grande líder de mercado mundial, recentemente durante o evento I/O realizado pelo Google, foi divulgado que existem no mundo 900 milhões de aparelhos utilizando o sistema, algo que deixa claro que a empresa está indo no caminho certo para ser de vez a grande líder do segmento.

Devemos lembrar que as informações divulgadas pela IDC são em relação às vendas mundiais de aparelhos e apenas do  primeiro trimestre de 2013.

Por Henrique Nicolau


A Apple até agora sempre esteve disposta a manter o visual e a navegação de seus sistemas operacionais para dispositivos móveis quase os mesmos, porém isso pode mudar no seu próximo lançamento.

Conforme a data de lançamento do novo iOS se aproxima, os “boatos” sobre uma mudança significativa em seu visual estão cada vez mais fortes. Isso se dá ao fato de que várias pessoas ligadas à própria Apple estão geralmente divulgando várias informações sobre a mudança.

Todo esses boatos se devem principalmente ao Designer de Interface Jonathan Ive, que vem fazendo grandes mudanças dentro da empresa, a principal delas é a interação entre setores, um exemplo disso são os dois principais setores da empresa, o Hardware e Software que agora têm uma boa comunicação e é como não trabalhassem totalmente separados, como era feito durante a era Jobs.

Além das mudanças, alguns aplicativos do iOS 7 devem ter seu lançamento adiado, como o aplicativo de e-mail e calendário. Segundo a Apple esse adiamento se deve ao fato da empresa querer garantir o nível de qualidade que já era visto em sistemas anteriores.

O novo iOS 7 tem previsão para lançamento em setembro.

Por Henrique Nicolau


O ano de 2012 foi extremamente produtivo para o mercado da tecnologia já que foram inseridos diversos tipos de aparelhos que estão mudando a vida das pessoas na sociedade moderna.

De forma geral, o ano que está terminando teve como grande saldo o aumento dos celulares e tablets, a mudança do perfil de notebooks e a paixão pelos smartphones.

O mais impressionante foi o uso cada vez mais intenso de aparelhos móveis que oferecem funções adicionais possibilitando uma maior conexão com outros dispositivos e a extensão das possibilidades no uso de dispositivos eletrônicos.

Com grandes lançamentos deste ano estão o Samsung Galaxy SIII, Samsung Galaxy Note II, iPhone 5, iPad e Windows 8.

E para o próximo ano podemos aguardar gratas surpresas das empresas de eletrônicos bem como consumidores querendo cada vez mais interação e conectividade em sua vida.

Por Ana Camila Neves Morais


Neste mês de dezembro, o Facebook apresentou mais um aplicativo interessante para os usuários da rede social: o Poke.

Com isso, aqueles que estiverem acessando o Facebook de um iPhone poderão usar o Poke para “cutucar” outros integrantes da rede e também para enviar mensagens de texto ou multimídia que somem após um curto período de tempo.

Para baixar o Poke será preciso que o dispositivo móvel dos interessados tenha uma versão de sistema operacional superior ao iOS 5.1 para que o aplicativo possa rodar.

Por Ana Camila Neves Morais


O Facebook continua com seu processo de melhoria e anunciou nesta quinta-feira – dia 13 de dezembro de 2012 – mais uma atualização para os aplicativos da rede social usados nos sistemas operacionais iOS e Android.

Com isso, a versão 2.0 destes dispositivos do Facebook estão mais rápida além de oferecerem mais novidades relacionadas às fotos como ver a imagem em tela cheia com apenas um toque e a possibilidade de ver o álbum como um todo.

Por Ana Camila Neves Morais


O Google informou nesta semana, por meio do blog oficial da companhia, que irá iniciar a oferta do dispositivo Google Maps na loja de aplicativos da Apple.

A Apple até chegou a criar um serviço exclusivo de mapas para o iPhone 5, mas os usuários fizeram diversas reclamações como grandes erros geográficos e poucas opções disponíveis.

Com isso, o Google Maps agora poderá ser usado em qualquer modelo de iPhone ou iPod que possuir versões a partir do iOS 5.1.

Fonte: Reuters

Por Ana Camila Neves Morais


Com o lançamento do novo iPhone 5 e dos novos iPads, o Google desenvolveu uma atualização do aplicativo do YouTube para iOS, para que ele seja compatível com os novos dispositivos.

A atualização do app foi disponibilizada no último dia 4 de dezembro, terça-feira, e trouxe modificações no design, para se adaptar às telas dos novos aparelhos da Maçã, além dos recursos Airplay e VoiceOver.

Com a chegada do Airplay, agora os usuários podem assistir vídeos do YouTube direto na televisão, por meio do seu gadget. Já o VoiceOver proporciona acessibilidade aos conteúdos do site de vídeos do Google. Outras novas características são que agora os vídeos são carregados mais rapidamente, a reprodução é muito mais suave, o usuário pode editar facilmente suas playlists e acessar um canal personalizado, além de que agora os links são clicáveis nas descrições dos vídeos.

Em questão do design, o aplicativo se mantém bem semelhante ao site do YouTube quando acessado via computadores ou notebooks, porém é mais “adaptável” aos tamanhos de tela dos aparelhos da Apple, principalmente com a chegada do iPhone 5 e do iPad Mini.

Por Guilherme Marcon


A Apple, empresa que fabrica os aparelhos de smartphone avançados, revelou que já vendeu mais de 400 milhões de unidades dos celulares integrados com sistema iOS, que engloba os iPhones, iPads e iPods Touch. 

O número impressiona se comparado com a venda de outras tecnologias, principalmente em relação ao preço em que são comercializados os aparelhos, porém ainda fica atrás da quantidade de celulares, tablets e outras novidades integradas com o sistema operacional Android.

Já, os fãs do Android podem comemorar. O que confirma essa estimativa foi o anúncio do executivo do Google, idealizadora do Android, Hugo Barra. Em sua página do Google+, no dia anterior ao lançamento do aguardado iPhone 5, ele informou que já existem mais de 500 milhões de Androids ativados, ou seja, um verdadeiro fenômeno de vendas.

A estimativa engloba os smartphones, tocadores de multimídia (como o Galaxy Player, por exemplo) e também certos tablets.

E o Google segue confiante nas vendas, já que garante que diariamente cerca de 1,3 milhões de aparelhos Android são ativados no mundo.

Para conhecer mais novidades sobre tecnologia e os lançamentos da Apple, acesse o site oficial da empresa: www.apple.com.

Por Tadeu Goulart

Fonte: IG


No último sábado (21/04), a empresa de anúncios Chitika realizou um estudo em tempo  real, cujo resultado foi bastante curioso. A pesquisa mostrou que os aparelhos com sistema operacional iOS têm muito mais uso do que os com a plataforma Android. O estudo foi realizado, com base em um panorama da empresa, com dados coletados em um período de 24 horas entre os dias 20 e 21 de abril.

De acordo com os resultados da pesquisa, a quantidade de venda de produtos com o sistema operacional do Google é muito considerável, porém a Apple ainda consegue ganhar de sua rival no número de usuários ativos, sendo os que possuem os dispositivos da marca, como iPhone, iPad e iPod. O estudo ainda apontou que o iPad vem se tornando um produto cada vez mais popular, devido à grande procura dos consumidores pelo dispositivo.

Segundo os números apresentados na pesquisa, 68% do tráfego de dados na rede móvel, durante o último fim de semana, correspondia ao sistema operacional da Apple, já a plataforma Android era de apenas 28% e o restante seria das demais plataformas como BlackBerry e Windows Phone.

Por Guilherme Marcon


Os fanáticos pela Apple, que usam tanto o Mac como algum dispositivo móvel com sistema operacional iOS, podem contar com um aplicativo chamado iConvert. Este app é perfeito para quem quer ver vídeos com áudio (ou só ouvir algum áudio) no seu smartphone ou tablet, pois ele faz a conversão de arquivos do Mac para o formato específico que roda no iOS.

O funcionamento do iConvert é bastante simples, pois basta arrastar o arquivo de vídeo ou áudio a ser convertido para a janela do programa e após isso é só clicar em “converter”, que o aplicativo executará a sua função.

O iConvert consegue, além de converter os diversos tipos de mídias para que o iPhone, iPod ou iPad reconheça, enviar o arquivo diretamente para o iTunes após concluir a conversão do arquivo.

Trata-se de um aplicativo extremamente simples, mas incrivelmente útil, pois elimina as inúmeras configurações e opções que devem ser escolhidas para uma conversão, em outros programas conversores de áudio e vídeo.

Como a maioria dos aplicativos, ele possui uma versão totalmente gratuita, mas com anúncios publicitários, e outra versão paga sem a presença da propaganda dos anunciantes.

Por Guilherme Marcon


O sistema iOS, da Apple, é mais lucrativo para o Google do que o seu próprio sistema. É o que comprova um documento protocolado pela própria gigante da internet.

De acordo com as informações divulgadas no estudo, os produtos desenvolvidos para o Android geraram uma receita de US$ 550 milhões, enquanto outros serviços desenvolvidos para o iOS (como o Google Maps) ou até mesmo as buscas realizadas pelos usuários do aparelho através do navegador Safari geraram um lucro quatro vezes maior.

Os cálculos apresentados foram feitos pelo The Guardian, que levou em consideração os números informados pelo Google e dividiu esse número pela quantidade de dispositivos que possuem o sistema Android.

Essa conclusão se deve ao fato de que quanto maior a navegação feita pelos usuários do iOS, maior é o valor cobrado para empresas anunciantes, já que uma das métricas usadas para compor esse valor é o número de páginas exibidas.

O documento serviu como uma forma do Google de se defender do processo movido pela empresa Oracle, que acusa a companhia de ter quebrado patentes do Java. Vale lembrar que a Oracle recusou um acordo proposto pelo Google no valor de US$ 2,8 bilhões, o valor foi considerado abaixo do satisfatório. Caso seja considerado culpado, o Google deverá desembolsar uma quantia de cerca de US$ 6 bilhões.

Por Joyce Silva


A Samsung relançou esta semana o seu aplicativo ChatON para concorrer com o iMassage (da Apple). O aplicativo de mensagens já pode ser baixado no Android Market (do Google) e no iTunes (da Apple).

A ideia do ChatON é oferecer aos usuários uma alternativa ao SMS ou MMS.

De acordo com a Samsung, estão sendo feitos estudos para que o aplicativo também seja disponibilizado para o Blackberry e para o Windows Phone.

O ChatON permite que os usuários enviem não só mensagens de texto, como também imagens, mensagem de voz, localização, contatos e dados do calendário. Outra opção interessante é a possibilidade de desenhar imagens à mão.

O aplicativo também disponibiliza a opção de chat em grupo e um recurso que classifica quantas vezes você conversou com os seus amigos.

A interface do ChatON é voltada para os jovens e o seu verdadeiro ponto forte é a sua natureza de multi-plataforma, ou seja, ao invés de usar serviços caros como o SMS, é possível utilizar o aplicativo em seu lugar.

O ChatON para IOS pode ser baixado aqui.

Por Joyce Silva





CONTINUE NAVEGANDO: