Novos modelos ganharam bordas mais finas e um hardware melhorado, além de câmeras mais potentes.

Em fevereiro deste ano, quando a Samsung apresentou ao mundo o Galaxy S9 e o S9+, deixou claro que a empresa segue firme na disputa para ter um de seus smartphones entre os melhores do mercado. O design continuou praticamente o mesmo do S8, só que com as bordas mais finais e o leitor de digitais foi para outro local, já que na versão anterior gerou muitas reclamações. O hardware também melhorou muito de um modo geral, sem contar as câmeras que ganharam um upgrade e passaram a oferecer fotos e vídeos com qualidade ainda melhor.

A sul-coreana tem investido cada vez mais em câmeras melhores, mas somente o S9+ tem duas câmeras traseiras, o S9 tem apenas uma. O sensor deste smartphone conta com um novo recurso, que é o de abertura variável, uma opção que ainda não está presente entre os concorrentes e que certamente será um importante diferencial. Com estes recursos, a câmera do novo modelo da Samsung pode alterar a abertura de acordo com a vontade do usuário, por exemplo, na hora de tirar uma foto durante o dia, pode ser usada a abertura f/2.4, que é menor, pois há muita luz. Se for à noite, então a abertura poderá ser a f/1.5, já que há pouca luz e esta é a maior abertura encontrada atualmente na câmera de um celular. O LG V30 se aproxima desta abertura, mesmo assim, só atinge f/1.6.

Outro ponto que chama a atenção é a tela, em super AMOLED, com 5,8 polegadas para o S9 e 6,2 polegadas para o S9+. As duas versões proporcionam resolução de 2960x 1440 e neste caso, a tela menor acaba sendo melhor, devido à densidade de pixels. Os dois modelos também trazem som estéreo e dois alto-falantes independentes, sendo que um continua na parte inferior e o outro está atrás, próximo ao alto-falante das ligações telefônicas. A Samsung informou que a empresa responsável pelo áudio é que definiu estas posições para o som no S9.

A Samsung resolveu disponibilizar hardware diferente para o modelo lançado nos Estados Unidos e os aparelhos comercializados em outros países. Para o mercado norte-americano, o S9 chega com o Snapdragon 845, por causa das redes CDMA que até hoje estão presentes por lá. Nos demais mercados, o chipset Exynos 9810 é que estará presente no smartphone, mas a empresa garante que o desempenho é o mesmo.

Em relação à memória RAM, as versões terão 4 e 6GB. Para o armazenamento interno, o espaço é de 64 e 128GB, podendo ser expandido através do cartão micro SD.

As câmeras do Samsung Galaxy S9 ainda contam com sensores que trazem a moderna geração do autofoco dual-pixel, que garante imagens mais rápidas e com melhor qualidade. Para os apaixonados por vídeos, o modelo também traz vantagens, como a opção de gravar imagens em câmera lenta com 960 frames por segundo e tudo isso com 720 pixels de resolução.

Outro detalhe que não pode ser deixado de lado é a parceria com a Bixby, que disponibiliza no smartphone uma ferramenta para tradução, através da tecnologia de realidade aumentada. É só focalizar uma tela, livro, ou qualquer frase, com a câmera do S9, que a tradução será feita. É uma ferramenta muito prática e que certamente será bem útil no dia a dia de muita gente.

O sistema operacional é o Android 8.0 Grace UX Oreo e o aparelho pesa apenas 163 gramas, com as seguintes dimensões: 147.7 x 68.7 x 8.5 mm. O preço fica entre R$3 mil e R$4 mil, mas para o usuário mais exigente, o dinheiro investido valerá a pena, pois terá em mãos um dos smartphones mais modernos do mercado.

Por Russel

Samsung Galaxy S9 e S9+


Rumores apontam algumas novidades do novo Galaxy S9 da Samsung.

A Samsung deve apresentar no início de 2018 mais uma variante da linha Galaxy S. O novo topo de linha da fabricante deve herdar as melhorias do Galaxy Note 8 e também de seu antecessor, o Galaxy S8. O aparelho, que deve se chamar Galaxy S9, já começa a ter suas novidades vazadas, mostrando que a Samsung deve apostar todas as suas fichas neste que sempre é considerado o melhor aparelho com o Sistema Android instalado.

Ao começar, há sempre aquelas melhorias que chegam: melhor desempenho, bateria com melhor autonomia, câmeras mais parrudas e o Android em sua versão mais recente, com a modificação feita pela Samsung, trazendo recursos em diversas áreas como fotografia, que chegam a aparelhos concorrentes com certa rapidez. O modelo deve ter duas variantes: o Galaxy S9 e S9 Plus, assim como na atual geração, continuando o aproveitamento da tela, com menos bordas, chamada como "tela infinita", possibilitando um pequeno espaço para sensores e a câmera frontal.

Assim como a Apple, a Samsung deve apresentar um melhorado sistema de segurança em seus aparelhos, uma resposta ao Face ID, o desbloqueio facial da maçã. Pelos lados da Apple, o botão de início foi removido do iPhone X, restando apenas o desbloqueio por reconhecimento facial. Ainda não se sabe se o Galaxy S9 virá sem algum botão, porém, um reconhecimento facial deve estar sendo preparado para responder a altura da rival. Lembrando que os atuais topos de linha da Samsung já fazem o desbloqueio por íris, o que deve facilitar na hora de incorporar esta função.

Se falamos do desbloqueio facial e que podemos não ter nenhum sensor biométrico no aparelho, um outro rumor aponta que a Samsung pode estar testando incorporar este botão por baixo da tela, ocupando toda a parte frontal. Este é um recurso que está sendo ventilado para diversos aparelhos, porém, nenhum exemplo prático ainda foi apresentado. Fato é que há uma corrida das fabricantes para provar qual delas será a primeira, e ditará a tendência desse feature daqui para frente. Talvez, a fabricante Sul Coreana use esta carta na manga, assim como a Apple, com o Face ID, irá ditar a tendência em desbloqueio facial, já que as outras empresas buscam se inspirar no modelo em que a Apple implementou.

Outro rumor, que deve deixar descontentes aqueles que elogiaram a Samsung este ano, é que ela deve retirar a saída de fones de ouvido. A empresa foi reverenciada por manter este recurso, já que o iPhone 7 e superiores, bem como outros aparelhos abandonaram o padrão, com a justificativa que devemos andar para frente e evoluir. Se este rumor se confirmar, ela será mais uma fabricante a acabar com a alegria dos saudosistas, possivelmente utilizando a saída USB Tipo C para emitir som através de fones de ouvido compatíveis, ou através de bluetooth.

A Samsung deve equipar a linha S com duas câmeras traseiras. O modelo deve seguir o Galaxy Note 8 e demais aparelhos do mercado, sendo uma câmera tradicional e a outra com a possibilidade de um zoom maior, e outros recursos de fotografia. Esta medida pode trazer mais possibilidades, como alguns recursos de software com o desfoque do fundo, como a Apple apresentou no iPhone 7, por exemplo. Um recurso bacana da Motorola é deixar, de forma nativa, as fotos preto e branco como no Moto X, apresentado há algum tempo.

Só saberemos se estes rumores serão confirmados no lançamento do aparelho. A Samsung deve mostrar ao mundo o "Galaxy S9" já no primeiro trimestre em Barcelona na MWC, a tradicional feira onde as fabricantes mostram um pouco de suas novidades para o ano.

Por Leandrinho de Souza

Samsung Galaxy S9





CONTINUE NAVEGANDO: