Usuários do Iphone 6 e 6 Plus reclamam da fragilidade do aparelho

  

  

Mal começaram as vendas e o iPhone 6 já está dando o que falar. Recentemente, vários donos de iPhones 6 e iPhones 6 Plus fizeram reclamações quanto a fragilidade do novo aparelho. Alguns chegaram a afirmar que o novo modelo está menos resistente do que as versões anteriores.

Em um fórum oficial da própria Apple, os consumidores disseram que tiveram os vidros que protegem as telas riscados mesmo após manuseá-lo com extremo cuidado.


Segundo os usuários que reclamaram, os riscos surgiram em cerca de uma semana de utilização comum do produto, sendo que, utilizando por anos as versões antigas isso não chegava acontecer.

Vale ressaltar que se cogitava o uso de Corning Gorilla Glass 3 nos novos iPhones, mas foi anunciado pela Apple a utilização de uma liga ionizada na fabricação dos smartphones que prometia aos usuários ainda mais resistência.

Essa discussão teve início em 23 de setembro com um usuário dizendo que seu iPhone 6 Plus exibiu um arranhão visível na tela e sem explicação. A mais recente geração de iPhones havia sido colocada à venda quatro dias antes, 19 de setembro. Após isso, surgiram várias reclamações semelhantes.

  

O site Apple Insider enumerou algumas possíveis razões para que isso possa estar acontecendo. Uma das suspeitas está no fato de que o iPhone 6 trouxe menos bordas de proteção para a tela, que também surgiu com curvas pela primeira vez nessa geração de aparelhos.

Para que isso acontecesse, houveram algumas mudanças na estrutura principal dos dispositivos. A principal? Bom, o iPhone 5S possuía uma camada termoplástica de proteção bem evidente no design dos aparelhos.

Agora, o material que resiste a choques está armazenado entre o corpo do smartphone e a montagem dos displays, o mesmo tempo em que o plástico mais duro foi eliminado para dar lugar a à capa que protege a área curvilínea.

A Publicação afirma que tentou contatar a empresa Apple, mas até agora não obteve nenhuma resposta da fabricante.

Por Diovana Nunes Leite

Foto: divulgação

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *