A Apple pode usar o nome iPhone no Brasil sem pagar nenhuma quantia a Gradiente, que atualmente detém o nome e não entrou em acordo com a empresa de Steve Jobs. O Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro foi favorável à Apple no processo em que a empresa americana briga contra a brasileira Gradiente e o Instituto Nacional de Proteção Intelectual (Inpi).

Essa já é a segunda instância do julgamento e nela os desembargadores decidiram que a Apple tem o direito de usar o nome iPhone em seus aparelhos. O nome que pertence a Gradiente foi solicitado em 2000, contudo devido a entraves só foi realmente cedido em 2008, um ano após a Apple lançar o aparelho mundialmente. A argumentação do Inpi é que a legislação brasileira, as empresas, patentes e nomes são protegidos internacionalmente, contudo ela prevê a concessão do registro às empresas que entram com pedido primeiro.

Depois da decisão do Inpi, a Apple abriu processo na justiça contra o instituto e a Gradiente e acabou vencendo, entretanto a empresa brasileira recorreu. Agora com a decisão, a companhia pode até recorrer novamente, contudo não é certo que tenha vitória em relação a gigante americana. Outra disputa referente ao nome iPhone foi com a rede Cisco, que também havia registrado a marca em 2000, entretanto os termos do acordo não foram informados.

Já no México, a companhia iFone, empresa que oferece serviços na área de tecnologia entrou com ação no órgão responsável pela defesa da propriedade intelectual decidiu, já que registrou o nome em 2003.

Desde seu lançamento em 2007, a Apple se envolveu em uma gama de disputas judiciais em todo mundo, principalmente com a rival Samsung. Nos Estados Unidos, por exemplo, as duas travaram uma série de lutas, que acabou com a vitória da Apple. Já em alguns países da Europa, ambas foram impedidas de entrarem com novas ações, com o risco de serem multadas em valores exorbitantes. 

Por Robson Quirino de Moraes

Apple x Gradiente

Foto: Divulgação


Iphone C600 da GradienteA empresa brasileira Gradiente, após uma disputa na justiça com a renomada Apple, conseguiu o direito de chamar os seus smarphones de iPhones, isso porque ela registrou esse nome em 2007, bem antes da americana nomear os novos dispositivos dessa forma.

Essa vitória foi decisiva para que  companhia brasileira pudesse chamar o seu mais novo lançamento de Iphone. O aparelho chegará ao mercado em outubro deste ano e promete ter preços atrativos e acessíveis aos consumidores brasileiros.

Ela, que tinha levado ao mercado brasileiro um dispositivo iPhone em 2012, inova e traz o Gradiente Iphone com diferente configuração do antigo aparelho.

Iphone da marca brasileira vem com todos os atributos de um smartphone pronto para concorrer com os mais badalados do mercado, inclusive com os aparelhos da empresa americana rival.

O modelo C600 roda o sistema operacional Android 4.2.2 Jelly Bean e o grande diferencial é que o usuário poderá atender ligações de duas operadoras distintas na mesma hora, isto é possível porque o aparelho aceita ativar os dois chips de duas operadoras diferentes ao mesmo tempo.

Alguns detalhes técnicos:

– Processador Qualcomm Snapdragon S4, Dual Core 1.4 GHz;

– Tela de 5 polegadas em HD;

– Memória interna de 8GB;

– Memória expansível via cartão de memória de 40 GB;

– Câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 2 megapixels;

– Voice Search e Miracast compatível com conexão 3G.

Por Melina Menezes


A Gradiente andava sumida do mercado, pois há muito tempo a empresa não lançava nenhum aparelho novo, mas recentemente a companhia anunciou que iria entrar no mercado de smartphones e que pretendia investir pesado para isso. Junto com o anúncio de sua entrada neste segmento a fabricante aproveitou para revelar seu primeiro smartphone, o Neo Dual Touch, que conta com uma TV digital analógica. Agora a Gradiente resolveu anunciar mais um novo modelo, o Neo One.

O smartphone traz tecnologia de terceira geração e está disponível em duas cores, branca ou preta. O Neo One possui tela touchscreen de 3,7 polegadas, suporte para dois chips Sim, sistema operacional Android, cartão de memória de 2 GB, MP3 player, câmera de 5 megapixels, conexão Wi-Fi e Bluetooth.

O Neo One, sem dúvida, é uma ótima opção para quem precisa ter informação sempre à mão. Com ele é possível acessar as redes sociais, e-mails e ainda ter acesso a Gradiente Apps, que conta com mais de 30 mil aplicativos, tanto pagos quanto gratuitos.

Além de possuir configurações bastante interessantes o novo smartphone da Gradiente também possui um ótimo preço, apenas R$ 899.

Por Felipe Santos Bonfim





CONTINUE NAVEGANDO: