Aparelho possui tela de 6 polegadas e maior bateria do mercado.

O Samsung Galaxy A9 é o celular ideal para quem aprecia qualidade. Tela com super resolução, câmera super competente e longa duração de bateria (sem muito tempo de recarga) são algumas de suas qualidades.

A propaganda não é enganosa. O Galaxy A9 SUPER AMOLED tem tela FULLHD de 6 polegadas e 1080×1920 pixels de resolução. Não bastasse isso, o aparelho conta com uma potente bateria, que dura 436 horas em stand-by.

Para quem é ligado em alta qualidade de imagem, o A9 é o celular perfeito. O aparelho conta com uma câmera de 16 megapixels, grava em FULL HD, possui estabilização óptica de imagem (o que garante a qualidade da foto mesmo quando tirada em movimento), a resolução pode chegar a 4608×3456 megapixels e a câmera possui flash LED.

Para armazenar tanta qualidade, o aparelho é equipado com 4GB RAM, mais memória interna de 32GB. Vale lembrar que o smartphone conta com capacidade de expansão da memória para até 256 GB via MicroSD.

Além de toda essa tecnologia, quem gosta de aproveitar tamanha qualidade para ver vídeos online, não ficará na mão. Com uma única carga, o A9 tem autonomia de 20 horas de navegação pela rede 4G, velocidades máximas de 50mbps em upload e 350mbps em download. Vale lembrar que toda essa potência não está atrelada à horas de carregamento: o carregamento da bateria é rápido.

O celular tem espaço para 2 chips nano, opera o Android 6.0.1 Marshmallow e pesa 210 gramas.

A câmera frontal é de 8 megapixels e também grava em FULL HD (30 fps).

Comparando os preços online, o Galaxy A9 é encontrado por até R$ 2.089,00, enquanto no site oficial da marca está avaliado em R$ 2.799,00.

Em setembro (16), o A9 foi lançado na Índia. Há rumores – chineses – de que no Brasil uma nova versão do A9 será lançada na virada do ano, mas nada confirmado ainda.

Na hora de escolher o celular, vale a pena pesar o custo-benefício. Se você mescla muitas horas de navegação com muito tempo longe do carregador, se você vê muitos filmes e fotos, se você gosta de estar sempre compartilhando cenas do seu dia-a-dia ou produz conteúdo, gravando vídeos, o Samsung A9 é com certeza uma excelente escolha.


Smartphone indiano já começou a ser enviado para os compradores que reservaram o aparelho em fevereiro deste ano.

Já imaginou comprar um smartphone e pagar somente R$ 15? O que pareceu impossível foi criado pela fabricante indiana Ringing Bells e chegará esta semana a seus usuários.

Trata-se do smartphone Freedom 251. De acordo com a empresa, o envio dos aparelhos será feito para quem encomendou o produto em fevereiro deste ano, pelo valor de US$ 4, o que convertido em reais equivale em torno de R$ 15.

Em seu lançamento, todavia, a organização mostrou os protótipos, sendo que estes nada mais eram do que outros celulares de outra marca coberta, caracterizando somente a aparência que o Freedom 251 terá.

Em entrevista ao jornal indiano Indian Express, o fundador e presidente-executivo da organização criadora do aparelho, Mohit Goel, afirmou que ele está sendo produzido e incentivado por duas iniciativas na Índia que buscam disseminar e massificar as vendas de smartphones no país. São essas: a Digital India e a Make in India. Além disso, o governo local tem apoiado incondicionalmente o projeto.

Com isso, Mohit explica que há uma questão social por trás deste apoio e do valor extremamente atraente do celular. Conforme ele, em cada aparelho vendido, a Ringing Bells perde aproximadamente US$ 2,20, como forma de realizar o sonho de inúmeros indianos que vivem à mercê da pobreza nas áreas rurais do país. Sendo assim, estes cidadãos carentes terão a oportunidade de se conectar com outras pessoas e usufruir da tecnologia na palma da mão.

Até o momento, pelo menos 200 mil celulares já estão prontos para o envio no primeiro lote. Porém, os planos são de expansão, com a abertura de mais um lote de 200 mil unidades já nos próximos meses. Em relação ao prejuízo da Ringing Bells, em termos financeiros, este é de US$ 247,5 mil, somente com a distribuição da primeira remessa do Freedom 251.

Apesar de a companhia indiana ainda não ter enviado ele para seus testes finais, o modelo já apresenta algumas especificações, sendo que este terá conectividade 3G e tela de 4 polegadas, bem como câmera frontal de 3,2 megapixels e câmera traseira de 8 megapixels, além de sistema Android 5.1. A capacidade de processamento será de 1,3 GHz e 1 GB de memória RAM, além de 8 GB de armazenamento e entrada para cartão SD.

Kellen Kunz


Aparelho terá três versões que devem agradar em cheio os amantes de smartphones com telas grandes.

A Xiaomi, embora seja uma empresa extremamente nova, já aparece como uma das marcas mais fortes e com maiores investimentos no mercado chinês e até mesmo mundial. Seguindo essa tendência, a empresa acabou de anunciar o seu novo smartphone, o Mi Max, phablet da empresa que conta com boas configurações técnicas e deve atrair o público que adora telas maiores para assistir a vídeos na Internet e acessar a rede, se tratando ainda de um aparelho compacto mesmo com seu tamanho.

O dispositivo aparece em três versões, todas com características equilibradas, não havendo muita diferenciação entre o poder do processador e a quantidade de memória RAM, por exemplo. O aparelho é feito totalmente em metal e conta com leitor de impressões digitais, características bastante atraentes para um dispositivo desse nível. O preço também pode ser considerado bom, apresentando um excelente custo-benefício final ao consumidor. Confira.

Para diferenciar as três opções de seus dispositivos, a empresa apostou em variantes mais potentes e menos potentes, ao invés de simplesmente seguir o padrão do mercado, de alterar a quantidade de armazenamento interno e memória RAM de um dispositivo para o outro.

A primeira versão do Mi Max conta com 3GB de RAM, 32GB de armazenamento interno e o processador Snapdragon 650. Das três versões, esta é a mais simples. A segunda versão do smartphone da marca chinesa conta com 3GB de RAM, 64GB de armazenamento interno e o processador Snapdragon 652.

Já a última e mais potente versão do dispositivo conta com 4 GB de RAM, 128GB de armazenamento interno e o processador Snapdragon 652.

Em comum em todas as versões, temos a tela de 6,44 polegadas, placa gráfica Adreno 510, câmera traseira de 16 megapixels e frontal de 5 megapixels, acesso ao 4G, leitor de impressões digitais, sensor infravermelho, bateria de 4.850 mAh e o Android Marshmallow 6.0 como sistema operacional.

Por enquanto, a data de lançamento ainda não foi definida pela empresa, mas o preço do dispositivo e as cores, cinza claro e dourado, já foram divulgados. A tendência é que o aparelho seja lançado primeiro na China e depois nos demais mercados, porém, os preços já foram revelados pela Xiaomi.

Em sequência, de acordo com o mencionado na matéria, a primeira versão custará US$ 230 ou cerca de R$ 810. Já a segunda versão custará US$ 260 ou cerca de R$ 915, enquanto que a versão mais potente do dispositivo custará US$ 300, algo em torno de R$ 1.055, sempre desconsiderando os impostos, é claro.

A empresa possui suporte no Brasil e há a possibilidade do dispositivo ser lançado por aqui, ao menos uma de suas versões.


Aparelhos deverão fazer parte de uma nova linha de smartphones intermediários da Sony.

A Sony há tempos vem cambaleando em diversas áreas de tecnologias as quais investe, provocando uma imensa instabilidade na empresa. Entretanto, um dos mercados que mais chama atenção pelos problemas que a Sony vem enfrentando é o de smartphones, a ponto de seu novo lançamento intermediário, o Xperia X, ser lançado no Reino Unido por um valor superior ao Samsung Galaxy S7 e ao LG G5. Todavia, a empresa nipônica não desistiu desse mercado e testes de benchmark divulgados pelo conhecido site GFXBench revelam dois novos possíveis dispositivos intermediários da empresa.

Trata-se do F3216 e do F3311, que passaram por testes de benchmark, que criam uma pontuação para dispositivos móveis de acordo com seu desempenho nos mesmos, no caso dos dois aparelhos, revelando já hoje suas possíveis configurações ao menos até o momento dos testes, demonstrando que ambos devem se tratar de uma nova família de dispositivos móveis intermediários.

Nas configurações de ambos abaixo, será possível observar que de fato os dois smartphones possuem configurações que o caracterizam como um dispositivo de meia linha, tendo como grande foco a capacidade de sua câmera, algo já comum em smartphones da Sony, que também se consagrou pela qualidade de suas câmeras

O Sony F3216, segundos os testes do GFXBench, conta com o Android 6.0 Marshmallow como sistema operacional, contando com uma tela de 4,6 polegadas Full HD. Como processador, o dispositivo da Sony conta com o MediaTek MT6755, que tem clock máximo de 1,9 GHz, octa-core, algo bem agradável para um dispositivo intermediário, visto que muitos ainda são lançados contando com apenas 1,3 GHz ou pouco mais. Sua placa gráfica é a Mali-T860 e possivelmente algo que pode decepcionar os usuários caso confirmado é sua memória RAM de apenas 2GB. Nos testes, o dispositivo é apresentado como tendo 10GB de RAM, entretanto, é quase certo que isso se deve ao fato do dispositivo testado ser apenas um protótipo para testes do que deveremos ver futuramente. O dispositivo ainda conta com uma câmera traseira de 20 megapixels e frontal de 15 megapixels, não tendo suporte ao HDR.

Já o Sony F3311 é o outro dispositivo apontado nos testes de benchmark. Ele também possui o Android 6.0 Marshmallow, com tela HD de 4,6 polegadas, processador MediaTek MT6735, quad-core com clock máximo em 1,3 GHz, placa gráfica Mali T-720 e apenas 1,5GB de memória RAM. Sua câmera traseira possui 12 megapixels e a frontal 4,7 megapixels.

Maria Luiza Mazzo


Novo modelo promete excelente hardware e custará cerca de US$ 415.

As empresas chinesas Qihoo e Lenovo anunciaram essa semana um novo smartphone. Com a marca ZUK, o aparelho conta com especificações bastante interessantes, incluindo 6 GB de memória RAM. O aparelho é fruto de uma parceria das duas empresas, que iniciou no ano passado com o lançamento do Z1. Neste ano, a ZUK tem como objetivo oferecer um smartphone com um excelente hardware com um preço acessível.

O Z2 Pro custa em torno de US$ 415, valor acima do esperado nos diversos rumores que rondaram a internet nas últimas semanas. O aparelho conta com 128 GB de armazenamento interno e com inúmeros sensores para oferecer dados precisos na prática de atividades físicas, que incluem oxigenação sanguínea, frequência cardíaca e detecção de raios ultravioletas.

O ZUK Z2 Pro conta com uma tela AMOLED de 5,2 polegadas e resolução Full HD. Seu processador é um Qualcomm Snapgradon 820 QuadCore, rodando a 2,1 GHz, aliado a 6 GB e memória RAM. A câmera principal do aparelho tem 13 megapixels (com f/1.8) e foco automático, enquanto a câmera frontal é de 8 megapixels.

O Z2 Pro também conta com um sensor biométrico para permitir acesso com segurança ao aparelho e também é equipado com uma tecnologia de auto aprendizado que se torna mais eficaz a medida que é utilizado. Sua bateria tem uma autonomia de 3.100 mAh. Seguindo a tendência, o dispositivo acompanha uma porta USB C. Seu design não foi deixado de lado. O aparelho é bastante atraente com um corpo em metal e traseira em vidro. Um outro detalhe que chama atenção no ZUK Z2 Pro é o suporte ao iCloud da Apple. Os usuários poderão obter acesso aos backups realizados em iPhones, podendo baixar qualquer arquivo armazenado na nuvem. Seu sistema operacional de fábrica é o Android 6.0 Marshmallow. A ZUK adaptou o sistema inserindo uma interface customizada proprietária, a ZUI. A empresa disponibilizará uma versão mais barata do aparelho com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno.

Ainda não há qualquer informação sobre quais países ele estará disponível. No entanto, é bem difícil que ele desembarque em território brasileiro. A expectativa é que o Z2 Pro chegue aos Estados Unidos. Sendo assim, se você está interessado no aparelho, poderá utilizar algum meio para importar o aparelho, que deverá ter um preço atraente mesmo com a conversão do dólar e os impostos aplicados.


Aparelho chega ao Brasil com belo design e certificação IP67.

Falar em Samsung mexe com a cabeça de muitos apaixonados por tecnologia. Há anos, a empresa inova e investe no mercado da modernidade, a fim de conquistar novos clientes e de manter os que são fieis a fabricante de aparelhos eletrônicos. Por isso, a Samsung traz ao mercado o seu mais novo lançamento: o Galaxy S5 Duos.

O site da própria Samsung traz como principal especificação do aparelho o seu design moderno, que se adapta ao perfil do usuário em suas diversas atividades diárias. O design do Galaxy S5 Duos promete conquistar por ser resistente e moderno. Com o Galaxy S5 Duos, você não precisa mais se preocupar de molhar ou sujar o celular com poeira. A Samsung garante que o aparelho possui a certificação IP67, que dá a esse aparelho essa função. Mas calma, não vá sair por aí jogando o celular na lama ou mergulhando tirando fotos debaixo d’água. O celular é resistente contra poeira e água, mas não é há “prova d’água”.

Além disso, os apaixonados por foto não ficarão para traz. O Galaxy S5 Duos possui câmera de 16 MP com alto foco ultra-rápido. As fotos sairão com mais vivacidade e brilho. Para ver fotos e vídeos em alta qualidade, o Galaxy S5 Duos conta com uma tela de 5.1” com tecnologia Super Amoled de alto brilho. A tela é tão grande, mas tão grande, que irá proporcionar uma boa visão. Sobre os arquivos com a Tecnologia HDR, você poderá capturar fotos com brilho vivaz, mesmo quando a luz é precária e não proporciona boas fotos. A câmera ainda possui foco seletivo que permite você selecionar o que quer manter em foco na foto e deixar o segundo plano desfocado.

Os apaixonados por esporte irão amar o monitor cardíaco integrado ao aparelho. O Galaxy S5 Duos vem com um monitor cardíaco que permitirá medir a frequência cardíaca onde você estiver. O aparelho possui várias funcionalidades e é surpreende.

Raquel Alice Moreira


Novo smartphone top de linha da Samsung traz melhorias e custa a partir de R$ 3.799.

A cada lançamento de smartphone da Samsung no mundo, todo o público fica bastante ansioso para saber quais serão as novidades e inovações trazidas por esta que é uma das maiores marcas fabricantes de smartphones atualmente no mundo. E por aqui no Brasil, quando há um lançamento da marca, a euforia não é diferente e foi neste contexto que a Samsung fez o lançamento, na noite do último dia 17 de março, do seu mais novo smartphone topo de linha. Seguindo as linhas anteriores, o aparelho foi batizado com o nome de Galaxy S7 e este smartphone será a principal aposta da empresa neste primeiro semestre do ano de 2016.

O evento de lançamento do Samsung Galaxy S7 ocorreu em um evento de grande porte na cidade de São Paulo e foi marcado pela presença de diversas pessoas famosas, bem como executivos da companhia.

O Samsung Galaxy S7 chega para substituir o Galaxy S6, que já estava no mercado desde o mês de abril do ano passado. Assim como no modelo anterior, o smartphone topo de linha da fabricante sul-coreana chega em duas versões, sendo que umas delas possui tela com curvatura na borda, enquanto a outra ficou com o antigo display tradicional reto.

Os materiais de confecção destes smartphones continuaram sendo os mesmo, ou seja, o vidro Gorilla Glass 4, que é reforçado com um contorno de metal. O aparelho neste primeiro momento será disponibilizado nas cores prata, preto e dourado, contudo, outras cores devem ser anunciadas em breve.

Apesar das resoluções das duas versões do S7 serem iguais (Quad HD 2560 por 1440 pixels), elas se diferem no tamanho da tela, haja vista que o S7 comum possui uma tela de 5,1 polegadas, já a versão Edge do S7 tem a tela um pouco maior com 5,5 polegadas.

Com relação às configurações utilizadas nas duas versões, elas são idênticas, tendo em vista que ambos possuem memória RAM de 4GB, processador Exynos modelo 8890 octa-core e armazenamento interno de 32 GB, com possibilidade de expansão de até 200 GB por meio da utilização de um cartão microSD. A câmera frontal do aparelho tem a resolução de 5 MP, já a traseira tem uma resolução de 12 MP.

As vendas deste novo modelo da Samsung serão iniciadas oficialmente a partir do dia 02 de abril, tanto nas lojas quanto nas operadoras, sendo que os preços sugeridos pela fabricante são de R$ 3.799 para o S7 e de R$ 4.299 para o S7 Edge.

Por Adriano Oliveira


Aparelho possui tela 4K e custa cerca de R$ 4.699.

Cada vez mais a exigência dos consumidores, bem como a vontade das empresas fabricantes de smartphones de atrair e encantar os compradores, estão fazendo com que elas invistam em novas tecnologias nos seus aparelhos. É neste contexto que a grande e renomada fabricante Sony surpreendeu os amantes da tecnologia, haja vista que a empresa anunciou o lançamento do aparelho Sony Xperia Z5 Premium.

Antes do lançamento deste modelo premium no mercado nacional, foi lançado o Sony Xperia Z5, o qual espantou muitos  consumidores devido ao seu preço que é de R$ 4.299, enquanto no mercado internacional os dois modelos foram anunciados juntos.

Aqui no Brasil, o lançamento do Sony Xperia Z5 Premium é mais uma das grandes apostas da Sony para atrair os consumidores, uma vez que este aparelho tem como diferencial a primeira tela 4k do mundo disponível em um smartphone. Segundo as informações da fabricante. o aparelho possui uma tecnologia inovadora capaz de fazer a reprodução de vídeos em 4k, porém, tirando essa inovação o restante das configurações deste novo modelo se compara com o modelo anteriormente lançado, o Xperia Z5.

Outro aspecto positivo apontado pela fabricante no Z5 Premium é a sua bateria de 3.430 mAh.

Com relação às configurações internas desta novidade, o aparelho vem com um processador Snapdragon 810 dotado de oito núcleos, memória RAM de 3 GB, capacidade de armazenamento de 32 GB (podendo ser expandida por meio da utilização de um cartão MicroSD), já a câmera com os seus incríveis 23 MP (com lente F2.0, 1/ 2,3 polegadas e sensor Exmor RS) é uma atração a parte para aqueles que gostam de utilizar o telefone para fotografar.

Para quem gostou dessa novidade, o parelho já está disponível para comercialização nas lojas de todo o país, porém, a única novidade que sem sombra de dúvida não irá agradar uma grande parcela dos consumidores é o valor sugerido pela fabricante, que é de R$ 4.699, valor este que apesar de ser bem alto para o atual contexto econômico vivido no Brasil, é o preço para se ter o primeiro aparelho smartphone com reprodução de vídeos com tecnologia 4k do mundo.

Por Adriano Oliveira


Aparelho da Ringing Bells possui configurações modestas e custa apenas R$ 16,00.

O Freedom 251, smartphone de origem indiana, é oficialmente o smartphone mais barato do mundo, haja vista o seu preço que equivale a nada mais que R$ 16,00. O aparelho vem se tornando notícia mundial devido ao seu baixo custo de aquisição. O Freedom 251 entrou em pré-venda na quinta-feira, dia 18 de fevereiro, na Índia. Mesmo se considerarmos os preços dos smartphones mais acessíveis no Brasil, por exemplo, o aparelho indiano ainda é muito mais barato. Em média um smartphone de baixo custo no Brasil não sai por menos de R$ 150,00.

A fabricante do Freedom 251 é a Ringing Bells, que trouxe esse aparelho para o mercado indiano com grande apoio do governo da Índia. Os executivos da Ringing Bells já destacam que esse projeto tem como principal objetivo fazer com que cada indiano esteja conectado ao mundo e tenha acesso à tecnologia. Com isso, esse projeto lembra bastante o tablet Aakash, lançado em 2011 na China. O tablet era destinado a estudantes chineses e tinha um preço bem abaixo do normal.

A Ringing Bells também destaca que o objetivo deste projeto é levar a tecnologia atual para todos os cidadãos indianos, sejam eles das áreas mais remotas do país como, por exemplo, a rural ou até mesmo áreas semi-urbanas.

O preço local dos aparelhos são 251 rúpias indianas. É importante destacar que, para os padrões indianos, um aparelho custando 500 rúpias já é considerado de baixo custo. Ou seja, o Freedom 251 tem quase a metade do preço de um aparelho considerado de abaixo do custo. Com isso, é esperado que o aparelho tenha um grande sucesso no mercado local.

O preço baixo não é o único destaque do Freedom 251. O aparelho possui Android 5.1 como sistema operacional, por exemplo. Além disso, 1 GB de memória RAM, processador quad-core de 1.2 GHz, 8 GB de armazenamento interno (com opção de expansão para até 32 GB através de cartão microSD) também são outros destaques do aparelho. O mesmo ainda possui câmera traseira de 3.2 megapixels e uma câmera frontal de 0.3 megapixel. A tela é de 4 polegadas com resolução 960×540 pixels.

Como já destacado, a pré-venda do Freedom 251 se iniciou em 18 de fevereiro. A entrega dos aparelhos está marcada para o fim de junho. Ainda não foram divulgadas informações em relação à internacionalização do aparelho, por enquanto o mesmo deve se restringir apenas ao mercado indiano.

Por Bruno Henrique


Rede Varejista Irlandesa vaza informações sobre o novo aparelho da Microsoft. Celular deverá custar cerca de 120 euros.

O Lumia 650 tem sido uma decepção para os usuários que acompanham os rumores do Windows Phone, se tratando de um novo smartphone de entrada com foco no mercado corporativo, mas que apresenta configurações extremamente pobres até mesmo se compararmos com seu antecessor, o Lumia 640.

De qualquer maneira, novas informações a respeito do dispositivo estão circulando na Internet e a notícia da vez é um vazamento de uma rede varejista irlandesa, que "confirmou" que o smartphone deverá custar cerca de 120 euros, ou cerca de 530 reais, ainda desconsiderando os altos impostos cobrados em cima desses dispositivos.

O valor divulgado pela rede varejista pode ser considerado uma notícia positiva, já que os rumores anteriores indicavam que o smartphone deveria chegar ao mercado custando 220 euros, um valor extremamente alto para um dispositivo que se trata apenas de entrada. No antigo valor especulado, o smartphone poderia chegar no Brasil custando mais de R$ 1.000, já que apenas o smartphone em si, sem impostos, custaria R$ 956.

O smartphone, se lançado em solo nacional, deve custar mais que seu antecessor, que chegou ao Brasil custando cerca de R$ 800, estando hoje com um valor bem mais baixo do que no lançamento. A dúvida para o lançamento no Brasil, ao menos em breve, fica por conta do fato da empresa estar ''barrando'' seus produtos de serem lançados no Brasil, usando como justificativa a crise que o país vem enfrentando, o que faz com que os dispositivos demorem mais para chegar por aqui.

Mesmo contando com configurações modestas, o smartphone não é de todo simples, já que chegará com moldura metálica, possível resistência tanto à água como à poeira e alto-falante nas partes frontais do dispositivo.

A mesma loja, ainda teria vazado um material de divulgação do smartphone, que "confirma" algumas informações a respeito do dispositivo, como uma tela de 4.97 polegadas (menor do que o esperado), câmera principal de 8 Megapixels, câmera frontal de 5 Megapixels, processador quad core 1.3 GHz e 16 GB de memória interna.

A Microsoft não comentou o suposto vazamento das informações, mas é possível que as informações sejam verídicas, já que se trata de uma rede varejista.

Por Isis Genari.


Imagens revelam poucas mudanças no aparelho. Previsão é de que o aparelho seja lançado no início de 2017.

As notícias para os apaixonados por tecnologia não são das melhores, principalmente pelos smartphones, haja vista que as imagens iniciais do possível Samsung Galaxy S7, aparelho com previsão de lançamento para o início do ano de 2017, estão frustrando muitos consumidores que estavam aguardando mudanças significativas no design deste aparelho.

Um portal eletrônico já conhecido por divulgar informações preliminares a respeito dos principais lançamentos da empresa sul-coreana fez a divulgação oficial daquilo que seria um protótipo do tão aguardado Samsung Galaxy S7. Essas imagens, segundo este site, teriam sido disponibilizadas para a fabricante de acessórios ITSkins, sendo que juntamente com as imagens desse protótipo a empresa já estaria de posse também dos detalhes relativos não só do layout deste lançamento, como também de suas proporções.

De acordo com a tendência atual, a Samsung deve fazer o lançamento de dois modelos do smartphone S7. Sendo que, segundo as notícias de bastidores, um deles medirá 143,37 x 70,8 x 6,94 milímetros, já a outra versão possui uma tendência de ser muito maior do que as conhecidas versões Plus, com seis polegadas e dimensões de 163,32 x 82,01 x 7,82 milímetros.

Atualmente, o aparelho da Samsung que possui a maior tela é o Galaxy Mega 2, a qual tem 5,9 polegadas. Logo em seguida temos os recém-lançados no mercado Galaxy Note 5 e o Galaxy S6 Edge+.

Com relação ao design, as notícias preliminares dão conta de que haverá apenas duas modificações nestes novos aparelhos, sendo que serão: o formato mais retangular do botão principal, bem como a realocação da entrada de cartão SIM do aparelho que nessa versão será colocada na lateral.

De qualquer forma, o que nos resta é aguardar até que maiores detalhes a respeito, não só da configuração como também do design deste lançamento, sejam divulgados, mas com certeza até o lançamento oficial teremos muitas notícias boas a respeito deste smartphone que de fato é muito aguardado por todos.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: