Candy Crush Saga é lançado na Windows Phone Store



  

Um dos jogos para smartphones de mais sucesso acabou de ser lançado na Windows Phone Store. Trata-se do Candy Crush Saga, jogo desenvolvido pela King.com.

O game já possui 2 anos de existência e esteve sempre disponível na App Store da Apple e na Google Play, loja dos aparelhos com o sistema operacional Android.

Esse atraso no lançamento do jogo é, de certa forma, comum e um motivo de reclamação para os usuários que usam o sistema operacional Windows Phone.

Recentemente, a Microsoft comprou a empresa finlandesa de telefonia móvel Nokia e, desde então, tem investido nesse ramo do mercado. Inclusive, o último smartphone lançado pela marca foi batizado de Microsoft Lumia 535, levando o logotipo da empresa, em vez da inscrição Nokia, demonstrando uma uniformidade em seus produtos.

Esses investimentos recentes prometem mudar o rumo do sistema operacional, que hoje é o terceiro mais utilizado do mundo, perdendo para o iOS, presente em aparelhos Apple, e para o Android, que está distribuído em inúmeros aparelhos de diversas marcas.

Outra comprovação dessa mudança foi a rápida homologação na ANATEL desse novo aparelho com Windows no Brasil, já que antigamente os usuários de aparelhos com esse sistema operacional tinham que esperar meses até que as novidades chegassem ao país, além do fato de que não eram disponibilizados tantos modelos diferentes que abrangessem tantas escalas de mercado.





Com o lançamento do app para download, os usuários já questionaram se ele terá atenção por parte da fabricante, no sentido de fornecer atualizações frequentes, inclusive com correções de erros, pois esse é outro fator que o sistema operacional ainda peca.

Para baixar o Candy Crush Saga, basta acessar o link dele na Windows Phone Store. Sua instalação é gratuita e, assim como outros jogos e até mesmo o próprio Candy Crush em outros sistemas operacionais. Existem opções de compra dentro do aplicativo.

Entre os requisitos mínimos para instalação, o smartphone precisa ter pelo menos 512 MB de memória RAM para funcionar.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *