Facebook acumula prejuízos com a compra do WhatsApp



Nesta quarta-feira (29) o Facebook apresentou às autoridades que fiscalizam as bolsas de valores e outros investimentos nos Estados Unidos, documentos que informam os prejuízos financeiros que obteve desde a compra do aplicativo WhatsApp no início deste ano.

De acordo com os documentos entregues com a prestação de contas da empresa, o prejuízo chega aos U$$ 232 milhões. Em janeiro deste ano, o aplicativo foi comprado pela quantia de U$$ 22 bilhões.



Entre os meses de janeiro a junho deste ano, o WhatsApp rendeu à rede social o equivalente a U$$ 15,2 milhões, num percentual de lucratividade de 453% em relação ao mesmo período do ano passado. Este rendimento é oriundo do pagamento de anuidade pelos usuários para o uso do aplicativo em seus dispositivos móveis. 

Em 2013 o rendimento registrado pelo WhatsApp não ultrapassou os US$ 2,7 milhões no primeiro semestre do ano, já no acumulado dos 12 meses de 2013 o rendimento total obtido pelo aplicativo chegou aos US$ 10,2 milhões.

Já em comparação aos seis primeiros meses do último ano, a queda dos rendimentos da empresa também foi bem acentuada. Só no primeiro semestre de 2014 os prejuízos chegaram aos US$ 232,2milhões, um aumento de 293% de perdas em relação ao mesmo período de 2013.



No ano, elas somaram os U$$ 59 milhões, enquanto até junho de 2014, já foram contabilizados US$ 138,14 milhões em perdas.

Apesar dos prejuízos apresentados, Mark Zuckerberg, presidente e um dos fundadores do Facebook, diz não ter pressa para fazer do WhatsApp um aplicativo rentável.

O comunicador de mensagens instantâneas ainda não traz nenhum tipo de publicidade para seus usuários, e este fato é defendido pelo seu diretor e um de seus criadores, Jahn Koum, que é contra a divulgação de qualquer tipo de propaganda no aplicativo a fim de se obter lucro.

Além das informações financeiras apresentadas sobre o WhatsApp, dados sobre o Facebook também foram apresentados para a SEC– Securities and Exchange Commission, que possui nos Estados Unidos a mesma função da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil.

Enquanto o WhatsApp até o momento traz prejuízos a Zuckerberg, sua rede social continua crescendo em faturamento. De acordo com os dados apresentados, só no terceiro trimestre de 2014, o Facebook teve um lucro de US$ 3,2 bilhões. Isto representa um lucro 59% maior que no mesmo período do ano passado.

Por André F.C.

Foto: divulgação



1 comentário em “Facebook acumula prejuízos com a compra do WhatsApp

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *