Voto x Veto: app que ajuda a escolher seu candidato nas eleições



O app Voto x Veto é um sistema muito interessante e eficaz para guiar os eleitores mais indecisos (ou não) aos candidatos que apresentarem propostas mais vinculadas às inclinações do usuário. Simples e intuitivo, o app leva o usuário a um tipo de teste cego, no qual várias propostas de candidatos são expostas para votação.

Como o nome do aplicativo sugere, você pode concordar ou discordar das propostas. À medida que o usuário vai votando ou vetando propostas, o sistema cria um ranking mostrando em ordem quais candidatos tiveram mais votos por parte do usuário e quais tiveram mais vetos.



O aplicativo cumpre uma grande função social, igualando as chances dos candidatos, independente da quantidade de dinheiro investida na campanha, de terem suas propostas reconhecidas e disseminadas.

O modelo em teste cego torna a escolha do candidato menos arbitrária, no sentido de que você se atrela às propostas e não aos candidatos. Não raro você verá a fidelidade a um ou outro candidato reduzida pelo conhecimento de certas propostas de governo.

O autor, Walter Cesar Nogueira da Silva Junior, 24 anos, estudante do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) afirma ter se inspirado em aplicativos como o Tinder, no qual avaliamos as pessoas baseado na sua aparência.



No voto x veto os candidatos são avaliados por suas propostas. As propostas são retiradas diretamente dos planos de governo apresentadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A ideia brilhante torna mais fácil a associação de ideias a candidatos, facilitando e muito a decisão do usuário na hora de decidir na urna. No Google Play o aplicativo tem avaliação 4.1 de 5, além de vários comentários muito positivos.

O aplicativo tem versões para Android e IOS e é muito leve e eficiente em sua proposta. Única reclamação é que deveria ser expandido a todos os cargos eleitorais e deve ser relacionado ao facebook para rankings, etc.

Por João Flávio Gomes Faria

Foto: Correio Braziliense



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *