Internet 3G e 4G – Previsão de implementação no Brasil

  

  

Segundo o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), é possível acelerar a universalização dos serviços de 3G e 4G para a população. O projeto da agência prevê o acesso banda larga para diversas cidades em etapas. A primeira refere-se à tecnologia 3G, que tem meta de ser implementada até 2017, enquanto a 4G até 2019. Afirmou ainda que serão feitos estudos para que o prazo seja encurtado em 1 ou 2 anos para a tecnologia 3G e em 1 ano para a tecnologia 4G. O que representa um avanço para a tecnologia banda larga no Brasil.

Atualmente, o projeto encontra-se sendo elaborado para a realização de um leilão. As prestadoras que vencerem terão de implementar uma rede de fibra ótica e atender as especificações da Anatel.


A agência também quer diminui o número de orelhões e trocar por pontos de Wi-Fi para dar acesso à internet. As prestadoras devem baixar os custos da infraestrutura, pois a frequência de 700 megahertz terá um custo bem acessível. Há mais de 1 milhão de orelhões que estão sendo cada vez menos usados por conta do avanço da telefonia móvel.

A implementação faz parte das negociações para concessões das companhias que serão renovadas nos próximos anos. Em 2014 haverá consulta pública e vale a pena opinar quanto à ação das operadoras.

Por Robson Quirino de Moraes

  

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *