Asus lançou modelos da linha ZenFone 2 no Brasil



  

Empresa pretende conquistar o mercado brasileiro e ficar entre as 5 maiores marcas vendedoras de smartphones no País.

Apesar de estar comercializando seus smartphones há pouco mais de 10 meses, a Asus já conseguiu vender mais de 800 mil aparelhos e está empolgada com os resultados. Agora, a meta da empresa é ficar entre as 5 maiores marcas vendedoras de smartphones no Brasil, só que isso não será nada fácil, pois apesar de ser um mercado muito próspero, é também bastante concorrido e por grandes marcas.

Mas a Asus está disposta a encarar esta briga e na última quinta-feira (20) lançou no mercado brasileiro seus novos smartphones, os modelos da família ZenFone 2, com preços que variam de R$ 899,00 a R$ 1.999,00.

Por enquanto, a companhia taiwanesa está na 7ª posição, atrás das seguintes marcas:
Samsung, Apple, LG, Sony, Motorola e Nokia, que são as 5 maiores atualmente. Estas empresas fizeram um acordo para que não seja revelada qual a participação de cada uma no mercado de smartphones, por isso não é possível saber qual ocupa a primeira posição no ranking, mas uma certeza é que estas empresas respondem hoje, por 95% das vendas de smartphones aqui no Brasil.

A Asus quer conseguir uma fatia deste mercado, de forma especial da Motorola, empresa que ao lançar o Moto G conseguiu se tornar a empresa com o aparelho mais vendido do mercado.

Jerry Shen, presidente-executivo da Asus, informou que uma das metas da empresa para conseguir uma fatia maior deste mercado é lançar modelos top de linha, aparelhos que contam com tecnologia de ponta e que são mais resistentes.

Shen, indiretamente, criticou os aparelhos da Motorola, ao dizer que são smartphones bons, mas que os smartphones da Asus precisam ser excelentes.





Em relação à nova linha da Asus, o carro-chefe é o ZenFone 2 que conta com processador Intel e 4GB de memória, com o preço de R$ 1.299,00. A empresa responsável pela montagem dos smartphones da Asus aqui no Brasil é a Foxconn, porém, todos os componentes deverão ser importados, pois a Asus quer garantir uma melhor qualidade para seus smartphones.

Com o dólar custando quase R$ 3,50 não vai ser fácil para a Asus, importar as peças e, ainda assim, conseguir vender smartphones com preços mais em conta, mas a empresa promete investir em planejamento logístico e aposta nos subsídios chineses para as compras dos componentes, para conseguir manter o preço reduzido.

Por Russel

Asus ZenFone 2

Asus ZenFone 2

Fotos: Divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *